Connect with us

Geral

Mário Gatti realiza, pela 1ª vez, cirurgia de revascularização cerebral

Publicado

em

O Hospital Municipal Mário Gatti realizou, pela primeira vez, uma cirurgia de revascularização cerebral com a construção de uma ponte direta de uma artéria localizada fora do cérebro para uma interna. O paciente teve um acidente vascular cerebral (AVC) em consequência de uma síndrome rara conhecida como Moya-Moya.
Essa síndrome é caracterizada por uma estenose (estreitamento) das artérias cerebrais internas mais importantes, responsáveis pela condução do sangue ao cérebro. Ela pode levar a eventos isquêmicos ou de sangramento em sistema nervoso central. O termo Moya-Moya vem do japonês e significa algo nebuloso, como cortina de fumaça, devido à aparência do emaranhado de pequenos vasos que se forma para compensar o bloqueio dos vasos normais cerebrais.
Foi um procedimento extremamente delicado para tratar uma doença rara, afirma o neurocirurgião Bruno Bogéa, da equipe de neurocirurgia chefiada por Yvens Barbosa Fernandes. No Japão, a incidência de Moya-Moya é de um caso a cada 280 mil habitantes e nos EUA, de um a cada 1,1 milhão. Não há dados para o Brasil.
O paciente, um jovem adulto, apresentou um acidente vascular cerebral isquêmico e, durante a investigação, a angiografia demonstrou que o lado esquerdo do cérebro estava recebendo pouco sangue em função de estenoses nos vasos do polígono de Willis, o círculo de artérias que suprem o cérebro, com um padrão compatível com a doença de Moya-Moya.
Após tratamento clínico, explica Bogéa, a equipe optou por um tratamento cirúrgico complementar, por meio de bypass cerebral. “Nesse procedimento, um ramo arterial extracraniano (artéria temporal superficial) foi conectado a um ramo arterial intracraniano no lado do cérebro que estava recebendo pouco sangue, para aumentar o aporte sanguíneo na área afetada”, informa.
Nessa síndrome rara, afirma o anestesiologista Nelson Davi Bolzani, é necessário entender a fisiopatologia da doença e instituir as medidas perioperatórias mais adequadas, no intuito de melhorar o prognóstico destes pacientes. “A conduta anestésica deve priorizar a manutenção do fluxo sanguíneo cerebral, para evitar novos eventos neurológicos negativos, lançando mão de tecnologias para monitorização e uso de medicações anestésicas novas que proporcionam melhor estabilidade hemodinâmica no paciente”, disse
Equipe
O procedimento envolveu uma equipe formada por Bogéa, Bolzani, o neurocirurgião José Luiz Rinaldi, a neuroanestesista Rubia de Deus, o intensivista Marcus Vinicius Pereira, além de neurocirurgiões da equipe. A cirurgia, realizada em 20 de agosto, foi bem-sucedida e o paciente recebeu alta após uma semana.
Este procedimento só foi possível pelo trabalho em equipe, pelo comprometimento de toda a gestão da Rede Mário Gatti, de todos os profissionais da saúde que atuaram de forma multidisciplinar e assertiva no cuidado extremamente delicado desse caso, do começo ao fim” afirma Bogéa.

Geral

Multivacinação já atingiu 4.214 crianças e adolescentes em Campinas

Publicado

em

Por

Desde o dia 1º de outubro, quando teve início a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização do calendário regular, até as 12h30 deste sábado, (16/10), 6.660 crianças e adolescentes de 0 a 15 anos compareceram aos Centros de Saúde de Campinas. Deste total, 4.214 foram imunizados. O restante estava com a carteira de vacinação em dia e recebeu orientações sobre as próximas doses.

 

Do total de imunizados nesta faixa etária,1.880 são bebês de até 1 ano, 1.209 de 1 a 4 anos e 1.125, de 5 a 14. Até as 17h deste sábado, Dia V da Campanha, 65 dos 67 Centros de Saúde do município estarão abertos para atualizar o esquema vacinal. Apenas os CSs Carlos Gomes e Boa Esperança não participam da ação.

 

A Campanha Nacional de Multivacinação prossegue até 29 de outubro. Durante a semana, as vacinas são aplicadas das 8h às 11h.

Continue Lendo

Geral

Projeto idealizado pelo prefeito ganha ouro em torneio internacional

Publicado

em

Por

Os lutadores de taekwondo da Equipe Fighters foram homenageados pelo prefeito Dario Saadi nesta sexta-feira, dia 15 de outubro. O projeto social iniciado no Centro de Treinamento de Lutas, no Taquaral, mostrou que pode ser bem sucedido também em competições. No final da semana passada, conquistou seis títulos e cinco vices, na 13ª Copa América de Taekwondo, realizada em Arujá.
O secretário de Esportes, Fernando Vanin, e o vereador Igor Diego também acompanharam a cerimônia, que teve ainda as presenças dos técnicos da equipe Fighters, Sérgio Pacheco e Alberto Iha. Atletas e apoiadores, responsáveis pela logística de toda estrutura monstada para a disputa, também foram recepcionados.
O prefeito Dário Saadi estava emocionado com a presença dos técnicos e lutadores porque foi um dos mentores do projeto, quando ainda atuava na secretaria de Esportes e Lazer: “O Sério e o Alberto são os verdadeiros idealizadores do projeto. Na época, quase quatro anos atrás, eu só apoiei e pedi paciência. E felizmente, o resultado está aí”, finalizou.
A semente iniciada com apenas um aluno, hoje ultrapassada 80 participantes e a tendência é de crescimento. O secretário de Esportes e Lazer valorizou não apenas as conquistas. Fez questão de ressaltar o esporte como formador: “claro que o motivador são as conquistas. Mas é importante projetar o esporte como formador de cidadãos. E isso, o projeto tem conseguido. É motivo de orgulho para todos nós”, concluiu.

Continue Lendo

Geral

Equipe campeã da 360º nas Areias é homenageada pelo prefeito Dário Saadi

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi recebeu nesta sexta-feira, 15 de outubro, na Sala Azul do Paço Municipal, representantes da “Campinas 360° nas Areias”, equipe de handebol de praia, campeã feminina da Copa do Brasil. A competição foi disputada em João Pessoa, na Paraíba, no início do mês. É o primeiro título do projeto que tem o apoio do Fundo de Investimentos Esportivos de Campinas, Fiec.
A cerimônia contou também com a presença do secretário de Esportes e Lazer, Fernando Vanin; do vereador Igor Diego; da presidente da equipe e técnica, Juliana Saraiva. Também participaram atletas de reconhecimento internacional na modalidade, como a capitã Thaís da Silva Nascimento, eleita melhor jogadora do mundo na modalidade em 2013, além da goleira Noélia Nunes, nome que está na lista de pré convocados para a Seleção Brasileira.
Ao destacar a parceria do Projeto Campinas 360° nas Areias, voltado para a formação e competição, o prefeito Dario Saadi fez questão de ressaltar a determinação da equipe comandada pela técnica e presidente Juliana Saraiva. “É com muita alegria que recebo vocês aqui. A conquista comprova a importância da união de entidade esportiva com poder público. Vocês são pessoas comprometidas, que fazem a diferença. Campinas se orgulha deste tipo de trabalho”, ressaltou.
A ideia do projeto é se propagar cada vez mais pelos bairros de Campinas. O diferencial é oferecer espaço para a prática de esporte com orientação de pessoas competentes e especialistas na modalidade. Na base do projeto está a certeza de que a boa formação é uma das bases para a competição.
O secretario Fernando Vanin enalteceu o título, principalmente porque Campinas foi campeã contra equipes mais experientes e diante de adversários mais adaptados à modalidade. “Ser campeã frente a equipes especialistas em modalidades de praia, como o handebol, é um marco. Além disso, fazer o fomento com atletas em formação é formar cidadão”, concluiu.
A equipe feminina “Campinas 360° nas Areias” já garantiu vaga na etapa decisiva do Campeonato Brasileiro de Handebol de Praia. A competição vai ser disputada em Matinhos, Paraná, de 13 a 15 de janeiro do ano que vem.

Continue Lendo

Populares