Connect with us

Geral

Ana Perugini defende que tráfico de pessoas se torne crime hediondo

Publicado

em

A deputada federal Ana Perugini, coordenadora-geral da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres, defendeu que o tráfico de pessoas se torne crime hediondo no Brasil. A manifestação da parlamentar ocorreu na manhã desta quarta-feira (20), durante a escolha das vencedoras do Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós, oferecido anualmente pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados a mulheres que tenham contribuído para o pleno exercício da cidadania, na defesa dos direitos da mulher e questões do gênero, no país.

“Nós vamos lutar para que o tráfico de pessoas se torne crime hediondo no nosso país”, afirmou a deputada, lembrando que a maioria dos casos de tráfico envolvem mulheres e meninas. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), sete em cada dez pessoas traficadas no mundo envolvem um dos dois perfis.

Ao defender a candidatura da jornalista Priscila Siqueira, indicada por ela prêmio, Ana lembrou da trajetória de mais de 50 anos da ativista no enfrentamento ao tráfico de pessoas no país. “A Priscila é ativista desde 1961, quando começou a defesa de empregadas domésticas, que também iam para a lavoura e saíam da lavoura para a prostituição para dar conta do sustento das famílias, no interior de São Paulo”, disse a deputada, que é 2ª coordenadora-adjunta da Bancada Feminina na Câmara.


Ana destacou a importância da audiência pública realizada no dia 30 de agosto, na Câmara Federal. O evento, intitulado “Tráfico de pessoas: precisamos combater este crime”, contou com as participações de Priscila Siqueira, do defensor público federal Leonardo Magalhães, da promotora legal popular Rosa Maria Silva Santos, coordenadora do Projeto Vez e Voz e do advogado Barry Wolfe, membro da Suprema Corte da Inglaterra e do País de Gales e diretor da ONG SOS Dignidade

“Nós começamos um trabalho e estamos acompanhando a rede internacional de combate ao tráfico de pessoas”, explicou a deputada, que trabalha na formação de uma rede para ajudar no enfrentamento ao crime no país, além de campanhas educativas no rádio e televisão para combater o crime, que faz mais de 2,4 milhões de vítimas no mundo todos os anos.


A deputada elogiou as 30 candidatas que concorreram ao prêmio e sugeriu uma divulgação mais ampla nas próximas edições, para dar mais visibilidade à luta das mulheres em uma sociedade machista. “Fiquei surpresa com a história de tantas mulheres, que têm vidas e histórias de luta que nos surpreendem”, afirmou.


Vencedoras do Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós

Daniela Teixeira – membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB nacional
Elza Soares – cantora
Maria Gabriela Manssur – promotora de justiça
Marina Kroeff – médica
Raimunda Gomes da Silva – trabalhadora rural e ativista

Geral

Saúde aplica mais de 2 mil doses de vacina contra a covid-19 no sábado, 27

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde aplicou durante este sábado, 27 de novembro, 2.168 doses de vacina contra a covid-19, por meio da ação Campinas Vacina Mais. Pessoas de todas as faixas de idade acima dos 12 anos puderam se vacinar, sem precisar fazer agendamento, em diversos pontos. 

 

As ações do Campinas Vacina Mais começaram na sexta-feira, 26 de novembro, e seguem durante este domingo, dia 28. O objetivo é aumentar a cobertura vacinal, principalmente nos adolescentes e nos adultos entre 18 e 24 anos. O balanço completo do fim de semana será divulgado na segunda-feira.

 

Estão sendo aplicadas primeiras e segundas doses, assim como as doses adicionais. No caso das duas últimas, serão cumpridos os intervalos estabelecidos pelo Programa Estadual de Imunização (confira abaixo). 

 

Todas as pessoas precisam levar CPF e comprovante de endereço. No caso de segunda dose ou dose adicional é necessário apresentar o cartão de vacinação.

 

Intervalo

 

Vacina da Pfizer – para receber a segunda dose da Pfizer é preciso um intervalo de pelo menos 21 dias (três semanas) para pessoas a partir de 18 anos. No caso de adolescentes, o intervalo é a partir de oito semanas.

 

Vacina Astrazeneca – o intervalo entre as doses da vacina da Astrazeneca é de, no mínimo, oito semanas.

 

Vacina CoronaVac – o intervalo entre as doses da vacina CoronaVac é de quatro semanas.

 

Dose adicional – Pessoas a partir de 18 anos precisam ter completado o esquema vacinal há pelo menos cinco meses. Pessoas com alto grau de imunossupressão podem receber a dose adicional a partir de 28 dias da segunda dose.

 

Agendamento

 

Independentemente do “Campinas Vacina Mais”, o agendamento para receber as vacinas contra a covid-19 continua aberto.

 

A escolha do dia, horário e local pode ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br

Continue Lendo

Geral

Centros de Saúde começam a vacinar alunos em escolas da rede estadual

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde iniciou a vacinação contra covid-19 nas escolas estaduais de Campinas para ampliar a cobertura vacinal de adolescentes e jovens adultos. Cada centro de saúde está responsável pela imunização das comunidades escolares das suas áreas de abrangência. O calendário é organizado de acordo com a disponibilidade dos estabelecimentos de Educação e de Saúde. As ações fazem parte do “Campinas Vacina Mais”, com vacinação sem agendamento em pontos estratégicos da cidade, iniciada em 23 de outubro. 

 

A medida foi tomada depois que um levantamento do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) apontou que cerca de 23 mil alunos da rede estadual com idade a partir de 12 anos estão sem a primeira dose da vacina. Em relação à segunda dose, são cerca de 14 mil com a imunização incompleta.

 

Em Campinas, a cobertura vacinal de primeira dose dos adolescentes entre 12 e 14 anos é de 64,3%. Entre as pessoas de 15 a 17 anos, a cobertura é de 67,1%.

 

Documentos

 

Os menores de idade devem levar RG e/ou CPF e autorização dos pais. Os adultos devem apenas levar o documento.

 

Campinas Vacina Mais

 

Neste final de semana, de 27 e 28 de novembro, serão realizadas outras ações do Campinas Vacina Mais em vários pontos da cidade. 

 

Clique e confira os locais e endereços em https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacinas/covid-19.

 

 

Agendamento

 

Independente das ações do “Campinas Vacina Mais”, o agendamento para receber as vacinas contra a covid-19 continua aberto. 

 

A escolha do dia, horário e local pode ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br.

Continue Lendo

Geral

Performance será ato pela valorização da arte e história afro-descendente

Publicado

em

Por

No mês da Consciência Negra e combate ao racismo, os artistas Andrea Mendes e Antônio Pulquerio realizarão uma performance no Parque Portugal (Lagoa do Taquaral). A atividade artística terá início às 10h no portão principal da área de lazer e continuará até o Lago do Café, onde percorrerá as alamedas até a Casa de Vidro. Para finalizar, será feita uma ação de ativação artística na Liteira, que integra o acervo do Museu da Cidade.
Segundo os organizadors, a performance/cortejo revisita ritos ancestrais, evoca presenças de antepassados afro-descendentes para reviver memórias de origens que transcendem o peso das desumanizações que marcaram os corpos de seu povo. Os artistas classificam a performance como “uma celebração de (re)existência que proclama: Arroba não! Somos o peso milenar da nossa força ancestral!”
A intervenção é parte das ações artísticas realizadas durante a exposição “Ocupação Escritas Ocultadas”, que tem como curadora Sônia Fardin.

Data – 27/11
Início – 10h, no portão 1 do Parque Portugal (Taquaral)
Término – 11h, no Museu Casa de Vidro

Continue Lendo

Populares