Connect with us

Geral

Rede Drogal promove ações para conscientizar sobre o câncer de mama e de próstata

Publicado

em

Para conscientização sobre a prevenção do câncer de mama e de próstata, a Rede Drogal participa das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, com ações nas suas 137 filiais instaladas em 53 cidades do interior de São Paulo.

Durantes os dois meses, a Rede Drogal distribuirá folhetos a todas as pessoas que passarem pelas filiais, com informações sobre como realizar autoexames, visando os cuidados com a saúde. Para reforçar a ação, os colaboradores de cada unidade usam um bottom especial, nas cores rosa e azul.

A atividade acontece pelo terceiro ano consecutivo e faz parte da missão da rede farmacêutica que está entre as maiores do setor do Estado. Todos os anos, em parceria com entidades e instituições, também apoia palestras, campanhas e outros eventos de conscientização, sempre focados na qualidade de vida.

Cristina Vasconcelos Pierozzi, farmacêutica responsável da Rede Drogal, comenta a importância da campanha. “Tocar o corpo é uma das formas de se conhecer. Os dois tipos de cânceres – de mama e de próstata – podem ser tratados e curados se forem descobertos o mais rápido possível. Infelizmente, por medo, homens e mulheres deixam de procurar ajuda médica quando observam alguma alteração, mas é preciso mudar este comportamento e pensar que é possível ter vida saudável após o diagnóstico e o tratamento”, alerta. “Nossa equipe está treinada e preparada para dar as informações necessárias aos clientes com dúvidas”, completa.

MAMA
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), as formas mais eficazes para detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico e a mamografia. A entidade também recomenda que as mulheres conheçam o próprio corpo realizando o autoexame, que deve ser feito logo após a menstruação ou sempre no mesmo dia de cada mês para quem não menstrua.

Publicidade

Durante o toque é importante procurar deformações ou alterações no formato das mamas, caroços nas mamas ou axilas, ferida ao redor do mamilo, retrações ou abaulamentos e secreções pelos mamilos. Mas antes de entrar em pânico ao observar algum destes sintomas procure um ginecologista.

O câncer da mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo, depois do de pele não melanoma. A doença também acomete homens, porém é rara, representando apenas 1% do total de casos, motivo de preocupação das redes de saúde, pois eles só procuram ajuda médica quando estão em fase adiantada.

Entre as causas do câncer de mama estão o sedentarismo, a ingestão de bebidas alcoólicas, tabagismo e histórico familiar, com predisposição genética hereditária. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos, informa o Inca.

PRÓSTATA
O Novembro Azul foi escolhido para conscientizar sobre o câncer de próstata, ainda tratado como tabu pelo sexo masculino, embora possa levar à morte. A recomendação é que os exames de prevenção sejam feitos por homens a partir dos 45, se tiverem casos da doença na família. Para quem não tem registro de antecedentes da doença, a idade ideal é a partir de 50 anos.

Sintomas como jato de urina muito fraco ou reduzido, dor ao ejacular, problemas em conseguir ou manter a ereção, sangue na urina, necessidade de urinar frequentemente, especialmente à noite, entre outros devem ser relatados ao médico para o diagnóstico correto.

Publicidade

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura ajuda a diminuir o risco do câncer de próstata. Pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar são recomendações do Ministério da Saúde para a melhora na qualidade de vida.

Serviço:
Rede Drogal conscientiza sobre o câncer de mama e de próstata nas 137 filiais, das 53 cidades do Estado de São Paulo
Informações: www.drogal.com.br

Geral

Taça das Favelas volta no fim de semana com 12 partidas de futebol

Publicado

em

Por

Fim de semana é dia de torcer para os times que estão disputando a Taça das Favelas. Serão seis partidas no sábado, 1º de julho, e domingo, 2 de julho, a partir das 8h, na Praça de Esportes Argemiro Roque, no São Bernardo. O evento é uma realização da Cufa (Central Única das Favelas) em parceria com a Prefeitura de Campinas e apoio da EPTV.

 

 

Os jogos começam com as equipes masculinas. Às 8h, jogam São Pedro/Formigueiro e São José; às 9h30 é a vez do Carlos Lourenço enfrentar o Florence. Os dois últimos jogos masculinos serão às 11h e às 15h30, com Satélite Íris x Buraco do Sapo e São Bernardo contra Nilópolis.

 

Publicidade

 

Ainda no sábado, duas equipes femininas se enfrentam. Às 12h30, as meninas do Padre Anchieta jogam contra o Flamboyant; e às 14h é a vez do Santo Antônio e do Campo Belo entrarem em campo.

 

 

Domingo

Publicidade

 

 

A competição volta no domingo, às 8h, com o feminino do São Marcos enfrentando o Vida Nova. O outro jogo será às 9h30, entre Shangai e Paranapanema.

 

 

Publicidade

Na sequência, os meninos entram em campo. Às 11h, jogam Brandina contra Santa Barbara; Costa e Silva e Campo Belo se enfrentam às 12h30. Ainda na programação, Puccamp e Rosália às 14h e Paranapanema e Vila Boa Vista às 15h30.

 

 

Taça das Favelas 2022

 

Publicidade

 

A 2ª edição da Taça das Favelas de Campinas tem 3.012 inscritos. São 2.137 inscrições para os times masculinos e 875 para os femininos.

 

 

Organizada pela Cufa e Prefeitura de Campinas, com apoio da EPTV, o torneio tem como objetivo promover a conscientização e a inclusão por meio do esporte; a integração das comunidades e a ressignificação do território e fortalecimento da autoestima da juventude das favelas e núcleos residenciais.

Publicidade

 

 

A Taça das Favelas faz parte do calendário oficial de eventos de Campinas, desde 2021, por meio da Lei Municipal 16.100.

 

 

Publicidade

Na primeira edição do campeonato, em 2019, a Vila Brandina foi campeã no masculino, enquanto São José ficou com o título no feminino.

Continue Lendo

Geral

Evento marca a recepção de 94 jovens aprendizes que vão atuar na PMC

Publicado

em

Por

Com nome de craque, Cristiano Ronaldo Rodrigues, de 16 anos, é um dos 94 jovens aprendizes recepcionados na Prefeitura, na manhã desta terça-feira, 28 de junho. Assim como os demais, os sentimentos eram uma mistura de medo e de alegria. “Estou com uma expectativa muito alta. Tenho certeza que vou trabalhar com pessoas ótimas, que vou crescer e adquirir muita experiência”. 

 

Os jovens vão fazer parte do Vibe (Vivências, Integração, Bem-Estar e Educação Profissional), um programa criado em 2021 pela Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas que visa promover ações que estimulem o desenvolvimento humano e contribuam na formação efetiva profissional e no acesso ao mercado de trabalho.

 

Eduardo Felipe, 16, também está cheio de expectativas com a nova experiência e já tem uma área favorita para atuar. “Tenho tido muita afinidade e gostado muito da área de administração. Sobre o futuro, espero me efetivar aqui, porque a Prefeitura é um bom lugar para trabalhar”, completou. 

Publicidade

 

Aprendizagem, troca de experiência, crescimento profissional e pessoal, trabalho em equipe e transformação foram algumas das palavras citadas durante o evento. 

 

A secretária de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira, contou um pouco da sua história e deu vários conselhos para os jovens que estão chegando. “É uma alegria imensa recebê-los aqui hoje. Iniciar a semana com carinhas novas, cheias de medo e também de muita coragem, é muito gratificante”, disse. “Esforcem-se bastante, aproveitem as oportunidades, não tenham medo de errar e, principalmente, tenha em nós amigos, companheiros de jornada”, completou. 

 

Publicidade

O presidente dos Patrulheiros ( Centro de Aprendizagem e Mobilização pela Cidadania “Patrulheiros de Campinas), Adailton Santos, relembrou como as vagas para o programa são disputadas e que, por terem sido selecionados, esses jovens já podem se considerar vencedores. “Que vocês possam contribuir, colaborar, aprender e ensinar neste período que estarão aqui na Prefeitura”, completou. 

 

Outro membro da mesa, Cleber Rodrigues, coordenador do programa, já foi um Jovem Aprendiz e isso o deixou à vontade para falar com uma plateia formada, em sua maioria, por jovens de 16 anos. “Eu tinha os mesmos pontos de interrogação que vocês têm hoje, a diferença é que agora existe um Vibe, um programa muito importante, onde vocês terão muitas oportunidades de aprender, se aprimorar, crescer e uma equipe para apoiá-los”, disse. 

 

Na sequência das falas de abertura, o psicólogo do Patrulheiros, Aslan Panicaci, conversou com os jovens sobre os desafios que vêm pela frente e principalmente a rede de apoio que eles terão. Oscar Fonsechi Neto, da equipe do Vibe, encerrou o evento com uma explicação detalhada sobre o programa e informações sobre as atribuições dos jovens durante a permanência na Prefeitura. 

Publicidade

 

Vibe

O programa Vibe está sendo desenvolvido em quatro pilares: – Direitos Humanos e Respeito às Diferenças; – Valorização da integração interpessoal no trabalho; – valorização das atribuições e tarefas que serão exercidas; e – Busca pelo aprendizado e qualificação.

 

Participam jovens aprendizes com idade a partir de 16 anos, que permanecem no programa por 1 ano e 5 meses. 

Publicidade

 

Para os jovens, o Vibe visa promover a valorização das aptidões e interesses; maior integração; capacitações, cursos e palestras; serviço de acolhimento e escuta qualificada; e o selo “Vibe Aprendizado”, certificando a passagem do jovem pelo programa.

 

O Vibe também tem ações voltadas para os orientadores e para as empresas, que receberão o selo “Vibe Parceiros” quando promoverem algum tipo de incentivo aos jovens – como concessão de bolsas de estudos – e também para as que os contratarem depois que saírem do programa.

 

Publicidade

 

Continue Lendo

Geral

Menezes é eleito presidente da Associação de Municípios e Meio Ambiente

Publicado

em

Por

O secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) de Campinas, Rogério Menezes, foi eleito presidente da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (Anamma) de São Paulo, nesta segunda-feira, 27 de junho, para o biênio 2022-2023. A eleição ocorreu de maneira online. A diretora do Departamento de Licenciamento Ambiental da Secretaria do Verde, Andréa Struchel, ocupava o cargo de vice-presidente e foi eleita diretora jurídica da Anamma. O novo vice-presidente é Cláudio Scalli, secretário-executivo do Consórcio Público Agência Ambiental do Vale do Paraíba. Também foram eleitos os diretores de Bacias Hidrográficas do Estado e as diretorias temáticas. 

 

Rogério Menezes agradeceu a confiança dos gestores de meio ambiente do Estado de São Paulo pela escolha. “Com muito senso de responsabilidade me comprometo a prosseguir com conquistas no governo do Estado, bem como representar os secretários e demais gestores ambientais municipais no Conselho Estadual de Meio Ambiente”, afirmou.

 

Ao assumir a presidência da Anamma, o secretário do Verde lembrou que os resultados da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-26), realizada em novembro de 2021, e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), “reforçam a responsabilidade de todos os entes para atingir o novo modelo de desenvolvimento com sustentabilidade e a importância do esforço compartilhado entre os governos federal, estadual e municipal, entidades da sociedade civil e o setor privado”, ressaltou.

Publicidade

 

Anamma 

 

A Anamma é uma entidade do terceiro setor, fundada em 1988, que presta relevante serviço de interesse coletivo ao agregar gestores municipais em prol de uma gestão ambiental local sustentável.

 

Publicidade

Conheça a nova composição da diretoria da Anamma SP:

 

▪️ Rogério Menezes, Secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas – Presidente 

▪️ Cláudio Scalli, Consórcio Ambiental do Vale do Paraíba – Vice-presidente

▪️ Andréa Struchel, Diretora de Licenciamento Ambiental da Secretaria do Verde de Campinas – Diretora Jurídica

Publicidade

▪️ Flávio Lamas, AAAC Campinas, Diretor de Proteção e Bem Estar Animal

▪️ Marcelo Marcondes, Aparecida – Diretor de Educação Ambiental, Ciência e Tecnologia

▪️ Moacir Arruda, São Paulo – Diretor de Unidades de Conservação

▪️ Jean Marcicano, Ibiúna – Diretoria de Articulação Institucional

 

Publicidade

Diretoria de Bacias Hidrográficas:

 

▪️ PCJ: Geraldo Luiz Nalon, Pedreira; Tamires Artuzi, Artur Nogueira

▪️ Alto Tietê: Solange Franco, Suzano; Claudete Bezerra, Poá

▪️ Paraíba do Sul: Marcelo Manara, São José dos Campos; Maria Eduarda, Pindamonhangaba

Publicidade

▪️ Ribeira do Iguape: Raul, Itaperaí; Daniela Batista, Registro

▪️ Mogi-Guaçu: Júlio Galdino, Conchal; Tiago Sartori, Socorro

▪️ Médio Tietê-Sorocaba: Mauricio Mota, Salto de Pirapora; Ricardo, Votorantim

▪️ Alto Paranapanema: Luiz Godinho, Itaberá. 

 

Publicidade
Continue Lendo

Populares