Connect with us

Geral

Prefeitura atualiza números da Covid-19 nesta quinta-feira, dia 25/11

Publicado

em

O boletim com dados sobre a pandemia de Covid-19 foi atualizado nesta quinta-feira, dia 25 de novembro, pela Prefeitura de Campinas. Foram confirmados 67 novos casos da doença e seis mortes, totalizando 146.522 casos (eram 146.455) e 4.607 mortes na cidade (eram 4.601), segundo o boletim anterior de 22 de novembro.

 

 

 

As novas vítimas fatais da covid-19 são três homens e três mulheres, cinco deles com doenças preexistentes e com mais de 60 anos. Apenas uma das vítimas estava na faixa abaixo dos 60 anos; e uma não tinha comorbidades.

 

 

 

Quanto à vacinação contra a covid-19, Campinas já aplicou 1.961.177 doses, sendo 959.484 de primeira dose, 883.677 de segunda dose e dose única e 118.016 de dose adicional.

 

 

 

Sobre as vítimas

 

 

– Homem de 29 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 18 de novembro.

 

– Mulher de 64 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 28 de outubro.

 

– Homem de 65 anos. Não tinha comorbidades. Morreu dia 19 de novembro.

 

 

– Mulher de 70 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 20 de novembro.

 

 

– Homem de 74 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 16 de novembro.

 

 

– Mulher de 85 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 21 de novembro. 

Geral

‘Campinas Vacina Mais’ aplica 2.493 doses durante o final de semana

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde aplicou 325 doses da vacina contra a covid-19 nos dois pontos de vacinação do “Campinas Vacina Mais” abertos no domingo, 28 de novembro. A ação visa imunizar pessoas de todas as faixas etárias sem agendamento. Durante todo o último final de semana foram aplicadas 2.493 doses da vacina em oito pontos de imunização. Desde o início das ações de vacinação sem agendamento, em 23 de outubro, foram aplicadas 13.408 doses.

 

 

Na próxima quinta-feira, 2 de dezembro, profissionais do Centro de Saúde Tancredo Neves farão a vacinação dos alunos e trabalhadores da Escola Estadual “Maria Julieta de Godoi”, também como parte da ação “Campinas Vacina Mais”.  A imunização será das 8h às 12h e das 13h às 17h.

 

 

A medida foi tomada depois que um levantamento do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) apontou que cerca de 23 mil alunos da rede estadual, com idade a partir de 12 anos, estão sem a primeira dose da vacina. Em relação à segunda dose, são cerca de 14 mil com a imunização incompleta.

 

 

Em Campinas, a cobertura vacinal de primeira dose dos adolescentes entre 12 e 14 anos é de 65,5%. Entre as pessoas de 15 a 17 anos, a cobertura é de 67,7%. Em relação à população adulta, a cobertura vacinal com uma dose é de 94% e completa é de cerca de 92%.

 

 

Documentos

 

Os menores de idade devem levar RG e/ou CPF e autorização assinada pelos pais ou responsável. Os adultos devem apenas levar o documento de identificação. No caso de segunda dose ou dose adicional é preciso levar, também, a carteira de vacinação.

 

 

Intervalo

 

Vacina da Pfizer – para receber a segunda dose da Pfizer é preciso um intervalo de pelo menos 21 dias (três semanas) para pessoas a partir de 18 anos. No caso de adolescentes, o intervalo é a partir de oito semanas.

 

Vacina Astrazeneca – o intervalo entre as doses da vacina da Astrazeneca é de, no mínimo, oito semanas.

 

Vacina CoronaVac – o intervalo entre as doses da vacina CoronaVac é de quatro semanas.

 

Dose adicional – Pessoas a partir de 18 anos precisam ter completado o esquema vacinal há pelo menos cinco meses. Pessoas com alto grau de imunossupressão podem receber a dose adicional a partir de 28 dias da segunda dose.

 

Agendamento

 

Independente do “Campinas Vacina Mais”, o agendamento para receber as vacinas contra covid-19 continua aberto.

 

A escolha do dia, horário e local pode ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Se houver dificuldade com o agendamento, é possível procurar o Centro de Saúde mais próximo da residência para fazer a marcação da dose pessoalmente.

Continue Lendo

Geral

Votação on-line para eleger representantes do CMTT termina nesta terça, 30

Publicado

em

Por

A votação para eleger os representantes da população no Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT) vai até as 23h59 desta terça-feira, 30 de novembro. Serão eleitos dois membros titulares e dois suplentes para cada região da cidade (Norte, Sul, Leste, Noroeste e Sudoeste). Também serão eleitos um titular e um suplente dos segmentos Pessoas com Deficiência, Idosos e Estudantes. O processo de votação é realizado pela internet, e teve início no dia 13 de novembro.  
Para votar, os munícipes devem acessar o endereço www.emdec.com.br/cmtt e clicar no banner “Processo eleitoral 2022-2023”, que abre a página das eleições do CMTT. Em “Lista de Candidatos”, podem conhecer os candidatos, separados por região e segmento, e analisar as propostas de mandato. Definida a escolha, basta preencher os dados pessoais (nome, e-mail, telefone, CPF, data de nascimento) e enviar o(s) voto(s) pelo formulário eletrônico. 
O eleitor vota em apenas um candidato por região, que precisa ser da mesma área de Campinas onde reside. Também pode votar em candidatos dos segmentos Pessoas com Deficiência, Idosos e Estudantes, sendo um voto por segmento, não importando a região. É preciso ter no mínimo 18 anos para participar da eleição.  
As candidaturas da Sociedade Civil foram registradas entre os dias 13 de outubro e 7 de novembro de 2021. São 13 candidatos da Região Norte; oito da Região Sul; sete da Região Leste; 11 da Região Noroeste; e dez da Região Sudoeste. No segmento Pessoas com Deficiência, há dois candidatos; no segmento Idosos, sete; e no segmento Estudantes, também sete.   
Os candidatos regionais precisam representar a região onde moram. Já os candidatos dos segmentos Pessoas com Deficiência, Idosos e Estudantes devem atender aos respectivos perfis, independentemente da região. Todos precisam ser maiores de idade.  
Desde o dia 13 de novembro até as 15h desta segunda-feira, 29 de novembro, já haviam sido registrados 1.368 votos no total.  
O CMTT   
O Conselho Municipal de Trânsito e Transporte é um órgão de controle social das políticas de mobilidade urbana implementadas no município pela Secretaria Municipal de Transportes (Setransp) e Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). Entre as competências do Conselho, estão o controle, acompanhamento, a avaliação e discussão dessas políticas. O CMTT tem caráter consultivo, fiscalizador e deliberativo, democratizando as decisões do Poder Público.   
A cada dois anos, são escolhidos os representantes da Sociedade Civil, da Administração Municipal e dos operadores dos serviços de transporte, sendo 14 titulares e 14 suplentes por categoria.   
Diferentemente dos representantes da população, que são eleitos, os conselheiros do setor público e dos transportadores são indicados pelos respectivos órgãos e entidades. Os operadores do transporte também podem ser eleitos em assembleias específicas.   
As informações gerais sobre o CMTT, incluindo detalhes da atuação, competências e publicações, estão disponíveis em www.emdec.com.br/cmtt. Também constam no site o edital e as orientações referentes ao processo eleitoral do biênio 2022-2023, com textos e vídeos.   
9ª Conferência Municipal de Trânsito e Transporte  
As eleições antecedem a 9ª Conferência Municipal de Trânsito e Transporte, que será realizada em 11 de dezembro de 2021 (sábado), das 8h30 às 16h30, no Centro Universitário UniMetrocamp Wyden, na Rua Dr. Salles Oliveira, 1.661, Vila Industrial.   
Na Conferência, que ocorre a cada dois anos, a Setransp e a Emdec debatem e definem com a população as diretrizes para a mobilidade urbana de Campinas. Serão deabatidos cinco eixos temáticos: Planejamento da Mobilidade Urbana; Segurança Viária; Educação, Comunicação e Participação Social; Transporte Público Coletivo; e Mobilidade Sustentável como Ferramenta de Inclusão Social.   
Para participar, os munícipes devem se inscrever até o dia 8 de dezembro pelo e-mail [email protected] , informando o nome completo e o bairro onde residem. A inscrição será confirmada pela Emdec na resposta à mensagem. 
A 8ª Conferência Municipal de Trânsito e Transporte foi realizada em 7 de dezembro de 2019. Os detalhes do evento e as diretrizes aprovadas podem ser consultados em bit.ly/8_Conferência_CMTT.  

Continue Lendo

Geral

‘A Princesa Dara e o Sapo que Fala’ chega em temporada on-line e gratuita

Publicado

em

Por

 

 

A companhia de teatro Kokelinha, de Campinas, estreia a temporada on-line da peça infantil “A Princesa Dara e o Sapo que Fala” em seu canal no Youtube. Por meio dele, nos dias 4, 5, 10, 11 e 12 de dezembro, o público poderá conferir o espetáculo gratuitamente, sempre a partir das 16h. Como parte do projeto, será promovido no dia 12, às 19h, o workshop “Contos africanos para crianças”, com inscrições gratuitas.

 

 

O espetáculo traz uma história infantil totalmente nova sobre uma princesa e um sapo falante, ambientada em um reino africano liderado e construído por mulheres. Seja nos cenários, ou nos figurinos, as referências à cultura africana aparecem em diversos momentos, como nas cores, nos ritmos ou nas festas. A peça, que possui músicas que foram escritas especialmente para a apresentação, contará com tradução em libras, além de autodescrição.

 

 

Sinopse

 

 

Líder e rainha do reino africano de Kadondo, a bondosa Nandi Ka (Rosangela Almeida) está preparando a festa de 15 anos de sua filha, a princesa Dara (Dafner Cibele). Ao contrário da sua mãe, Dara não se interessa pelo seu reino, nem pela história de seu povo, e acredita ser a pessoa mais ilustre do mundo.

 

 

A princesa só não esperava que um sapo (Felipe Leão), mais artista que anfíbio, pudesse roubar a atenção de todos bem no dia do seu aniversário. Ela ainda não sabe, mas por trás desse sapo que fala, canta e até conta piadas, existe um grande segredo.

 

 

Dramaturgia e temáticas

 

 

O ponto inicial da dramaturgia, de autoria do ator Ítalo Jonas, que também assume a direção do espetáculo, surgiu da vontade de apresentar ao público infantil contemporâneo um reino repleto de cultura africana, que despertasse a curiosidade sobre outros tipos de realeza.

 

 

Quando a ideia do reino africano se misturou a uma pesquisa sobre a história “O Rei Sapo”, nasceram os personagens e o enredo central desse espetáculo, que se desviou do conto dos irmãos Grimm. Na peça, não existe uma princesa que deverá beijar um sapo. Nele, a princesa irá resgatar sua essência e descobrir qual é o seu lugar na estrutura política de seu reino.

 

 

Já o sapo, surge mais artista que anfíbio para, posteriormente, trilhar uma jornada de redenção. Somam-se a isso momentos de humor e dança, permeados por conceitos de ecologia e história, além de cantigas de roda e músicas originais.

 

 

“A Princesa Dara e o Sapo Que Fala” deixa lições que envolvem o poder da mudança, das raízes familiares e do artista que está escondido dentro de cada um.

 

 

Transmissão on-line:

 

 

O espetáculo, que no ano passado teve sua temporada presencial cancelada devido à pandemia, foi gravado no Teatro Castro Mendes. A transmissão será pelo canal da Cia Kokelinha, plataforma na qual a companhia de teatro passou a publicar suas contações de histórias e teatro web desde 2020, como resultado do fechamento dos teatros. Essa será a primeira vez que a peça será transmitida no Youtube.

 

 

Workshop on-line:

 

 

O workshop on-line “Contos africanos para crianças” está com inscrições gratuitas no site da Cia Kokelinha e acontecerá no dia 12 de dezembro, às 19h, no canal do Youtube.

 

 

No workshop, que será realizado pelos integrantes da Cia Kokelinha, os participantes poderão conhecer as ferramentas para a criação de atividades artísticas com a temática africana. Também será possível acompanhar de perto o processo de criação e pesquisa que envolveu a construção da dramaturgia do espetáculo “A Princesa Dara e o Sapo Que Fala”.

 

 

Sobre a Cia Kokelinha

 

 

A Cia Kokelinha nasceu em Campinas, no final de 2018, com o intuito de realizar peças infantis autorais, que propiciassem o debate e a reflexão de questões sociais e culturais de uma forma leve e lúdica.

 

 

Em 2020, com o início da pandemia e o consequente isolamento social, o grupo buscou caminhos alternativos para levar sua arte até o público. A companha criou, então, seu canal no youtube, e lá adaptou seu espetáculo autoral “Os Feijões Mágicos de João” para um formato que o grupo nomeou de teatro web. Além disso, a cia. passou a se dedicar à série “Contação de histórias na Quarentena”, baseadas em clássicos literários de Mary França.

 

 

Em junho de 2020, a Kokelinha realizou o evento “Arraial Virtual”, com músicas, contação de histórias e um novo teatro web: “A Quadrilha dos Bichos”. Em agosto de 2020, integrou a programação de contações de histórias da Casa de Cultura de Canaã dos Carajás, apresentando “O Sol e a Lua”. Em outubro de 2020, fez parte do projeto “Criação no Caos”, do Cantinho Da Criação, e lançou um videoclipe para a canção “Ao Mestre Com Carinho”.

 

 

Em dezembro de 2020, a Cia Kokelinha esteve no festival de teatro on-line “Entre Cantos”, no qual conquistou três prêmios: “Melhor Concepção de Vídeo – Júri Popular”, “Melhor Concepção de Vídeo – Júri Técnico” e “Prêmio Impacto Social”. Em 2021, a Cia Kokelinha produziu o material audiovisual “Contação de Histórias Africanas” para o grupo Urucungos Puítas e Quijengues, como parte do projeto “Urucungos em Rede”.

 

 

Atores: Dafner Cibele, Felipe Leão, Rosangela Almeida, Iuri Lupetti, Allex Borges, Ítalo Jonas

Direção e dramaturgia: Ítalo Jonas

Produção: Cia Kokelinha

 

A peça tem como público-alvo crianças e adolescentes de todas as idades.

Classificação indicativa: livre para todos os públicos.

 

Mais informações:

Cia de Teatro Kokelinha

www.kokelinha.com.br

www.instagram.com/ciakokelinha

www.facebook.com/ciakokelinha

 

Continue Lendo

Populares