Geral

Saiba onde será construída a 5ª UPA de Campinas

A Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar está em processo de construção de mais uma unidade de pronto atendimento, a UPA Leste. Esta nova unidade será erguida em uma área de 5 mil metros quadrados, na Vila Nogueira, próxima à Praça Arautos da Paz, e contará com uma construção de 3 mil metros quadrados.

Esta será a quinta estrutura de pronto atendimento da Rede, que atualmente é composta pelas UPAs Carlos Lourenço, Campo Grande, Anchieta Metropolitana e São José.

O processo de seleção da empresa especializada para elaborar o projeto de construção foi realizado por meio de pregão eletrônico, sendo homologado pela Rede. Um total de 31 empresas participaram do certame, e a Lumiz Engenharia Ltda apresentou a proposta mais vantajosa, no valor de R$ 100 mil para um contrato de seis meses.

A importância da UPA Leste para Campinas

“O distrito Leste é o único dos cinco distritos de saúde de Campinas que não possui uma unidade de urgência e emergência. A nova unidade visa atender uma região bastante populosa, com uma estimativa de 250 mil habitantes”, destacou Steno Pieri, diretor de urgência e emergência da Rede Mário Gatti.

Além de suprir essa demanda por atendimento, a UPA Leste aliviará a pressão sobre outras UPAs da região. “Pacientes que residem nessa área são comumente atendidos nas UPAs Anchieta e São José, além do Hospital Mário Gatti”, explicou Pieri.

A UPA Leste será projetada para atender uma população estimada em 250 mil habitantes e contará com 37 leitos, distribuídos entre 16 de observação para adultos, oito para crianças, seis para urgências adulto, três para urgências pediátricas, dois para isolamento adulto e dois para isolamento infantil.

A unidade funcionará ininterruptamente, 24 horas por dia, sete dias por semana, para atender casos de urgência e emergência clínica, além de oferecer o primeiro atendimento em casos de natureza cirúrgica e trauma, tanto para adultos quanto para crianças.

O projeto também inclui a instalação de uma base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Com a estrutura planejada, a UPA será habilitada como unidade de porte 3 junto ao Ministério da Saúde, garantindo um repasse anual de R$ 3,6 milhões para custeio.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock