Connect with us

Geral

Sinfônica homenageia o compositor Nino Rota na Mostra de Cinema Italiano

Publicado

em

Quem não se lembra das extravagâncias e do glamour do filme “La Dolce Vita”, do emblemático Federico Fellini; da clássica história de amor de “Romeu e Julieta”, de Franco Zeffirelli ou ainda de um certo poderoso chefão imortalizado por Francis Ford Coppola? Impossível imaginar as cenas sem um dos principais protagonistas, a música. O autor dessas obras-primas, o compositor Nino Rota, é o homenageado nos próximos concertos da Sinfônica de Campinas, nos dias 21, sábado, às 20h; e 22, domingo, às 11h, no Teatro Castro Mendes. As apresentações fazem parte da 2ª Mostra de Cinema Italiano.

 

 

Sob a batuta do maestro Victor Hugo Toro, os músicos interpretarão , ainda, as famosas composições das produções “Il Gattopardo”, “Amarcord”, “Rocco e seus Irmãos”, “Oito e Meio, “Os Palhaços” e a peça “Ippolito Joca e 7 Pezzi per Bambini”.

 

 

Peça por peça

O musicólogo Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira analisa, abaixo, as composições:

 

 

La Dolce Vita

Sob a direção de Fellini, La Dolce Vita narra a história de um paparazzi mulherengo morando em Roma. Além das extravagâncias e excessos, o filme, de cenas aparentemente desconexas, deixa claro a fantasia do mito do glamour do cinema. Destacamos a cena que utiliza a música de abertura do concerto, tocante e inesquecível em sua singela

beleza.

 

 

Ippolito Joca e 7 Pezzi per Bambini

As obras foram uma homenagem feita por Rota a um antigo professor, Ildebrando Pizzetti, em seu aniversário de 50 anos. Quando adolescente, entre 11 e 13 anos, Rota teve contato com o filho de seu mentor, que era chamado de Ippolito. Cada movimento possui seu caráter distinto, de interesse e fascínio.

 

 

Romeu e Julieta

Certamente o enredo de Romeu e Julieta é um dos mais divulgados da obra de Shakespeare. A história de amor proibido entre os filhos de famílias rivais acende a faísca de um amor que se fortalece. O tema de Rota para o filme de Franco Zeffirelli tem o caráter desse amor romântico e idealizado.

 

 

Il Gattopardo

O ambicioso filme de Luchino Visconti que foi baseado no romance de Giuseppe Tomasi di Lampedusa descreve o contexto anterior à unificação italiana naquele território. O centro do discurso da trama traz à luz as lutas da classe nobre e burguesa na perspectiva de um príncipe decadente que procura manter seu status quo .

 

 

Amarcord

A trilha sonora em Amardor é indispensável para o filme. Assisti-lo e apenas imaginar a

ausência das músicas é subtrair um dos protagonistas. Suas cenas surrealistas e desconexas nos tocam pela sua proximidade com questões humanas, como nossas relações com a família, a morte, nossas contradições, desejos e descobertas.

 

 

Rocco e seus Irmãos

Após a estreia de Rocco e seus Irmãos, Visconti inevitavelmente foi desligado de suas conexões com o Teatro alla Scala de Milão. Por retratar o crime organizado italiano, influências políticas o desligaram do famoso espaço de arte. Talvez o contraponto da cidade de Milão impregnada pelo crime esteja centrado no papel da mãe italiana que procura manter a família unida.

 

 

Oito e Meio

Nesse filme de Fellini, há uma influência na própria vida do diretor e seus conflitos com a produção. A influência junguiana, tão bem vista pelo cineasta, fica clara em sua relação com a subjetividade, a estrutura temporal e a criação. O jogo entre o enredo de um diretor com bloqueio criativo e a organização de cenas de última hora coloca o espectador em contato direto com as dúvidas da personalidade do artista.

 

 

 

O Poderoso Chefão

Certamente o sucesso apreciado ao filme se deu muito às suas composições. A trilogia de

de Francis Ford Coppola certamente é a preferida entre muitos amantes do cinema, assim

como a música de seu filme. Além disso, a fotografia, produção, roteiro são referência para

o cinema mundial. O imaginário coletivo a respeito da máfia italiana certamente se apoia em

imagens criadas a partir da criação do diretor.

 

 

Os Palhaços

Encomendado pela RAI, grupo televisivo italiano, Os Palhaços foi um pedido de

documentário para se falar da profissão que dá nome ao filme. Entretanto, mais que isso,

Fellini criou um roteiro com depoimentos de importantes artistas sobre a profissão além de

cenas dirigidas. A preocupação com a continuação da existência da arte clown está

presente no mote cinematográfico.

 

 

 

Programa

Composições de Nino Rota

La Dolce Vita 

Ippolito Joca 

Pezzi per Bambini

Romeu e Julieta

Il Gattopardo 

Amarcord 

Rocco e seus Irmãos 

Oito e Meio 

O Poderoso Chefão 

Os Palhaços

 

 

 

 

Serviço

Orquestra Sinfônica de Campinas

Regente: Victor Hugo Toro

Quando: 21 de abril, sábado, 20h; 22 de abril, domingo, 11h.

Onde: Teatro  Castro Mendes (Praça Correia de Lemos, s/nº – Vila Industrial – Campinas). Telefone: (19) 3272-9359.

Ingressos: sábado – R$30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências), R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

domingo – valor promocional: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia entrada); R$ 2,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências); R$ 1,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

Horário de funcionamento da bilheteria do Teatro Castro Mendes: terça a domingo, 16h às 21h. Nos dias dos espetáculos, a bilheteria abre uma hora antes do início da apresentação.

Geral

Cruzamento da Vila Formosa será interditado totalmente nestas 3ª e 4ª

Publicado

em

Por

O bloqueio ocorre nestas terça e quarta-feiras, 19 e 20 de outubro, das 8h às 16h. Após as 16h de terça-feira, a via será liberada ao tráfego de veículos, voltando a ser interditada no dia seguinte, às 8h.    
Para desviar, os motoristas deverão utilizar as vias Antônio Guilherme da Costa e João Brasil, retornando ao trecho liberado da Rua Padre José Gaspar. O desvio também será cumprido pela linha 349 (Vila Formosa), que circula no trecho. 
Iniciada no dia 14 de outubro, a obra comandada pela Sanasa deverá se estender até o dia 31 de outubro, inclusive aos finais de semana. Neste período, os bloqueios viários serão parciais.
Agentes da Mobilidade Urbana vão sinalizar o local e orientar usuários do transporte público coletivo. Para informações de trânsito e sugestões, acesse os canais do Fale Conosco Emdec, pelo telefone 118, site (portal.emdec.com.br/faleconosco); ou baixe o aplicativo “Emdec”, disponível para download no Google Play (sistema operacional Android) e App Store (sistemas operacionais iOS). Para chamadas realizadas a partir de outra cidade ou DDD, o telefone é (19) 3731-2910. 

Continue Lendo

Geral

Rede Mário Gatti participa de audiência na Câmara Municipal

Publicado

em

Por

A direção da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar participou nesta segunda-feira, 18 de outubro, de audiência na Comissão de Saúde da Câmara Municipal para detalhar o chamamento público para seleção de entidade sem fins lucrativos para atuação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campo Grande. 

 

 

 

Cinco entidades apresentaram propostas para o desenvolvimento da área de ensino e de assistência médica na unidade, informou o presidente da Rede, Sérgio Bisogni. A documentação está em análise e vencerá a que oferecer o maior desconto percentual sobre o valor teto de R$ 16,5 milhões anuais. A contratação será pelo período de dois anos. 

 

 

 

Uma das exigências do edital é que a entidade tenha certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (CEBAS), ou seja, que seja reconhecida como entidade beneficente de assistência social com a finalidade de prestação de serviços nas áreas de assistência social, saúde ou educação. 

 

 

 

Bisogni explicou aos vereadores que a decisão pelo chamamento público ocorre após várias medidas, como convocação aprovados em concurso, cessão de servidores e contratação de temporários, não terem sido suficientes para enfrentar o cenário de déficit no quadro clínico . “Fizemos tudo o que foi possível dentro da legalidade, mas, mesmo assim, continuamos com falta de médicos para atender a população”, afirmou.

 

 

 

A entidade vencedora do chamamento público terá que garantir quadros para o atendimento total da demanda de pacientes (média diária de 450) e desenvolver atividades educacionais de preceptoria junto a programas de residência, pós-graduação e graduação conveniados com a Rede Mário Gatti. A contratada também desenvolverá atividades de ensino e pesquisa para a formação e qualificação de profissionais para atuação junto ao Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 

 

O edital prevê o número mínimo de médicos que atuarão na UPA: cinco clínicos gerais de segunda a sexta, cinco clínicos no período diurno e três no noturno e, aos sábados e domingos, sejam quatro no período diurno e três no noturno. 

 

 

Pediatras serão o mínimo de três de segunda a sexta no período diurno e dois no noturno e sábados e domingos, dois no diurno e dois no noturno. Haverá o mínimo de quatro enfermeiros no período diurno e três no noturno de segunda a domingo, e 12 técnicos de enfermagem de segunda a domingo nos dois períodos, além de uma assistente social de segunda a sexta no período diurno.

 

 

 

Na audiência, os diretores explicaram que está sendo retomada a elaboração de projeto a ser encaminhado à Câmara para a criação de cargos para a Rede e também o plano de cargos e salários, ações que foram interrompidas pela pandemia.

 

 

 

Participaram da audiência na comissão, presidida pelo vereador Paulo Haddad, além do presidente da Rede, o diretor de Urgência e Emergência Steno Pieri e a diretora jurídica Daniela Fonseca Calado Nunes.

Continue Lendo

Geral

Campinas sedia reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC

Publicado

em

Por

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, participou da 227ª reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC), organizado pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (Agemcamp), nesta segunda-feira, 18 de outubro, no auditório da CDRS (Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável), antiga Cati, no Jardim Chapadão. A reunião foi conduzida pelo presidente do Conselho da RMC, o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis; e pelo diretor-executivo da Agemcamp, Odair Dias, com a participação de prefeitos.

 

 

“É uma honra receber a reunião do Conselho Metropolitano aqui em Campinas. É muito importante esta união das cidades da RMC para discutir ações coordenadas. Isso foi fundamental para o enfrentamento da pandemia. O caminho é este, que as cidades trabalhem unidas, além dos limites dos municípios”, disse o prefeito, Dário Saadi.

 

Entre as pautas, foi destacado o programa Município Verdeazul. O coordenador do programa, José Walter Figueiredo Silva, da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, fez uma apresentação com os detalhes sobre a importância do selo Verdeazul, as regras, os prazos, e como as cidades devem trabalhar para conquistar o título. “É um referencial importante para as cidades. A função é impulsionar políticas públicas nessa área nos municípios. Quando há melhora no ranking de sustentabilidade, isso pode ser utilizado para os negócios e atrair mais recursos para a cidade”, disse o coordenador do programa.

 

 

O presidente da Associação Promo Brasile Italia, Giacomo Garnera, fez uma apresentação sobre as propostas de relações entre Brasil e Itália e se colocou à disposição para que as demais cidades da RMC também tenham possibilidades de parcerias com as cidades italianas. “Os laços culturais existentes entre Brasil e Itália podem ser potencializados. Temos interesses em trabalhar com entidades públicas e privadas”, afirmou o presidente da Associação. “A parceria com Campinas é consolidada e poderá ser ampliada às cidades da RMC, gerar mais oportunidades”, completou o prefeito Dário Saadi.

 

 

 Os prefeitos aproveitaram a reunião para atualizar sobre o controle da pandemia e da volta às aulas em cada cidade. Também foram aprovados projetos para a RMC, como “Re-virada cultural 2022” e “Cultura ativa”.

Continue Lendo

Populares