Connect with us

Geral

Campinas será laboratório para projeto de tecnologia em Segurança Pública

Publicado

em

Com a assinatura do prefeito Jonas Donizette, Campinas oficializou nesta quinta-feira, 15 de março, em São Paulo, um Memorando de Entendimento entre a Prefeitura, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) e a chinesa Huawei para colaboração em pesquisa e experimentação de soluções de tecnologia da informação e comunicação (TIC) aplicadas à segurança pública.
O projeto-piloto de inovação será desenvolvido em conjunto com a Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, por meio da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp) e da Informática de Municípios Associadas (IMA). A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo de Campinas participou da negociação da parceria.
Pelo Memorando, Campinas disponibilizará o ambiente urbano para abrigar o projeto de pesquisa. A escolha da cidade é decorrente do porte e importância econômica, dentro do conceito ‘living lab’ (laboratório vivo) para soluções avançadas de segurança pública (Safe City). O objetivo é ampliar a capacidade de monitoramento por meio de câmeras e sistemas inteligentes. Inicialmente, pelo menos 30 câmeras inteligentes serão disponibilizadas pela Huawei e integradas à Cimcamp. A IMA e o CPqD vão customizar o sistema oferecido pela empresa para adaptá-lo às necessidades de Campinas.
Nós vamos ter a Huawei nos ajudando com sua experiência já aplicada em outras cidades em escala internacional. Nós já temos um programa, o Campinas Bem Segura, com câmeras inteligentes, e ela vai nos ajudar oferecendo uma quantidade maior de equipamentos e também a sua experiência e tecnologia na área de segurança. A parceria vai permitir a customização daquilo que Campinas precisa, com a Secretaria de Segurança indicando os locais de maior vulnerabilidade. É um laboratório vivo porque nós estaremos na prática, no dia a dia. Não serão exemplos fictícios, são aflições que as pessoas vivem em suas rotinas”, avaliou o prefeito ao falar durante a cerimônia.
Cidades inteligentes
A assinatura do Memorando fez parte da programação do “Huawei Latin America Innovation Day”. O evento reuniu líderes da indústria, acadêmicos e analistas para debater o futuro da digitalização na América Latina, tecnologias emergentes, internet 5G e das coisas, computação na nuvem e inteligência artificial. Com portfólio completo de TIC, a Huawei trabalha com gestores públicos no projeto, na implementação e na operação de tecnologias de cidades seguras. Atualmente, as soluções de Smart City da Huawei atendem mais de 120 cidades em mais de 40 países.
O Memorando de Entendimento do projeto de Campinas foi assinado pelo prefeito Jonas Donizette; o CEO da Huawei no Brasil, Yao Wei; o presidente do CPqD, Sebastião Sahão Júnior; a cônsul da China em São Paulo, Chen Peijie; e o secretário de Telecomunicações do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, André Müller Borges.
Estamos muito felizes em participar deste projeto com o CPqD e a Prefeitura de Campinas, que se mostra na vanguarda da inovação entre os municípios brasileiros. Com a experiência acumulada em projetos de inovação em mais de 170 países, a Huawei entende que a segurança pública é uma prerrogativa para a criação de novos projetos de cidades inteligentes. Ao adotar soluções inovadoras de conectividade, colaboração e computação em nuvem, os gestores municipais e as forças de segurança se tornam mais eficientes em prevenir e solucionar crimes, garantir o bem-estar da população e permitir o surgimento de novos serviços públicos digitais”, destacou o líder da empresa no Brasil, Yao Wei.
O cronograma de instalação das câmeras e os locais serão definidos pela Secretaria de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. O projeto está previsto para funcionar, inicialmente, por um ano. Após esse período, serão analisados os resultados. “Ficamos muito honrados pelo convite realizado pelo CPqD e pela Huawei para que a cidade se transformasse em um laboratório vivo para a implementação de tecnologias avançadas. A segurança dos cidadãos, o empreendedorismo e a inovação tecnológica são temas fundamentais para a administração pública. E estou confiante que este projeto traga resultados positivos não só para a segurança, mas também para o bem-estar dos munícipes e para o estímulo às novas soluções de cidades inteligentes que poderemos adotar no futuro”, declarou Jonas.
Como presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas acredita que o projeto possa ser replicado. “Meu primeiro compromisso, como prefeito, é o apoio total a esse projeto. E o segundo, como presidente da Frente, é fazer com que isso ganhe escala. Aquilo que der certo em Campinas vamos aplicar em outras grandes cidades, em outras regiões do País”, garantiu.

Geral

Sancionada lei que desburocratiza análise de habitação de interesse social

Publicado

em

Por

O projeto de lei complementar 44/20, que disciplina a implantação do Empreendimento Habitacional de Interesse Social (EHIS), foi sancionado pelo prefeito Dário Saadi, conforme publicação no Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira, 18 de outubro. O texto da lei, elaborado com a participação da Companhia Habitação Popular de Campinas (Cohab), entra em vigor a partir de hoje, mas ainda passará por regulamentação.
O PL foi encaminhado pelo Executivo e tem como foco impulsionar novos projetos de empreendimentos de interesse social. Dessa forma, as novas regras têm potencial para aumentar a oferta de unidades habitacionais destinadas à população de baixa renda.
A nova lei tem regras urbanísticas/construtivas mais simples, com o objetivo de agilizar os processos e ampliar a atração do setor privado para investir em empreendimentos de interesse social, fortalecendo a política habitacional da cidade. A publicação no DOM detalha os benefícios previstos com as alterações.
A intenção é que as novas medidas possam reduzir o valor de imóveis e aumentar as oportunidades de aquisição para quem sonha com a casa própria. E, ao estimular a construção civil, também impulsionar a geração de empregos no setor.
As regras da nova lei valem para requerimentos com entrada a partir desta publicação no Diário Oficial, em 18 de outubro. No entanto, as empresas que estiverem com processos em andamento podem solicitar que a análise seja feita sob a nova legislação. O pedido para a mudança deve ser feito em até 180 dias a partir da publicação da lei.
O EHIS é direcionado a famílias com renda de até dez salários-mínimos. Para até seis salários, há benefícios fiscais, como isenção de ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e ISS (Imposto Sobre Serviços).

Continue Lendo

Geral

Saúde abre às 17h agendamento de vacina para pessoas entre 12 e 17 anos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde abre nesta segunda-feira, 18 de outubro, às 17h, novas vagas para agendamento da primeira dose da vacina contra a covid-19 para pessoas de 12 a 17 anos, incluindo gestantes e puérperas desta faixa etária. Também serão abertas novas oportunidades de agendamento de dose adicional para idosos a partir de 60 anos, que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses, profissionais de saúde que completaram a imunização em janeiro, fevereiro ou março e pessoas com alto grau de imunossupressão que receberam a segunda dose há 28 dias. 

 

No total, serão disponibilizadas 14 mil vagas em 64 centros de saúde de Campinas (apenas os CSs Boa Esperança, Carlos Gomes e Campina Grande não fazem a vacinação contra a covid-19).  

 

A escolha do local, dia e horário poderá ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Quem tiver dificuldades deve procurar o centro de saúde mais próximo. 

 

É importante que as pessoas cheguem, no máximo, com 10 minutos de antecedência para evitar aglomerações. 

 

O agendamento continua aberto para pessoas a partir de 18 anos, inclusive gestantes e puérperas, receberem a primeira dose. 

 

As orientações e documentos necessários para cada grupo podem ser consultadas no site https://vacina.campinas.sp.gov.br. 

 

Adolescentes

 

No dia da vacinação, os menores de idade deverão estar acompanhados do pai, mãe ou responsável legal. Se estiverem sozinhos, precisarão apresentar um termo de consentimento assinado por eles. O modelo será disponibilizado no site https://vacina.campinas.sp.gov.br.

 

Os adolescentes de até 17 anos serão imunizados com a vacina da Pfizer, única aprovada pela Anvisa para a faixa etária. 

 

No dia marcado, a pessoa que vai receber a dose deve levar RG, CPF (se tiver), comprovantes do agendamento (que pode ser mostrado no celular) e de endereço em Campinas (pode ser em nome dos pais ou responsável desde que o parentesco seja comprovado por meio de documentos).

 

Vacinação

 

Até a tarde desta segunda-feira, 18 de outubro, foram aplicadas 1.756.712 doses da vacina contra a covid-19 em Campinas, sendo 935.337 primeiras doses, 782.804 segundas doses ou doses únicas e 38.571 doses adicionais.

Continue Lendo

Geral

Ruas de Barão Geraldo terão bloqueios sábado para Caminhada Outubro Rosa

Publicado

em

Por

O distrito de Barão Geraldo receberá neste sábado, dia 23 de outubro, das 8h30 às 10h30, a 2ª Caminhada Outubro Rosa, organizada pelo Centro de Oncologia Campinas. Os participantes caminharão por ruas entre o Centro de Oncologia e a rotatória de acesso à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com impactos na circulação de veículos. 
 
Para garantir a segurança e fluidez do trânsito, agentes da mobilidade urbana da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp)/Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) prestarão apoio operacional, fazendo interdições de trânsito temporárias, à medida em que os manifestantes passarem pelas vias. 
Em alguns trechos, os quatro agentes envolvidos no evento poderão fazer a canalização, ou seja, separar uma faixa de rolamento para os ciclistas e motoristas, enquanto os participantes da caminhada utilizam a outra faixa. 
A concentração da passeata será às 7h30, no estacionamento do Centro de Oncologia, na Rua Alberto de Salvo, 311. A partir das 8h30, os inscritos – no máximo 150 pessoas – seguirão pelas ruas Cecília Feres Zogbi, Salomão Mussi, Antônio Zaine e Dr. Eurico Wanderley Moraes Carvalho, retornando pela Rua Dr. Ruberlei Boaretto da Silva. Na sequência, passarão pelas ruas Dr. Tácito Monteiro de Carvalho e Silva, Catharina Signori Vicentin, Antônio Zaine, Edele Próspero Píccoli, Salomão Mussi e Leonina Marinelli Leonardi, retornando ao Centro de Oncologia. 
O transporte público coletivo municipal não será afetado. Não há pontos de ônibus nos 3 km do percurso. 
Fale Conosco 
Para acionar os agentes da mobilidade urbana da Setransp/Emdec, a população pode ligar no 118, na opção 1. Ligações de outra cidade ou DDD devem ser feitas no (19) 3731-2910.
Outubro Rosa 
O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. A 2ª Caminhada Outubro Rosa tem o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas por meio das Secretarias Municipais de Esportes e Lazer e de Saúde. Para mais informações, acesse bit.ly/2_Caminhada_Outubro_Rosa. 

Continue Lendo

Populares