Connect with us

Geral

Campinas será laboratório para projeto de tecnologia em Segurança Pública

Publicado

em

Com a assinatura do prefeito Jonas Donizette, Campinas oficializou nesta quinta-feira, 15 de março, em São Paulo, um Memorando de Entendimento entre a Prefeitura, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) e a chinesa Huawei para colaboração em pesquisa e experimentação de soluções de tecnologia da informação e comunicação (TIC) aplicadas à segurança pública.
O projeto-piloto de inovação será desenvolvido em conjunto com a Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, por meio da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp) e da Informática de Municípios Associadas (IMA). A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo de Campinas participou da negociação da parceria.
Pelo Memorando, Campinas disponibilizará o ambiente urbano para abrigar o projeto de pesquisa. A escolha da cidade é decorrente do porte e importância econômica, dentro do conceito ‘living lab’ (laboratório vivo) para soluções avançadas de segurança pública (Safe City). O objetivo é ampliar a capacidade de monitoramento por meio de câmeras e sistemas inteligentes. Inicialmente, pelo menos 30 câmeras inteligentes serão disponibilizadas pela Huawei e integradas à Cimcamp. A IMA e o CPqD vão customizar o sistema oferecido pela empresa para adaptá-lo às necessidades de Campinas.
Nós vamos ter a Huawei nos ajudando com sua experiência já aplicada em outras cidades em escala internacional. Nós já temos um programa, o Campinas Bem Segura, com câmeras inteligentes, e ela vai nos ajudar oferecendo uma quantidade maior de equipamentos e também a sua experiência e tecnologia na área de segurança. A parceria vai permitir a customização daquilo que Campinas precisa, com a Secretaria de Segurança indicando os locais de maior vulnerabilidade. É um laboratório vivo porque nós estaremos na prática, no dia a dia. Não serão exemplos fictícios, são aflições que as pessoas vivem em suas rotinas”, avaliou o prefeito ao falar durante a cerimônia.
Cidades inteligentes
A assinatura do Memorando fez parte da programação do “Huawei Latin America Innovation Day”. O evento reuniu líderes da indústria, acadêmicos e analistas para debater o futuro da digitalização na América Latina, tecnologias emergentes, internet 5G e das coisas, computação na nuvem e inteligência artificial. Com portfólio completo de TIC, a Huawei trabalha com gestores públicos no projeto, na implementação e na operação de tecnologias de cidades seguras. Atualmente, as soluções de Smart City da Huawei atendem mais de 120 cidades em mais de 40 países.
O Memorando de Entendimento do projeto de Campinas foi assinado pelo prefeito Jonas Donizette; o CEO da Huawei no Brasil, Yao Wei; o presidente do CPqD, Sebastião Sahão Júnior; a cônsul da China em São Paulo, Chen Peijie; e o secretário de Telecomunicações do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, André Müller Borges.
Estamos muito felizes em participar deste projeto com o CPqD e a Prefeitura de Campinas, que se mostra na vanguarda da inovação entre os municípios brasileiros. Com a experiência acumulada em projetos de inovação em mais de 170 países, a Huawei entende que a segurança pública é uma prerrogativa para a criação de novos projetos de cidades inteligentes. Ao adotar soluções inovadoras de conectividade, colaboração e computação em nuvem, os gestores municipais e as forças de segurança se tornam mais eficientes em prevenir e solucionar crimes, garantir o bem-estar da população e permitir o surgimento de novos serviços públicos digitais”, destacou o líder da empresa no Brasil, Yao Wei.
O cronograma de instalação das câmeras e os locais serão definidos pela Secretaria de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. O projeto está previsto para funcionar, inicialmente, por um ano. Após esse período, serão analisados os resultados. “Ficamos muito honrados pelo convite realizado pelo CPqD e pela Huawei para que a cidade se transformasse em um laboratório vivo para a implementação de tecnologias avançadas. A segurança dos cidadãos, o empreendedorismo e a inovação tecnológica são temas fundamentais para a administração pública. E estou confiante que este projeto traga resultados positivos não só para a segurança, mas também para o bem-estar dos munícipes e para o estímulo às novas soluções de cidades inteligentes que poderemos adotar no futuro”, declarou Jonas.
Como presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas acredita que o projeto possa ser replicado. “Meu primeiro compromisso, como prefeito, é o apoio total a esse projeto. E o segundo, como presidente da Frente, é fazer com que isso ganhe escala. Aquilo que der certo em Campinas vamos aplicar em outras grandes cidades, em outras regiões do País”, garantiu.

Geral

Mata de Santa Genebra está com inscrições abertas para Visita Autoguiada

Publicado

em

Por

A Fundação José Pedro de Oliveira (FJPO) está com inscrições abertas para a Visita Autoguiada pela Mata de Santa Genebra, projeto em os visitantes caminham sem o acompanhamento de um condutor por trilhas e roteiros pré-determinados. Monitores ficam à disposição para esclarecimento de dúvida na sede da fundação. O participante poderá permanecer na unidade de conservação por um período de duas horas. Os inscritos deverão assistir um vídeo explicativo sobre a atividade.

 

Os visitantes poderão fazer a caminhada para o Laguinho da Sanã e para a Trilha do Jatobá. A visita autoguiada é gratuita e recomendada para visitas individuais ou em pequenos grupos. As datas e horários disponíveis para visitação são sempre às quintas e sextas (manhã e tarde), e aos sábados (manhã). Para conferir, preencher o formulário e realizar as inscrições, é preciso entrar no link https://www.fjposantagenebra.sp.gov.br/visita-autoguiada. Deverá ser feita uma inscrição para cada participante, inclusive crianças. 

 

Para grupos com mais de 10 pessoas a FJPO orienta que se verifique a possibilidade de contratação de um condutor de visitantes no https://www.fjposantagenebra.sp.gov.br/visita-monitorada-para-grupos no projeto Visita Monitorada. As inscrições para visitas monitoradas gratuitas já estão com todas as vagas preenchidas para a atividade em 2022. 

Publicidade

 

O que levar e vestir

 

Para a proteção dos participantes, é necessário trajar calça comprida e calçado fechado, evitando acidentes com plantas e animais. Há muitos mosquitos no ambiente de floresta e portanto o uso de repelente para insetos é fundamental para aumentar o conforto na atividade. A atividade poderá ser cancelada em caso de chuva ou ventos fortes. Os visitantes deverão trazer garrafinha d’água que poderá ser reabastecida em no bebedouro da FJPO.

 

Publicidade

Roteiros

 

Caminhada para o Laguinho da Sanã

Extensão completa do roteiro: 1.600 m

Classificação: Leve

Publicidade

Duração aproximada do roteiro: 1h

O roteiro envolve uma caminhada agradável pela estrada que contorna a floresta.

O Laguinho da Sanã fica a 800m da sede da fundação e é um local propício para o avistamento de aves e contemplação da natureza. O local conta com uma pequena lagoa artificial e, nas épocas mais secas do ano, é possível ter acesso ao riacho.

Trilha do Jatobá

Extensão da Trilha do Jatobá: 500 m

Publicidade

Extensão completa do roteiro: 900 m

Classificação: Leve

Duração aproximada do roteiro: 30 min

O roteiro envolve caminhada em trilha e pela estrada que contorna a floresta. Durante a caminhada os visitantes poderão fazer paradas para contemplar o gigante Jatobá com quase 30 metros de altura.

 

Publicidade

Mais informações sobre as ações da Fundação José Pedro de Oliveira podem ser obtidas no site http://fjposantagenebra.sp.gov.br ou pelo e-mail contato.fundacao@fjposantagenebra.sp.gov.br . 

 

Sobre a Mata de Santa Genebra

 

A Mata de Santa Genebra é considerada a maior floresta urbana da Região Metropolitana de Campinas. A reserva ecológica possui 251,7 hectares de Mata Atlântica, totalizando um perímetro de nove quilômetros. É uma Unidade de Conservação Federal com grande diversidade de fauna e flora nativa. Caracteriza-se como um importante remanescente preservado em meio urbano, utilizado para educação, pesquisa e conscientização ambiental.

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Agentes de Artes Visuais criam mapeamento para articular o setor

Publicado

em

Por

Será realizado até o dia 20 de agosto, sábado, o mapeamento de pessoas interessadas na área das Artes Visuais no município de Campinas. A iniciativa é do Segmento Temático das Artes Visuais, espaço de organização da sociedade civil interessada pelo tema dentro da Câmara Setorial das Artes, vinculada ao Conselho Municipal de Políticas Culturais de Campinas

 

A participação, online,  é voluntária, por meio de um formulário disponível na internet ( https://forms.gle/fxsN89s2S2s8uUH17 ). 

 

O interesse do grupo é o levantamento de dados a respeito da diversidade de artistas, pesquisadores, curadores, educadores e públicos das artes visuais em Campinas. São doze perguntas disponibilizadas buscando informações para georeferenciar os agentes nas diferentes regiões da cidade e também busca entender as práticas, principais atuações e locais de fruição artística das pessoas interessadas. 

Publicidade

 

O Segmento Temático como instância aberta para participação da sociedade conta com reuniões mensais para discutir temas pertinentes ao setor. O Conselho, por sua vez, é uma instância regulamentada, consultiva e deliberativa, que promove a mediação entre a sociedade civil e a Administração Pública no desenvolvimento de políticas para o setor. Desde a criação da Lei Municipal número 15.999, de 07 de Outubro de 2020, o Conselho passa a funcionar a partir de uma nova organização, mais descentralizada e participativa. 

Serviço

 

Mapeamento de Artes Visuais

Publicidade

 

De 15 de Junho à 20 de Agosto

 

Para participar acesse: https://forms.gle/fxsN89s2S2s8uUH17

 

Publicidade

Mais informações: https://www.instagram.com/segmento_artesvisuais_cps/

Continue Lendo

Geral

Escola de Governo promove capacitação sobre parentalidade responsável

Publicado

em

Por

A Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS) está com o curso “Parentalidade Responsável” disponível em sua programação. A capacitação é a distância e voltada para servidores que queiram ampliar de 5 para 15 dias a licença paternidade. 

 

Segundo os organizadores, para além das questões legais e práticas e cuidados necessários, o curso propõe, ainda, uma importante reflexão sobre possíveis modos responsáveis, efetivos e participativos de exercer a paternidade. 

 

“Na semana do Dia do Pais é importante lembrar a importância da presença paterna para um desenvolvimento saudável da criança. A ampliação da Licença Paternidade tem este objetivo, de promover um vínculo maior entre pais e filhos nos primeiros dias de vida da criança”, disse a secretária de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira. 

Publicidade

 

O curso está organizado em seis módulos: – conceitos básicos sobre paternidade, primeira infância, planejamento familiar/reprodutivo e licença-paternidade; – pré-natal e gestação; parto, nascimento e puerpério; – amamentação, higiene e puericultura; – serviços públicos, vacinação e segurança; – paternidades diversas e igualdade de gênero. 

 

Os servidores que adotam também tem direito à prorrogação da licença paternidade. 

 

Publicidade

“Dentro do PIC trabalhamos o desenvolvimento pleno da criança e estar com o pai nos primeiros dias de nascimento é muito importante para a criação do vínculo entre pai e filho. Além disso, é um período que a mãe também precisa dessa presença na divisão de tarefas e cuidados com o bebê”, explicou Thiago Ferrari, coordenador do PIC (Plano da Primeira Infância Campineira).

 

Licença Paternidade de 20 dias

 

A Lei Complementar 314/2021 vai garantir, a partir de 1º de janeiro de 2022, a ampliação da Licença Paternidade de 5 para 20 dias.

Publicidade

 

A prorrogação será garantida, na mesma proporção, ao servidor que adotar ou obtiver a guarda judicial para fins de adoção de criança.

 

Para a prorrogação da licença-paternidade o servidor deverá, obrigatoriamente, requerê-la a partir de janeiro de 2022, participar do Curso sobre Parentalidade Responsável e atender as demais condições que poderão estar previstas em regulamento próprio.

Publicidade
Continue Lendo

Populares