Connect with us

Geral

Abertas inscrições para contratação de agentes de educação infantil

Published

on

Teve início nesta segunda-feira, 18 de novembro, às 8h, o prazo de inscrições para o processo seletivo emergencial para a contratação temporária de 250 agentes de educação infantil. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, ate às 14h do dia de 27 de novembro, no site da Vunesp (www.vunesp.com.br). A taxa de inscrição será de R$ 20,00.

 

Os candidatos podem consultar o edital com todas as informações no Diário Oficial do dia 14 de novembro (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/), no link Concursos e Empregos e no site da Vunesp.

 

 

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter ensino médio completo. Os contratados receberão um salário de R$ 2.264,99, além do auxílio alimentação de R$ 1.041,51 e do vale transporte, oferecido nos mesmos moldes do que os servidores da Prefeitura recebem. Os contratos de trabalho serão de até 12 meses.

 

 

Como é uma seleção simplificada e emergencial, haverá apenas prova de títulos, de caráter classificatório. Serão considerados títulos documentos que comprovem cursos relacionados à função e realizados nos últimos 5 anos e experiência profissional dos últimos 10 anos, na área de educação infantil. Os títulos deverão ser digitalizados e encaminhados para a Vunesp.

 

 

De acordo com a coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção, Juliana Miorin, os candidatos, antes de se inscrever, devem ler o edital e verificar se estão enquadrados nas exigências feitas. “Ler o edital é essencial, pode-se dizer que é a primeira parte dos processos de seleção. Nele, os candidatos encontram os requisitos, prazos, cronograma previsto entre outras informações que são essenciais para o candidato”, disse.

 

 

Ainda segundo Juliana, os candidatos devem ficar atentos ao prazo de inscrições. “Teremos um período curto de inscrições e elas serão feitas exclusivamente pela internet. O candidato que tiver interesse na vaga já deve separar os documentos necessários, os certificados e tudo mais que for necessário, caso queira garantir sua pontuação na prova de títulos, além de preencher sua ficha de inscrição e efetuar o pagamento da taxa”, completou.

 

 

A previsão da Prefeitura é que os agentes estejam atuando no início do ano letivo.

 

A seleção

 

 

A seleção dos candidatos será feita por meio de um processo seletivo simplificado, que contará apenas com prova de títulos., de caráter classificatório. Ou seja, certificados de cursos e experiência profissional poderão ser pontuados para que os candidatos tenham uma melhor classificação. Os títulos, porém, têm que ser relacionados com a função de agente de educação infantil.

 

 

A partir da apresentação dos títulos, será feita uma análise da documentação e, com base na pontuação obtida, os candidatos serão classificados. Para esse processo seletivo, serão selecionados, no máximo, quatro mil candidatos, que poderão ser chamados durante a validade do edital, de acordo com a necessidade do serviço público, enquanto a Prefeitura realiza o concurso público para o mesmo cargo.

 

 

Para quem for apresentar títulos referentes a cursos, estes devem ter sido feitos nos últimos cinco anos. Não serão considerados os cursos equivalentes a ensino médico, magistério, graduação ou pós-graduação. Os cursos deverão ter carga mínima de 40 horas. Caso o candidato apresente mais de um certificado, será considerado o de maior carga horária.

 

 

No caso dos títulos de experiência profissional, o candidato deve ter exercido a função nos últimos 10 anos. Títulos anteriores a este período não serão aceitos. Somente serão aceitos títulos de experiência profissional de, no mínimo, um ano ininterrupto de trabalho no mesmo empregador. Como nos títulos de formação, no caso da experiência profissional também só será aceito um título.

 

 

Todas as regras estão descritas no edital e é importante que o candidato leia atentamente as normas do processo seletivo. 

Geral

Decreto estabelece multa para consumo de álcool em ruas e postos

Published

on

By

O prefeito Dário Saadi anunciou nesta sexta-feira, 18 de junho, que pessoas que forem flagradas consumindo bebidas alcoólicas nas vias públicas ou em postos de combustíveis serão multadas em R$ 1.515,44 (400 UFICs). Os proprietários de postos onde estiver havendo o consumo receberão multa de 3.030,88 (800 UFICs). Em caso de reincidência, a multa será em dobro e o local será lacrado por 30 dias.

 

 

 

 

Neste final de semana, dias 19 e 20 de junho, o consumo está proibido das 21h às 5h, e a partir de segunda-feira, 21 de junho, a proibição será das 19h às 5h. A medida consta do decreto que será publicado neste sábado e que determina o encerramento das atividades presenciais em setores do comércio e serviços às 19h a partir de segunda-feira, 21 de junho, até 30 de junho.

 

 

 

 

O decreto também determina toque de recolher de pessoas e veículos em vias públicas, das 19h01 às 4h59, durante a permanência do município nas fases Emergencial, Vermelha e de Transição do Plano São Paulo.

 

 

 

 

“Estamos conduzindo o enfrentamento da pandemia com o maior equilíbrio possível. As medidas restritivas prejudicam setores importantes da cidade, mas todos estão vendo a fila de pacientes à espera de internação. Os indicadores de monitoramento da pandemia acenderam o alerta e por isso estamos adotando as medidas focando nos horários e nos exageros das atividades que mais contaminam. Nosso esforço é para salvar vidas, para ampliar a vacinação, e precisamos da compreensão da população”, disse Dário.

 

 

 

 

O secretário de Justiça, Peter Panutto, informou que as atividades que estão autorizadas a funcionar até 19h deverão respeitar 40% da capacidade de atendimento, mantendo as medidas sanitárias. “As restrições impostas são necessárias diante da piora nos números da pandemia”, afirmou.

 

 

 

 

 

A fiscalização das regras será feita pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb), Guarda Municipal, Procon e Setec.

 

 

 

 

Deverão encerrar as atividades presenciais às 19h, de 21 a 30 de junho:

 

 

– Comércios e serviços, inclusive galerias e estabelecimentos congêneres

 

– Shopping centers

 

-Atividades religiosas

 

– Restaurantes e similares

 

– Padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza

 

 

– Comércio de alimentação e remédios para animais

 

– Serviços de retirada (drive thru)

 

 

-Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética e congêneres

 

 

-Atividades culturais, tais como museus, galerias, centros culturais, bibliotecas, cinemas, teatros e salas de espetáculos, e a realização de eventos culturais e sociais

 

 

– Clubes sociais

 

 

-Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica

 

 

– Cursos do setor de educação não-regulada, assim entendidos aqueles que não dependem de regulação direta pelos órgãos estatais de educação, tais como idiomas, informática, formação complementar, aulas práticas de autoescola e artes em geral, inclusive cursos de dança, música e teatro

 

 

– Áreas comuns dos condomínios e hotéis, tais como quadras de esportes, piscinas, academias e salões de festas, com controle de acesso

 

 

– Parques e bosques públicos mantêm funcionamento até 18h

 

 

– Bares seguem proibidos de funcionar e podem atender apenas para entrega (delivery) e retirada.

Continue Reading

Geral

Campinas terá o 4º “Dia D” de vacinação contra a Covid-19 no sábado, 19

Published

on

By

O quarto “Dia D” de vacinação contra a Covid-19 será neste sábado, 19 de junho, das 9h às 17h, em 64 centros de saúde. Só não participam os centros de saúde Campina Grande, Carlos Gomes e Boa Esperança.  

 

 

 

“Disponibilizamos 28.980 vagas para vacinação de pessoas dos grupos prioritários e todas foram preenchidas”, afirmou Andrea von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa). Serão vacinadas das pessoas que fizeram agendamento no site www.vacina.campinas.sp.gov.br.  

 

   

 

Mais de 1,2 mil profissionais vão trabalhar para atender a população. A Guarda Municipal vai dar apoio no transporte das doses até as unidades de vacinação.  

 

  

 

A Secretaria de Saúde optou por mais uma edição do “Dia D” devido à adesão significativa da população às três edições anteriores, quando mais de 72 mil pessoas foram vacinadas. 

 

 

 

No primeiro “Dia D”, 22 de maio, foram vacinadas 23.612 pessoas. Na segunda edição, 4 de junho, foram 23.104 pessoas. Na terceira edição, em 12 de junho, foram aplicadas 25.518 doses de vacinas, o maior número de imunizados em um único dia. 

 

 

 

“A vacina tem o objetivo de reduzir a Covid severa, a hospitalização e, consequentemente, morte. Mas para ser efetiva tem que receber as duas doses no intervalo preconizado e esperar 15 dias para estar com a imunidade alta e ter menos riscos de hospitalização”, explicou Andrea.  

 

 

 

Vagas 

 

Nesta sexta-feira, 18 de junho, foram abertas 30 mil vagas de vacinação para a próxima semana. As pessoas que fazem parte dos grupos contemplados devem acessar o site www.vacina.campinas.sp.gov.br para escolher a data, o horário e o local para receber a vacina.  

 

Entre os grupos prioritários estão os maiores de 50 anos, profissionais de educação a partir de 18 anos, pessoas com comorbidades a partir de 18 anos, gestantes e puérperas a partir de 18 anos, entre outros. A lista completa está disponível no www.vacina.campinas.sp.gov.br

 

A diretora do Devisa alerta que 40 mil campineiros maiores de 50 anos que não foram vacinados. “É extremamente importante receber a vacina”, disse.

Continue Reading

Geral

Prefeitura inicia nesta sexta-feira, 18, Operação Aglomeração Zero

Published

on

By

A Prefeitura inicia hoje, sexta-feira, dia 18 de junho, a partir das 19h, a Operação Aglomeração Zero, que tem como objetivo evitar e dispersar agrupamentos de pessoas na cidade. A Operação será realizada pela Secretaria de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública e prossegue no final de semana. A nova medida foi anunciada nesta tarde pelo prefeito Dário Saadi durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

 

 

 

 

“A nossa prioridade é intensificar a fiscalização de aglomerações, sejam elas em vias públicas, perto de bares e postos de combustíveis, que é onde está ocorrendo a transmissão. Precisamos da colaboração da população, principalmente dos mais jovens, que tenham consciência e não se aglomerem nestes locais, principalmente com o uso de bebida alcóolica”, pediu o prefeito Dário Saadi. 

 

 

 

 

Segundo o secretário Christiano Biggi, da Segurança Pública, haverá um reforço do patrulhamento e concentração de viaturas em locais mapeados a partir de dados estatísticos. Essas áreas foram definidas porque são as que mais originam alertas de aglomerações por meio de chamadas para a Guarda Municipal. São também as campeãs de denúncias recebidas pelo 156 e 153, e ficam nos bairros com mais casos de transmissão da Covid-19. 

 

 

 

Os locais que terão atenção especial na operação são os postos de combustíveis, adegas, frentes de bares e restaurantes, praças e vias públicas em bairros com pouca circulação de veículos. A partir da próxima segunda-feira, pessoas flagradas pela fiscalização usando bebidas alcoólicas nestes locais durante o período do Toque de Recolher, entre 19h01 e 4h59, poderão ser multadas conforme a legislação vigente.

 

 

 

 

“Diante do cenário traçado pela Secretaria de Saúde, de um aumento de casos, fica claro que o combate às aglomerações será o nosso foco. Temos observado um crescimento grande de aglomerações em vias públicas, em locais próximos a bares, restaurantes e postos de combustíveis, e a Operação vai coibir este tipo de situação”, declarou o secretário Biggi.

Continue Reading

Populares