Eventos

Os Geraldos apresentam show cênico-musical na Concha Acústica em Campinas

Conhecido popularmente como Concha Acústica do Taquaral, o Auditório “Beethoven” receberá, pela primeira vez, um espetáculo do grupo Os Geraldos, de Campinas-SP, no dia 14 de outubro, sábado, às 18 horas. Localizado no interior da Lagoa do Taquaral (Parque Portugal), o local tradicionalmente aporta eventos musicais de grande porte, levando um público de cerca de 2 mil pessoas – capacidade do local – para assistirem a apresentações de grandes nomes da música brasileira.

Os Geraldos farão a abertura do processo de criação do show cênico-musical “Músicas em Pararatimbum”, espetáculo formado por canções executadas ao vivo por um elenco de 12 atores, que canta e toca uma trilha sonora baseada, principalmente, em ritmos brasileiros, como samba, maracatu e baião. As músicas, em sua maioria, são compostas por Everton Gennari – ator, cantor e diretor musical do evento – e fazem parte do espetáculo “Pararatimbum – um Reino pela Música”, mais nova criação do grupo Os Geraldos, em fase final de montagem. 

Ainda sem data oficial de estreia, “Músicas em Pararatimbum”, cuja primeira versão o público poderá conhecer no domingo, nasce de um antigo desejo do grupo de formar uma banda musical, apresentando músicas entremeadas por intervenções cênicas. Além desse trabalho com o canto cênico, que é um estudo do grupo e do diretor musical desde montagens anteriores, o espetáculo orquestra o uso de instrumentos populares e tradicionais, como sanfona, piano, violão, violino, violoncelo e saxofone, e instrumentos percussivos criados com materiais reutilizáveis, como baldes, tonéis, sacolas e latas. De maneira lúdica, esse encontro de instrumentos toca no tema da sustentabilidade, por meio do reuso de objetos inusitados, mesmo aqueles que a sociedade descarta como lixo.

Douglas Novais, diretor do espetáculo, é também ator, pesquisador e professor de teatro. Doutor (2016), Mestre (2012) e Bacharel (2008) em Artes Cênicas pela Unicamp, é ator e coordenador do grupo Os Geraldos. De 2013 a 2019, foi assistente de Curadoria do Projeto Ademar Guerra, do governo do Estado de São Paulo. Em 2021, foi consultor pela OEI – Organização dos Estados Ibero Americanos e, em 2022, foi assistente de direção de Gabriel Villela no espetáculo “Henrique IV”. Esta é a primeira vez que Douglas assina a direção de um espetáculo do grupo.

Já a autoria da maioria das músicas, assim como a direção musical e a regência em cena, é de Everton Gennari. Ator e cantor, Everton é formado pelo curso técnico em Teatro do Senac Araçatuba, em que foi docente nos cursos técnicos em Teatro e Canto de 2019 a 2023. Foi orientador no Projeto Ademar Guerra, em 2015, 2017 e 2018. Diretor da Cia Banda Tribuss, que faz teatro e música com sucata. É diretor musical dos espetáculos “Cordel do Amor sem Fim – ou A Flor do Chico” e “Ubu Rei” (ambos com direção de Gabriel Villela), em conjunto com Babaya Morais.

Quanto a “Pararatimbum – Um Reino pela Música”, trata-se de um espetáculo musical infantil que presta uma homenagem à música brasileira, e tem direção de Douglas Novais, co-fundador do grupo, e texto original de Everton Gennari. Sua estreia ocorrerá em novembro, primeiramente, apenas para os alunos da rede pública de Campinas, havendo a estreia para o público em geral em dezembro deste ano. O espetáculo conta a história de uma princesa que não gostava de música e, por isso, decide proibir qualquer tipo de som em seu reinado. Sem música, o reino mergulha em profunda tristeza e seu pai adoece. Arrependida do que fez, a princesa busca ajuda no vilarejo encantado de “Pararatimbum”, onde precisará enfrentar vários desafios para amadurecer e salvar seu reino.

Sobre o grupo

Os Geraldos tem sede em Campinas (SP) desde 2008 e atua em três frentes de trabalho: Criação Artística, ao criar e manter em circulação seus espetáculos;  Projetos Formativos, ao oferecer cursos sobre a arte do ator e gestão cultural, a partir da prática do grupo e de pesquisas de mestrado e doutorado de seus integrantes; e Territórios Culturais, ao instituir espaços que possam sediar, para além das atividades do grupo, outros eventos artísticos, como ocorre em sua atual sede, o Teatro de Arte e Ofício (TAO), um dos mais importantes espaços culturais de Campinas

O grupo já circulou por mais de 80 municípios, de três países e de dez estados brasileiros, e foi indicado ao Prêmio Governador do Estado de Territórios Culturais (2017), além de receber mais de 40 prêmios, em festivais nacionais e internacionais.

Serviço: 

Abertura de processo “Músicas em Pararatimbum”

Data: Sábado, 14 de outubro, às 18 horas

Local: Concha Acústica do Taquaral (Auditório Bethoven) – Av. Heitor Penteado, s/n (portão 2), Parque Taquaral.

Entrada Franca.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock