Geral

Para evitar Cracolândia em Campinas-SP, Rafa pede que Estado construa Hub Social no centro

O deputado estadual Rafa Zimbaldi (Cidadania-SP) solicitou ao governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), a instalação de um Hub Social em Campinas-SP. A indicação foi formalizada nos últimos dias e prevê a construção no centro expandido da cidade do complexo voltado ao acolhimento de quem esteja em situação de vulnerabilidade social, incluindo moradores de rua e dependentes químicos de álcool e de drogas.  

Formalmente conhecido como Hub SP, o projeto em Campinas vai oferecer atendimento de saúde, por meio de serviços ambulatoriais, que passam por desintoxicação do organismo, a protocolos intensivos – tudo a partir de avaliação médica. Usuários de entorpecentes ainda têm a possibilidade de participar de grupos de auto ajuda. O encaminhamento para abrigos de moradores de rua também estará no escopo do projeto, que deverá ser mantido pela esfera estadual.  

Ao propor a construção do equipamento em Campinas, o parlamentar do Cidadania-SP quer ampliar a oferta de ações sociais no município, o terceiro maior do estado, com direito a acolhimento qualificado e personalizado para quem esteja em situação social crítica, sobretudo em casos de dependência química:  

“A instalação de um Hub Social em Campinas ajudará, e muito, no atendimento a esse público. A indicação para que a unidade seja construída no centro visa facilitar o acesso de quem mais precisa. Não de hoje, vemos uma concentração de moradores de ruas e de dependentes de drogas na malha central. A ideia não é só atender com dignidade e qualidade estas pessoas, mas, também, evitar que o problema se agrave e se espalhe, podendo, no futuro, se tornar uma espécie de Cracolândia, como vemos acontecer em São Paulo-SP”, pondera. 

Rafa ainda alerta que Campinas vem crescendo de maneira desordenada, nos últimos anos, gerando, assim, um passivo social, ao passo em que demanda a atuação efetiva do Poder Público: 

“Infelizmente, uma grande parcela da população acaba se entregando ao vício das drogas. O número de usuários vem crescendo de maneira desenfreada em Campinas e isso vem abalando famílias e prejudicando o comércio do centro expandido, fazendo com que muitas lojas, inclusive, fechem suas portas”.  

Uma unidade do Hub Social já funciona na capital paulista, desde abril deste ano. De lá para cá, centenas de pessoas passaram por triagem e por encaminhamentos clínicos e sociais. A capacidade da unidade é de 700 atendimentos clínicos e 6 mil atendimentos sociais por mês, que acontecem em parceria com outros equipamentos públicos e assistenciais, como centros de reabilitação e comunidades terapêuticas:  

“O grande diferencial do Hub é que ele estabelece um protocolo de manejo que respeita caso a caso, potencializando, assim, o processo de convencimento e de tratamento do dependente químico – ao meu ver, um dos maiores desafios neste tema. E, sem o consumidor da droga, a vida do traficante também fica mais difícil. O tráfico, como bem sabemos, é o que se aproveita da condição vulnerável do dependente e da ausência de políticas públicas de segurança”. 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock