Geral

Operação “Fio da Meada” tem apreensão de fios de cobre, armas, 10 comércios lacrados e uma prisão

Mais uma Operação “Fio da Meada” foi realizada nesta quarta-feira, dia 30 de agosto, para fiscalizar o comércio de recicláveis e sucatas com o objetivo de coibir furto, roubo e receptação de fios de cobre. Foi uma ação integrada que envolveu Guarda Municipal de Campinas, Secretaria Municipal de Urbanismo, e as Polícias Civil e Militar.

A operação resultou na apreensão de 136 quilos de fios de cobre em dois dos estabelecimentos vistoriados, que foram multados em cerca de R$ 4.500,00, conforme prevê o decreto 22.803/2023, que proíbe o comércio de fios de cobre e de alumínio no município. Ainda como resultado da ação, uma pessoa foi presa por receptação qualificada e guarda ilegal de arma, uma carcaça de uma caminhonete roubada foi localizada e foram apreendidas duas pistolas e duas carabinas de pressão. Trinta pessoas foram abordadas. 

As equipes realizaram 23 vistorias e lacraram 10 estabelecimentos comerciais. Sete lacrações iniciais foram realizadas pelos fiscais da Secretaria de Urbanismo, motivadas por falta de alvará de uso e/ou pelo zoneamento proibir a atividade na região. Outros três comércios foram relacrados pela fiscalização por estarem funcionando e descumprindo o termo de lacração inicial. Nestes casos de reincidência, foram emitidos também autos de infração e multas por rompimento de lacre, no valor de 5 mil UFICs cada uma, o equivalente a R$ 22.401,50.

“Esta é uma operação muito importante. O combate à receptação é fundamental para coibir que furtos e roubos continuem ocorrendo. Além disso, a integração também mostra que as forças de segurança estão atentas a este tipo de situação. Essas operações trazem um resultado muito importante para a população”, destacou a comandante da Guarda Municipal, Maria de Lourdes Soares. 

O delegado da Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Campinas, José Carlos Fernandes, acrescentou que haverá outros tipos de operação como a que foi realizada nesta quarta-feira, buscando sempre inibir as atividades dos receptadores de material que não tem procedência lícita. “O furto e o roubo de fios causam prejuízo financeiro e intranquilidade à população. É um crime que vamos combater sempre e sempre”, declarou. 

A Polícia Militar localizou um estabelecimento onde estavam as duas pistolas e a carcaça da caminhonete roubada. “A pessoa responsável neste local foi detida e conduzida ao DEIC para elaboração do flagrante”, explicou o tenente da Polícia Militar Abner Faria. “PM, GM e Secretaria de Urbanismo fizeram vistorias em vários locais e não houve resistência dos proprietários em nenhum deles”, disse o tenente.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock