Geral

Montagem da Cia. Gravitá mistura circo e teatro em “Sob o mesmo Teto”

“Quem não tem cão caça com gato”, diz um antigo dito popular. E quem tem solidão, cura-se como? Para os acrobatas Alessandro Coelho e Débora Ishikawa, fundadores da Cia. Gravitá, a resposta é a mesma do ditado: com gato. Aliás, a relação entre um professor solitário e uma gata de rua ganha contornos de circo e teatro ao longo do espetáculo Sob o mesmo Teto. A montagem será encenada no sábado, 21 de maio, às 19h, no Centro Cultural Casarão do Barão, em Campinas. A entrada é franca. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do espetáculo.

 

Contemplada pelo ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), a partir do edital Circulação de Espetáculo para o Público Infantojuvenil, a temporada de Sob o mesmo Teto passou por cinco cidades do estado. Além de Campinas, Garça, Mogi das Cruzes, Marília e Bauru receberam o espetáculo durante o mês de maio.

 

Sob a direção de Michelli Rebullo, da Cia. Diálogos Acrobáticos, o espetáculo lança mão das linguagens do circo e do teatro para narrar essa singela história, também pautada por encontros. “O circo é muito agregador. Ele sempre trouxe o teatro, a música e a dança para dentro dele. É um lugar de simbiose”, destaca a diretora. Durante o processo de criação, Michelli conta que buscou potencializar, em cada uma das cenas, as diversas variações da acrobacia de solo, ponto forte da companhia.

 

Com uma hora de duração, a montagem, com classificação livre, conduz o espectador a uma redescoberta, que parece ter sido squecida nos tempos atuais: o quanto as relações, tanto com animais quanto com pessoas, são capazes de transformar o ser humano para melhor. Sob o mesmo Teto, em especial, a transformação acontece a partir do encontro entre um homem metódico e um pet resgatado das ruas. 

 

O espetáculo

 

Um professor muito ocupado com sua rotina e suas manias, despretensiosamente, encontra companhia em uma gata atropelada. Ele a salva das ruas, ela o salva da solidão. Sob o mesmo Teto é um espetáculo da Cia. Gravitá, com Débora Ishikawa e Alessandro Coelho, dirigidos por Michelli Rebulho, da Cia. Diálogos Acrobáticos. 

 

A partir de jogos corporais, cômicos e acrobáticos, os personagens se encontram e criam um laço de amizade que transforma a forma como ambos enxergam a vida. 

 

 

 

 

 

A Cia. Gravitá

 

Juntos desde 2009, Alessandro Coelho e Débora Ishikawa trabalham como dupla de mão-a-mão em diversas companhias, como a Noite da Rose, Cia. Diálogos Acrobáticos, Los Circo Los, Troupe Guezá e Coletivo Lateral. 

 

Em 2017, fundaram a Companhia Gravitá com o intuito de pesquisar o circo e suas transversalidades de linguagem. Desde então, já foram contemplados com o Prêmio ProAC, do Governo do Estado de São Paulo, em 2018, 2019 e 2020. 

 

Também participaram de importantes eventos, como o Festival Internacional SESC de Circo (SP), o Festival Paulista de Circo (SP), o Festival de Circo do Brasil (PE), o Festival Internacional de Circo do Ceará (CE), a Mostra SESC de Culturas Cariri (CE), o Festival de Circo Social de Toledo (PA), o Festival de Circo de Campo Mourão (PA), o Festival Intercâmbio de Linguagens (RJ) e o Festival de Artes de Rua de Arouca (Portugal). 

 

Premiados no II Festival Internacional de Circo, destacam-se pelo alto nível técnico aliado à poética da gestualidade.

 

Serviço

 

O quê: Sob o mesmo Teto, da Cia. Gravitá

Quando: Sábado , 21 de maio, às 19h

Onde: Centro Cultural Casarão do Barão (Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, Barão Geraldo, em Campinas.

Quanto: Entrada franca (Os ingressos serão distribuídos uma hora antes do espetáculo)

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock