Geral

Polícia Federal prende hackers de Vinhedo acusados de vazar dados de Ministro do STF

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (1°) três hackers suspeitos de roubar dados pessoais na internet com o objetivo de comercializá-los.

Duas detenções ocorreram em Vinhedo e uma em Caruaru (PE). Entre as vítimas do vazamento de dados estão servidores do Supremo Tribunal Federal (STF), incluindo o ministro Luís Roberto Barroso.

Segundo informações da PF, os hackers eram recrutados através de redes sociais, invadiam órgãos públicos e negociavam as informações por R$ 30 mil.

As investigações revelam que os criminosos teriam lucrado mais de R$ 10 milhões no período de 2010 a 2024.

A operação, denominada I-Fraude, resultou no bloqueio de aproximadamente R$ 4 milhões nas contas dos suspeitos.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock