Geral

Contrato de concessão do futuro Trem Intercidades é assinado em Campinas

O Trem Intercidades (TIC) Eixo Norte está cada vez mais próximo de chegar a Campinas. O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas assinou o contrato de concessão do trem nesta quarta-feira, 29 de maio, ao lado do prefeito de Campinas, Dário Saadi, na Estação Cultura “Antonio da Costa Santos”, no Centro. Serão R$ 14,2 bilhões em investimentos, com investimentos públicos e do consórcio C2 mobilidade sobre trilhos.

No evento, também foi lançado o programa “São Paulo nos trilhos”, que reúne projetos estaduais de transporte de passageiros e cargas por ferrovias. Ao todo, somam investimentos estimados em R$ 194 bilhões e mais de 1 mil km de malha férrea.

O TIC Eixo Norte vai ligar a capital a Campinas por linha férrea. O trajeto, de 101 km, oferecerá um serviço expresso entre o terminal da Barra Funda, Jundiaí e Campinas, com duração de 64 minutos. O projeto vai contar com três estações e visa melhorar o transporte intercidades e a mobilidade urbana.

“Esta é uma visão de futuro. Sabemos os desafios que temos que enfrentar para o futuro. Fui para São Paulo na segunda-feira, voltei, fui ontem, voltei. Tem dia que gasto três horas na estrada. Até quando a gente vai sofrer com os congestionamentos para chegar a São Paulo? Nós tínhamos esse sonho do trem São Paulo – Campinas passando por Jundiaí, há décadas. Cidades como São Paulo, como Campinas, se não tiver o modal ferroviário, vai parar, vai ser impossível de transitar. O governador teve a capacidade de gestão, com sua equipe, de colocar esse leilão e agora assinar o contrato do Trem Intercidades”, disse o prefeito, Dário Saadi.

Governador Tarcísio de Freitas assina contrato de concessão
Assinatura torna sonho do modal ferroviário Campinas-São Paulo cada vez mais real

Também haverá o Trem Intermunicipal (TIM), entre Jundiaí e Campinas, com 44 quilômetros de extensão e 33 minutos de trajeto. O projeto também conta ainda com a linha 7-rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Os investimentos vão gerar mais de 10 mil empregos diretos, indiretos e induzidos, beneficiando 11 municípios e 15 milhões de pessoas.

“Hoje é dia de celebrar o legado do Trem Intercidades Campinas – São Paulo, um dos projetos mais importantes desta gestão. A gente assina o contrato e inicia um período de transição pré-operacional com o começo das obras em 2026. Em 2029 vamos ter o serviço do trem parador funcionando. E depois, em 2031, vamos ter o trem expresso com uma só parada em Jundiaí. Vamos encurtar o tempo de trajeto trazendo conforto, melhorando a mobilidade e diminuindo as emissões, com todos os benefícios que podemos ter em um projeto dessa magnitude”, afirmou o governador, Tarcísio de Freitas.

O governador lembrou que as grandes cidades do Estado nasceram às margens dos trilhos. “Há um grande esforço de retomar o transporte ferroviário, que é urgente e importante. As rodovias estão cada vez mais congestionadas, nós precisamos de uma solução sustentável e aderente ao que o mundo faz. Se vamos começar a retomada do transporte ferroviário de passageiros no Brasil, isso tem que acontecer em São Paulo”, completou

Dário Saadi destacou que projeto de mobilidade é visão de futuro do transporte intercidades

Participaram do evento, o vice-prefeito de Campinas, Wanderley de Almeida; secretários estaduais e municipais; deputados estaduais e federais; prefeitos de várias cidades; vereadores, executivos das empresas que compõem o consórcio, da China e do Brasil.

VLT

Há planos de que Campinas também tenha um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Serão implementados dois ramais. O primeiro fará a ligação metropolitana, entre Campinas, Hortolândia e Sumaré, com 22 km. Um segundo ramal, de 22,4 km, irá do centro da cidade até o aeroporto de Viracopos, com ligação direta à estação do TIC Eixo Norte. Os investimentos são avaliados em R$ 2,6 bilhões. A proposta foi qualificada no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos do Estado de São Paulo, em 23 de maio.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock