Geral

Com mais de 6 mil infectados em uma semana, Campinas bate número recorde de casos de dengue

Campinas teve um número recorde de casos de dengue registrados em uma semana desde o início da série histórica em 2012. Os dados do Painel de Monitoramento de Arboviroses do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) mostram que houve 6.719 casos confirmados entre 17 e 23 de março de 2024, com outros 355 casos em investigação.

Esses dados são referentes à semana epidemiológica (SE) 12 de 2024, e o painel distribui os casos de dengue confirmados de acordo com a data do início dos sintomas.

Para fins de comparação, o maior número de casos de dengue em uma semana epidemiológica havia sido registrado entre 5 e 11 de abril de 2015 (SE 14), com 6.492 pessoas com a doença.

Naquele ano, a cidade enfrentou sua maior epidemia da história, com 65,7 mil casos e 22 mortes. Até a atualização desta quinta-feira (4), Campinas registrou 39,4 mil casos de dengue confirmados e 8 mortes em 2024, o que representa a terceira maior epidemia da doença.

Mais informações sobre os casos de dengue em Campinas

No dia 1º de março, quando havia 11,1 mil casos de dengue confirmados, a prefeitura projetou a possibilidade de atingir um pico histórico de 100 mil casos em até 8 semanas.

O Painel de Monitoramento da prefeitura também destaca que os dados das últimas duas semanas (SE 13 e 14) ainda são preliminares e que pode haver um aumento nos casos nos próximos dias.

Quanto às hospitalizações e aos sintomas, o painel indica que 2,4% dos casos registrados exigiram internações, tanto na rede pública quanto na privada da cidade. Entre os sintomas mais comuns entre os pacientes que testaram positivo para a dengue na cidade estão febre (95,5%), dor de cabeça (73%) e dores no corpo (70,9%).

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Compartilhar no Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desabilite o AdBlock