Connect with us

Geral

Violeiros tocam Led Zeppelin no Centro Cultural Casarão neste domingo

Publicado

em

 

No ano em que uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, o Led Zeppelin, comemora o aniversário de lançamento de 50 anos do seu primeiro álbum, a dupla de violeiros Ricardo Vignini e Zé Helder apresenta o repertório do disco “Moda de Rock Toca Led Zeppelin” neste domingo, 17, às 19h, no Centro Cultural Casarão (Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n. Barão Geraldo – Campinas). A entrada é gratuita.

 

 

O projeto dos violeiros Ricardo Vignini e Zé Helder, membros da banda Matuto Moderno, adapta versões instrumentais de clássicos do rock para a viola caipira. Realizaram centenas de shows pelo Brasil, México, Estados Unidos, Canadá e Argentina.

 

 

Com três CDs e um DVD, esse projeto que nasceu quase como uma brincadeira, para mostrar aos alunos o potencial da viola (Ricardo e Zé atuam também como professores do instrumento), acabou se tornando grande. A viola chegou para o público do rock – e vice-versa – pisando em palcos até então inéditos para esse instrumento, tendo se apresentado com os guitarristas Andreas Kisser (Sepultura), Lúcio Maia (Nação Zumbi), Edgard Scandurra (Ira!), Robertinho de Recife, Pepeu Gomes, Kiko Loureiro (Angra e Megadeth), o percussionista Marcos Suzano e Renato Teixeira. Em 2016 foi lançado o CD Moda de Rock II, que recebeu o prêmio ProAC da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo para a produção do disco e circulação pelo Estado.

 

 

Geral

Prefeitos da RMC discutem enfrentamento à pandemia na região

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Caixa paga abono salarial para nascidos em janeiro e fevereiro

Publicado

em

Por

Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber, nesta terça-feira (19), R$ 2,75 bilhões referentes ao abono salarial do calendário 2020/2021 – ano-base 2019. A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial, para quem não é cliente do banco.

As poupanças digitais podem ser movimentadas pelo aplicativo Caixa Tem. Disponível para telefones celulares, o aplicativo permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros.

Para os funcionários públicos ou trabalhadores de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir de amanhã, fica disponível o crédito para inscritos com final 5. O Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberam o abono salarial do PIS em 2020. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também receberam em 2020. Já as inscrições com final entre 5 e 9 ficaram para 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 ocorre em 30 de junho.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou e-Social, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

As pessoas que trabalham no setor público têm inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras, nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Abono salarial anterior

Os trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode ser feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta sobre o direito ao benefício, bem como ao valor à disposição, pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e no site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/.

No caso do Pasep, os recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

fonte ebc

Continue Lendo

Geral

Reajuste dos pedágios altera a tarifa de 10 linhas intermunicipais de Campinas

Publicado

em

Por

Acréscimos em 34 linhas serão de R$ 0,05 a R$ 0,10 e começam a valer a partir deste domingo (17) 

Em razão do reajuste de pedágios pela Artesp, em vigor desde o dia 1º de dezembro de 2020, 34 linhas metropolitanas gerenciadas pela EMTU/SP terão acréscimos de R$ 0,05 a R$ 0,10 nas tarifas a partir deste domingo (17). 

Os reajustes ocorrerão apenas em parte das 852 linhas gerenciadas e fiscalizadas pela EMTU/SP na Grande São Paulo, Campinas, Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba. As linhas que terão alteração nessas quatro regiões metropolitanas são aquelas que passam por pedágios. 

O custo do pedágio é acrescido nos valores das passagens das linhas metropolitanas, conforme o artigo nº 32, parágrafo 4º do decreto estadual nº 24.675/86. O cálculo é feito pela divisão do valor pago na praça de pedágio pelo número médio de passageiros por viagem. O objetivo é ressarcir as empresas concessionárias e permissionárias dessa despesa sobre a operação. 

Os passageiros estão sendo informados sobre as linhas que terão reajuste por meio de avisos afixados nos ônibus, mídias sociais e pelo site emtu.sp.gov.br. 
Abaixo estão dados gerais por região. Os novos valores das tarifas das linhas com reajuste na parcela do pedágio estão disponíveis no link https://www.emtu.sp.gov.br/emtu/itinerarios-e-tarifas/tarifas-em-formato-pdf.fss.


Região Metropolitana de São Paulo Consórcio Anhanguera e Unileste – Oito linhas e serviços terão reajuste de um total de 224 que circulam nas áreas 2 e 4 de concessão (regiões de Osasco e Mogi das Cruzes): 524, 116, 378, 818, 827, 838, 819 e 206 

Região Metropolitana de Campinas Consórcio Bus+ – 10 linhas e serviços de um total de 150 que operam na região: 612, 612DV1, 614, 616, 618, 633, 693, 714, 715 e 734

Região Metropolitana do Vale do Paraíba/Litoral Norte Empresas Jacareí e Litorânea – 5 linhas de um total de 84 que operam na região: 5151, 5501,5503, 5504 e 5508 

Região Metropolitana de Sorocaba Empresas Rápido Luxo, VB e Expresso Amarelinho – 11 linhas de um total de 87 que operam na região: 6214, 6215, 6219, 6224, 6225, 6226, 6115, 6113, 6114, 6213 e 6213EX1.

Continue Lendo









<





Populares