Connect with us

Geral

Vereadores analisam PL que prevê contratação de moradores de rua por empresas ganhadores de licitação na cidade; ‘Escola sem partido’ já tem requerimento de pedido de vistas e deve ser retirado da pauta

Publicado

em

A Câmara vota nesta quarta-feira (06), oito projetos de lei, entre eles o PL que institui, no âmbito do sistema municipal de ensino, o Programa Escola Sem Partido. A proposta foi incluída na pauta, pois o autor, vereador Tenente Santini pediu o cumprimento do artigo 144 do regimento interno que obriga a colocação do projeto em pauta, quando ele já tramita na casa há mais de 90 dias. Santini acredita que a proposta (que já foi aprovada em 1ª discussão), precisa ser votada em segundo turno ainda este ano. 
Por outro lado, o vereador e líder de governo na Câmara, Marcos Bernardelli (PSDB), defende que o projeto ainda precisa ser mais discutido, por isso, ele disse que vai apresentar, no momento da votação, um requerimento pedindo vistas, que já conta com o apoio de 25 assinaturas, com o documento o PL deve ser retirado de pauta nesta quarta. 
Confira os outros projetos: 
PAUTA DOS TRABALHOS DA 76ª REUNIÃO ORDINÁRIA, A SER REALIZADA NO DIA 6 DE DEZEMBRO DE 2017, QUARTA-FEIRA, ÀS 18 HORAS, NO PLENÁRIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPINAS. 
PEQUENO EXPEDIENTE
1 – Leitura da correspondência recebida e das proposições apresentadas à Casa.
2 – Leitura de informações ou respostas às proposições submetidas à deliberação do Plenário.
3 – Comunicados dos senhores vereadores. 
ORDEM DO DIA
Incluído na pauta em regime de urgência mediante Requerimento nº 3.204/17, devidamente aprovado:
1) 1ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 349/17, Processo nº 225.682, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o Município de Campinas a contratar com a Desenvolve SP – Agência de Fomento do Estado de São Paulo operações de crédito com outorga de garantia e dá outras providências. 
O projeto visa autorizar a continuidade do processo de financiamento, no valor de R$ 20 milhões, concedido pela Desenvolve SP – Agência de Fomento do Estado de São Paulo. Este crédito deverá ser usado para aquisição de massa asfáltica para recapeamento e pavimentação de vias públicas do Município de Campinas. 
Incluído na pauta em regime de urgência mediante Requerimento nº 3.205/17, devidamente aprovado:
2) 1ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 385/17, Processo nº 225.811, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o Poder Executivo a conceder a remissão dos créditos tributários para os imóveis que especifica, localizados no Polo de Alta Tecnologia de Campinas – Polo I. 
O projeto de Lei tem por objetivo conceder remissão de IPTU, da Taxa de Coleta de Lixo e da Taxa de Sinistros a imóveis pertencentes à União, no total de R$ 3.565.195,35. Tal perdão visa propiciar a transferência desses bens à Fazenda do Estado de São Paulo para posterior transferência ao Município de Campinas, contudo, para que o Governo do Estado possa recebê-las da União não pode haver débitos pendentes. 
Incluído na pauta em regime de urgência mediante Requerimento nº 3.206/17, devidamente aprovado:
3) 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 267/17, Processo nº 225.191, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o Poder Executivo a parcelar os valores referentes à operação de remoção e estadia de veículos no Pátio Municipal de Recolhimento de Veículos – PMRV e dá outras providências. Parecer da Comissão de Constituição e Legalidade, favorável. 
O projeto autoriza que a EMDEC disponibilize a opção de parcelamento em até 6 vezes, por meio de cartão de crédito, para o pagamento da remoção e estadia dos veículos recolhidos para o Pátio Municipal. O parcelamento só poderá ser feito quando a soma dos valores devido for igual ou superior a 150 UFIC´s (R$498,00) e as parcelas devem ser de no mínimo 75 UFIC´s (R$249,00). O projeto também autoriza desconto quando o pagamento for efetuado por boleto bancário, mas os descontos ainda serão disciplinados por meio de decreto.  
Incluído na pauta em regime de urgência mediante Requerimento nº 3.207/17, devidamente aprovado:
4) 1ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 347/17, Processo nº 225.680, de autoria do senhor Fernando Mendes, que dispõe sobre a obrigatoriedade de contratação de pessoas em situação de rua pelas empresas vencedoras de licitação pública no município de Campinas. 
O projeto pretende inserir no mercado de trabalho de Campinas a população em situação de rua, obrigando que os Órgãos da Administração Pública direta e indireta exijam das empresas vencedoras de licitação pública a contratação de no mínimo 2% do pessoal contratado. Terão direito a concorrer a vaga os trabalhadores em situação de rua que preencham os requisitos profissionais exigidos para realização do trabalho e comprometam-se a deixar as ruas em até 90 dias da data de sua contratação.  
Incluído na pauta mediante Requerimento nº 3.208/17, nos termos do § 1º do art. 144 do Regimento Interno:
5) 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 41/15, Processo nº 218.384, com emenda, de autoria do senhor Zé Carlos, que estabelece acesso aos contribuintes a sua situação fiscal referente a tributos municipais e multas, e dá outras providências. Pareceres da Comissão de Constituição e Legalidade, da Comissão de Economia e Defesa do Consumidor e da Comissão de Finanças e Orçamento, favoráveis ao projeto e à emenda. 
A proposta determina que o site da Prefeitura passe a disponibilizar a situação fiscal dos contribuintes da cidade. O site deve trazer informações referentes ao IPTU, ISSQN e outros tributos. A consulta poderá ser feita por meio do CPF ou CNPJ do contribuinte. O projeto tem como objetivo facilitar o acesso à informação para os contribuintes de suas respectivas situações ficais. Além disso, a disponibilidade das informações no site da Prefeitura deve dar mais agilidade aos eventuais processos de quitação de débitos, por exemplo, e também na emissão de certidões. 
Incluído na pauta mediante Requerimento nº 3.209/17, nos termos do § 1º do art. 144 do Regimento Interno:
6) 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 77/15, Processo nº 218.584, com substitutivo total, de autoria do senhor Zé Carlos, que altera a redação do parágrafo único do art. 2º e do inciso I do art. 4º A da Lei Municipal nº 11.975, de 17 de maio de 2004, que “dispõe sobre a reserva de vagas nos estacionamentos para idosos assegurada no Estatuto do Idoso”. Parecer da Comissão de Constituição e Legalidade, favorável ao projeto. Pareceres da Comissão dos Idosos, Aposentados e Pensionistas, da Comissão de Mobilidade Urbana e Planejamento Viário e da Comissão de Finanças e Orçamento, favoráveis ao Substitutivo Total.
A alteração proposta pede que o cálculo para cumprimento da determinação de reserva mínima de 5% para vagas destinadas aos idosos receba o arredondamento para maior. A outra alteração transformar essa reserva mínima como condição para aprovação de projetos de construção; obtenção e renovação de Certificado de Conclusão de Obra; e obtenção e manutenção de alvará à reserva. 
Incluído na pauta mediante Requerimento nº 3.210/17, nos termos do § 1º do art. 144 do Regimento Interno: 
7) 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 213/17, Processo nº 224.756, de autoria do senhor Tenente Santini, que institui, no âmbito do sistema municipal de ensino, o Programa Escola sem Partido. Pareceres da Comissão de Constituição e Legalidade e da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, favorável. 
O projeto se baseia nos princípios de neutralidade política, ideológica e religiosa, pluralismo de ideias, liberdade de aprender e ensinar, liberdade de consciência e de crença e proteção integral da criança e do adolescente. A proposta determina que o Poder Público não deve se envolver nas questões relacionadas à orientação sexual, mas também não deve permitir qualquer prática capaz de comprometer o desenvolvimento da personalidade dos estudantes em harmonia com sua identidade biológica, impedindo, portanto, a aplicação da teoria ou da ideologia de gênero. O projeto aponta ainda seis normas que deverão ser seguidas pelos professores, entre elas a que proíbe a propaganda político-partidária em sala de aula e também a que não deve incentivar os alunos a participarem de manifestações. 
8) 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 261/17, Processo nº 225.143, com emendas, de autoria do Prefeito Municipal, que dispõe sobre o Plano Plurianual para o quadriênio 2018/2021. Pareceres da Comissão de Constituição e Legalidade e da Comissão de Finanças e Orçamento, favoráveis ao projeto e às emendas de folhas 28-40.
O PPA estabelece os programas e respectivos objetivos – com indicadores, valores e metas a serem cumpridas ao longo dos quatro anos previstos – englobando as áreas de Saúde, Educação, Transporte, Segurança e Habitação. 
9) Matérias adiadas de Reunião anterior. 
10) Discussão e votação de moção. 
11) Discussão e votação de ata. 
12) Matérias lidas no Expediente e sujeitas à deliberação do Plenário. 
GRANDE EXPEDIENTE
Oradores inscritos no Grande Expediente. 
Campinas, 30 de novembro de 2017. 
RAFA ZIMBALDI
Presidente

Geral

Campinas tem 81,39% dos leitos de UTI-Covid ocupados

Publicado

em

Por

Campinas conta nesta sexta-feira, 15 de janeiro, com 231 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 188 estão ocupados, o que corresponde a 81,39%. Há 43 leitos livres somando as redes pública e particular.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:
 
SUS Municipal: 84 leitos, dos quais 73 estão ocupados, o que equivale a 86,90%. Há 11 leitos livres.

SUS Estadual: 17 leitos, dos quais 15 estão ocupados, o que corresponde a 88,23%. Há dois leitos livres.

Particular: 130 leitos, dos quais 100 estão ocupados, o que equivale a 76,92%. Há 30 leitos livres.

Continue Lendo

Geral

Defesa Civil alerta pra risco de saturação do solo entre hoje e domingo

Publicado

em

Por

A Defesa Civil alerta para o risco de saturação do solo entre hoje, dia 15 de janeiro, e domingo, dia 17, em cidades que estão em estado de atenção devido ao volume de chuvas acumulado nos últimos dias.

Conforme o último balanço da Operação Verão desta manhã, são 23 cidades da região que estão em estado de atenção e uma em estado de alerta (Socorro).  Campinas permanece em estado de alerta com 127,4 mm de chuvas acumuladas nas últimas 72 horas.  

Segundo a Defesa Civil, o solo encharcado de água pelo alto índice pluviométrico pode causar deslizamentos de encostas – principalmente em cidades de montanha e litorâneas – e também provocar, em centros urbanos como Campinas, ocorrências como queda de árvores e de muros. “Não há uma região da cidade com maior ou menor risco, o alerta vale para o município como um todo”, salientou o diretor Sidnei Furtado.  

Caso ocorra uma situação de risco, a recomendação da Defesa Civil é nunca ignorar uma ordem de evacuação, nunca atravessar uma via com água ou lama de deslizamento e ficar alerta para outras ocorrências e, imediatamente, acionar a Defesa Civil pelo telefone 199. Evitar também ficar embaixo de árvores e próximo a muros. 

SMS Como medida de prevenção, o cidadão pode se cadastrar no Sistema de Alerta da Defesa Civil, que envia mensagens de texto com recomendações e avisos sobre chuva, raios e temporais. O serviço é gratuito.  Para se cadastrar, basta enviar um SMS para o número 40199 colocando o CEP da residência no assunto da mensagem.  Em Campinas, cerca de 100 mil pessoas são cadastradas neste sistema.

Continue Lendo

Geral

Cruzamento da Av. Francisco Glicério terá bloqueio total no domingo, 24/01

Publicado

em

Por

No dia 24 de janeiro, domingo da próxima semana, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) interditará totalmente o tráfego de veículos no cruzamento da Avenida Francisco Glicério com a Rua José Paulino, na região da Vila Itapura. A ação, programada, é necessária para a ligação de rede de esgoto, sob responsabilidade da Sanasa, no período das 8h30 até as 16h. 

 

 

A Emdec indica, como possibilidade de rota de desvio, as vias Dr. Alberto Sales, Barão Geraldo de Rezende, Barão de Itapura, Barata Ribeiro e Álvaro Muller. Agentes da Mobilidade Urbana estarão monitorando o trânsito e orientando os motoristas. 

 

 

A Emdec solicita que, caso possível, os motoristas evitem a circulação pela região, no período de obras. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 118, o “Fale Conosco Emdec”. 

Continue Lendo









<





Populares