Connect with us

Geral

Trabalho Social da Cohab promove atividades no Residencial Santa Luzia

Published

on

Em homenagem ao Dia Internacional do Idoso, comemorado no dia 1º de outubro, o Trabalho Técnico Social (TTS) da Cohab Campinas realizou uma série de atividades no Residencial Santa Luzia, localizado no Bairro Santa Lúcia, na região Sudoeste do município.

 

Com o intuito de integrar as várias gerações, a professora da PUC Campinas, Maria Virgínia Camilo, realizou uma roda de conversa com os moradores. Entre crianças, adolescentes, adultos e idosos, a conversa se desenvolveu entre a importância de fazer aquilo que se gosta e respeitar a vontade do outro, mesmo que o choque de gerações seja grande. De acordo com Maria Virgínia, a qualidade de vida do idoso está aumento e a expectativa de vida já é muito maior do que nas décadas de 40 e 50, em que se viva em média 50 anos.

 

Se os idosos estão vivendo mais, isso significa que a população idosa tende a aumentar cada vez mais, portanto é necessário não ter apenas respeito, mas uma convivência saudável entre as gerações. “Existe uma diferença entre envelhecer com independência e envelhecer sendo dependente de alguém, não no sentido financeiro, mas físico, mental e emocional”, coloca Maria Virgínia. Segundo a professora existem pesquisas em Campinas, que apontam que os idosos, especialmente em regiões periféricas, são quem, em muitos casos, garantem a única renda fixa da família, através da aposentadoria que chega no final do mês.

 

De acordo com Graziela dos Santos Galdino de Souza, assistente social da Cohab Campinas, muitas vezes o idoso não entende que a criança precisa brincar para se desenvolver e por isso acaba fazendo barulho. “Ao mesmo tempo, a criança, o adolescente não tem paciência com o idoso, que não sabe tudo, que faz as coisas de maneira diferente. A proposta era exatamente essa, mostrar a necessidade de respeito e de uma convivência saudável entre as gerações”, aponta Graziela.

 

Ainda de acordo com Maria Virgínia, também é preciso pensar no âmbito de políticas públicas que atendam às necessidades de todas as gerações através dos estatutos (da criança, do adolescente, do idoso) e em todas as esferas (municipal, estadual e federal).

 

Outra atividade proposta foi uma aula de zumba, com o dançarino e coreógrafo da cantora Cláudia Leitte, Julio Lima. Graziela diz que a aula de dança permite mostrar que os idosos podem e precisam se movimentar.

 

Para Lima, que trabalha no ramo há mais de 20 anos, a dança é uma maneira de agregar cultura à vida das pessoas. “Além de melhorar a condição física, a dança permite uma integração social, a criação de um pensamento diferente. Vejo a dança como a porta de entrada para a cultura, para uma atração maior pela arte”, explica. Lima faz parte de um grupo de professores voluntários, o Groove 19, que participa constantemente de atividades culturais e voluntárias em Campinas e região.

 

Esse dia diferente contou também com os serviços do CadUnico, para atualização e realização de novos cadastros no sistema do Governo Federal e do ID Jovem, para cadastro de jovens de 15 a 29 anos para descontos em eventos culturais e esportivos, isenção ou desconto em transporte interestadual; corte de cabelo, maquiagem e limpeza de pele, tudo gratuito e realizado por voluntários. “Vemos esse tipo de cuidado como uma maneira de aumentar a autoestima das pessoas”, diz Graziela. “É gratificante ver todo o trabalho que foi realizado até aqui”, finaliza Graziela. O TTS encerra as atividades no Residencial Santa Luzia no final desse mês de outubro, após 12 meses de acompanhamento dos moradores.

 

 

 

Geral

Estabelecimentos poderão funcionar até meia-noite a partir de 1º de agosto

Published

on

By

A Prefeitura de Campinas informou que seguirá as medidas anunciadas nesta quarta-feira, dia 28 de julho, pelo Governo do Estado referentes ao Plano São Paulo de combate à pandemia de coronavírus. As regras de flexibilização serão publicadas em decreto no Diário Oficial do Município de sexta-feira, dia 30 de julho.

 

A partir de domingo, dia 1º de agosto, o limite de horário de funcionamento de comércios, serviços em geral e espaços religiosos será estendido de 23h para meia-noite.

 

A capacidade de ocupação nos estabelecimentos, atualmente em 60%, passará para 80%. As novas regras da fase de transição terão validade de 1º até 16 de agosto.

 

O município mantém o respeito aos protocolos, uso obrigatório de máscaras em ambientes de acesso público e passa a seguir o distanciamento mínimo de pelo menos um metro entre os alunos nas salas de aula das escolas públicas e particulares.

 

A partir do início do próximo mês, também não haverá mais toque de recolher durante as madrugadas.

 

O acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua, bares e restaurantes deverá ser interrompido às 23h, com atendimento permitido até meia-noite. Todas as atividades econômicas devem obedecer aos protocolos de segurança sanitária.

 

Os eventos que geram aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, etc.– continuam proibidos.

 

Fica mantida a recomendação de escalonamento de horários de entrada e saída para trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias. Também seguem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, sob rígido cumprimento de protocolos de higiene e distanciamento social.

Continue Reading

Geral

Parceria entre Saúde Municipal e empresas inicia vacinação em Campinas

Published

on

By

A vacinação contra a Covid-19 na Arcor do Brasil, primeira empresa parceira da Prefeitura de Campinas no projeto criado para acelerar a aplicação de doses no município, foi iniciada na manhã desta quarta-feira, dia 28 de julho. Até as 17h, foram vacinados 32 dos 445 funcionários que fazem parte de grupos contemplados na campanha (pessoas a partir de 30 anos; com comorbidades a partir dos 18 anos, entre outros).

 

A imunização destes públicos será realizado até sexta-feira, 30 de julho, nos três turnos de trabalho da empresa (manhã, tarde e noite).

 

“A importância para nós é poder contribuir de forma integral nas comunidades que atuamos e na sociedade em geral, proporcionando um ambiente seguro e saudável para nossos colaboradores e familiares”, diz Geraldo Netto, diretor de Capital Humano da Arcor do Brasil.

 

Desde 20 de julho, data da publicação do chamamento público, 26 empresas aderiram à parceria. Juntas, as organizações representam 71.890 trabalhadores, sendo que 22.767 fazem parte dos grupos que estão sendo vacinados nos centros de saúde do município. 

 

Para a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, a parceria com as organizações é muito importante. “A Saúde Pública agradece a cooperação das empresas para acelerar a vacinação dos campineiros”, afirma.   

 

As empresas que aderem à parceria são avaliadas pelo Devisa. Se aprovadas, recebem treinamento, vacinas e insumos para aplicação. Em contrapartida, se responsabilizam por vacinar os funcionários dos grupos que estão sendo imunizados pela Secretaria de Saúde. 

 

Para serem aprovadas, as empresas precisam cumprir alguns requisitos. Entre eles, ter um profissional de enfermagem para a aplicar as doses e duas pessoas para cuidar da digitação dos dados exigidos pelo sistema.

 

 

Ampliação

 

 

Nesta quarta-feira, a Prefeitura de Campinas ampliou as parcerias para acelerar a vacinação. Com isso, além das empresas, estabelecimentos de ensino situados no município também poderão aderir à estratégia para vacinar seus alunos. Até então, apenas os funcionários destas instituições poderiam ser vacinados. Importante lembrar que a medida contempla os grupos atendidos atualmente no programa de vacinação da cidade.

 

As empresas e instituições de ensino que tiverem interesse devem fazer a adesão pelo site https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacinas/covid-19.

Continue Reading

Geral

São Caetano do Sul busca em Campinas modelo para cuidados com animais

Published

on

By

 

 

 

 

O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (DPBEA) de Campinas, órgão vinculado à Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente de Desenvolvimento Sustentável (SVDS), recebeu nesta semana a visita do vereador de São Caetano do Sul, município do interior de São Paulo, Ubiratan Figueiredo, que trabalha pelo ativismo animal. 

 

 

Acompanhado de sua comitiva e assessores, o vereador conheceu as políticas públicas relacionadas à causa animal praticadas por Campinas e que são consideradas referência para todo o País. A DPBEA já recebeu mais de 50 visitas de parlamentares de outras cidades que vieram conhecer o trabalho realizado na cidade.

 

 

O parlamentar foi recebido pelo diretor do departamento, Vagner Bellini, que apresentou o trabalho desenvolvido no departamento. “Normalmente, a preocupação de quem visita o departamento é entender como nós fazemos funcionar nosso serviço de castração, que é exemplar”, explicou Bellini.

 

 

O diretor do DPBEA explicou que muitas prefeituras têm dificuldades em usar os recursos públicos para ações na causa animal, mas Campinas consegue avançar nesse sentido. “O segredo é a utilização do Fundo de Recuperação, Manutenção e Preservação do Meio Ambiente (PROAMB), que começou a operacionalizar financeiramente, de forma expressiva, a partir de 2013, quando o secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas, Rogério Menezes, potencializou as operações considerando sua importância institucional em relação às demandas ambientais prioritárias do município”, detalhou Bellini.

 

 

Ele acrescentou que é fundamental manter a transparência e a participação da sociedade por meio de sua representação, que em Campinas acontece com a parceria do COMDEMA (Conselho Municipal de Meio Ambiente). 

Continue Reading

Populares