Connect with us

Geral

Sustentabilidade marca apresentação da Sanana no 8º Fórum Mundial da Água

Publicado

em

Em continuidade às apresentações dos projetos técnicos da Sanasa, durante o 8° Fórum Mundial da Água, em Brasília, nesta terça-feira, 20 de março, a sustentabilidade, os usos múltiplos da água e a educação ambiental foram os temas de destaque. O dia foi marcado também por visitas de autoridades aos espaços.
O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, esteve presente no estande do Consórcio PCJ, que tem a Sanasa como uma das patrocinadoras. Quem também passou pelo espaço foi o deputado federal Luís Lauro Filho. O governador Geraldo Alckmin também marcou presença no Fórum e concedeu entrevista coletiva no Espaço São Paulo, do Comitê PCJ.
Prosseguindo nos trabalhos técnicos, o presidente Arly de Lara Romêo e o diretor Técnico, Marco Antônio dos Santos, mostraram, por meio de um painel, dados sobre a situação hídrica, sua importância para a população e as ações que a Sanasa vem desenvolvendo para utilizar os recursos hídricos de modo sustentável. Foram abordados o uso consciente, diminuição de perdas, desenvolvimento de tecnologias e qualificação de pessoal, entre outros tópicos.
Investimentos em obras de saneamento, redução das perdas de água na distribuição, parcerias com o Aeroporto de Viracopos para utilização da água de reúso e com a cidade de Valinhos para assumir a ETE Capuava foram as ações destacadas. “Ainda está em análise a possibilidade de desenvolver um projeto que pretende criar um Centro de Pesquisas sobre a água em parceria com instituições como a Fapesp, a Unicamp, a Ceasa e o Instituto Agronômico de Campinas. O objetivo é estudar novas tecnologias que permitam avançar no saneamento”, contou o presidente. Este projeto ainda está em fase de estudo e no momento oportuno será divulgado. Neste mesmo painel, um representante do DAE Jundiaí também compartilhou a experiência dessa cidade do interior de São Paulo na utilização dos recursos hídricos.
A Estação Produtora de Água de Reúso da Sanasa (EPAR-Capivari II) foi novamente tema de apresentação. A coordenadora da estação, Renata de Gasperi, mostrou o processo de produção de água de reúso e sua importância para a gestão dos recursos hídricos.
Para finalizar os debates desta terça, Ana Lúcia Floriano, responsável pelo programa Casa (Ciclo da Água no Saneamento), abordou educação ambiental na gestão de recursos hídricos. De acordo com Ana Lúcia, a educação ambiental se trata de uma tecnologia social para promover o engajamento comunitário no processo de gestão participativa da água. “É uma resposta da Sanasa às legislações ambientais e compromissos internacionais, como ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), Pacto Ambiental e Água e Saneamento como Direitos Humanos”, concluiu Ana Lúcia.
 
 
 
Temas como educação ambiental e usos múltiplos da água também estiveram na pauta
Temas como educação ambiental e usos múltiplos da água também estiveram na pauta
 
 
Em continuidade às apresentações dos projetos técnicos da Sanasa, durante o 8° Fórum Mundial da Água, em Brasília, nesta terça-feira, 20 de março, a sustentabilidade, os usos múltiplos da água e a educação ambiental foram os temas de destaque. O dia foi marcado também por visitas de autoridades aos espaços.
Em continuidade às apresentações dos projetos técnicos da Sanasa, durante o 8° Fórum Mundial da Água, em Brasília, nesta terça-feira, 20 de março, a sustentabilidade, os usos múltiplos da água e a educação ambiental foram os temas de destaque. O dia foi marcado também por visitas de autoridades aos espaços.
 
 
O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, esteve presente no estande do Consórcio PCJ, que tem a Sanasa como uma das patrocinadoras. Quem também passou pelo espaço foi o deputado federal Luís Lauro Filho. O governador Geraldo Alckmin também marcou presença no Fórum e concedeu entrevista coletiva no Espaço São Paulo, do Comitê PCJ.
O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, esteve presente no estande do Consórcio PCJ, que tem a Sanasa como uma das patrocinadoras. Quem também passou pelo espaço foi o deputado federal Luís Lauro Filho. O governador Geraldo Alckmin também marcou presença no Fórum e concedeu entrevista coletiva no Espaço São Paulo, do Comitê PCJ.
 
 
Prosseguindo nos trabalhos técnicos, o presidente Arly de Lara Romêo e o diretor Técnico, Marco Antônio dos Santos, mostraram, por meio de um painel, dados sobre a situação hídrica, sua importância para a população e as ações que a Sanasa vem desenvolvendo para utilizar os recursos hídricos de modo sustentável. Foram abordados o uso consciente, diminuição de perdas, desenvolvimento de tecnologias e qualificação de pessoal, entre outros tópicos.
Prosseguindo nos trabalhos técnicos, o presidente Arly de Lara Romêo e o diretor Técnico, Marco Antônio dos Santos, mostraram, por meio de um painel, dados sobre a situação hídrica, sua importância para a população e as ações que a Sanasa vem desenvolvendo para utilizar os recursos hídricos de modo sustentável. Foram abordados o uso consciente, diminuição de perdas, desenvolvimento de tecnologias e qualificação de pessoal, entre outros tópicos.
 
 
Investimentos em obras de saneamento, redução das perdas de água na distribuição, parcerias com o Aeroporto de Viracopos para utilização da água de reúso e com a cidade de Valinhos para assumir a ETE Capuava foram as ações destacadas. “Ainda está em análise a possibilidade de desenvolver um projeto que pretende criar um Centro de Pesquisas sobre a água em parceria com instituições como a Fapesp, a Unicamp, a Ceasa e o Instituto Agronômico de Campinas. O objetivo é estudar novas tecnologias que permitam avançar no saneamento”, contou o presidente. Este projeto ainda está em fase de estudo e no momento oportuno será divulgado. Neste mesmo painel, um representante do DAE Jundiaí também compartilhou a experiência dessa cidade do interior de São Paulo na utilização dos recursos hídricos.
Investimentos em obras de saneamento, redução das perdas de água na distribuição, parcerias com o Aeroporto de Viracopos para utilização da água de reúso e com a cidade de Valinhos para assumir a ETE Capuava foram as ações destacadas. “Ainda está em análise a possibilidade de desenvolver um projeto que pretende criar um Centro de Pesquisas sobre a água em parceria com instituições como a Fapesp, a Unicamp, a Ceasa e o Instituto Agronômico de Campinas. O objetivo é estudar novas tecnologias que permitam avançar no saneamento”, contou o presidente. Este projeto ainda está em fase de estudo e no momento oportuno será divulgado. Neste mesmo painel, um representante do DAE Jundiaí também compartilhou a experiência dessa cidade do interior de São Paulo na utilização dos recursos hídricos.
 
 
A Estação Produtora de Água de Reúso da Sanasa (EPAR-Capivari II) foi novamente tema de apresentação. A coordenadora da estação, Renata de Gasperi, mostrou o processo de produção de água de reúso e sua importância para a gestão dos recursos hídricos.
A Estação Produtora de Água de Reúso da Sanasa (EPAR-Capivari II) foi novamente tema de apresentação. A coordenadora da estação, Renata de Gasperi, mostrou o processo de produção de água de reúso e sua importância para a gestão dos recursos hídricos.
 
 
Para finalizar os debates desta terça, Ana Lúcia Floriano, responsável pelo programa Casa (Ciclo da Água no Saneamento), abordou educação ambiental na gestão de recursos hídricos. De acordo com Ana Lúcia, a educação ambiental se trata de uma tecnologia social para promover o engajamento comunitário no processo de gestão participativa da água. “É uma resposta da Sanasa às legislações ambientais e compromissos internacionais, como ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), Pacto Ambiental e Água e Saneamento como Direitos Humanos”, concluiu Ana Lúcia.
Para finalizar os debates desta terça, Ana Lúcia Floriano, responsável pelo programa Casa (Ciclo da Água no Saneamento), abordou educação ambiental na gestão de recursos hídricos. De acordo com Ana Lúcia, a educação ambiental se trata de uma tecnologia social para promover o engajamento comunitário no processo de gestão participativa da água. “É uma resposta da Sanasa às legislações ambientais e compromissos internacionais, como ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), Pacto Ambiental e Água e Saneamento como Direitos Humanos”, concluiu Ana Lúcia.
 
 
O Fórum segue até sexta-feira, dia 23 de março.
O Fórum segue até sexta-feira, dia 23 de março.
 
 
 
 

Geral

Multivacinação já atingiu 4.214 crianças e adolescentes em Campinas

Publicado

em

Por

Desde o dia 1º de outubro, quando teve início a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização do calendário regular, até as 12h30 deste sábado, (16/10), 6.660 crianças e adolescentes de 0 a 15 anos compareceram aos Centros de Saúde de Campinas. Deste total, 4.214 foram imunizados. O restante estava com a carteira de vacinação em dia e recebeu orientações sobre as próximas doses.

 

Do total de imunizados nesta faixa etária,1.880 são bebês de até 1 ano, 1.209 de 1 a 4 anos e 1.125, de 5 a 14. Até as 17h deste sábado, Dia V da Campanha, 65 dos 67 Centros de Saúde do município estarão abertos para atualizar o esquema vacinal. Apenas os CSs Carlos Gomes e Boa Esperança não participam da ação.

 

A Campanha Nacional de Multivacinação prossegue até 29 de outubro. Durante a semana, as vacinas são aplicadas das 8h às 11h.

Continue Lendo

Geral

Projeto idealizado pelo prefeito ganha ouro em torneio internacional

Publicado

em

Por

Os lutadores de taekwondo da Equipe Fighters foram homenageados pelo prefeito Dario Saadi nesta sexta-feira, dia 15 de outubro. O projeto social iniciado no Centro de Treinamento de Lutas, no Taquaral, mostrou que pode ser bem sucedido também em competições. No final da semana passada, conquistou seis títulos e cinco vices, na 13ª Copa América de Taekwondo, realizada em Arujá.
O secretário de Esportes, Fernando Vanin, e o vereador Igor Diego também acompanharam a cerimônia, que teve ainda as presenças dos técnicos da equipe Fighters, Sérgio Pacheco e Alberto Iha. Atletas e apoiadores, responsáveis pela logística de toda estrutura monstada para a disputa, também foram recepcionados.
O prefeito Dário Saadi estava emocionado com a presença dos técnicos e lutadores porque foi um dos mentores do projeto, quando ainda atuava na secretaria de Esportes e Lazer: “O Sério e o Alberto são os verdadeiros idealizadores do projeto. Na época, quase quatro anos atrás, eu só apoiei e pedi paciência. E felizmente, o resultado está aí”, finalizou.
A semente iniciada com apenas um aluno, hoje ultrapassada 80 participantes e a tendência é de crescimento. O secretário de Esportes e Lazer valorizou não apenas as conquistas. Fez questão de ressaltar o esporte como formador: “claro que o motivador são as conquistas. Mas é importante projetar o esporte como formador de cidadãos. E isso, o projeto tem conseguido. É motivo de orgulho para todos nós”, concluiu.

Continue Lendo

Geral

Equipe campeã da 360º nas Areias é homenageada pelo prefeito Dário Saadi

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi recebeu nesta sexta-feira, 15 de outubro, na Sala Azul do Paço Municipal, representantes da “Campinas 360° nas Areias”, equipe de handebol de praia, campeã feminina da Copa do Brasil. A competição foi disputada em João Pessoa, na Paraíba, no início do mês. É o primeiro título do projeto que tem o apoio do Fundo de Investimentos Esportivos de Campinas, Fiec.
A cerimônia contou também com a presença do secretário de Esportes e Lazer, Fernando Vanin; do vereador Igor Diego; da presidente da equipe e técnica, Juliana Saraiva. Também participaram atletas de reconhecimento internacional na modalidade, como a capitã Thaís da Silva Nascimento, eleita melhor jogadora do mundo na modalidade em 2013, além da goleira Noélia Nunes, nome que está na lista de pré convocados para a Seleção Brasileira.
Ao destacar a parceria do Projeto Campinas 360° nas Areias, voltado para a formação e competição, o prefeito Dario Saadi fez questão de ressaltar a determinação da equipe comandada pela técnica e presidente Juliana Saraiva. “É com muita alegria que recebo vocês aqui. A conquista comprova a importância da união de entidade esportiva com poder público. Vocês são pessoas comprometidas, que fazem a diferença. Campinas se orgulha deste tipo de trabalho”, ressaltou.
A ideia do projeto é se propagar cada vez mais pelos bairros de Campinas. O diferencial é oferecer espaço para a prática de esporte com orientação de pessoas competentes e especialistas na modalidade. Na base do projeto está a certeza de que a boa formação é uma das bases para a competição.
O secretario Fernando Vanin enalteceu o título, principalmente porque Campinas foi campeã contra equipes mais experientes e diante de adversários mais adaptados à modalidade. “Ser campeã frente a equipes especialistas em modalidades de praia, como o handebol, é um marco. Além disso, fazer o fomento com atletas em formação é formar cidadão”, concluiu.
A equipe feminina “Campinas 360° nas Areias” já garantiu vaga na etapa decisiva do Campeonato Brasileiro de Handebol de Praia. A competição vai ser disputada em Matinhos, Paraná, de 13 a 15 de janeiro do ano que vem.

Continue Lendo

Populares