Connect with us

Passeios & Viagens

Socorro: a cidade para quem gosta de pedalar, com fácil acesso e lindas paisagens

Publicado

em

Muitos arriscam dizer que o cicloturismo – não como existe hoje, nem com esse nome, claro – começou junto com as primeiras bicicletas que chegaram no Brasil, no início do século passado, no Rio de Janeiro, época que foram utilizadas pelas mulheres da alta sociedade para fazerem passeios e piqueniques. A chegada dos modelos tipo mountain bike no país, no fim dos anos 80, ampliou o cenário, porque foi possível explorar inúmeras estradas de terra propícias para pedalar. Hoje, com grupos organizados, agências especializadas e roteiros traçados ficou tudo mais proveitoso.

E, quem diria, a bicicleta ganhou inúmeros adeptos no último ano. Prática, sustentável e econômica, alia muito bem esporte com diversão e ainda é agradável para todas as idades. Foi a “salvação” para quem precisou manter corpo e mente sadios nos últimos meses. De acordo com dados da Associação Brasileira do Setor de Bicicletas, as vendas aumentaram 87% desde o início da pandemia até começo de dezembro de 2020, se comparado com o mesmo período do ano anterior. Na fase de flexibilização, o percentual de vendas de bikes saltou para 118%. .

Um destino que tem chamado a atenção dos bikers é a Estância Hidromineral de Socorro – localizada no Circuito das Águas Paulista e referência em aventura e ecoturismo. De fácil acesso, com infraestrutura e lindas paisagens, o município é ideal para pedalar, interagir com o meio, contemplar as belezas naturais em meio a Serra da Mantiqueira, conhecer lugares, trocar experiências, passear e relaxar. Na cidade existem vários atrativos culturais, históricos e arquitetônicos. No campo, uma natureza ímpar, com flora e fauna encantadoras durante o percurso: são mais de 1300km de caminhos rurais, trilhas e estradas de terra.

A cidade conta com aluguel de bikes, ciclovia e pista de Downhill. Tudo pronto para receber ciclistas de todas as modalidades e níveis de preparo, seja para um breve passeio ou para uma viagem de dias.

Para quem ainda não tem uma, não tem como levar ou quer comodidade, o Parque Vale das Pedras Espaço Aventura aluga bikes aro 29, com amortecedor e freio a disco hidráulico, por R$ 20 por hora, por pessoa. Funciona todos os dias, das 9h às 16h, mas é preciso agendar com antecedência. Além disso, oferece quatro roteiros: Caminho Turístico Rio do Peixe (Ciclovia Rio do Peixe) e Caminho Turístico da Pompéia, ambos com média de duas a três horas; e Centro Histórico e Caminho Turístico do Cristo, com cerca de uma hora cada. Todos indicados para pessoas que pedalam com frequência.

No Colina Bike Park existem mais de 20 trilhas, que superam os 2600m de desnível acumulado, onde os ciclistas encontram opções para todos os níveis, do iniciante aos mais experientes. Os caminhos, trilhas e single tracks são sinalizados por placas, para facilitar a localização, pois a área do complexo supera os 700 mil metros quadrados. Tudo segue as recomendações da IMBA (International Mountain Bicycling Association), que orienta acriação de trilhas sustentáveis, que não se deteriorem com erosão e se integrem ao meio ambiente. Para passeios na fazenda, o hotel conta com aluguel de bikes mais simples, a R$40 (quarenta reais) por hora.

Aos iniciantes que precisam ganhar confiança na terra são indicados os caminhos: Estrada do Sol, Trilha da Mata, Tobogã do Lago, Estrada do Caseiro, Trilha do Lago, Estrada do Lago, Estrada do Cânion, Bkpc X Mirante X BKPC. De nível médio a difícil, as trilhas Estrada das Cachoeiras, Trilha da Onça, Descida Zig-Zag e Subida Zig-Zag exigem um pouco mais de habilidade dos ciclistas para encarar subidas íngremes, pedras e curvas fechadas pelo caminho. E, para os pilotos mais experientes, a Trilha do Cânion, Buraco da Colina, Trilha do Fundão e Adventure Bikes / Colina Bike Park oferecem um pouco mais de emoção no passeio, o que incluem subidas que ultrapassam os 20% de inclinação em alguns trechos e uma das estradas mais altas da divisa entre São Paulo e Minas Gerais, com 1400m de altitude.

Para profissionais  –   Socorro sedia – há 5 anos – uma etapa da Liga Paulista de Downhill, uma importante e concorrida competição esportiva O local é a Pedra Bela Vista que tem uma trilha de Downhill, destinada apenas a atletas, que usam para treinar para provas dessa modalidade. A pista é técnica, requer conhecimento da atividade, tem por volta de 3 km e pode ser utilizada das 10h às 13h.  Atletas de fim de semana, que fazem pedal de longa distância, também são bem-vindos no parque.  A pessoa que chega pedalando, não paga entrada.

Mimo –  No roteiro, vale incluir o Rancho Pompéia, que tem um delicioso café caipira com desconto de 10% para ciclistas. A propriedade rural e familiar produz doces, geleias, pães, biscoitos e queijo. Todos inclusos no café caipira, que ao todo oferece mais de 20 itens. Focado no resgate das tradições, o objetivo é fazer lembrar aquele sabor da casa da vó, com o bolinho de chuva, bolo de maçã com canela e cuca de maçã e de banana, por exemplo. Tudo isso em uma aconchegante casa estilo colonial. O café caipira pode ser saboreado todos os dias das 8h às 11h e das 15h às 18h, para grupos de no mínimo 10 pessoas, precisa ser agendado e custa R$ 25 por pessoa; crianças de 6 a 11 anos pagam R$ 15 e até 5 anos é gratuito. 

ColinaBikePark – Hotel Fazenda Colina dos Sonhos – Caminho Turístico do Serrote – KM 12, S/N – Bairro do Serrote –  Diariamente das 8h às 20h

Parque Vale das Pedras Espaço Aventura – Caminho Turístico do Rio do Peixe, Km 03 –  Todos os dias, das 09h às 16h, com agendamento antecipado

Pedra Bela Vista – Estrada Municipal dos Cubas, s/n Dos Cubas –  Todos os dias. Para a pista, das 10h às 13h. O parque fica aberto até às19h. Quem chega de bike não paga entrada

Rancho Pompéia – Estrada da Pompéia, 3,5 km –  Todos os dias, das 8h às 11h e das 15h às 18h; grupos com no mínimo de 10 pessoas;  custa R$ 25,00 por pessoa; crianças de 6 a 11 anos pagam R$ 15 e crianças até 5 anos não pagam. 10% de desconto para bikers

Descubra Socorro: Estância Hidromineral de Socorro, a “cidade aventura”, é um dos nove municípios a integrar o Circuito das Águas Paulista. Já é referência nacional em turismo de aventura e turismo acessível e se dedica para se tornar também um destino sustentável e pet friendly. Para isso, diversas ações de conscientização são criadas e envolvem moradores, empresários e turistas. Gastronomia variada, lazer para toda família e a melhor experiência em atividades culturais e passeios cercados pelas belezas naturais da Serra da Mantiqueira. Visitas guiadas ou autoguiadas em mais de 1300km de caminhos rurais disponíveis ao público. Saiba mais:  www.socorro.tur.br 

ASTUR – A Associação de Turismo da Estância de Socorro – SP, que tem como objetivo a promoção de ações para o desenvolvimento sustentável das empresas associadas e o fomento do turismo de Socorro, sempre em consonância com o COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) da cidade. Na “Estância Hidromineral” – status conquistado por cumprir determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual, o que também dá o direito ao município de agregá-lo ao nome -, atualmente, são 60 empresas associadas de diversos setores turísticos como hospedagem, ecoturismo, atividades de aventura, turismo rural, gastronomia e compras.

Passeios & Viagens

São José da Lapa será a sede do maior parque aquático de Minas Gerais

Publicado

em

Por

Cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte, distante apenas 28 km da capital mineira, foi escolhida para receber o Aquabeat, que deve ser inaugurado no final de 2022, com piscina de ondas dupla, rio lento, toboáguas e várias outras atrações

Conhecida pela mineração de calcário, a cidade de São José da Lapa começa a ser projetada nacionalmente como um destino turístico concorrido na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O município, que fica a apenas 28 Km da capital mineira e 10 minutos do Aeroporto Internacional de Confins, foi o local escolhido para sediar o Aquabeat, que será o maior parque aquático do estado, com piscina de ondas dupla, rio lento, toboáguas de adrenalina, áreas infantis, quiosques, restaurantes, choperias e várias outras atrações.

O empreendimento, criado pelos mesmos construtores do parque aquático Minas Beach, em Raul Soares, interior de Minas Gerais, ocupará um terreno de 87 mil m² e, ainda na fase de construção, deve gerar mais de 400 empregos diretos e indiretos. As obras serão iniciadas ainda no mês de março em uma área às margens do Km 18 da rodovia MG-424, o que facilitará o acesso de visitantes oriundos de Belo Horizonte ou do Aeroporto Internacional de Confins.

De acordo com Tassar Neto, sócio do empreendimento, o local escolhido para a construção do parque não foi por acaso. “É uma localidade rica em água, ao lado de um parque ecológico e possui posição geográfica privilegiada, além da proximidade do aeroporto. A região possui clima tropical com temperaturas altas a maior parte do ano, dispondo também de belezas naturais únicas na região. São José da Lapa ainda conta com infraestrutura de excelentes rodovias pavimentadas e sem problemas de tráfego”, explica.

Prefeito comemora

Os sócios da iniciativa afirmam que a prioridade para o preenchimento das vagas para trabalhar no estabelecimento é para os habitantes de São José da Lapa, o que é motivo de comemoração para o prefeito Diego Álvaro dos Santos (Avante). “A cidade
fica muito satisfeita por receber um empreendimento como o Aquabeat, que envolve turismo, lazer, desenvolvimento econômico e, acima de tudo, criação de emprego e renda para o nosso município”, conta o chefe do executivo.

De acordo com o prefeito de São José da Lapa, a instalação do empreendimento, que tem a expectativa de receber quase 500 mil pessoas por ano, ajudará a desenvolver um setor até então não explorado pela cidade. “O nosso município está dentro da região calcária, que desenvolve atividades relacionadas aos segmentos cimenteiro e de calcinação e, junto a isso, aos serviços relacionados. Agora, passaremos a ser um polo turístico, a partir do indutor econômico que vai ser o Aquabeat, que não ficará restrito ao parque, mas impactará também na rede hoteleira, restaurantes e outros negócios que se beneficiem do turismo. E isso ajuda no crescimento da economia da cidade como um todo”, destaca Diego Álvaro do Santos (Avante).

Oportunidade

O empreendimento disponibilizou três mil títulos para os chamados sócios fundadores, que são os primeiros clientes adquirir o direito de usufruir da estrutura do parque aquático. Posteriormente, o documento poderá ser vendido para qualquer outra pessoa, o que pode se tornar uma oportunidade para investidores.

Mais informações, imagens aéreas do terreno e vídeos com a projeção de como será o empreendimento podem ser acessados pelo site www.aquabeat.com.br.

Continue Lendo

Passeios & Viagens

O que fazer em Ilhéus na Bahia?

Publicado

em

Por

Você sabe o que fazer em Ilhéus/BA quando for visitar esta cidade incrível? Assim como fizemos no texto sobre Itacaré, daremos dicas de praias, quiosques e locais interessantes para conhecer.

São pouco mais de duas horas de voo caso saia do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Importante se programar e comprar a passagem com, pelo menos, um mês de antecedência. Após isso, os valores vão aumentando gradativamente.

  • PRAIAS, QUIOSQUES E VENDEDORES AMBULANTES

A Praia dos Milionários é parada obrigatória para quem quer aproveitar o mar – que tem a temperatura ideal! É bem verdade que nos dias em que estive por lá, as ondas estavam agitadas e precisava de cuidado redobrado. Há uma grande quantidade de salva-vidas.

Quiosques como a Cabana Gabriela e a Narigas são mais conhecidas e, por consequência, mais movimentadas. Há uma grande variedade de porções, pratos para almoço, drinks e bebidas não alcoólicas.

Mas se sua ideia é menos agitação, a Cabana do Papai pode ser boa pedida, já que também conta com cardápio variado e menos aglomeração. Aliás, há certos pontos em que não há este tipo de comércio e diversos banhistas colocam seus guarda-sóis e passam o dia desta forma.

E quanto aos vendedores ambulantes, prepare-se para encontrar todo tipo de abordagem e produto. Mas até isso se transforma num charme da região e a maioria são educados e pouco evasivos.

  • OPÇÕES PARA ALIMENTAÇÃO

Fizemos um roteiro bem variado no que diz respeito ao cardápio fora dos quiosques.

  • Cabana da Empada: com opções de sucos, empadas, almoço e doces. O valor é justo e o ambiente agradável e super arejado.
  • Pizzaria Pinocchio: tem um dos melhores custos benefícios da região. O cliente pode escolher entre rodízio de massas (R$ 33,00 por pessoa) ou a la carte.
  • Kintal Pub Burger Artesanal: boa música ao vivo e um local menos badalado – para quem procura sossego. Ótimas opções de drinks e porções. Apenas o hambúrguer estava mais salgado do que deveria.
  • BurguerStock: este foi no Delivery e nos deliciamos! Com um combo que vale a pena, minha sugestão é que se deliciem com o Woodstock e o Yellow Submarine!

Se tiver tempo, passe pelo centro histórico e pela Casa de Cultura Jorge Amado e ponte Jorge Amado, só para citar alguns!

E agora, ficou mais fácil de saber o que fazer em Ilhéus? Comente com a gente!

Continue Lendo

Passeios & Viagens

O que fazer em Itacaré na Bahia?

Publicado

em

Por

Você conhece ou sabe o que fazer em Itacaré/BA? Se a resposta for não, fique tranquilo! Daremos algumas dicas a respeito desta cidade!

Desci no Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, alugamos um carro por lá e rumamos para nosso destino.

Saímos por volta das 8 da manhã e, logo no início, paramos na Fábrica Chocolate Caseiro Ilhéus e fizemos umas compras (R$ 23,00 cada 100g de chocolate). Em períodos fora da pandemia, pode-se visitar alguns pontos da fábrica e acompanhar o processo de feitura dos produtos.

A estrada é relativamente boa, com muitas paisagens e um mirante no meio do caminho.

No mirante, você estaciona o carro por R$ 10,00 e fica a vontade para tirar quantas fotos quiser – além de haver um estabelecimento onde paga-se R$ 20,00 e o valor se transforma em consumação.

Foram cerca de uma hora e meia até a Pousada Vira Canoa. Um espaço bem cuidado e cheio de vida, com valores acessíveis (pensando no grau de conforto e beleza). Além de um quarto ótimo, bar, piscina e hidromassagem, nosso pacote ainda incluía café da manhã.

O centro conta com uma infinidade de restaurantes e outros estabelecimentos – com uma vida noturna agitada, pelo menos ao que parece.

Dentre os restaurantes, conhecemos o Manga Rosa e o Núúh!! Bistrô. Dois estilos completamente diferentes de cardápio, mas que provam o cuidado e o carinho deles para com os clientes.

Mas você deve estar se perguntando… E as praias, hein?!

  • PRAIA DA CONCHA

Talvez a mais conhecida e centralizada, conta com algumas opções de Cabanas para se estabelecer enquanto curte um sol e, porque não, pede porções e faz refeições completas.

O visual tem um farol que deixa a experiência ainda mais incrível. Há quem se aventura para chegar até esta construção, mas prepare-se, pois precisará passar por diversas pedras e um caminho um tanto tortuoso.

  • PRAIA DO RESENDE

Do centro até este “Caminho das Praias” pode-se ir andando. A entrada da Praia do Resende te dá às boas vindas e prepara para toda a beleza da região. A faixa de areia não é muito grande e algumas piscinas naturais se formam, devido a grande quantidade de pedras que há no local e a força da maré.

Alugue guarda sol e cadeiras para o dia todo por R$ 20,00. Preço muito interessante e justo.

  • PRAIA DA TIRIRICA

Praia com maior faixa de areia e, também, mais frequentada que a do Resende, a Tiririca, além de exuberante, te dá a opção de caminhar pelas pedras, passar por outra pequenina praia e para chegar a nossa última parada.

  • PRAIA DO RESENDE

Água deliciosa para banho e mar agitado (por isso, cuidado), boa estrutura do quiosque e visual de encher os olhos. Para os mais radicais, pode-se fazer tirolesa e passar por cima de toda extensão de areia.

Os valores de aperitivos, refrigerantes e outros produtos, variam pouco de um local para outro. Portanto, o ideal é encontrar a praia que mais te agrade e se fixar para passar um dia inesquecível.

E você, já foi para lá? Quais outras dicas você daria para: o que fazer em Itacaré/BA

Continue Lendo









<





Populares