Connect with us

Geral

Seminário apresenta estatísticas sobre incidência de câncer em Campinas

Publicado

em

Um panorama do câncer em Campinas foi apresentado na manhã desta quinta-feira, 9 de maio, durante o primeiro Seminário do Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas, realizado no Salão Vermelho. Promovido pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas, o evento fooi destinado a gestores, médicos e enfermeiros das unidades de saúde da SMS e profissionais de unidades públicas e privadas que atendem pacientes com câncer. 

Segundo os dados apresentados, o câncer de próstata, de mama, de cólon e reto são os mais aparecem em Campinas. Entre as mulheres, o câncer de mama corresponde a 28,7% dos casos da doença na cidade, seguido de cólon e reto (12,6%) e glândula tireoide (8,25). Nos homens, o de próstata são 29,1% dos casos. O câncer de cólon e reto é o segundo tipo que mais atinge os homens, correspondendo a 11,3% dos casos da doença e, em terceiro lugar na população masculina, aparece o câncer de traqueia, brônquios e pulmões (6,7%). Os dados foram coletados nos anos de 2010 e 2011. Em 2010, foram diagnosticados 5.585 casos de câncer em Campinas e, em 2011, foram 5.607. 

De acordo com a coordenadora do Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas (RCBP), Maria do Carmo Ferreira o mais importante deste evento foi divulgar os dados de Campinas. “As estatísticas ajudam na construção de políticas públicas para o combate ao câncer e para o direcionamento de recursos para o tratamento da doença”, destacou a coordenadora. 

As informações do RCBP de Campinas são provenientes de 34 fontes notificadoras. Os dados de cinco fontes são importados do Registro Hospitalar de Câncer da Fundação Oncocentro de São Paulo (FOSP) e do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM/SMS). Nas outras 28 fontes, os registros são feitos pela equipe do RCBP conforme o atendimento do sistema de saúde de Campinas. 

O evento contou com a apresentação do Boletim de Mortalidade pela professora Marilisa Berti Barros da Faculdade de Medicina (FCM) da Unicamp. A representante do Instituto Nacional do Câncer (Inca) do Ministério da Saúde Instituto Nacional do Câncer (Inca) do Ministério da Saúde, Marceli de Oliveira Santos, abordou as estimativas e perfil do câncer no Brasil e no mundo. A última palestra do dia foi com a professora Diama Vale, também da FCM, sobre rastreamento do câncer de mama. 

O Registro de Câncer de Base Populacional de Campinas foi aprovado por lei de 2017 e tornou obrigatória a notificação de todos os casos de câncer registrados no município. Instituições de saúde, públicas ou privadas, que atendem pacientes com câncer (pacientes oncológicos) para diagnóstico ou tratamento devem informar os casos para o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa).

Com o registro é possível ter acesso a informações sobre os vários tipos de câncer, identificar grupos de risco e fazer a avaliação e acompanhamento de mortalidade, além de planejar e participar de estudos epidemiológicos. O câncer, como grupo de doenças, é responsável por 48% das mortes em Campinas, ficando atrás somente das doenças cardiovasculares.

Os dados compilados estão disponíveis na página da secretaria de Saúde no portal www.campinas.sp.gov.br.

Geral

No Dia do Médico, prefeito agradece à equipe do Mário Gatti pela dedicação

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi agradeceu nesta segunda-feira, 18 de outubro, o trabalho da equipe médica do Hospital Municipal Mário Gatti pela dedicação com que atua no atendimento à população e, especialmente, pela forma como enfrentou a sobrecarga de trabalho durante os piores momentos da pandemia. A gratidão à equipe foi manifestada durante um café da tarde no hospital, em homenagem aos profissionais, no Dia do Médico, comemorado nesta segunda-feira.
Começamos o ano com a expectativa da pandemia de certa forma controlada. Mas aí veio a segunda onda, que foi avassaladora. Chegamos a ter 238 pacientes com Covid esperando leitos de UTI e enfermaria. Eu vinha no Mário Gatti e no Ouro Verde e via a situação agoniante que os médicos e os profissionais de saúde estavam enfrentando. Tomamos algumas medidas duras de enfrentamento”, afirmou.
Entre as medidas, disse, uma teve impacto importante, que foi a requisição administrativa do Hospital Metropolitano. “Não foi fácil fazer isso, mas naquele momento não havia outra solução. Mas o mais importante foi o trabalho dos profissionais de saúde, que enfrentavam a sala vermelha lotada com macas, à espera de leitos para internar pacientes, e graças a Deus e a cada um dos profissionais, estamos superando essa situação jamais vista no sistema de saúde”, afirmou.
Para o prefeito, se hoje é possível ver um futuro melhor com o controle da pandemia, muito se deve ao trabalho incansável dos profissionais da área médica. Dário disse que tem orgulho de ser médico do Mário Gatti, hospital no qual ingressou recém-formado.
O presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni, definiu este 18 de outubro como “um dia de cumprimento e de agradecimento”, lembrando que a data é comemorada todo ano, mas que “este ano adquire um significado especial, lembrando que a equipe enfrentou dois anos de pandemia”.
Ele disse que “os médicos, enfermagem, toda a equipe de saúde suplantou a pandemia de forma gloriosa”, e ainda lembrou que muitos profissionais faleceram, perderam entes queridos ou ficaram com doenças crônicas depois de pegar Covid. “Por tudo isso, este ano o nosso agradecimento tem que ser ainda mais intenso”, completou.
Diretores e funcionários do hospital também participaram do encontro. Os vereadores Nélson Hossri e Paulo Haddad representaram o Legislativo na ocasião.

Continue Lendo

Geral

Fim de semana com teatro e esporte encerra programação do Mês das Crianças

Publicado

em

Por

A programação do Mês das Crianças termina neste final de semana com show de trapezistas, show dog, apresentação da minicidade da Emdec e uma série de oficinas de esporte. Todas as atividades são gratuitas e agendadas para o sábado e o domingo, das 8h às 12h, na Praça de Esportes Tancredo Neves e no Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim. A realização é conjunta das secretarias de Cultura e Turismo e de Esportes e Lazer de Campinas.
A criançada vai poder ver o Show Dog da Guarda Municipal, a Minicidade da Emdec e participar das oficinas de futsal, basquete e jiu-jitsu. Os irmãos Sabatino, artistas e trapezistas, apresentam nos dois dias o espetáculo “O Maior Artista da Terra” e “O Carteiro e a Bicicleta Acrobática”.
O Maior Artista da Terra é o primeiro espetáculo autoral dos irmãos Sabatino. Grande sucesso de público, este espetáculo surpreende pela simpatia, carisma, precisão e destreza. Com esquetes, cascatas, improvisos, personagens inusitados, a narrativa é cheia de reviravoltas e palhaçadas, um hub de criatividade e ação, trazendo o que o circo tem de melhor.
O Carteiro e a Bicicleta Acrobática é o mais novo espetáculo da companhia. Uma peça que resgata a moda antiga dos carteiros e do envio de cartas. Com uma bicicleta, muitas encomendas, tons poéticos apoiados pela trilha sonora, a obra surpreende o público quando manobras, equilíbrios e acrobacias na bicicleta revelam a intimidade e a conexão entre personagem e bike.
Confira a programação
23/10
Praça de esportes Tancredo Neves
Avenida das Amoreiras 4445 – Jd. Novo Campos Elíseos
8h-12h
Oficina de futsal
Oficina de basquete
Aula aberta de Jiu-jítsu
Atividades Braille
Minicidade – Emdec
Apresentações
9h – Show Dog- GM
10h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
11h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
24/10
Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim
R. Raul Teixeira Penteado, 2 – Vila Brandina.
8h-12h – Minicidade – Emdec
10h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
11h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática

Continue Lendo

Geral

Sancionada lei que desburocratiza análise de habitação de interesse social

Publicado

em

Por

O projeto de lei complementar 44/20, que disciplina a implantação do Empreendimento Habitacional de Interesse Social (EHIS), foi sancionado pelo prefeito Dário Saadi, conforme publicação no Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira, 18 de outubro. O texto da lei, elaborado com a participação da Companhia Habitação Popular de Campinas (Cohab), entra em vigor a partir de hoje, mas ainda passará por regulamentação.
O PL foi encaminhado pelo Executivo e tem como foco impulsionar novos projetos de empreendimentos de interesse social. Dessa forma, as novas regras têm potencial para aumentar a oferta de unidades habitacionais destinadas à população de baixa renda.
A nova lei tem regras urbanísticas/construtivas mais simples, com o objetivo de agilizar os processos e ampliar a atração do setor privado para investir em empreendimentos de interesse social, fortalecendo a política habitacional da cidade. A publicação no DOM detalha os benefícios previstos com as alterações.
A intenção é que as novas medidas possam reduzir o valor de imóveis e aumentar as oportunidades de aquisição para quem sonha com a casa própria. E, ao estimular a construção civil, também impulsionar a geração de empregos no setor.
As regras da nova lei valem para requerimentos com entrada a partir desta publicação no Diário Oficial, em 18 de outubro. No entanto, as empresas que estiverem com processos em andamento podem solicitar que a análise seja feita sob a nova legislação. O pedido para a mudança deve ser feito em até 180 dias a partir da publicação da lei.
O EHIS é direcionado a famílias com renda de até dez salários-mínimos. Para até seis salários, há benefícios fiscais, como isenção de ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e ISS (Imposto Sobre Serviços).

Continue Lendo

Populares