Connect with us

Geral

Semana Guilherme de Almeida reverencia o talento do poeta campineiro

Publicado

em

A arte, a poesia, a literatura e a cultura foram os destaques da abertura da Semana Guilherme de Almeida, na manhã desta segunda-feira, 4 de julho. As atividades foram realizadas justamente na histórica praça que leva o nome do poeta campineiro, localizada em frente ao Palácio da Justiça.

A largada na programação lembrou o talento do poeta, considerado um dos maiores da história do país, convidou os campineiros a admirarem sua arte, e Campinas a se orgulhar do filho famoso. O numeroso conjunto de entidades que participa da Semana mostra que o autor do Hino do Expedicionário – aquele que fala de um lindo Brasil de praias sedosas, montanhas alterosas, pampa e seringal, margens crespas dos rios e verdes mares bravios – não está esquecido.

A Semana Guilherme de Almeida acontece de 4 a 11 de julho, com várias atividades abertas ao público. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, por meio da Coordenadoria Departamental de Bibliotecas e da comissão organizadora, promove o evento, que este ano volta a ser presencial, depois de homenagens on-line em 2020 e 2021. A Semana Guilherme de Almeida é realizada anualmente, conforme a Lei Municipal 10.138, de 25 de junho de 1999.
A solenidade de abertura da Semana teve a presença da secretária municipal de Cultura e Turismo, Alexandra Caprioli; do diretor de Cultura, Gabriel Rapassi, e dos membros da comissão organizadora da Semana, que reúne 16 entidades. O vereador Luiz Carlos Rossini participou em nome da Câmara Municipal.

A Secretaria Municipal de Educação participa da Semana com os alunos da rede, que estarão no workshop e na oficina para concurso de haicais.

Poesia na bandeja
As obras do poeta foram lembradas em declamações na praça. Mas as poesias e haicais de Guilherme de Almeida também foram oferecidos ao público na bandeja, literalmente: impressos, eram distribuídos ao público, que desdobrava o presente. Apresentação musical com a Banda EsPCEx e o Conservatório Carlos Gomes, varal de haicais e doações de livros pela Associação OndulArte e Coordenadoria de Bibliotecas completaram o programa da manhã desta segunda-feira.

Publicidade

A secretária municipal de Cultura e Turismo, Alexandra Caprioli, agradeceu a toda a comissão organizadora por “aproximar a população da poesia, proporcionar mais cultura e arte, honrando e elevando o nome do poeta campineiro”.

Neste período, a gente reflete sobre a importância de falar de arte, de poesia, e, por meio disso, tocar a vida das pessoas. Temos que olhar esse momento que a gente vive, tão ligados nas redes sociais, quando, por vezes, deixamos de lado a literatura e a poesia, esquecendo quão necessárias são para as nossas vidas”, disse.

A coordenadora departamental de Bibliotecas, Renata Alexsandra da Silva, explicou que a programação acontece em vários lugares, aproximando a vida e a memória de Guilherme de Almeida das pessoas. Ela destacou a participação dos “poetas vivos, que estão na cidade, e que também participam da Semana, ao longo da programação”.

Na abertura, senhoras vestidas com roupas de época e representando a arte moderna, recebiam o público. A performance estava de acordo com o tema deste ano: a Semana Guilherme de Almeida e da Arte Moderna.

Programação
A programação foi elaborada de forma a reunir atividades diversificadas, com poesia e arte abertas ao público, concurso de haicais (poema curto de origem japonesa, forma de poesia praticada por Guilherme de Almeida) com alunos da rede municipal, saraus, declamação, exposições. Contempla, ainda, palestras e debates sobre a vida, a trajetória e as obras do poeta campineiro.

Publicidade

Ao longo da Semana, entre outros destaques, haverá um bate papo com o museólogo da Casa Guilherme de Almeida e coordenador do CAE (Coordenadoria de Apoio ao Escritor) do Museu Casa das Rosas, na Biblioteca Municipal Prof. Ernesto Manoel Zink. Também constam da programação novos episódios radiofônicos na Rádio Educativa FM 101.9.

A programação completa e mais informações sobre a Semana estão disponíveis em https://semanaguilhermedea.wixsite.com/2022.

Príncipe dos Poetas Brasileiros
Guilherme de Almeida, poeta e ensaísta, nasceu em Campinas, em 24 de julho de 1890, e faleceu em São Paulo, em 11 de julho de 1969. Filho do jurista e professor de Direito Estevam de Almeida, estudou nos ginásios Culto à Ciência, de Campinas, e São Bento e Nossa Senhora do Carmo, de São Paulo. Cursou a Faculdade de Direito de São Paulo, onde formou-se bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, em 1912. Dedicou-se à advocacia e à imprensa em São Paulo e no Rio de Janeiro. Foi redator de O Estado de São Paulo, diretor da Folha da Manhã e da Folha da Noite, fundador do Jornal de São Paulo e redator do Diário de São Paulo.

A publicação do livro de poesias “Nós” (1917), início de sua carreira literária, e dos que se seguiram, até 1922, de inspiração romântica, colocou-o entre os maiores líricos brasileiros. Em 1922, participou da Semana de Arte Moderna, fundando depois a revista Klaxon.

Percorreu o Brasil difundindo as ideias da renovação artística e literária, em conferências e artigos, adotando a linha nacionalista do Modernismo, segundo a tese de que a poesia brasileira “deve ser de exportação e não de importação”. Os seus livros “Meu” e “Raça” (1925) exprimem essa orientação fiel à temática brasileira.

Publicidade

A sua entrada na Casa de Machado de Assis significou a abertura das portas aos modernistas. Formou, com Cassiano Ricardo, Manuel Bandeira, Menotti del Picchia e Alceu Amoroso Lima, o grupo dos que lideraram a renovação da Academia Brasileira de Letras. Em concurso organizado pelo Correio da Manhã foi eleito, em 16 de setembro de 1959, “Príncipe dos Poetas Brasileiros”.

Foi membro da Academia Paulista de Letras; do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo; do Seminário de Estudos Galegos, de Santiago de Compostela; e do Instituto de Coimbra. Traduziu, entre outros, os poetas Paul Géraldy, Rabindranath Tagore, Charles Baudelaire, Paul Verlaine e, também, a peça “Entre quatro paredes”, de Jean Paul Sartre.

Comissão organizadora
A comissão organizadora da “Semana Guilherme de Almeida e da Arte Moderna” é composta pela Academia Campineira de Letras, Ciências e Artes das Forças Armadas; Academia Campineira de Letras e Artes; Academia Campinense de Letras; Associação Brasileira Carlos Gomes de Artistas Líricos; Associação Lítero-Sócio-Cultural OndulArte; Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro; Ateliê Lisa França; Biblioteca Pública Distrital de Sousas “Guilherme de Almeida”; Câmara Municipal de Campinas; Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura; Casa Guilherme de Almeida – Centro de Estudos de Tradução Literária; Centro de Ciências, Letras e Artes; Companhia Teatral Cenarte Produções Artísticas; Conservatório Carlos Gomes; Coordenadoria Departamental de Bibliotecas Públicas de Campinas; MMDC Campinas; Rotary Clube de Campinas Cambuí; Secretaria Municipal da Educação; Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e União Brasileira de Trovadores UBT Seção Campinas.

Geral

Prefeitura homologa licitação para pavimentação no Jardim Monte Líbano

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Administração, homologou o processo licitatório para execução de obras de pavimentação e drenagem do Jardim Monte Líbano, região Sul da cidade. Serão pavimentados três quilômetros de vias. Ação faz parte do Programa Meu Bairro Bem Melhor 2.

O valor do contrato ultrapassa os R$ 7 milhões. A homologação do processo foi publicada na edição desta terça-feira, 16 de agosto, do Diário Oficial do Município.

A empresa vencedora do pregão foi a GLM7 Engenharia Construções Ltda. Nos próximos 15 dias ocorre a autorização da despesa pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e, na sequência, a assinatura do contrato.

Conforme o secretário da Seinfra, Carlos José Barreiro, até o momento foram homologados quatro processos licitatórios para execução de obras de pavimentação e drenagem. São mais de 14 quilômetros de vias pavimentadas, além da implantação de mais de 12 quilômetros de rede de drenagem, com investimento da ordem de R$ 28 milhões.

A Secretaria já autorizou despesa para a execução das obras do Jardim Itayu e Sul América. Em breve, assinaremos as ordens de serviço e consequente início do trabalho”, detalhou o secretário.

Publicidade

Meu Bairro Bem Melhor 2
O programa Meu Bairro Bem Melhor 2, lançado em setembro do ano passado, faz parte do Paes (Programa de Ativação Econômica e Social) e vai beneficiar cerca de 40 mil moradores de 13 bairros da cidade. A previsão é executar mais de 35 km de rede de drenagem e mais de 50 km de pavimentação de vias.

Além dos bairros que já tiveram a licitação homologada, também serão beneficiados o Vila Palmeiras; Jardim Campo Belo 1, 2 e 3; Parque Centenário; Jardim Campina Grande; Jardim Lisa 2; Jardim Satélite Íris 2 e Parque dos Pomares.

Informações
Jardim Monte Líbano – Região Sul
Investimento: R$ 7,2 milhões (R$7. 219. 631,48)
Pavimentação de vias: 3 quilômetros (23.300 metros quadrados)
Rede de drenagem: 2,5 quilômetros
População beneficiada: 1 mil pessoas.

Continue Lendo

Geral

Prefeito participa do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi participou, na manhã desta terça-feira, 16 de agosto, do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto, uma iniciativa nacional por mais e melhores negócios. O evento, realizado no Espaço Mescla da PUC Campinas, reuniu representantes da universidade, do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), da Fundação Feac e da Fundação Educar.
O objetivo do projeto é atrair para a cidade negócios nos setores de incubadoras, aceleradoras, parques tecnológicos, startups, hubs de negócios, instituições de ensino superior, empresas e outras organizações que apoiam empreendedores comprometidos a estruturar negócios que resolvam problemas sociais e ambientais.
Para o prefeito, essa é uma iniciativa fantástica que tem como foco o empreendedorismo na transformação social. “Campinas foi uma das seis cidades do Brasil escolhidas para o lançamento desse programa que visa transformar o empresário num modificador do cenário social”, ressaltou.
O anfitrião do evento, professor Germano Rigacci Júnior, reitor da PUC Campinas, destacou a inclusão de Campinas na Coalizão pelo Impacto. “Temos que estar sempre envolvidos com projetos que gerem impacto social. Estamos juntos com a Feac que, como a nossa universidade, tem tradição de promover projetos sociais em áreas de vulnerabilidade social na cidade de Campinas”, disse. “A Coalizão pelo Impacto vem ao encontro do que nos inspira – o cuidado que devemos ter com a natureza, com as pessoas no sentido de promover a dignidade humana e promover o cuidado com o meio ambiente”, completou.
A Coalizão pelo Impacto é uma ação do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto Helda Gerdau, Instituto Humanize e a Somos Um. O programa conta com parceria estratégica da Cosan, Fundação Feac, Fundação Educar, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Instituto Sabin e Raia Drogasil. As ações de Campinas estão sob a coordenação do Impact Hub São Paulo e contam com apoio também da PUC Campinas.
Sobre Coalização pelo Impacto
Em cinco anos, a Coalizão pelo Impacto pretende mobilizar R$ 21,5 milhões em recursos filantrópicos para construção da infraestrutura do ecossistema de impacto nas seis cidades escolhidas – Campinas (SP), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Belém (PA) e Paranaguá (PR). Os recursos serão obtidos por meio do apoio a organizações dinamizadoras de impacto.
A expectativa é fortalecer 500 negócios de impacto.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Campinas divulga resultados de dois concursos públicos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 16 de agosto, os resultados dos concursos para agente de educação infantil e para o saúde/geral. O Diário Oficial está disponível no www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/ .

Os candidatos ao cargo de agente de educação infantil podem consultar o resultado das questões dissertativas da prova de conhecimentos, a nota de corte das questões objetivas e a relação dos candidatos habilitados para a correção dessas questões.

Quem discordar dos resultados pode entrar com um recurso, nos dias 17 e 18, pelo site da Vunesp (www.vunesp.com.br).

Saúde/geral
No caso do concurso da saúde e cargos gerais, os candidatos terão acesso aos resultados dos recursos contra a aplicação da prova e contra o gabarito, além da pontuação na prova objetiva e do gabarito atualizado para alguns cargos, após análise dos recursos.

São três listas. Na primeira, constam os candidatos habilitados inicialmente com base em um dos critérios do edital, ou seja, que obtiveram nota mínima; na segunda, os que não atingiram a nota mínima e foram eliminados e na terceira os que faltaram à prova”, explicou Juliana Miorin, coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção.

Publicidade

Para o resultado da prova objetiva, os candidatos também têm direito a recursos, que pode ser protocolado nos dias 17 e 18 de agosto, no site da Vunesp (vunesp.com.br).

Continue Lendo

Populares