Connect with us

Geral

Secretaria de Saúde reabre agendamento para vacinação contra Covid-19

Publicado

em

Campinas reabre a partir das 14 horas desta quarta-feira, dia 26 de maio, o agendamento para vacinação contra Covid-19 a vários grupos prioritários. O agendamento deve ser feito pelo site vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. O Centro de Saúde está disponível para marcar o horário a quem tiver dificuldade.

 

O que muda?

 

O grupo de pessoas com comorbidades (doenças crônicas) foi ampliado para pessoas a partir de 35 anos de idade. Para os estudantes da área de saúde (escolas de Campinas) com 18 anos de idade ou mais, também foi ampliado o acesso, mesmo que não estejam fazendo estágio. A medida tem o objetivo de viabilizar a vacina considerando que os alunos farão estágios em breve.

Publicidade

 

 

Demais grupos

 

 

Publicidade

Também podem fazer o agendamento: motoristas e cobradores de ônibus municipal e intermunicipal (com comprovante de vacina já com QR Code); pessoas a partir de 60 anos; profissionais da Educação a partir de 47 anos (também com QR Code). Outros grupos, sempre a partir de 18 anos, também podem agendar, como gestantes e puérperas que são profissionais ou trabalhadoras da saúde; gestantes e puérperas com comorbidades; pessoas com Deficiência Permanente Grave que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC); pacientes em terapia renal substitutiva e pacientes transplantados: coração, pulmão, rim, fígado ou pâncreas; pessoas com síndrome de Down; profissionais e trabalhadores da saúde.

 

Pessoas com comorbidades – o que está incluído

 

– Doenças Cardiovasculares (aquelas que afetam o coração e os vasos sanguíneos):

Publicidade

 

 

– Insuficiência cardíaca: “Coração Inchado”, Doença de Chagas com problema de coração;

 

 

Publicidade

– Doenças do pulmão que afetam o coração e aumento da pressão dos vasos do pulmão;

– Pessoas com pressão alta há muito tempo;

 

 

– Doenças crônicas do coração (pessoas que já infartaram, que têm “angina”);

Publicidade

 

 

– Doenças das válvulas cardíacas, como ‘sopro grave’ no coração;

 

 

Publicidade

– Problemas no coração;

 

 

– Problemas graves em veias e artérias como aneurismas e próteses de artérias;

 

Publicidade

 

– Arritmias (“coração batendo fora do ritmo”);

 

 

– Pessoas que têm doenças no coração desde que nasceram;

Publicidade

 

 

– Pacientes que têm marca-passos, válvulas e stents no coração.

 

 

Publicidade

 

Doenças crônicas:

 

 

– Diabetes

Publicidade

 

 

– Obesidade mórbida – são pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40

 

 

Publicidade

– Cirrose no fígado

 

 

– Doenças crônicas graves do pulmão (“bronquite crônica”, bronquite pelo tabagismo, “enfisema”, asmáticos que já foram internados e usam corticoides)

 

Publicidade

 

– Pressão alta (com uso de medicamento contínuo)

– Todos os pacientes que tiveram “derrame”, aneurisma

 

 

Publicidade

– Problemas de rim (“rim que não funciona direito”)

 

 

– Doenças do sangue como anemia falciforme e talassemia maior

 

Publicidade

 

– Doença neurológica crônica

 

 

Imunossuprimidos:

Publicidade

 

 

– Pessoas com HIV

 

 

Publicidade

– “Reumatismo” e lúpus usando remédio que ‘abaixa’ imunidade

 

 

– Outras doenças em que é preciso usar remédios que ‘abaixam’ a imunidade

 

Publicidade

 

– Pacientes com câncer em radioterapia ou quimioterapia nos últimos seis meses

 

 

– Pacientes com câncer no sangue: leucemia, linfomas e mieloma múltiplo

Publicidade

 

 

Doença neurológica crônica

 

A pessoa com doença crônica (comorbidade) deve apresentar:

Publicidade

 

 

– Declaração ou receita do médico com assinatura e CRM (registro).

 

 

Publicidade

– Também valem receitas de medicamentos para pressão, para diabetes ou remédios que “abaixam” a imunidade.

 

 

– Ou resultados de exames que mostram algumas dessas doenças também servem, como eletrocardiograma, tomografia, ultrassom, ecocardiograma, entre outros.

 

Publicidade

 

– Ou, ainda, para facilitar, a pessoa pode pedir para o médico preencher o Formulário Médico Padrão para Indicação de Vacina Contra a COVID-19. Ele facilita a triagem no Centro de Vacinação e comprova a doença que o paciente tem. É possível imprimir e levar para o médico só assinalar e carimbar com o CRM. Está disponível no link abaixo:

 

 

https://vacina.campinas.sp.gov.br/sites/vacina.campinas.sp.gov.br/files/VacinaCOVID-19_FormularioMedicoParaVacinacaoComorbidadesCampinas2021_EDICAO2_21maio2021.pdf

Publicidade

 

 

No dia da imunização, é preciso apresentar:

 

 

Publicidade

– O comprovante emitido no final do agendamento, documento com foto, comprovante de endereço e documento médico atestando que possui uma das comorbidades prioritárias para a vacinação.

 

 

Documentação para os outros grupos 

 

Publicidade

Todas as pessoas que vão se vacinar devem levar documento com foto, comprovante de endereço (exceto em casos específicos como estagiários da área da saúde e pacientes em terapia renal em Campinas) e comprovantes específicos de acordo com sua categoria. Confira no site vacina.campinas.sp.gov.br quando for fazer o seu agendamento.

 

 

Intervalo entre a vacina da gripe e a da Covid

 

Publicidade

 

Quem tomou a vacina contra a gripe precisa esperar 14 dias para tomar a vacina contra a Covid. O mesmo vale se for o contrário: só depois de 14 dias de ter tomado a vacina contra Covid é que a pessoa pode tomar a da gripe.

 

 

Balanço Vacinação contra Covid-19

Publicidade

 

 

Até o momento, já foram aplicadas 448.096 doses de vacina contra a Covid-19 em Campinas, sendo 295.203 de primeira dose e 152.893 de segunda dose.

 

 

Publicidade

 

 

 

 

 

Publicidade

 

Geral

Força-tarefa do Mário Gatti faz cirurgias pediátricas neste sábado, 13

Publicado

em

Por

O Hospital Municipal Dr. Mário Gatti realiza nesse sábado, dia 13 de agosto, uma força-tarefa para a realização de cirurgias pediátricas. Serão realizados 26 procedimentos, das 9h às 17h, em regime de internação leito dia, em que o paciente tem alta no mesmo dia.

 

 

O critério de convocação dos pacientes foi o tempo de espera pelo procedimento e a disponibilidade da família. O mutirão é parte das medidas que estão sendo adotadas pela Rede Mário Gatti para atender a demanda por cirurgias programadas em diversas especialidades e que ficou reprimida durante a pandemia.

 

Publicidade

 

A proposta inicial, segundo o cirurgião pediátrico Renato Bonfá, era realizar 30 postectomias – cirurgia de fimose. “Tivemos dificuldade em convocar os pacientes porque muitas famílias não aceitaram realizar a cirurgia no final de semana e decidiram adiar. Assim, outros procedimentos foram incluídos na força-tarefa”, informou.

 

 

Nesse sábado, 12 crianças passarão pelo procedimento, que consiste em retirar o excesso de pele e o anel fibroso que recobrem o pênis e podem prejudicar sua exposição normal. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a estimativa é de que 97% dos meninos nascem com a fimose e, na maioria das vezes, melhora espontaneamente. Esse número cai para cerca de 10% aos 3 anos de idade e gira em torno de 1% a 3% nos adolescentes.

Publicidade

 

 

Outras 10 serão submetidas à frenulectomia, cirurgia para correção de anomalia congênita mais conhecida como “língua presa” — é caracterizada por freio lingual muito curto e que resulta em graus variáveis de diminuição da mobilidade lingual.

 

 

Publicidade

Serão realizadas também cirurgia de hérnia umbilical – saliência que aparece na região do umbigo e que é formada por gordura ou por parte do intestino que conseguiu atravessar o músculo abdominal. Outros procedimentos serão de exerese de dedo extra, uma anomalia congênita, na qual a criança nasce com mais de cinco dedos na mão; exerese de granuloma (remoção de um processo inflamatório do corpo a um corpo estranho) e retirada e sutura de unha.

Continue Lendo

Geral

Castro Mendes terá espetáculo gratuito de dança contemporânea no dia 19/08

Publicado

em

Por

O Teatro Municipal Castro Mendes será palco da obra “Verdades Tropicais”, no dia 19 de agosto, às 20h, com entrada franca. Trata-se de uma obra de dança contemporânea que provoca uma reflexão sobre a escolha e/ou vocação do povo brasileiro para a alegria.

 

 

Após a apresentação da obra, o evento contará com a presença de grupos convidados que se juntarão ao Laboratório da Dança Fernanda Araújo em uma Gala com apresentações diversas de trabalhos premiados em festivais e em circulação na região.

 

Publicidade

Entre os grupos convidados estão Academia de Danças Viva Arte e Projeto Arco-Íris Dança e Cultura, Companhia de Dança Vanessa França, Grupo IAD – Lina Penteado e Independente Grupo de Dança Cláudia Pereira.

 

 

“Verdades Tropicais” é um projeto do Laboratório da Dança Fernanda Araújo inscrito e aprovado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Economia Criativa através do Proac Editais nº 05/2021 – Referente a Circulação de Dança. Tem a produção de Thaís Godoy, concepção, direção geral e artística de Fernanda Araujo e apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campinas.

 

Publicidade

 

Serviço

 

Espetáculo de dança contemporânea “Verdades Tropicais”

 

Publicidade

Dia: 19 de agosto

 

Hora: 20h

 

Local: Teatro José de Castro Mendes

Publicidade

 

Endereço: Rua Conselheiro Gomide, nº 62, na Vila Industrial

 

Os ingressos são gratuitos e poderão ser retirados na bilheteria do teatro uma hora antes do evento.

Mais informações sobre a obra podem ser acessadas no site www.cialdd.com/verdadestropicais

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Emdec faz operação para a etapa Padre Anchieta da corrida dos distritos

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) fará uma operação especial de trânsito e transporte para apoiar a etapa Padre Anchieta do “Circuito de Corridas dos Distritos de Campinas 2022”. É a segunda prova do circuito deste ano, que começou em julho, com a etapa no Campo Grande. A prova de rua ocorre no domingo, dia 14 de agosto, com início às 7h30. 

 

 

A concentração, largada e chegada será da Praça da Integração. São 6 km de corrida ou caminhada, com trajeto pela Avenida Papa João Paulo II (contrafluxo); ruas Papa São Nicolau I, São Matias, Sebastião Polo, Novotel, Amélia Rodrigues Coelho, Olívia Valeriano Rosa, José Mendonça, Renato Mendonça, Vladimir Pinto, Apóstolo Mateus, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Amparo, Papa São Nicolau I até a Papa Virgílio; e retorna pela Papa São Nicolau I, Nossa Senhora do Amparo, Papa João Paulo II, acessando a Praça da Integração. 

 

Publicidade

 

As ações operacionais da Emdec começam a partir das 6h, com o monitoramento do local de concentração. Às 6h30, as sinalizações serão levadas aos pontos de bloqueio. Às 7h, os agentes da Mobilidade Urbana já estará posicionados nos pontos de bloqueios e ao longo do trajeto da prova. Serão 30 cruzamentos operacionalizados. 

 

 

A Rua Papa São Nicolau I terá bloqueio total, no trecho entre a Avenida Papa João Paulo II e Rua São Matias. O trecho da Rua São Matias, até a Rua Apóstolo Mateus, será compartilhado entre os atletas e veículos, com os competidores no lado direito da via. 

Publicidade

 

 

Na Rua Nossa Senhora da Conceição, entre as ruas Lima Barreto e Nossa Senhora das Dores, também será compartilhado; e haverá operação comporta (libera uma passagem, fecha a outra). Na Rua Nossa Senhora das Dores, entre as ruas Nossa Senhora da Conceição e Papa Santo Eugênio I, os atletas irão do lado direito da via, com os ônibus e demais veículos seguindo o mesmo sentido da corrida, no contrafluxo. O trânsito no sentido bairro – Centro será desviado para as vias Papa Santo Eugênio I e José Tavares Guimarães. 

 

 

Publicidade

O trecho da Rua Nossa Senhora das Dores, entre Papa Santo Eugênio I e Papa João Paulo II, e da Avenida Papa João Paulo II, entre Nossa Senhora das Dores e Papa São Nicolau I, será compartilhado entre corredores e veículos. 

 

 

Transporte 

 

Publicidade

Por conta dos bloqueios viários, haverá impactos nos itinerários de seis linhas de ônibus do transporte público coletivo. São elas: 250 – Boa Vista, 260 – Nova Aparecida / Shopping Iguatemi, 261 – Padre Anchieta I, 263 – Terminal Padre Anchieta, 264 – Vila Padre Anchieta e 266 – Parque São Jorge / Hospital das Clínicas.

 

 

Cerca de 30 agentes da Emdec atuam na operacionalização do trânsito e do transporte; além de equipes semafóricas e da Divisão de Controle Operacional. Dúvidas sobre a circulação podem ser esclarecidas pelo telefone 118, o “Fale Conosco Emdec”. No caso de chamadas realizadas a partir de outra cidade ou DDD, o telefone é (19) 3731-2910.

Publicidade
Continue Lendo

Populares