Connect with us

Geral

Saúde realiza ações contra raiva a partir desta terça na região Norte

Publicado

em

A Secretaria de Saúde de Campinas, por meio da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), Vigilância em Saúde (Visa) Norte e Centro de Saúde Boa Vista, realiza, a partir desta terça-feira, 8 de maio, um plano de ações contra a raiva em parte dos bairros Vila Boa Vista e Parque Via Norte. As atividades acontecerão entre 9h e 12h até a próxima quinta-feira, 10 de maio.

 

De acordo com a médica veterinária Tosca de Lucca, da Visa Norte, as medidas foram desencadeadas depois da confirmação de um caso de raiva em morcego na divisa dos dois bairros.

 

As ações incluem visitas em cerca de 2,3 mil imóveis para orientação da população, levantamento do número de cães e gatos e a situação vacinal desses animais.

 

 

Em caso de chuva, as atividades serão transferidas para outras datas.

 

 

Barão Geraldo

 

No final de abril, as equipes da Visa Norte e do Centro de Saúde Barão Geraldo visitaram 1,7 mil imóveis no distrito depois da confirmação de raiva em três morcegos. Nesta segunda-feira, 7 de maio, foi montado um estande no CS para ampliar a orientação à população.

 

 

 

Vacinação

 

 

Em Campinas, há dois postos fixos para a vacinação de cães e gatos, instalados na sede da UVZ (Rua dr César Paranhos de Godoy, 333, no Jardim Chapadão) e no Departamento de Proteção e Bem Estar Animal (DPBEA), que fica na Rua das Sapucaias, 115, na Vila Boa Vista. O primeiro funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e o segundo, das 9h às 11h e das 13h às 16h, também de segunda a sexta.

 

 

Basta comparecer aos locais levando os animais e, se tiver, as carteiras de vacinação. Devem ser vacinados animais a partir de três meses de idade. A vacina é anual e gratuita.

 

 

De acordo com Tosca de Lucca, a preocupação atual é com a possibilidade da transmissão da raiva por meio de morcegos. “Todos os anos Campinas registra casos de morcegos infectados pelo vírus da raiva na área urbana. Estes animais se alimentam de frutos e insetos, mas podem, uma vez infectados, transmitir o vírus a animais e ao ser humano”, explica.

 

 

A veterinária ressalta que a vacina é necessária até para os animais que não saem de casa, pois os morcegos podem entrar em contato com eles dentro dos imóveis.

 

 

Precauções

 

 

Em caso de morcegos mortos ou comportamento estranho dos animais, a população deve acionar a UVZ por meio do telefone (19) 3245-1219, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Fora destes horários, a Defesa Civil pode ser acionada pelo telefone 199.

 

 

Tosca explica que é considerado comportamento estranho os morcegos que voam durante o dia, que ficam pendurados em locais com a incidência direta de luz solar ou que estejam caídos no chão. A orientação da Secretaria de Saúde é nunca tocar em um morcego.

 

 

Casos

Neste ano foram confirmados quatro casos de raiva em morcegos, sendo três em Barão Geraldo e um na divisa entre a Vila Boa Vista e o Parque Via Norte. Em 2017, foram confirmados 23 morcegos com raiva.

 

Em 2015, Campinas registrou um caso de raiva canina, 33 anos após o último registro em animais desta espécie. O isolamento viral indicou que este cão foi infectado com o vírus da raiva transmitido por morcegos.

 

Em 2014, depois de 15 anos, foi registrado um caso de raiva felina na região Norte do município. Em 2016, outro caso da doença em gato foi confirmado na região Sudoeste. Nos dois casos, os animais contraíram o vírus de morcegos.

 

A raiva é uma doença letal em 100% dos casos, inclusive nos humanos. Por isso, a vacina anual em cães e gatos é importante. Em Campinas, o último caso da doença em humanos aconteceu em 1981.

Geral

Fim de semana com teatro e esporte encerra programação do Mês das Crianças

Publicado

em

Por

A programação do Mês das Crianças termina neste final de semana com show de trapezistas, show dog, apresentação da minicidade da Emdec e uma série de oficinas de esporte. Todas as atividades são gratuitas e agendadas para o sábado e o domingo, das 8h às 12h, na Praça de Esportes Tancredo Neves e no Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim. A realização é conjunta das secretarias de Cultura e Turismo e de Esportes e Lazer de Campinas.
A criançada vai poder ver o Show Dog da Guarda Municipal, a Minicidade da Emdec e participar das oficinas de futsal, basquete e jiu-jitsu. Os irmãos Sabatino, artistas e trapezistas, apresentam nos dois dias o espetáculo “O Maior Artista da Terra” e “O Carteiro e a Bicicleta Acrobática”.
O Maior Artista da Terra é o primeiro espetáculo autoral dos irmãos Sabatino. Grande sucesso de público, este espetáculo surpreende pela simpatia, carisma, precisão e destreza. Com esquetes, cascatas, improvisos, personagens inusitados, a narrativa é cheia de reviravoltas e palhaçadas, um hub de criatividade e ação, trazendo o que o circo tem de melhor.
O Carteiro e a Bicicleta Acrobática é o mais novo espetáculo da companhia. Uma peça que resgata a moda antiga dos carteiros e do envio de cartas. Com uma bicicleta, muitas encomendas, tons poéticos apoiados pela trilha sonora, a obra surpreende o público quando manobras, equilíbrios e acrobacias na bicicleta revelam a intimidade e a conexão entre personagem e bike.
Confira a programação
23/10
Praça de esportes Tancredo Neves
Avenida das Amoreiras 4445 – Jd. Novo Campos Elíseos
8h-12h
Oficina de futsal
Oficina de basquete
Aula aberta de Jiu-jítsu
Atividades Braille
Minicidade – Emdec
Apresentações
9h – Show Dog- GM
10h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
11h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
24/10
Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim
R. Raul Teixeira Penteado, 2 – Vila Brandina.
8h-12h – Minicidade – Emdec
10h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática
11h – Irmãos Sabatino – artistas e trapezistas – com o espetáculo O carteiro e a Bicicleta Acrobática

Continue Lendo

Geral

Sancionada lei que desburocratiza análise de habitação de interesse social

Publicado

em

Por

O projeto de lei complementar 44/20, que disciplina a implantação do Empreendimento Habitacional de Interesse Social (EHIS), foi sancionado pelo prefeito Dário Saadi, conforme publicação no Diário Oficial do Município (DOM), desta segunda-feira, 18 de outubro. O texto da lei, elaborado com a participação da Companhia Habitação Popular de Campinas (Cohab), entra em vigor a partir de hoje, mas ainda passará por regulamentação.
O PL foi encaminhado pelo Executivo e tem como foco impulsionar novos projetos de empreendimentos de interesse social. Dessa forma, as novas regras têm potencial para aumentar a oferta de unidades habitacionais destinadas à população de baixa renda.
A nova lei tem regras urbanísticas/construtivas mais simples, com o objetivo de agilizar os processos e ampliar a atração do setor privado para investir em empreendimentos de interesse social, fortalecendo a política habitacional da cidade. A publicação no DOM detalha os benefícios previstos com as alterações.
A intenção é que as novas medidas possam reduzir o valor de imóveis e aumentar as oportunidades de aquisição para quem sonha com a casa própria. E, ao estimular a construção civil, também impulsionar a geração de empregos no setor.
As regras da nova lei valem para requerimentos com entrada a partir desta publicação no Diário Oficial, em 18 de outubro. No entanto, as empresas que estiverem com processos em andamento podem solicitar que a análise seja feita sob a nova legislação. O pedido para a mudança deve ser feito em até 180 dias a partir da publicação da lei.
O EHIS é direcionado a famílias com renda de até dez salários-mínimos. Para até seis salários, há benefícios fiscais, como isenção de ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e ISS (Imposto Sobre Serviços).

Continue Lendo

Geral

Saúde abre às 17h agendamento de vacina para pessoas entre 12 e 17 anos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde abre nesta segunda-feira, 18 de outubro, às 17h, novas vagas para agendamento da primeira dose da vacina contra a covid-19 para pessoas de 12 a 17 anos, incluindo gestantes e puérperas desta faixa etária. Também serão abertas novas oportunidades de agendamento de dose adicional para idosos a partir de 60 anos, que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses, profissionais de saúde que completaram a imunização em janeiro, fevereiro ou março e pessoas com alto grau de imunossupressão que receberam a segunda dose há 28 dias. 

 

No total, serão disponibilizadas 14 mil vagas em 64 centros de saúde de Campinas (apenas os CSs Boa Esperança, Carlos Gomes e Campina Grande não fazem a vacinação contra a covid-19).  

 

A escolha do local, dia e horário poderá ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Quem tiver dificuldades deve procurar o centro de saúde mais próximo. 

 

É importante que as pessoas cheguem, no máximo, com 10 minutos de antecedência para evitar aglomerações. 

 

O agendamento continua aberto para pessoas a partir de 18 anos, inclusive gestantes e puérperas, receberem a primeira dose. 

 

As orientações e documentos necessários para cada grupo podem ser consultadas no site https://vacina.campinas.sp.gov.br. 

 

Adolescentes

 

No dia da vacinação, os menores de idade deverão estar acompanhados do pai, mãe ou responsável legal. Se estiverem sozinhos, precisarão apresentar um termo de consentimento assinado por eles. O modelo será disponibilizado no site https://vacina.campinas.sp.gov.br.

 

Os adolescentes de até 17 anos serão imunizados com a vacina da Pfizer, única aprovada pela Anvisa para a faixa etária. 

 

No dia marcado, a pessoa que vai receber a dose deve levar RG, CPF (se tiver), comprovantes do agendamento (que pode ser mostrado no celular) e de endereço em Campinas (pode ser em nome dos pais ou responsável desde que o parentesco seja comprovado por meio de documentos).

 

Vacinação

 

Até a tarde desta segunda-feira, 18 de outubro, foram aplicadas 1.756.712 doses da vacina contra a covid-19 em Campinas, sendo 935.337 primeiras doses, 782.804 segundas doses ou doses únicas e 38.571 doses adicionais.

Continue Lendo

Populares