Connect with us

Geral

Reunião estabelece protocolo de atendimento a grupo indígena da Venezuela

Avatar

Publicado

em

Uma reunião realizada na tarde desta sexta-feira, dia 28 de fevereiro, teve como pauta a definição de um protocolo de atendimento aos indígenas venezuelanos da etnia Warao que buscam refúgio no Brasil, inclusive com a presença de um grupo em Campinas. Promovida pela Prefeitura, a reunião também visou organizar as ações das diferentes políticas públicas envolvidas na questão.
O encontro seguiu orientações transmitidas previamente pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU). Participaram representantes campineiros das áreas de Assistência Social, Direitos Humanos, Saúde e Conselho Tutelar.
A reunião permitiu o compartilhamento de informações sobre os Waraos, suas características culturais e suas necessidades. Também foram definidas tarefas para cada setor, principalmente as relacionadas ao acompanhamento em saúde. É consenso que as ações relacionadas à saúde, como um todo, são as mais emergenciais e necessárias para evitar impactos de separação do grupo, com consequências psicológicas, emocionais e culturais.
Paralelamente, iniciativas da Prefeitura de Campinas terão continuidade e serão reforçadas, como as abordagens das equipes do SOS Rua e Movimento Vida Melhor, entidades conveniadas pela Assistência Social. Outro aspecto abordado é o acompanhamento da situação dos documentos desses indivíduos, trabalho realizado pelo Serviço de Referência ao Imigrante, Refugiado e Apátrida da Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH).
Segundo o diretor do Departamento de Direitos Humanos da SMASDH, Fábio Custódio, o encontro desta sexta-feira foi necessário porque, devido à grande diferença cultural existente entre esse grupo específico de venezuelanos e os brasileiros, eles continuam praticando ações de coleta de doações nas ruas centrais da cidade, apesar das abordagens dos técnicos municipais e da oferta dos serviços mantidos pelo município.
O diretor informou que na próxima semana, a Secretaria receberá representantes do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), e também dará continuidade aos contatos com Exército, um dos órgãos responsáveis pelo Programa de Interiorização do Governo Federal. O objetivo do trabalho conjunto é avançar na compreensão da situação e buscar alternativas de qualificação do atendimento ao grupo de venezuelanos.
Atendimento
O primeiro grupo da etnia Warao desembarcou em Campinas há cerca de duas semanas. Na ocasião, foram atendidos e encaminhados ao Albergue Municipal (SAMIM), onde ficaram abrigados por dois dias. Após esse período, optaram por partir para Hortolândia, onde encontram-se no momento. Nesta semana, um segundo grupo, da mesma etnia, também foi identificado em Campinas. 
Além do rápido encaminhamento do grupo para o Samim, os serviços que executam ações de abordagem nas ruas – SOS Rua e Movimento Vida Melhor (MVM), assim como o Serviço de Referência ao Imigrante, Refugiado e Apátrida – têm atuado no sentido de estabelecer contatos, quebrar barreiras e apresentar os serviços públicos que estão disponíveis à população. Outra prioridade tem sido alertá-los para que não permitam que crianças e adolescentes permaneçam em situação de mendicância ou trabalho infantil.
Os serviços de abordagem manterão as tentativas de contato, buscando adesão aos serviços municipais. Assim sendo, a população pode colaborar informando sobre a presença desses indivíduos nas ruas da cidade ao SOS Rua por meio do telefone (19) 3253-4512.

Geral

Defesa Civil alerta para rajadas de vento na região de Campinas

Avatar

Publicado

em

Por

A Defesa Civil estadual emitiu alerta para a região de Campinas e outras do Estado de São Paulo para ventos fortes a partir desta terça-feira (7) até quinta (9), por causa da chegada de uma frente fria. Segundo o órgão, na região de Campinas, os ventos podem chegar a 80 km/h.

Além de Campinas, as regiões de Araçatuba, Bauru, Itapeva, Marília, Presidente Prudente e Sorocaba também podem registrar ventos fortes de até 80 kmh.


Já as regiões Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista, Registro e São José dos Campos podem ter vendos ainda maiores, de até 95 km/h.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado, as rajadas de ventos fortes não têm ligação com o ciclone bomba, visto na região do sul do país. “É só uma entrada de frente fria, uma situação normal”, afirmou ele.

Continue Lendo

Geral

Vigilância Sanitária e MAPA realizam ação em estabelecimento clandestino

Avatar

Publicado

em

Por

A Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Campinas realizou inspeção sanitária conjunta com o Serviço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) em estabelecimento clandestino de comercialização de ovos em Campinas. A ação foi na quinta feira, 2 de julho, após denúncia recebida pelo telefone 156 da Prefeitura. A inspeção resultou na interdição total do estabelecimento e na apreensão de aproximadamente 250 mil rótulos falsos com o carimbo oficial do SIF (Serviço de Inspeção Federal).

A empresa funcionava nos fundos de uma residência, na Vila Campos Sales, com atividade de comércio atacadista de ovos em más condições higiênico-sanitárias, estruturais, de organização, sem possuir medidas adequadas de enfrentamento ao Covid-19, sem boas práticas de armazenamento e manipulação dos alimentos, sanitários e vestiários em desacordo com as legislações vigentes. 


 

Além disso, a empresa realizava atividade de manipulação, fracionamento e rotulagem de ovos com etiquetas contendo carimbo oficial do SIF de inspeção e indicação do número de registro do produto no Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, ambos falsos. A empresa também não era regularizada na Vigilância Sanitária e nem no SIF, infringindo assim diversas legislações vigentes, explica Felipe Vita, médico veterinário da Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Campinas.

 


“Tem aumentado o número de fraudes em rótulos de produtos de origem animal em Campinas e ações conjuntas como essa potencializam a efetividade das medidas de intervenção sobre os riscos sanitários”, explica o médico veterinário. No caso de suspeita, denúncias podem ser feitas via 156, que é o canal oficial da Prefeitura Municipal de Campinas, que pode ser acessado via telefone, internet e smartphone.

Continue Lendo

Geral

MONTE-MOR ENTREGA KITS DE HIGIENE PARA SERVIDORES DA LINHA DE FRENTE DO CRAS E CREAS

Avatar

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Monte Mor, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, entregou nesta terça-feira (7 de julho) kits de higiene para os servidores que estão na linha de frente no atendimento público dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS).

Durante a entrega o prefeito Thiago Assis, acompanhado do secretário municipal Vilson Amaral, esteve presente no CRAS do Jardim Paulista. A ação atendeu ainda os servidores do CRAS Centro e do CREAS. “Esse é mais um reforço para garantir mais segurança aos nossos servidores que fazem o atendimento na linha de frente, afinal, os trabalhos sociais não podem parar”, destacou Thiago.


Segundo o secretário Vilson os kits contam com álcool 70%, álcool em gel, sabonete líquido, luvas, máscaras, viseira de acetato e aventais. “Essa é mais uma ação do nosso Governo para que os servidores possam atuar protegidos”, finalizou Vilson.

Continue Lendo