Connect with us

Geral

Rede municipal terá ampliação de 30 leitos de UTI até próxima sexta-feira

Publicado

em

O Hospital Municipal Mário Gatti terá, até o final desta semana, mais 30 leitos de UTI para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19. Ontem, 15 de março, dez leitos entraram em operação na unidade, outros dez começam a receber pacientes amanhã, 17 de março, e na sexta-feira, 19 de março, mais dez começam a funcionar.

 

Além disso, dez leitos de enfermaria foram abertos nesta terça-feira no Hospital Ouro Verde e outros 18 também entrarão em operação na sexta-feira. A ampliação inclui mais cinco leitos de UTI no Hospital Metropolitano na próxima semana.

 

Também será reativado, nas próximas semanas, o Hospital de Campanha na sede dos Patrulheiros, com 36 leitos de enfermaria para casos menos grave. O local, que funcionou no ano passado, está passando por readequações e uma empresa está sendo contratada para fazer a gestão do local.

 

“Com as ampliações passaremos a ter mais leitos de UTI do que tínhamos no auge da pandemia no ano passado, entre junho e agosto. Mas a capacidade de ampliação é finita, especialmente em recursos humanos e equipamentos”, afirmou o prefeito Dário Saadi em transmissão ao vivo pelas redes sociais na tarde desta terça-feira.

 

Atualmente, 138 leitos de UTI estão em operação e outros 31 entrarão em funcionamento nos próximos dias no SUS Municipal, incluindo os 20 novos leitos do Hospital Municipal Mário Gatti que serão abertos até sexta-feira. Além disso, serão acrescidos mais 43 leitos de enfermaria aos 162 existentes no sistema.

 

O prefeito lembrou que a Covid é a doença extremamente transmissível e que causa mais mortes. “Faço um apelo emocionado para que a população colabore. Por favor, tenha consciência, não vá a festas, mesmo em casa de amigos com dez ou 15 pessoas. Estamos em um dos momentos mais críticos da pandemia e adotando medidas duras para conter a transmissão do coronavírus”, afirmou.

Geral

Prefeito participa de arrecadação de alimentos no Paço neste sábado, 17

Publicado

em

Por

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, esteve neste sábado, 17 de abril, na Campanha Regional de Arrecadação de Alimentos Conexão Solidária, que tem apoio da Prefeitura de Campinas. Cerca de 150 voluntários participaram da ação. Os alimentos serão destinados às famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional.



“Essa é uma campanha muito importante para a nossa Campinas. Agradeço a todos que estão contribuindo”, destacou o prefeito Dário Saadi, que aproveitou para cumprimentar algumas pessoas que estavam fazendo as doações e trabalhando no local. Também estiveram presentes a secretária de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Vandecleya Moro; o secretário de Chefia de Gabinete, Aderval Fernandes; e o secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulella.


Até as 17h deste sábado, 17 de abril, as pessoas podem fazer as doações pelo sistema drive-thru no Paço Municipal (Av. Anchieta, 200) acesso pela Rua Barreto Leme, em dois pontos de coleta.


A ação tem apoio das Secretarias Municipais, da Sanasa, Guarda Municipal, Ceasa, Emdec, Defesa Civil, Transurc e do Exército.
 

Banco de Alimentos
 

Toda arrecadação vai para o Banco de Alimentos da Ceasa, que destinará às 38 mil famílias cadastradas no aplicativo Viva Vida. A entrega das cestas básicas é feita por 145 organizações da sociedade civil, que atuam nas comunidades.


Campinas Sem Fome

A Prefeitura de Campinas lançou, no dia 22 de março, a Campanha Campinas Sem Fome, que já arrecadou, até a última sexta-feira, 16 de abril, quase 300 toneladas de alimentos.
 

As entidades já retiraram mais de 11,5 mil cestas básicas, beneficiando mais de 46 mil pessoas.

Continue Lendo

Geral

Campinas entra na Fase de Transição do Plano São Paulo neste domingo, 19

Publicado

em

Por

A partir deste domingo, dia 19 de abril, Campinas entra na Fase de Transição do Plano São Paulo. O anúncio foi feito em coletiva do Governo do Estado e em transmissão ao vivo do prefeito Dário Saadi. O decreto municipal será publicado em edição extraordinária do Diário Oficial (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/).

“Precisamos manter a atenção especial e todos os cuidados possíveis, mesmo com essa flexibilização. Campinas, graças à adesão da população, está em uma situação mais controlada, mas não é hora de baixar a guarda”, disse Saadi.

A Fase de Transição, válida para todos os municípios, terá duração de duas semanas. Durante esse período, o atendimento presencial será retomado para algumas atividades com 25% da capacidade e entre 11h e 19h.

Na primeira semana – 19 a 23 de abril – estão autorizadas as atividades comerciais e religiosas.

Entre os dias 24 e 30, também os restaurantes e salões de belezas e barbearias poderão atender presencialmente. Nessa semana, estará autorizada a retomada das atividades culturais.

As academias e centros de treinamento também poderão funcionar entre 24 e 30 de abril; para este segmento, o horário permitido será das 7h às 11h e das 15h às 19h.

O Estado fará uma nova atualização da Fase São Paulo no dia 1º de maio.

Segundo o secretário de Justiça, Peter Panutto, Campinas seguirá integralmente as medidas anunciadas pelo Estado. “No nosso decreto, além do que determina o Estado, vamos manter as restrições da Fase Emergencial e da Fase Vermelha, entre elas o uso das áreas comuns dos condomínios e a de festas clandestinas e reuniões familiares com mais de 10 pessoas”, explicou. “Também manteremos a entrada de apenas uma pessoa por família em estabelecimentos comerciais”, completou.

No decreto municipal, a partir do dia 24 de abril, os parques públicos e os clubes sociais poderão reabrir, mantendo o limite de 25% de capacidade e o horário entre 11h e 19h.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Campinas participa da Conexão Solidária neste sábado, 17

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas participa da 3ª edição da Campanha Regional de Arrecadação do Conexão Solidária, da EPTV Campinas. A ação ocorre neste sábado, dia 17 de abril, das 8h às 17h.

arrecadação de alimentos não perecíveis será feita pelo sistema drive-thru, no Paço Municipal, em dois pontos de coleta na Rua Barreto Leme. Os donativos serão destinados às famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional.

Para respeitar os protocolos sanitários estabelecidos pelas autoridades locais e garantir segurança a todos os participantes, não será necessário descer do carro. Basta parar num dos pontos de coleta, os voluntários irão retirar os produtos e encaminhá-los para o Banco Municipal de Alimentos.

O primeiro posto para recolhimento das doações será instalado próximo à entrada do arruamento do Paço Municipal. O outro ficará na entrada do estacionamento externo

O Conexão Solidária é uma iniciativa da EPTV que conta com apoio das cidades que recebem o sinal da emissora. A ideia é mobilizar os 317 municípios da área de cobertura da emissora, em São Paulo e em Minas Gerais. Tudo que for arrecadado irá para o Banco de Alimentos, onde é feita a triagem, pesagem e armazenamento adequado.

As doações serão destinadas às organizações da sociedade civil, parceiras do poder público que atuam nas comunidades. A entrega para as mais de 38 mil famílias inscritas no aplicativo Viva Vida acontecerá com data e hora marcada, via agendamento pelo próprio aplicativo.

A ação tem o apoio das secretarias municipais, da Sanasa, Guarda Municipal, Ceasa, Emdec, Defesa Civil, Transurc e Higa Atacado. A Prefeitura irá disponibilizar álcool em gel, máscaras e luvas para os mais de 50 voluntários, inscritos na plataforma Transforma Campinas. Eles serão orientados por um profissional da área de saúde sobre os cuidados sanitários que devem ser observados.

O Exército também auxiliará na ação, disponibilizando duas equipes. Uma ficará no Paço Municipal e a outra na sede do Banco de Alimentos.

Campinas sem Fome

A Campanha Campinas Sem Fome, lançada pela Prefeitura no último dia 22 de março, arrecadou, até esta sexta-feira, dia 16 de abril, quase 300 toneladas de alimentos.

Desse total, o Banco de Alimentos já entregou 11.661 cestas básicas para as entidades parceiras que atuam nas comunidades e são responsáveis pela entrega direta às famílias. Mais de 46 mil pessoas foram beneficiadas até o momento.

Continue Lendo







Populares