Connect with us

Geral

Programa “Parceiros da Cidade – Mão Amiga” ganha sede no Lago do Café

Publicado

em

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette entregou nesta quinta-feira, dia 19, a nova sede do programa Parceiros da Cidade – Mão Amiga, no Lago do Café. O programa oferece oportunidade de trabalho para que pessoas em situação de rua, possam abandonar essa condição e voltar para o convívio familiar e social. 

 

 

 

O projeto teve início com jardinagem, segundo o prefeito Jonas Donizette, porque trabalhar com a terra tem um efeito psicológico importante para as pessoas. “A ideia é aumentar o programa que está na terceira turma e já atendeu 84 pessoas. Com o novo espaço, o programa será mais qualificado e haverá ampliação para a área de construção civil.  A participação no programa não é forçada, mas um trabalho de convencimento e recuperação da vida dos alunos por meio do trabalho”, disse. 

 

 

 

 

De acordo com Jonas Donizette, a nova sede tem aproximadamente 4 mil m² onde os alunos realizarão atividades complementares ao curso de jardinagem como execução de projeto paisagístico, criação de horta orgânica e pomar. “A primeira turma começou em nosso governo, no primeiro mandato e já estamos chegando na terceira. Tudo o que fazemos na nossa gestão tem continuidade, porque tão importante quanto fazer é dar sequência.

 

 

 

A lei que originou o programa, conforme a secretária Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine Pereira, deu vida à ideia que é essencial dar oportunidade e dignidade para pessoas em situação de rua. “Esses homens e mulheres valorosos, que estão lutando em suas atividades, agora têm um espaço que abrigará seu suor, carinho e esforço para construir seu sucesso futuro. É um espaço que já abriga o empenho de gestão da equipe da Secretaria que ajudou a torná-lo realidade, dando concretude ao programa”.

 

 

 

 

O bolsista Marcos Cesar de Góes, de 43 anos, é um exemplo desse sucesso. Integrante da segunda turma, Góes está há dois meses no programa e tem conseguido manter-se longe do vício do álcool. “É uma terapia, ocupo meu tempo e aprendo a fazer jardinagem, a conhecer os nomes das flores, das árvores e a cuidar delas”, contou. Góes morava nas ruas há três anos e está atualmente em uma casa de passagem, mantida por uma comunidade terapêutica conveniada da Prefeitura. Ele foi um dos bolsistas a receberam o certificado de formação no curso de jardinagem ao final do evento, entregue pela secretária Eliane Jocelaine e por Claudia Spinella, professora do programa, servidora da Secretaria de Educação. 

 

 

 

 

A inauguração teve a presença de autoridades legislativas e de secretários municipais. O diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon), Marcio Benvenutti, também participou da inauguração. O Sindicato é um dos parceiros do programa. 

 

 

 

O projeto

 

O “Mão Amiga” é desenvolvido de forma integrada pelas Secretarias Municipais de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos; Educação, via Fumec/Ceprocamp; Cultura; Serviços públicos; Saúde e Trabalho e Renda.

 

 

 

Os alunos recebem formação profissional para atuar em atividades de jardinagem e de paisagismo na manutenção da cidade, em cuidados com praças, ruas e avenidas. Ao deixar as ruas e começar a trabalhar na manutenção da cidade, a pessoa começa a receber R$ 939,20 por mês.

 

 

 

A primeira turma, no segundo semestre de 2016, contou com 25 pessoas matriculadas, sendo que 15 delas se formaram. A turma 2, teve 28 matriculados e 21 pessoas receberam certificado. O curso foi realizado durante o ano passado.

 

 

 

Um dos coordenadores do programa, Antônio Pedro Rodrigues, contou que os alunos já começaram a trabalhar no Lago do Café. Eles produziram 130 mudas tiradas de baixo do cafezal da antiga fazenda e farão agora a recuperação desses antigos pés de café. “Estamos com 43 pessoas atualmente. Doze delas são da primeira turma e vão agora iniciar o curso de pedreiro. Elas continuam recebendo a bolsa, que é oferecida por um ano, prorrogável por mais um”, afirmou. Rodrigues divide a responsabilidade sobre o programa com a também coordenadora, Márcia Pantaleão. 

 

 

 

Para inauguração da nova sede foi feito alargamento das calçadas, construção de vias de acesso do estacionamento até o galpão, implantação de rampas, adaptação dos sanitários e instalação de uma tenda, onde serão desenvolvidas atividades práticas. O valor do investimento foi de R$ 15.000,00.

 

 

 

Parcerias 

 

 

Foram firmadas parcerias com a Secretaria de Habitação (Sehab) e com o Sinduscon para proporcionar empregabilidade àqueles que passarem pelo “Mão Amiga”. A primeira ideia é usar a mão de obra de jardinagem no projeto “Meu Bairro Novo” da Secretaria de Habitação. Assim que começar a qualificação na área da construção civil, a Cohab e o Sinduscon farão parceria com empresas prestadoras de serviços para que absorvam esses trabalhadores.

Geral

Pedreira do Chapadão terá Feira de Orquídeas e Suculentas

Publicado

em

Por

A Feira de Orquídeas e Suculentas terá mais uma edição no sábado, dia 6 de novembro, e domingo, 7 de novembro, das 9h às 17h, na Pedreira do Chapadão. A entrada será gratuita, com uso obrigatório de máscara de proteção. Não será permitida a entrada de animais.
O evento é uma realização da Sumaré Festivais com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campinas. Os visitantes encontrarão espécies e mudas de orquídeas da época como cattleyas, oncidium, cymbidium, laelia purpurata, sapatinho e também poderão adquirir plantas raras muito apreciadas por colecionadores. Outro destaque serão as plantas suculentas em vasos e terrários, que valorizam qualquer ambiente.
Profissionais estarão de plantão para dar dicas e tirar dúvidas sobre cultivo dessas plantas. O local possui um amplo estacionamento gratuito, área de alimentação e ampla área verde e de lazer.
Doações
No local, também haverá um ponto de arrecadação de alimento não perecível para doações. Os mantimentos serão encaminhados ao Banco de Alimentos do Ceasa Campinas e distribuídos às entidades assistenciaise famílias carentes do município.
Serviço
Feira de Orquídeas e Suculentas em Campinas
Local: Pedreira do Chapadão.
Endereço: R. Dr. Alcides Carvalho, s/n – Jardim Chapadão, Campinas – SP
Datas e horários: sábado, 6/11 e domingo, 7/11, das 9h às 17h.
Entrada: gratuita
Mais informações: telefone / whatsapp : (19) 99822-1001
Facebook: @festivaldeorauideas Instagram: /festival de orquideas

Continue Lendo

Geral

Servidores concluem curso sobre captação de recursos estaduais e federais

Publicado

em

Por

A Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS) encerrou nesta quarta-feira, 27 de outubro, o curso Captação de Recursos e Planejamento Estratégico. Em sua 8ª edição, a capacitação, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Gestão e Controle, foi voltada para servidores da administração direta e indireta que trabalham com a área de convênios e captação de recursos.
Foram três aulas on-line ministradas no mês de outubro pelo diretor de Convênios da Secretaria de Gestão e Controle, Flávio Emílio Rabetti. Na área de captação de recursos, a capacitação abordou temas importantes, como políticas públicas, elaboração de propostas e acompanhamento de resultados. Já na parte de planejamento estratégico, as aulas se aprofundaram em assuntos como mapeamento organizacional, diagnóstico estratégico, janelas de oportunidade, análise dos riscos, plano de ação e análise dos resultados.
Contando com a participação de 45 servidores nesta edição, o curso é considerado essencial para a obtenção de melhores resultados. “Mais uma vez os servidores se mostraram interessados e focados na capacitação, o que se reflete nos procedimentos necessários à execução de políticas efetivas”, avaliou Flávio Rabetti. O diretor de Convênios também destacou a importância da parceria, neste projeto, com a Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor, órgão ligado à Secretaria Municipal de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas.

Continue Lendo

Geral

Teletrabalho foi discutido em reunião do eixo temático nesta terça, 26/10

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas de Campinas realizou  nesta terça-feira, dia 26 de outubro, reunião para discutir o teletrabalho na Prefeitura. O debate reuniu os servidores que fazem parte do Eixo Temático “Melhoria e qualidade do ambiente de trabalho” e contou também com a presença de alguns integrantes do Grupo Intersetorial de Estudos de Teletrabalho.

 

“A reunião dos eixos internos da Secretaria, assim como a participação dos representantes do Grupo Intersetorial de Estudo, é um momento importante para os estudos e discussões sobre o teletrabalho, em especial no que diz respeito a sua aplicabilidade, sua efetividade, a economicidade e também a aferição da realização dessa modalidade de trabalho”, disse a secretária da Pasta, Eliane Jocelaine Pereira.

 

Os servidores que fazem parte deste grupo iniciaram os estudos e discussões sobre a possibilidade da implantação do teletrabalho na Administração Municipal, além de outros temas como sistema de transferência/permuta; horários de trabalho; comunicação integral; trabalho em equipe; e equidade nas relações de trabalho.

 

“Além do eixo discutido, temos outros três em andamento. Esses debates são muito importantes, porque vão subsidiar o planejamento estratégico da Prefeitura, a partir do qual serão definidas as ações voltadas para o funcionalismo nos próximos anos”, explicou Milena Ranzini, coordenadora de Apoio à Gestão e Projetos Integrados.

 

 

Os outros três eixos temáticos são: Eixo 2 – Melhoria dos processos de recrutamento e seleção; Eixo 3 – Melhoria dos processos de desenvolvimento humano; e Eixo 4 – Melhoria dos processos de desenvolvimento de carreira.

 

Com base em estudos técnico temáticos, os Grupos de Estudos Intersetoriais vão contribuir para a elaboração da Nova Política Municipal de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas; no debate sobre a implementação do regime de teletrabalho permanente; e implantação das Políticas Afirmativas, que visam a inclusão, proteção, reconhecimento e estímulo dos servidores negros, indígenas, mulheres e pessoas com deficiência e LGBTQI.

 

EIXO 01. MELHORIA DA QUALIDADE DO AMBIENTE DE TRABALHO

Debater experiências que melhorem o ambiente de trabalho dos servidores públicos, proporcionando satisfação com a atividade laboral e atendendo às necessidades individuais e organizacionais.

 

EIXO 02. MELHORIA DOS PROCESSOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

Neste eixo, o foco é identificar possibilidades de melhoria nos processos de ingresso no serviço público, de maneira geral, e para cargos de liderança.

 

EIXO 03. MELHORIA DOS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

Debate focado no tema de formação, desenvolvimento e capacitação de servidores públicos.

 

EIXO 04. MELHORIA DOS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO DE CARREIRA

Debater como melhorar os processos de desenvolvimento de carreira e evolução funcional dos servidores para aumentar o desempenho do setor público municipal e gerar eficácia na prestação de serviços, avaliando a possibilidade de adoção de processo de avaliação de competências que contribua para a formação do banco de talentos e formação de “banco de gestores”.

Continue Lendo

Populares