Connect with us

Geral

Processo formativo debate cultura de paz com gestores da Assistência

Publicado

em

 

Gestores das Secretarias Municipais de Assistência Social e Segurança Alimentar (SMASA) e dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania participaram nesta quarta-feira, dia 29, do último encontro do processo de formação da Gestão Integrativa. Realizado na sede do Rotary Club, em Campinas, o evento reuniu 65 gestores para debater a cultura de paz com o diretor do Departamento de Cidadania, Fábio Custódio.

 

Desenvolvido em parceria com a Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS), o processo teve nove edições ao longo de 2017 e discutiu assuntos como trabalho em equipe, assédio moral, rotinas administrativas e estresse e qualidade de vida. Segundo a coordenadora de Gestão de Pessoas da SMASA, Elaine Pinheiro, o objetivo dos encontros é promover a construção de um ambiente de trabalho mais harmonioso, colaborando “na formação dos gestores a fim de terem um entendimento melhor do cotidiano das equipes de trabalho”.

 

Este é o terceiro ano em que a formação é oferecida e a Secretaria já está elaborando o planejamento para 2018, a partir de avaliação com os próprios gestores, “os temas são sugeridos por eles a partir das necessidades de suas equipes”, disse Elaine.

 

De acordo com o diretor de Cidadania, Fábio Custódio, que ministrou a palestra desta quarta-feira, foi a primeira oportunidade de discussão sobre o tema cultura de paz junto aos gestores das duas secretarias. “Nesse primeiro momento foram trabalhados os conceitos de paz no percurso histórico, os embasamentos teóricos formuladores da proposta de cultura de paz e as ideias básicas para o desenvolvimento de ações práticas neste âmbito nos espaços de gestão social das duas secretarias”, afirmou.

 

Segundo Custódio, o tema será aprofundado em uma segunda discussão para o próximo ano da formação com o objetivo de “avançar nessas propostas, que deverão ser formuladas pelas próprias equipes, partindo, então, da teoria para a práxis”, afirmou.

 

 

Geral

Campinas tem 89,66% dos leitos de UTI-Covid ocupados nesta quarta, 14

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Esportes promove Mostra Online de Ginástica Rítmica para incentivar alunos

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Capacitação e valorização dos servidores são projetos da Prefeitura

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi assinou, nesta quarta-feira, 14 de abril, dois projetos de lei e três decretos que visam estabelecer uma nova cultura de gestão e desenvolvimento dos servidores, além de modernizar a Administração Municipal.

Participaram do evento a secretária de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelâine Pereira, o secretário da Chefia de Gabinete, Aderval Fernandes, e o coordenador do PIC (Primeira Infância Campineira), Thiago Ferrari.

“Os dois projetos de lei, tanto o que amplia a licença paternidade como o que moderniza os concursos públicos são importantes para a qualidade do serviço público e para a primeira infância, para que os pais possam dar mais atenção nos primeiros dias de vida da criança”, explicou o prefeito.

Atualmente, a licença paternidade no município é de 5 dias; a proposta é ampliar para 20 dias, inclusive para servidores que adotarem ou obtiverem guarda judicial para fins de adoção. Já o PL que moderniza os concursos públicos tem como objetivo aprimorar a legislação vigente, que permitirá a seleção de profissionais dentro do perfil necessário para a vaga.

Eliane Jocelaine ressalta que todas as ações dialogam com a necessidade de repensar a política de gestão e desenvolvimento de pessoas na administração pública. “Este pacote de atos normativos foi pensado como uma contribuição para a modernização da gestão pública. As iniciativas visam ampliar a motivação, a valorização e a qualificação dos servidores e, com isso, aumentar a qualidade nos serviços à população”, disse.

Além dos projetos de lei, três decretos compõem o pacote e criam grupos de estudos para temas importante no âmbito da gestão pública: políticas afirmativas para inclusão de negros, mulheres, deficientes e LGBTi; elaboração de uma política municipal de gestão e desenvolvimento de pessoas; e o que vai estudar o teletrabalho na administração municipal.

“Esses decretos são muito importantes para que o município possa disciplinar essas questões e avançar tanto nas políticas afirmativas como melhorar a gestão de pessoas e definir critérios claros do teletrabalho”, completou o prefeito.

Os dois projetos de lei seguem ainda nesta quarta-feira, 14 para a Câmara Municipal. Os decretos serão publicados no Diário Oficial de quinta-feira, 15 de abril (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/).

Continue Lendo







Populares