Connect with us

Geral

Premiada São Paulo Companhia de Dança estará em Campinas com pré-estreia

Publicado

em

 

 

 

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, chega a Campinas para duas apresentações no Teatro Municipal José de Castro Mendes, nos dias 5 e 6 de agosto, às 20h. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos na bilheteria do teatro, por ordem de chegada, a partir das 18h.

 

Publicidade

O destaque do programa será a pré-estreia da mais nova obra do coreógrafo Stephen Shropshire, que ganhou o nome de “Partita”. A estreia oficial acontece em São Paulo, nos dias 27 e 28 de agosto, no Teatro Alfa.

 

“Partita”, terceira criação de Stephen Shopshire para a São Paulo Companhia de Dança, é inspirada na pintura do artista renascentista Pieter Bruegel (1525-1569) “Landscape with the Fall of Icarus” (1555), em diálogo com o poema homônimo escrito, em 1939, por William Carlos Williams (1883-1963). Com um figurino minimalista, o bailarino explora o espaço cênico e reescreve cada letra dos versos do poeta, em diálogo com os gestos dos outros intérpretes. Uma bailarina, ao canto da cena, soletra o texto completo no ar, que ganha ainda mais potência a cada frase dançada.

 

Sob três movimentos contemporâneos da “Partita, Perihelion”, de Margaret Schedel e Mikylah Myers McTeer, instrumentos como flauta e violino ganham nuances eletrônicas. A peça instiga o espectador a perceber as interpretações e sensações do que se vê no próprio corpo. Uma obra “abstrata e desafiadora, com pessoas normais fazendo coisas extraordinárias”, revela o coreógrafo.

Publicidade

 

Mais duas obras

 

A programação da noite tem ainda mais duas obras, sendo uma delas o Divertissement de Paquita (2022), de Diego de Paula, remontado a partir da obra de 1847 de Marius Petipa (1818-1910). Paquita conta a história de uma jovem órfã criada por ciganos que salva a vida do filho de um general francês, Lucien. Eles se apaixonam, mas precisam enfrentar desafios para viver esse amor. O Divertissement assinado por Diego de Paula se concentra na cena final do balé, quando o casal comemora a possibilidade de estar junto em um baile alegre e enérgico.

 

Publicidade

A outra obra que completa o programa é Di (2022), que estreou em maio, em São Paulo. Nesta primeira criação de Miriam Druwe para a Companhia, a coreógrafa mergulha nas cores, texturas, sensações e imagens que povoam o universo do pintor Di Cavalcanti (1897-1976) ao som dos Choros nº 6, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), acentuando os traços modernistas em cena. Telas icônicas do artista, como Cinco Moças de Guaratinguetá (1930), Favela (1958), São João (1969) e Mulheres Protestando (1941), foram cedidas gentilmente para esta criação por sua filha, Elisabeth Di Cavalcanti, e ecoam tanto nos movimentos dos 14 bailarinos em cena quanto na iluminação de Wagner Freire e no videocenário e nos figurinos elaborados por Fábio Namatame.

 

Oficina de Dança

Na cidade de Campinas pela 6ª vez, a São Paulo Companhia não apenas sobe ao palco, como convida a todos para sua Oficina de Balé Clássico, que acontece no dia 6 de agosto, das 10h às 11h30, ministrada por Aline Campos, professora-ensaiadora da SPCD. As pessoas interessadas poderão conhecer um panorama das técnicas de balé utilizadas em uma companhia profissional.

 

Publicidade

A atividade, que faz parte do eixo Educativo da SPCD, será realizada na Karen Righetto Ballet – escola parceira da Companhia. A participação é gratuita e limitada a 40 vagas que serão preenchidas por ordem de inscrição e devem ser feitas por meio do link https://spcd.com.br/educativo/inscricoes.

 

Serviço

 

Apresentações Gratuitas

Publicidade

Data: 5 e 6/8/2022

Horário: 20h

Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes – Rua Conselheiro Gomide, 62 – Vila Industrial, Campinas – SP

Informações: (19) 3272-9359

Entrada gratuita

Publicidade

 

Oficina de Balé Clássico

Data: 6/8/2022

Horário: 10h às 11h30

Local: Karen Righetto Ballet (Rua Paula Bueno, nº 357, Taquaral, Campinas/SP)
Atividade gratuita

Publicidade

 

Programa

 

Partita (2022)

Coreografia, Figurino e Iluminação: Stephen Shropshire

Publicidade

Música: Partita, Perihelion I, II e III (Allamande; Sarabande e Gigue) de Margaret Anne Schedel, interpretada por: Schedel e Mikylah Myers

 

Di (2022)

Coreografia: Miriam Druwe

Música: Choro nº 6, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), interpretada ao vivo pela Orquestra do Theatro São Pedro sob regência musical do maestro Claudio Cruz

Publicidade

Cenografia e Figurino: Fábio Namatame, inspirado em obras de Di Cavalcanti (1897-1976) cedidas gentilmente por Elisabeth Di Cavalcanti para esta criação

Iluminação: Wagner Freire

Fotos: https://bit.ly/3HWQU1N

 

Divertissement de Paquita (2022)

Publicidade

Remontagem: Diego de Paula, a partir da obra de 1847 de Marius Petipa (1818-1910)

Música: Édouard Deldevez (1817-1897) e Ludwig Minkus (1826-1917)

Iluminação: Nicolas Marchi

Figurino: Tânia Agra

Fotos: https://bit.ly/3bwzblz

Publicidade

 

SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA

Direção Artística: Inês Bogéa

 

Criada em janeiro de 2008, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) é um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, doutora em Artes, bailarina, documentarista e escritora. A São Paulo é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos XIX, XX e XXI de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas, especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais.

Publicidade

 

A difusão da dança, produção e circulação de espetáculos é o núcleo principal de seu trabalho. A SPCD apresenta espetáculos de dança no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior e é hoje considerada uma das mais importantes companhias de dança da América Latina pela crítica especializada, tendo recebido cerca de 40 premiações e indicações nacionais e internacionais.

 

Desde sua criação, já foi assistida por um público superior a 900 mil pessoas em 18 diferentes países, passando por cerca de 150 cidades em mais de 1.100 apresentações e acumulando mais de 40 prêmios nacionais e internacionais. Por meio do selo #SPCDdigital, criado em 2020, realizou mais de 40 espetáculos virtuais e transmissões de apresentações que somam quase um milhão de visualizações.

 

Publicidade

Além da Difusão e Circulação de Espetáculos, a SPCD tem mais duas vertentes de ação: os Programas Educativos e de Sensibilização de Plateia e o Registro e Memória da Dança.

 

Geral

Agentes de trânsito são capacitados para remover árvores caídas nas ruas

Publicado

em

Por

A equipe de brigadistas da Fundação José Pedro de Oliveira (FJPO), gestora da Mata de Santa Genebra, ministrou um curso de operação de motosserra, mostrando também como manusear o equipamento com segurança. Os ensinamentos foram transmitidos na sede da Fundação nesta quarta-feira, 10, para 24 agentes de trânsito da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas). A finalidade é habilitar e capacitar os agentes a podar árvores que caem e obstruem o trânsito. 
No período de setembro a dezembro, aumentam os registros de queda de árvores devido ao período chuvoso, segundo o chefe da brigada de incêndio da FJPO, Gilcimar Santana. “Se ocorrer algum caso simples de queda de árvore na via, os agentes poderão desobstruir o trânsito sem a necessidade de acionar o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil ou o Departamento de Parques e Jardins para remover o tronco, por exemplo”, disse Santana. 
Ao se deparar com quedas de árvores, a população deve avisar a Defesa Civil pelo telefone 199 e o Corpo de Bombeiros pelo 193, em situações de emergência.

Continue Lendo

Geral

Equipe de Mogi Guaçu visita Seplurb para conhecer novas leis para alvarás

Publicado

em

Por

A Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb) de Campinas recebeu na tarde desta quarta-feira, 10 de agosto, a visita de servidores da Prefeitura de Mogi Guaçu que vieram conhecer um pouco mais sobre o trabalho da pasta e as legislações recentes que atualizaram procedimentos para emissão de alvarás para eventos e para o setor de bares, restaurantes e casas noturnas.

 

Estiveram na Seplurb o secretário adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Mogi Guaçu, Vinicius Francisco Gurjão; a diretora do Departamento de Gestão, Mara Silvério dos Reis Souza; e a assessora técnica Daniela Ramalho Rodrigues. Eles foram recebidos pela secretária de Planejamento e Urbanismo, Carolina Baracat Lazinho, e pelo coordenador de Uso do Solo, Vagner Bassan.

 

Os visitantes puderam conhecer mais e tirar dúvidas sobre a lei complementar 356/2022 e o decreto 22.153/2022, sobre emissão de alvarás, fiscalização de eventos e punições para quem desrespeitar as regras. A nova legislação permitiu também desburocratizar e digitalizar o processo para concessão de alvarás para eventos na cidade. Também foi criado o Portal Lei de Eventos, acessível em https://portal.campinas.sp.gov.br/secretaria/planejamento-e-urbanismo/pagina/portal-lei-de-eventos.

Publicidade

 

Outro assunto que motivou a visita foi o decreto 22.242/2022, publicado em 15 de julho, que definiu o regramento para solicitação de alvarás para extensão de horário de funcionamento para o setor de entretenimento em Campinas (bares, restaurantes e casas noturnas e de shows), os limites sonoros a serem seguidos e também a responsabilidade da fiscalização pela Guarda Municipal de Campinas. A secretaria Carolina Baracat apresentou a Cartilha Bar Amigo da Vizinhança, parte da campanha para levar o setor a se regularizar dentro da nova legislação, que também está disponível na internet, com acesso em https://portal.campinas.sp.gov.br/secretaria/planejamento-e-urbanismo/pagina/bar-amigo-da-vizinhanca. 

 

Baracat afirmou ficar feliz com a visita e que a possibilidade de trocar informações e colaborar com outras Prefeituras sempre é positiva. “É muito importante também observar que Campinas pode contribuir com aperfeiçoamentos na legislação, com a desburocratização e a digitalização de processos. E esses avanços aqui na Administração podem servir de referência para outras cidades”, disse.

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Petrobras Sinfônica: Banda Queen, trilhas da Disney e Adriana Calcanhoto

Publicado

em

Por

A Orquestra Petrobras Sinfônica desembarca em Campinas nestes sábado e domingo, dias 13 e 14 de agosto, para a primeira edição do Festival Elo. Nas apresentações especiais, que ocorrerão no Teatro Municipal José de Castro Mendes, a orquestra interpretará três concertos inéditos.

O primeiro será “Bohemian Rhapsody Sinfônico”, com canções da banda Queen. O próximo, “A Magia da Orquestra”, que traz as trilhas marcantes de animações da Disney como “Rei Leão”, “Frozen”, “Moana” e “Aladdin”, com a participação dos cantores Marcelo Coutinho e Analu Pimenta. E, para fechar a passagem pela cidade, a Sinfônica brindará o público com um espetáculo único e a participação de Adriana Calcanhotto.

Os ingressos já estão à venda na plataforma Sympla. A apresentação terá patrocínio da Elo, gigante da tecnologia de pagamentos.

Serão três formatos de shows evidenciando o caráter múltiplo da Orquestra e sua capacidade de conexão com diversos tipos de público. “Essa diferença nos gêneros que vamos apresentar é o que faz da Orquestra Petrobras Sinfônica uma orquestra plural”, explica o maestro Felipe Prazeres. Ele é irmão do regente titular e maestro da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Carlos Prazeres.

O concerto Bohemian Rhapsody foi formatado com músicas da banda inglesa Queen interpretadas em formato sinfônico. Compondo o repertório, sucessos como “Love of my life”, “Under pressure”, “We are the champions”, “Don’t stop me now”, “We will rock you” e “Bohemian rhapsody” prometem emocionar o público. Esse é um dos concertos da Orquestra Petrobras Sinfônica mais pedidos pelo público.

Publicidade

Em “A Magia da Orquestra”, a Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta um concerto inédito, com os clássicos atemporais da Disney em nova roupagem, sinfônica, e a participação dos cantores Analu Pimenta e Marcelo Coutinho. O programa conta com 15 canções com arranjos de sucessos do cinema como “Encanto”, “Frozen”, “A Bela e a Fera”, “A Pequena Sereia”, “Aladdin”, “Cinderela”, “Moana”, “Rei Leão”, entre outros. Um evento para toda família.
Na terceira apresentação, Adriana Calcanhotto apresentará sucessos como “Cariocas”, “Esquadros” e “Mentiras”, acompanhada pela orquestra.

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica
Aos 47 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina.
Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra se firmou como um ente cultural que expressa a pluralidade da música brasileira e transita fluentemente por distintos estilos e linguagens.

Seu diretor artístico e maestro titular é Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Orquestra Petrobras Sinfônica – Festival Elo
Local: Teatro Municipal Castro Mendes
Endereço: Rua Conselheiro Gomide, 62 – Vila Industrial, Campinas
Duração
– Concerto Bohemian Rhapsody Sinfônico Queen: 1h15 minutos
– A Magia da Orquestra – 50 minutos
– Orquestra convida Adriana Calcanhotto: 1h15 minutos
Datas e horários:
13/8 – 20h – Bohemian Rhapsody Sinfônico Queen
Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/75687/d/153239
14/8 – 11h – A Magia da Orquestra – Trilhas das Animações da Disney
Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/75689/d/153241
14/8 – 18h – Orquestra Petrobras Sinfônica convida Adriana Calcanhotto
Ingressos:https://bileto.sympla.com.br/event/75688/d/153240

Publicidade
Continue Lendo

Populares