Connect with us

Geral

Prefeitura entrega Medalha da Defesa Civil para quem ajudou Campinas

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas entregou na tarde desta terça-feira, dia 11 de dezembro, a Medalha da Defesa Civil para dez colaboradores do Sistema Municipal de Defesa Civil da cidade. A solenidade reuniu representantes dos municípios de Campinas, Itatiba, Jaguariúna, Mogi Guaçu, Paulínia, São Paulo e Vinhedo.
Na ocasião, representando o prefeito Jonas Donizette, o coordenador regional da Defesa Civil, Sidney Furtado, informou que a medalha foi instituída para homenagear os servidores do órgão e os integrantes do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil. “Hoje estamos homenageando especificamente os órgãos que apoiaram a Defesa Civil de Campinas e que contribuíram de forma significativa com as nossas ações nos últimos anos”, enfatizou Furtado.
De acordo com ele, este ano, pela primeira vez, o município entrega a medalha de mérito para diferentes setores que compõem o Sistema de Proteção Municipal e que há muitos anos apoiam a Defesa Civil de Campinas. Dentre os homenageados estão representantes dos setores acadêmico, privado e público – municipal e estadual. Ao todo, dez pessoas foram agraciadas pelos serviços prestados à Defesa Civil de Campinas.
No setor privado, homenageamos as empresas que sempre contribuíram conosco, como a CPFL, que vem ajudando na elaboração de planos de gestão de risco; o IAC, parceiro na área de climatologia, e o CEPAGRI, na área de meteorologia”, enumerou o diretor da Defesa Civil. Ele ainda citou o Laboratório de Estudos sobre a Morte da USP, “outra importante parceria que nós temos na área acadêmica”, além do Samu e da Sanasa, Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Estado.
A Medalha da Defesa Civil foi instituída pelo Decreto nº 17.537, de 12 de março de 2012. As pessoas agraciadas são indicadas pelos funcionários da Defesa Civil e escolhidas por um Conselho.
Homenageados
Pelo setor público estadual, quatro pessoas foram condecoradas. Dentre elas estão a Coronel PM Helena dos Santos Reis, que atua na Polícia Militar desde 1989 e, em janeiro de 2017,  assumiu a chefia da Casa Militar e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Estado de São Paulo. 
Comandante do 7º Grupamento dos Bombeiros desde 2014, o Tenente Coronel Wilson do Lago Filho também recebeu a Medalha. Lago representa a instituição tida como irmã da Defesa Civil, responsável por toda a coordenação de execução, busca e salvamento da comunidade em geral.
Diretor técnico da Agemcamp – Agência Metropolitana de Campinas, Sérgio Gomide Costa integra a Câmara Temática de Defesa Civil desde 2010. Essa Câmara tem importante papel no apoio de vários projetos de interesse metropolitano.
Orivaldo Brunini, diretor do CIIAGRO – Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), foi mais um homenageado. O CIIAGRO fornece suporte para as Defesas Civis com estações automáticas e mecânicas, sendo valioso facilitador para apoio à tomada de decisões da Defesa Civil.
Duas medalhas foram entregues ao setor privado. Uma ao consultor de negócios da CPFL, José Nannini Neto, que teve papel importante no restabelecimento da cidade em 2016, ocasião em que o município foi atingido por uma micro-explosão. E a outra para o CEO da AISR – Making Smart Cities,
Fernando Perez de Britto, que auxiliou Campinas na elaboração do Plano Local de Resiliência.
Da área acadêmica, duas mulheres receberam a divisa. Elaine Gomes dos Reis Alves, do Laboratório de Estudos sobre a Morte (LEM), da Universidade Estadual de São Paulo (USP), parceira da Defesa Civil de Campinas desde 2008. Desde então, realizou vários treinamentos, palestras e apoio a exercícios simulados em Campinas e cidades da região. Também foi condecorada a pesquisadora Ana Maria Heuminski de Ávila, do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas em Agricultura da Universidade Estadual de Campinas, que trabalha em conjunto com a Defesa Civil desde a década de 1990.
Do setor público municipal foram dois homenageados. Um deles é Marco Antônio dos Santos, diretor técnico da Sanasa, engenheiro responsável pelo apoio prestado durante a Operação Verão e Estiagem. A colaboração incluiu o fornecimento de equipamentos, recursos humanos, coleta e repasse de índices pluviométricos junto aos Distritos Operacionais de Manutenção da Sanasa (Domasas).
Também recebeu a Medalha a médica Elisângela Franco Nonato, coordenadora do SAMU, que tem uma atuação conjunta com a Defesa Civil em situações de emergência e desastre no município, além da parceria na realização de treinamentos para os servidores e comunidade em geral. Para Elisângela, ter sido condecorada é uma grande honra: “estou honrada com essa homenagem, mas sinto que a Medalha é de todo o Samu, porque homenageia o trabalho da equipe, que se esforça todos os dias para realizar um trabalho de excelência”, agradeceu a coordenadora.

Geral

Ação autua estabelecimentos por descumprirem medidas sanitárias

Publicado

em

Por

Dois estabelecimentos foram autuados pela Vigilância Sanitária na noite de ontem (sábado, 10 de abril) por descumprimento das medidas sanitárias, como falta de máscaras por funcionários e por não haver controle de fluxo de pessoas no interior.

A ação vistoriou 22 estabelecimentos comerciais nos bairros Vila Pompéia, Jardim Novo Campos Elíseos e Jardim Santa Lúcia, entre eles padarias, bares, restaurantes, lanchonetes, comércios de bebidas, lojas de variedades, lojas de conveniência, drogarias, lojas de departamento, supermercados, pizzarias e sorveterias.


A fiscalização é realizada com base em denúncias recebidas pela população por meio do 156 e baseada nas regiões da cidade com mais casos de Covid-19. Segundo mapeamento da Prefeitura, a região do Novo Campos Elíseos é a que apresenta maior taxa de letalidade por Covid-19 desde o início da pandemia. Em seguida, aparece a região do Jardim Eulina.
A multa prevista no decreto é de R$ 3.030,88 para o descumprimento dos protocolos sanitários.


A Vigilância pede a colaboração da população para denunciar irregularidades pelo 156 (telefone ou Portal do Cidadão no endereço https://cidadao.campinas.sp.gov.br) e também pelo número 0800-771-3541, do sistema Estadual.

Continue Lendo

Geral

Campinas Sem Fome: 12,8 mil quilos de alimentos apenas no 1º dia

Publicado

em

Por

O primeiro dia de mobilização no “Dia D” da Campanha Campinas sem Fome, ontem, sábado, 10 de abril, arrecadou 12,8 mil quilos de alimentos não perecíveis, o que corresponde a 656 cestas básicas e quase 1,2 mil quilos de alimentos avulsos. Além disso, foram doados pela população 700 quilos de produtos de higiene e limpeza. A ação continua hoje (domingo, 11 de abril) até às 17h. Entre 8h e 14h30 deste domingo foram 4.051 quilos de alimentos e 109,5 quilos de produtos de higiene e limpeza entregues pela população.

O Banco de Alimentos estima que desde o começo da campanha, em 22 de março, até a manhã deste domingo, mais de 250 toneladas de alimentos perecíveis já foram doados pelos campineiros.

A doação é no sistema de drive-thru no Paço Municipal, com acesso pela Rua Barreto Leme. Para evitar aglomeração, não é necessário descer do veículo para entregar os produtos. Basta parar num dos pontos de coleta, sendo o primeiro próximo à entrada do arruamento do Paço Municipal e o outro na entrada do estacionamento externo. Os voluntários retiram os produtos e direcionam para serem transportados em vans até o Banco de Alimentos.


Os donativos vão para o Banco de Alimentos, que repassa para 145 entidades cadastradas na rede assistencial da Prefeitura. As instituições distribuem para as famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional e que estão cadastradas no aplicativo Viva Vida.

A ação tem apoio das secretarias e autarquias municipais, da Guarda Municipal, Ceasa, Sanasa, Emdec e da Transurc. O Exército também apoia com duas equipes, uma no Paço e a outra na sede do Banco de Alimentos, onde será feita a triagem, pesagem e armazenamento adequado.

Continue Lendo

Geral

Ação da Vigilância Sanitária interdita um estabelecimento e autua quatro

Publicado

em

Por

A Coordenadoria da Vigilância Sanitária autuou quatro estabelecimentos e interditou um em ações de fiscalização ontem, sexta-feira, dia 9 de abril. A interdição se deu em um estabelecimento não essencial que estava funcionando e as autuações por serviços essenciais, que descumpriam os protocolos sanitários.


Com o objetivo de atender denúncias recebidas via 156, as equipes da Vigilância vistoriaram academias, salões de beleza, clínicas médicas, consultórios, supermercados, hortifrutis, padarias, açougues, sorveterias, lojas de suplementos, drogarias, comércios de vestuário, lanchonetes, bares, restaurantes e adegas. Os proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados sobre as medidas sanitárias obrigatórias previstas nos decretos municipais vigentes.


Durante a operação, houve colaboração da população, que abordou os fiscais para tirar dúvidas e fazer denúncias de estabelecimentos funcionando irregularmente.
Uma equipe de técnicos inspecionou uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), na Vila Industrial, para avaliação das medidas adotadas para a prevenção da Covid-19. Os fiscais constataram irregularidades sanitárias e abriram processo administrativo para apurar os fatos.


A Coordenadoria da Vigilância Sanitária reforça que a população pode denunciar situações em desacordo com os decretos municipais e demais medidas de controle para prevenção da Covid-19 pelo Portal do Cidadão – 156 (por telefone ou site) ou pelo Canal de Denúncias Estadual, tel: 0800-771 3541. O órgão também pede a colaboração dos cidadãos, com relação ao uso de máscara em locais públicos, higienização das mãos e para evitar aglomerações, principalmente festas clandestinas.

Continue Lendo







Populares