Connect with us

Geral

Prefeitura e Iniciativa Bloomberg firmam convênio para segurança viária

Publicado

em

Prevenir acidentes de trânsito, principalmente aqueles que resultam em mortes e feridos. Esse é o propósito do convênio firmado entre a Prefeitura de Campinas e a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS). Nesta segunda-feira, 25 de abril, uma reunião formalizou a parceria e discutiu os próximos passos da colaboração, que envolve ainda a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e a Secretaria de Transportes (Setransp).

Realizado na Sala Azul do Paço Municipal, em formato híbrido (presencial e on-line), o encontro contou com a participação do prefeito Dário Saadi; do presidente da Emdec, Vinicius Riverete; do secretário de Transportes, Fernando de Caires; da diretora de Projetos Estratégicos e Cidade Inteligente da Emdec, Mariana Savedra Pfitzner. Também participaram o diretor regional da América Latina da Vital Strategies, Jonas Romo; o diretor nacional da Vital Strategies, Pedro de Paula; o coordenador do Programa de Segurança no Trânsito, Dante Rosado; e a representante da equipe de saúde da Bloomberg Philanthropies, Rebecca Bavinger. Representantes da WRI (World Resources Institute), Johns Hopkins International Injury Research Unit e International Association of Chiefs of Police completaram os participantes do encontro.

Com a parceria, o município passa a contar com uma equipe de técnicos especializados e uma rede internacional de organizações, que irão oferecer apoio para a implementação de estratégias para prevenir mortes e feridos no trânsito.

Deixo aqui a nossa gratidão à Iniciativa Bloomberg e aos parceiros envolvidos por confiarem no município de Campinas. As ações que estamos realizando para a redução dos acidentes de trânsito podem repercutir em toda a Região Metropolitana. Tenho certeza que esse trabalho conjunto irá salvar muitas vidas”, destacou o prefeito Dário.

O presidente da Emdec reforçou que “essa parceria se une aos esforços que o município vem realizando para salvar vidas no trânsito. Quem irá colher os frutos desse trabalho é a população de Campinas”, disse Riverete.

Publicidade

Para o secretário de Transportes, Fernando de Caires, “promover estratégias de ampliação da segurança viária, baseadas em dados e nas melhores práticas internacionais, é o caminho que norteia essa parceria e que certamente irá contribuir para a redução dos acidentes com vítimas no município”.

O coordenador do Programa de Segurança no Trânsito no Brasil enfatizou que “nosso objetivo é trazer ações efetivas, baseadas em dados e evidências, com o propósito maior de salvar vidas e evitar acidentes com lesões graves no trânsito. Percebemos em Campinas um ambiente propício para colhermos frutos nos próximos anos”, disse Rosado.

Somos impulsionados por dados e evidências. Sabemos que os municípios têm recursos limitados. Precisamos priorizar os recursos e implementar intervenções para salvar o maior número de vidas possível no trânsito. Ao se comprometer com intervenções comprovadas que salvam vidas, Campinas está dando um passo importante para tornar as ruas mais seguras para todos”, destacou Rebecca Bavinger, da Bloomberg Philanthropies.

Eixos de atuação
A colaboração com o município se estende até 2025 e ocorre em quatro eixos, que envolvem suporte às ações do município para melhorias no gerenciamento de dados, mobilidade e infraestrutura viária, fiscalização, educação e comunicação.

Entre os principais temas a serem trabalhados no município estão a readequação dos limites de velocidade e a fiscalização. Pedestres e motociclistas serão priorizados nas ações, já que compõem o grupo de usuários mais vulneráveis para acidentes de trânsito.

Publicidade

As lesões no trânsito são a oitava principal causa de morte em todo o mundo e, também, a primeira causa das mortes entre crianças e jovens de 5 e 29 anos. Mais de 1,35 milhão de pessoas morrem e até 50 milhões são gravemente feridas em acidentes de trânsito a cada ano.

Entre os trabalhos realizados pela Iniciativa Bloomberg em conjunto com o município estão a Campanha JBD “Morte Zero no Trânsito”, lançada com o propósito de zerar o número de acidentes com vítimas fatais na Avenida John Boyd Dunlop (JBD). Em março, especialistas em segurança viária percorreram a avenida para identificar elementos de infraestrutura que podem ser aprimorados. A iniciativa também capacitou técnicos da Emdec e de outras secretarias municipais sobre a coleta e avaliação de métricas para projetos e intervenções para a transformação de vias.

BIGRS e Bloomberg Philanthropies
A Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS) trabalha com as principais organizações mundiais de segurança viária para implementar atividades de segurança no trânsito e coordenar com atores governamentais e não governamentais do país. E enfatiza a busca por resultados e o uso de mecanismos de monitoramento e avaliação de alta qualidade para avaliar continuamente o progresso.

Atualmente, a Iniciativa Bloomberg atua em 15 países e 26 cidades, tais como Accra e Kumasi (Gana); Adis Abeba (Etiópia); Bogotá (Colômbia); Hanói e Cidade de Ho Chi Minh (Vietnã); Kampala (Uganda); Mumbai, Bengaluru e Nova Délhi (Índia). No Brasil, além de Campinas, recebem apoio da BIGRS as cidades de São Paulo, Recife e Salvador.

A Fundação Bloomberg trabalha em 480 cidades em mais de 120 países ao redor do mundo para garantir vidas melhores e mais longas para o maior número de pessoas. A organização se concentra em cinco áreas principais para a criação de mudanças duradouras: Artes, Educação, Meio Ambiente, Inovação Governamental e Saúde Pública.

Publicidade

Geral

Mata de Santa Genebra adia caminhada noturna devido às rajadas de vento

Publicado

em

Por

 

A Fundação José Pedro de Oliveira adiou a caminhada noturna “Procurando o Corpo Seco”, que seria realizada nesta sexta-feira, 19 de agosto, às 19h, na Mata de Santa Genebra. Os organizadores julgaram mais seguro cancelar o passeio desta sexta porque estão ocorrendo fortes rajadas de vento na região de Campinas, trazendo risco de queda de árvores e galhos. Segundo a Defesa Civil, a velocidade do vento ultrapassou os 40km/h às 12h de hoje, em medição feita no Aeroporto de Viracopos.

 

A organização informou os 50 participantes inscritos para o evento de hoje que a atividade foi transferida para a próxima sexta-feira, 26 de agosto.

 

Publicidade

Procurando o Corpo Seco 

 

O passeio noturno pela Mata, apelidado de “caminhada assustadora” por quem já participou, é gratuita e tem um roteiro de aproximadamente 5 km de trilha. Técnicos e biólogos acompanharão os participantes e ficarão encarregados tanto de apontar aspectos da vida da Mata à noite quanto de narrar histórias sobrenaturais.

 

O evento é uma realização da Fundação José Pedro de Oliveira, gestora da Mata, em parceria com o grupo criativo de Campinas “O que te Assombra?”. A Secretaria de Cultura e Turismo de Campinas apoia a ação.

Publicidade

 

O ponto de encontro será na sede da Fundação, localizada na Rua Mata Atlântica, nº 447, no Bosque de Barão Geraldo, Campinas. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pela internet em https://forms.gle/F4ARECJVFRGxjads9. Haverá arrecadação de mantimentos para o Banco de Alimentos de Campinas. Quem quiser, pode doar no dia da caminhada.

 

Além de ser o lar de milhares de espécies e possuir fauna e flora exuberantes, a Mata de Santa Genebra é celeiro de lendas e histórias sobrenaturais. “Procurando o Corpo Seco” é uma das lendas assustadoras da floresta que são contadas durante as caminhadas noturnas.

 

Publicidade

O passeio lembrará outros personagens do imaginário da cidade que, com o passar dos anos, foram esquecidos pelo tempo. Entre outros, os narradores contarão as sagas do Lobisomem de Campinas, do Boi Falou, do Anhangá e de outras figuras míticas da nossa floresta. Todas as histórias trarão, junto com as lendas, muitas lições socioambientais.

 

A caminhada é recomendada para crianças acompanhadas dos responsáveis e adultos que tenham muita coragem e disposição.

 

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Virada: CPQD promove atrações para crianças e adultos na Lagoa do Taquaral

Publicado

em

Por

O CPQD, instituição de inovação em tecnologias da informação e comunicação, completa 46 anos no dia 31 de agosto e, como parte das comemorações de seu aniversário, dará um presente ao público da Virada Cultural Campinas no domingo, dia 21 de agosto, na Lagoa do Taquaral. A partir das 8 horas, adultos e crianças poderão participar das diversas atrações programadas pelo CPQD, que serão abertas a seus colaboradores e familiares e, também, ao público em geral. 

 

Profissionais da Ative Vida estarão lá logo cedo, orientando as pessoas interessadas em exercitar o corpo e acompanhando a Caminhada Cuidando de Mim, que terá início às 9 horas. A caminhada será realizada na área interna do parque e a duração prevista é de 45 minutos.

 

 

Publicidade

Às 10 horas, um show com bolhas gigantes deverá fazer a alegria de adultos e crianças. Um robô gigante e os simpáticos WeMovers – personagens que representam os valores do CPQD – também estarão lá animando a festa, que terá distribuição de pipoca, algodão doce e de brindes para quem participar das atividades realizadas.

 

 

Para os pequenos, as atividades incluem pintura, jogos de memória e dos 7 erros, cama elástica e outras brincadeiras. Já os adultos poderão conhecer melhor a história do CPQD e algumas das principais tecnologias desenvolvidas pela organização ao longo de seus 46 anos, no painel ilustrativo que será montado no local.

 

Publicidade

 

As atividades programadas pelo CPQD irão até as 13 horas e o acesso será pelo portão 5 da Lagoa do Taquaral.

 

 

 

Publicidade

Realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, a Virada SP Campinas 2022 acontece neste final de semana em diversos pontos da cidade.

 

 

Serviço

 

Publicidade

CPQD na Virada Cultural Campinas

 

Data: domingo, dia 21 de agosto

 

Onde: Lagoa do Taquaral – entrada pelo portão 5

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Dois novos viadutos do BRT serão construídos na Av. John Boyd Dunlop

Publicado

em

Por

A ordem de serviço para construção de dois viadutos do Lote 2 do BRT na Avenida John Boyd Dunlop foi assinada nesta sexta-feira, dia 19 de agosto, pelo prefeito Dário Saadi e pelo secretário de Infraestrutura Carlos José Barreiro. O investimento nas obras é de R$ 16,5 milhões com prazo de execução de 10 meses.

Serão edificados dois viadutos na Avenida: um na altura da avenida transamazônica (55 metros de extensão); e outro na altura da rodovia dos bandeirantes (150 metros de extensão). A empresa responsável é a mesma que realizou as demais obras do Lote 2: a Construcap CCPS.

“São duas obras imensas que fazem parte do BRT Campinas e para as quais tivemos que levantar recursos. Esses dois viadutos melhorarão a mobilidade urbana, o trânsito e a movimentação de pessoas nessas regiões”, afirmou o prefeito de Campinas, Dário Saadi.

Segundo o secretário Barreiro, a construção dos viadutos foi possível após muitas negociações e tratativas para adequação dos projetos executivos e aprovação junto aos órgãos de controle como a Caixa Econômica Federal, o Ministério de Desenvolvimento Regional, a Autoban e a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). “A empresa já está se mobilizando para as obras que terão início juntas”, informou.
Ele também contou que cada passo será feito cuidadosamente e com o acompanhamento da concessionária que administra a rodovia, no caso do segundo viaduto.

Com a finalização das duas estruturas, as obras do Lote 2, que compreendem os trechos 2, 3, e 4 do Corredor Campo Grande, da Vila Aurocan até o Terminal Itajaí, serão concluídas.

Publicidade

O trânsito no local será bloqueado somente em situações pontuais como içamento de vigas.

A cerimônia de assinatura também teve a presença dos vereadores Jorge Schneider e Marrom Cunha.

Sobre as Obras do BRT Campinas

As obras do BRT Campinas estão 96% concluídas, com 35,6 km entregues. Três terminais e uma estação estão ativos e sendo utilizados pelo sistema convencional de transporte público. São eles: Terminais Santa Lúcia, Satélite Íris e Campo Grande e Estação João Jorge. O investimento total no BRT Campinas é de R$ 490 milhões, incluindo ajustes.

A execução das obras foi dividida: O Lote 1 (trecho 1 do Corredor Campo Grande que liga a região central à Vila Aurocan) está finalizado; o Lote 2 será concluído com os dois viadutos cuja O.S. foi assinada nesta sexta, 19; o Lote 3 (trecho 1 do Corredor Ouro Verde, que liga a região central ao Terminal Campos Elíseos) será finalizado com as obras deste terminal até outubro deste ano. Já no Lote 4 (trechos 2 e 3 do Corredor Ouro Verde, entre o Terminal Campos Elíseos e o Terminal Vida Nova) faltam apenas 11% das obras, o que inclui três estações, um terminal, o CCO (Centro de Controle Operacional), alguns pequenos trechos viários, além da finalização dos Terminais Ouro Verde (60% concluído) e Vida Nova (70% pronto). Para este lote, será feita nova licitação, após a decisão da Prefeitura de rescindir contrato com o consórcio responsável pelas obras, após reiterados atrasos. Leia mais aqui:

Publicidade

O prazo para finalizar esta fase, e entrega de 100% das obras do BRT Campinas, é até o início de 2023.

Continue Lendo

Populares