Connect with us

Indaiatuba

Prefeitura beneficiará mais dez bairros da cidade com instalação de luminárias LED

Publicado

em

Foto: Eliando Figueira RIC/PMI

A Prefeitura de Indaiatuba dá andamento ao projeto de deixar a cidade muito mais iluminada e segura para a população. As ruas de mais dez bairros terão 100% de iluminação LED. O Jardim Santa Cruz, Vila Costa e Silva, Califórnia, Jardim Tropical e Jardim Morada do Sol integram a lista dos beneficiados. Os trabalhos foram iniciados na semana passada pela Rua dos Indaiás, que já está com as luminárias novas. Nesta semana, a empresa responsável pela execução dos serviços está na avenida Francisco de Paula Leite. No total, serão instaladas 3.211 lâmpadas LED de 84 a 190 watts de potência. No final de 2019 a Prefeitura concluiu a substituição de mais de 4 mil lâmpadas comuns pelo modelo LED.


No pacote iniciado em fevereiro também serão beneficiados os jardins Nova Indaiá, Kioto II, Juscelino Kubitschek, Vila Pires da Cunha e Parque das Nações, além da Alameda Filtros Mann.

Sozinho o Jardim Morada do Sol receberá 1.563 lâmpadas e passará a contar com 100% de suas ruas iluminadas por LED. Em dezembro de 2019 o bairro já havia recebido 616 luminárias novas distribuídas por 11 ruas que foram escolhidas com base nos pontos de maior movimento e também vias utilizadas pelo transporte coletivo urbano.

O Jardim Califórnia e a avenida Francisco de Paula Leite são outros dois pontos da cidade que receberão um volume maior de luminárias. No Jardim Califórnia serão 406 lâmpadas e na Paula Leite, 400.


Em 2019 a Prefeitura concluiu a instalação e substituição de mais de 4 mil pontos de iluminação pelo modelo LED. A novidade atendeu boa parte do Parque Ecológico, as principais praças e avenidas da cidade e alguns bairros inteiros, como a Vila Brigadeiro Faria Lima (Cecap I, II e III), os jardins Tancredo Neves e Oliveira Camargo. Já foram beneficiadas, também, ruas do Jardim Morada do Sol, algumas ruas do Centro, do Jardim dos Colibris, ruas Soldado João Carlos de Oliveira Jr. e Comendador Nagib Ibrahim, e as avenidas Higienópolis, Nove de Dezembro e dos Artífices.

O prefeito Nilson Gaspar ressaltou que o objetivo desse investimento é proporcionar uma iluminação mais eficiente e garantir mais segurança à população. “Nossa proposta é priorizar os pontos que precisam de mais iluminação e a medida faz parte de uma série de ações que estamos realizando para tornar o município cada vez mais seguro”, justificou. “Além de proporcionar mais segurança aos contribuintes com uma iluminação mais eficiente, as lâmpadas LED ainda geram economia no consumo de energia”, completou.

Esse trabalho foi iniciado pela Administração Municipal em 2018, com a substituição gradativa das lâmpadas comuns por luminárias LED, atendendo todo o Parque Ecológico, além das principais praças e avenidas da cidade. As obras de requalificação da avenida Ário Barnabé e a duplicação da alameda Coronel Antônio Estanislau do Amaral foram projetadas para receber esse novo modelo de iluminação, assim como a urbanização do final do Parque Ecológico, no Jardim Paulistano.

Conforme dados do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), a lâmpada LED é mais econômica porque sua eficiência luminosa é maior do que as outras lâmpadas. Isso significa que gasta menos energia para gerar a mesma iluminação. As LED podem durar pelo menos 25 vezes mais do que as lâmpadas incandescentes e quatro vezes mais do que as fluorescentes compactas, dependendo do modelo.

Indaiatuba

NOTA – Vacina contra a gripe estará disponível segunda-feira (6) nas Unidades de Saúde

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria de Saúde informa que recebeu hoje, sexta-feira (3) da Secretaria da Saúde do Estado de SP um novo lote da vacina contra a gripe e dará continuidade a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza na segunda-feira (6) a partir das 7h30 em todas as Unidades de Saúde do Município.


De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica chegaram cerca de 7.900 doses. As são destinadas aos idosos com mais de 60 anos, profissionais de saúde e de segurança. As Unidade de Saúde de Itaici, Cecap, UBS 09 (Centro) e do João Pioli terão serviço de Drive Thru de vacina. É importante ressaltar que a previsão é que o quantitativo se esgote ainda na segunda-feira.

Continue Lendo

Indaiatuba

Secretaria de Saúde faz entrega residencial de insulina para pacientes com mais de 60 anos

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba, por meio da Farmácia Unificada está fazendo a entrega domiciliar de insulina aos pacientes acima de 60 anos cadastrados no sistema. Essa ação faz parte da estratégia de enfrentamento ao Novo Coronavírus, visando manter as pessoas do grupo de risco em isolamento social.


A equipe entrou em contato telefônico para identificar a necessidade de abastecimento de cada paciente e está dispensando insulina para dois meses. A entrega começou na segunda-feira (30) e continuará até a próxima semana, são feitas de 50 a 60 entregas por dia.

Continue Lendo

Indaiatuba

Atletas da Natação PCD retornam para Brasil após quarentena na capital do Equador

Publicado

em

Por

Foto: Divulgação

O grupo de nove atletas e um técnico da Natação PCD da Secretaria Municipal de Esportes/ADI voltou do Equador na madrugada da última terça-feira (31), após dez dias de espera. A viagem foi realizada para que os nadadores se preparassem para as classificatórias dos Jogos Paralímpicos, aproveitando a altitude de 2.550 metros da cidade de Cuenca. Agora, todos aguardam em quarentena por novas datas para as seletivas, que serão divulgadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A Prefeitura de Indaiatuba acompanhou diariamente a situação dos atletas, auxiliando com a antecipação da ajuda de custo e pedidos junto ao Ministério da Defesa e das Relações Exteriores.


“Ficamos felizes pelo retorno dos atletas, que estão de volta à segurança de seus lares. Todos estão bem de saúde e agora serão acompanhados por seus familiares”, destaca o secretário municipal de Esportes, Marcos Antônio de Moraes, o Marquinhos. “A Prefeitura deu toda assistência, enquanto os trâmites diplomáticos e burocráticos eram resolvidos pelo CPB e órgãos federais”.

O treinamento da equipe foi planejado entre os dias 3 a 21 de março, em Cuenca. Em seguida, os atletas buscariam seus índices no Open de Natação Paralímpica, que aconteceria entre os dias 26 a 28, em São Paulo, competição que foi cancelada no dia 13 pelo CPB. No dia 15, o Aeroporto de Cuenca fechou e o técnico Antonio Luiz Duarte Candido, o Maceió, entrou em contato com o Consulado. A equipe então foi transferida para Quito, onde ficou em um hotel fechado para hóspedes, com estadia paga pelo Comitê. O embarque aconteceu no Aeroporto Internacional de Sucre, na noite do último dia 30, em avião fretado pela Embaixada Brasileira.

Maceió comenta os mais difíceis da quarentena no Equador. “A incerteza da volta, pois não tínhamos uma data. Isso dificultava muito”, destaca. “Não conseguia descansar, pela preocupação e também pelo barulho de sirenes, alarmes e polícia. As noites eram bem agitadas”. Para ajudar os atletas, o técnico recomendou a todos diversas atividades. “Era para que eles não ficassem dentro do quarto apenas, para que pudéssemos ter um momento mais tranquilo e de higiene mental”.


As atividades eram diversas. “Cozinhar, fazer yoga e circuito eram algumas das atividades que fazíamos. Dependia do dia e da condição mental do grupo”, conta Maceió. “Na cozinha, todos ajudavam. Na yoga, quem puxava a fila era a Cecília (Kethlen Jeronimo de Araújo, atleta do grupo)”.

Confirmação

Segundo Maceió, a notícia do retorno demorou para ser assimilada. “A ficha caiu mesmo quando estávamos no avião. A primeira confirmação foi para quarta (dia 1º), depois anteciparam para terça (31) e acabamos saindo do Equador na segunda (30)”, lembra o treinador, que classifica a experiência junto a sua equipe. “Já passei por alguns desafios na carreira e este foi mais um para me fortalecer e preparar psicologicamente para a vida. A união que presenciamos no Equador vai além do lado esportivo”.

Sobre o adiamento dos Jogos Paralímpicos para 2021, o técnico foi categórico. “Decisão acertada. Teremos tempo para nos planejar e preparar”, afirma. “Agora, precisamos esperar para restabelecer nossa rotina de preparação. Depois, sabendo as datas para obtenção das marcas, é treinar para brigar por uma vaga em Tóquio”. Além de Maceió e Cecília, integravam a equipe os atletas André Luiz Bento da Silva Filho, Alan Augusto da Silva Santos, Andrey Ribeiro Woycza Madeira, Felipe Caltran Vila Real, Lucilene da Silva Souza, Raquel Viel, Taís Bobato de Souza e Victor Manoel Pinto Viana dos Santos.

Continue Lendo

error: Content is protected !!