Connect with us

Geral

Prefeitura abre nesta segunda, 24, consulta pública para a PPP do Lixo

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas abriu nesta segunda-feira, 24 de maio, consulta pública para receber contribuições da população para subsidiar a elaboração do edital de concorrência para a parceria público-privada destinada a investimentos e prestação dos serviços de gestão integrada de resíduos sólidos urbanos, a chamada PPP do Lixo. O edital será discutido em audiência pública marcada para 28 de junho.

 

Com a PPP do Lixo, a meta é viabilizar a operação do novo modelo de limpeza na cidade e a construção e operação de um Complexo Integrado de Valorização de Resíduos (CIVAR), que se resume em segregação e valorização dos resíduos, além de enviar somente rejeito para os aterros, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Nesse modelo de gestão pretende-se atingir como meta o princípio da reciclagem máxima dos resíduos.

 

Até 24 de junho, a população poderá encaminhar críticas, pedidos de esclarecimentos e sugestões para o endereço eletrônico: limpezapublica@campinas.sp.gov.br, que serão respondidos em dez dias, por e-mail.

Publicidade

 

As minutas de edital e contrato e todos os estudos realizados, incluindo a atualização do Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, estão disponíveis no endereço https://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/consulta-publica-residuos-solidos.php.

 

A licitação definirá a empresa, ou consórcio, que assumirá a gestão de toda a cadeia do lixo de Campinas nos próximos 30 anos. O valor estimado do contrato é de R$ 8,05 bilhões, montante que a Prefeitura pagará ao concessionário ao longo do período da concessão. Será declarada vencedora a licitante que apresentar a melhor proposta em razão da combinação do menor valor da contraprestação a ser paga pela Administração Municipal com a melhor técnica.

 

Publicidade

Os serviços a serem prestados têm como base o Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, que traz como meta o estímulo à coleta seletiva, a reciclagem e o reaproveitamento de tudo o que for possível, com encaminhamento aos aterros apenas dos rejeitos. Esses rejeitos serão processados em usinas para a produção de combustível derivado de resíduos (CDR), utilizado em fornos industriais. A estimativa é de que, neste ano, Campinas produzirá 317,2 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares.

 

Entre as metas para as próximas três décadas estão a universalização de coleta em locais de difícil acesso, 100% de coleta, mecanização nos locais possíveis de implantação e 100% de coleta regular na área rural.

 

Também há previsão de coletar 10% do total de resíduos sólidos domiciliares de materiais recicláveis, ampliar a área de varrição manual das vias públicas para 15 mil quilômetros mensais, instalar 20 sistemas subterrâneos de contentores com no mínimo quatro compartimentos cada.

Publicidade

 

É meta, em 30 anos, ampliar para 100% a compostagem dos resíduos verdes coletados, fazer a manutenção e monitoramento dos antigos aterros e reabilitar ambientalmente as antigas áreas de disposição final.

Geral

Prefeitura homologa licitação para pavimentação no Jardim Monte Líbano

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Administração, homologou o processo licitatório para execução de obras de pavimentação e drenagem do Jardim Monte Líbano, região Sul da cidade. Serão pavimentados três quilômetros de vias. Ação faz parte do Programa Meu Bairro Bem Melhor 2.

O valor do contrato ultrapassa os R$ 7 milhões. A homologação do processo foi publicada na edição desta terça-feira, 16 de agosto, do Diário Oficial do Município.

A empresa vencedora do pregão foi a GLM7 Engenharia Construções Ltda. Nos próximos 15 dias ocorre a autorização da despesa pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e, na sequência, a assinatura do contrato.

Conforme o secretário da Seinfra, Carlos José Barreiro, até o momento foram homologados quatro processos licitatórios para execução de obras de pavimentação e drenagem. São mais de 14 quilômetros de vias pavimentadas, além da implantação de mais de 12 quilômetros de rede de drenagem, com investimento da ordem de R$ 28 milhões.

A Secretaria já autorizou despesa para a execução das obras do Jardim Itayu e Sul América. Em breve, assinaremos as ordens de serviço e consequente início do trabalho”, detalhou o secretário.

Publicidade

Meu Bairro Bem Melhor 2
O programa Meu Bairro Bem Melhor 2, lançado em setembro do ano passado, faz parte do Paes (Programa de Ativação Econômica e Social) e vai beneficiar cerca de 40 mil moradores de 13 bairros da cidade. A previsão é executar mais de 35 km de rede de drenagem e mais de 50 km de pavimentação de vias.

Além dos bairros que já tiveram a licitação homologada, também serão beneficiados o Vila Palmeiras; Jardim Campo Belo 1, 2 e 3; Parque Centenário; Jardim Campina Grande; Jardim Lisa 2; Jardim Satélite Íris 2 e Parque dos Pomares.

Informações
Jardim Monte Líbano – Região Sul
Investimento: R$ 7,2 milhões (R$7. 219. 631,48)
Pavimentação de vias: 3 quilômetros (23.300 metros quadrados)
Rede de drenagem: 2,5 quilômetros
População beneficiada: 1 mil pessoas.

Continue Lendo

Geral

Prefeito participa do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi participou, na manhã desta terça-feira, 16 de agosto, do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto, uma iniciativa nacional por mais e melhores negócios. O evento, realizado no Espaço Mescla da PUC Campinas, reuniu representantes da universidade, do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), da Fundação Feac e da Fundação Educar.
O objetivo do projeto é atrair para a cidade negócios nos setores de incubadoras, aceleradoras, parques tecnológicos, startups, hubs de negócios, instituições de ensino superior, empresas e outras organizações que apoiam empreendedores comprometidos a estruturar negócios que resolvam problemas sociais e ambientais.
Para o prefeito, essa é uma iniciativa fantástica que tem como foco o empreendedorismo na transformação social. “Campinas foi uma das seis cidades do Brasil escolhidas para o lançamento desse programa que visa transformar o empresário num modificador do cenário social”, ressaltou.
O anfitrião do evento, professor Germano Rigacci Júnior, reitor da PUC Campinas, destacou a inclusão de Campinas na Coalizão pelo Impacto. “Temos que estar sempre envolvidos com projetos que gerem impacto social. Estamos juntos com a Feac que, como a nossa universidade, tem tradição de promover projetos sociais em áreas de vulnerabilidade social na cidade de Campinas”, disse. “A Coalizão pelo Impacto vem ao encontro do que nos inspira – o cuidado que devemos ter com a natureza, com as pessoas no sentido de promover a dignidade humana e promover o cuidado com o meio ambiente”, completou.
A Coalizão pelo Impacto é uma ação do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto Helda Gerdau, Instituto Humanize e a Somos Um. O programa conta com parceria estratégica da Cosan, Fundação Feac, Fundação Educar, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Instituto Sabin e Raia Drogasil. As ações de Campinas estão sob a coordenação do Impact Hub São Paulo e contam com apoio também da PUC Campinas.
Sobre Coalização pelo Impacto
Em cinco anos, a Coalizão pelo Impacto pretende mobilizar R$ 21,5 milhões em recursos filantrópicos para construção da infraestrutura do ecossistema de impacto nas seis cidades escolhidas – Campinas (SP), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Belém (PA) e Paranaguá (PR). Os recursos serão obtidos por meio do apoio a organizações dinamizadoras de impacto.
A expectativa é fortalecer 500 negócios de impacto.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Campinas divulga resultados de dois concursos públicos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 16 de agosto, os resultados dos concursos para agente de educação infantil e para o saúde/geral. O Diário Oficial está disponível no www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/ .

Os candidatos ao cargo de agente de educação infantil podem consultar o resultado das questões dissertativas da prova de conhecimentos, a nota de corte das questões objetivas e a relação dos candidatos habilitados para a correção dessas questões.

Quem discordar dos resultados pode entrar com um recurso, nos dias 17 e 18, pelo site da Vunesp (www.vunesp.com.br).

Saúde/geral
No caso do concurso da saúde e cargos gerais, os candidatos terão acesso aos resultados dos recursos contra a aplicação da prova e contra o gabarito, além da pontuação na prova objetiva e do gabarito atualizado para alguns cargos, após análise dos recursos.

São três listas. Na primeira, constam os candidatos habilitados inicialmente com base em um dos critérios do edital, ou seja, que obtiveram nota mínima; na segunda, os que não atingiram a nota mínima e foram eliminados e na terceira os que faltaram à prova”, explicou Juliana Miorin, coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção.

Publicidade

Para o resultado da prova objetiva, os candidatos também têm direito a recursos, que pode ser protocolado nos dias 17 e 18 de agosto, no site da Vunesp (vunesp.com.br).

Continue Lendo

Populares