Connect with us

Geral

Prefeito recebe ministro em cerimônia na EPAR Boa Vista nesta sexta, 23

Publicado

em

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, e o presidente da Sanasa, Manuelito Magalhães, participaram na manhã desta sexta-feira, 23 de julho, da cerimônia de apresentação da Estação Produtora de Água de Reúso – EPAR Boa Vista. O evento contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e do secretário nacional de Saneamento, Pedro Maranhão.

 

 

 

 

A obra beneficia uma população de aproximadamente 55 mil moradores de 30 bairros de Campinas. A EPAR tem capacidade para tratar 180 litros de efluentes por segundo. O esgoto, tratado por meio de membranas ultrafiltrantes, resulta em água de excelente qualidade, que pode ser aproveitada como água de reúso com 99% de grau de pureza. Com a operação dessa unidade, a Estação de Tratamento de Esgoto Vó Pureza será desativada.

 

 

 

 

A EPAR Boa Vista faz de Campinas o primeiro município com mais de 500 mil habitantes a atingir 100% da capacidade instalada para o tratamento de esgoto. “Esta estação é inovadora, um exemplo de ação que gostaríamos que fosse multiplicada em outras cidades brasileiras. Além de tratar o esgoto de forma adequada, está produzindo uma água de qualidade que poderá desde retornar aos rios até ser usada na agricultura ou em aplicações mais nobres. Estou bem impressionado”, elogiou o ministro.

 

 

 

De acordo com o prefeito Dário Saadi, a obra impacta, principalmente, no desenvolvimento sustentável. “Podemos tratar o esgoto, que é fundamental para o meio ambiente, e produzir água de reúso que, além de ser destinada ao Ribeirão Boa Vista mais limpa, pode ser usada na indústria e em outros lugares”, comemorou.

 

 

 

 

De acordo com o presidente da Sanasa, Manuelito Magalhães, a EPAR representa um avanço no tratamento terciário de esgoto. “Devolvemos aos rios água de muito melhor qualidade do que aquela que nós captamos para abastecer a nossa cidade. Recentemente, assinamos outro contrato de financiamento com a Caixa para a modernização da ETE Anhumas, que será transformada em estação produtora de água de reúso. Quando esse empreendimento estiver pronto, Campinas tratará, em caráter terciário, cerca de 70 por cento do esgoto produzido na cidade”, anunciou.

 

 

 

 

O investimento total da obra na Boa Vista foi de R$ 68.458.591,90, sendo R$ 45.998.479,18 financiados pelo PAC FIN/FGTS, e R$ 22.460.112,72 como contrapartida da Sanasa. O trabalho foi executado pelo consórcio formado pelas empresas Enfil e Augusto Velloso, escolhido por meio de licitação internacional. A obra teve início em 1º de março de 2016 em uma área de 90 mil metros quadrados. A EPAR Boa Vista leva o nome do córrego que margeia a estação.

 

 

 

Liberação de recursos

 

Durante o evento, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinou a liberação de recursos nos valores de R$ 126 milhões para obra de melhorias e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Anhumas.

 

 

Também foram liberados R$ 129,5 milhões para a implantação do sistema de esgotamento sanitário que ligará a bacia do Samambaia, em Campinas, à Estação Produtora de Água de Reúso (EPAR) Capuava, em Valinhos.

Geral

Prefeito se afasta do cargo por 15 dias e vice assume

Publicado

em

Por

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, foi internado no hospital Vera Cruz/Casa de Saúde nesta quinta-feira, (23/09) para realização de exames. Ele deve passar a noite no hospital em um leito de enfermaria conveniado com a Prefeitura pelo SUS. O prefeito, diagnosticado com Covid-19, sentiu cansaço ao longo do dia e, por isso, houve a decisão pela internação. Boletins médicos serão divulgados pela direção do hospital a partir de amanhã pela manhã.

 

Em razão da internação por Covid-19, o prefeito Dário Saadi pediu afastamento do cargo por 15 dias a partir desta quinta-feira, 23/09. O vice-prefeito Wanderley de Almeida assume a Prefeitura de Campinas neste período.

Continue Lendo

Geral

Data dedicada aos agentes da mobilidade urbana é marcada por homenagens

Publicado

em

Por

 

 

Eles defendem vidas no trânsito, promovem a segurança da circulação e fazem o tráfego fluir. Na data dedicada aos Agentes da Mobilidade Urbana, nesta quinta-feira, 23 de setembro (23/09), a Secretaria de Transportes (Setransp) e a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) prestaram homenagens aos cerca de 400 profissionais que são seus porta-vozes nas ruas e nos terminais urbanos. A ação integra a Semana Municipal do Trânsito (Semutran), que se estende até o dia 1º de outubro.  

 

 

Um evento interno celebrou a atuação dos agentes, reconhecendo dez profissionais em diferentes categorias, com representatividade de gênero. Houve ainda o lançamento da série de conteúdos audiovisuais “Trabalhamos em defesa da vida”, que será divulgada nas redes sociais da Emdec. Os próprios agentes da mobilidade protagonizam vídeos destacando as funções que exercem para preservar vidas, desde a operação de trânsito, atuação em terminais urbanos e instituições de ensino.  

 

 

Trajado com o uniforme utilizado pelos agentes da Mobilidade Urbana, o secretário de Transportes, Vinicius Riverete, reforçou que os profissionais “são o nosso rosto nas ruas, representando a Setransp e a Emdec junto à população, correndo riscos diariamente para garantir a segurança no trânsito. Temos muito orgulho do trabalho que vocês realizam, que muda e salva a vida das pessoas”. 

 

 

O papel de prevenção dos acidentes de trânsito realizado pelos profissionais da Emdec foi destacado pelo presidente Ayrton Camargo e Silva. “A gestão eficiente da mobilidade salva vidas e qualifica a cidade. Os agentes são educadores e embaixadores dessa visão e fazem com que a cidade se movimente de forma segura”, disse.  

 

 

Também prestaram homenagens aos profissionais o diretor e o gerente de Operações da Emdec, Luiz Carlos Sardinha e Claudionir Thomas de Sá. Ambos iniciaram a carreira como agentes da Mobilidade Urbana.  

 

 

Ainda em alusão à data, para despertar o reconhecimento da população sobre o trabalho realizado pelos agentes, 140 relógios digitais estão estampando a mensagem “Agentes de trânsito salvam vidas”; e a Rádio Educativa fará menções ao vivo sobre a importância da profissão. 

 

 

O Dia do Agente da Mobilidade foi instituído pela Lei Municipal nº 13.780/2010. Atualmente, a Emdec conta com 391 agentes, sendo 376 em atuação nas áreas de fiscalização, operação e educação.   

 

 

Entre as funções desempenhadas pelos agentes da Mobilidade Urbana estão: monitoramento do trânsito e da circulação viária; acompanhamento de obras e serviços com reflexo no sistema viário; fiscalização da operação do sistema de transporte público coletivo; aplicação de autos de infração de trânsito e transporte; sinalização e suporte em acidentes de trânsito; reprogramação semafórica remota e in loco; na sinalização de obras, eventos e interdições.

 

 

Os agentes da Emdec atuam, ainda, em programas educativos junto a instituições de ensino e em abordagens que orientam pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas. 

 

 

Agentes expressam orgulho da profissão 

 

 

Homenageado como profissional mais experiente da Emdec, por sua trajetória de 31 anos como agente da Mobilidade, Wanderlei Quintino do Prado destacou a contribuição social da profissão. “Tenho orgulho de servir a população, informando e orientando os usuários do transporte público”, disse.  

 

 

Para Cristina Helena Jacomini, que teve a atuação de 29 anos reconhecida durante o evento, “é uma profissão que nos permite aprender todos os dias. Exerço o meu trabalho com muito orgulho, foco e dedicação, somos uma verdadeira família”.  

 

 

Com três anos de carreira, a agente Gabriela Simão, destacou que “é gratificante contribuir para qualificar a mobilidade, salvando vidas e garantindo a segurança nos deslocamentos”.  

 

 

Para Edneia Mendes Alexandre, que completa 29 anos como agente, “nós orientamos, educamos e defendemos a vida, todos os dias”.  

Continue Lendo

Geral

Instituto Anelo participa de homenagem ao centenário de Paulo Freire

Publicado

em

Por

O Instituto Anelo, associação sem fins lucrativos que há 21 anos oferece aulas gratuitas de música no Distrito do Campo Grande, em Campinas, participa nesta sexta-feira, dia 24 de setembro, da programação que comemora o centenário de nascimento do educador e filósofo Paulo Freire (1921-1997), o patrono da educação brasileira, a ser realizada no CEI Bem Querer Professor Paulo Reglus Neves Freire, no bairro Cidade Satélite Íris II.

 

 

O evento, que é promovido pela Associação Educacional Maria do Carmo Ferreira Paula, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Campinas, começa às 9 horas e contará, entre as atrações, com um show do trio formado pelos músicos Luccas Soares (piano), Léo Pelegrin (percussão) e Romulo Oliveira (saxofone), todos ligados ao Instituto Anelo.

 

 

No repertório da apresentação, músicas de autoria de Luccas Soares, fundador do Anelo. Entre elas está a canção “Aonde Foi?”, que fala sobre o resgate da infância.

 

 

Natural de Campinas, o pianista, acordeonista, cantor e compositor Luccas Soares estudou música no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos, em Tatuí, e no Conservatório Souza Lima, em São Paulo. É responsável pelo intercâmbio entre o Instituto Anelo e os seguintes festivais internacionais: Arcevia Jazz Feast, na Itália, parceiro da instituição desde 2015, e o Standard Bank Jazz Festival, na África do Sul, onde também se apresentou. Foi palestrante do TEDx Campinas em 2019.

 

 

Leo Pelegrin é técnico em música pelo Conservatório André da Silva Gomes, em São Bernardo do Campo, e bacharel em Música Popular, na especialidade em percussão popular e bateria, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atua como baterista em diversas formações e estilos musicais, desde música brasileira e jazz a música de câmara.

 

 

Já Romulo Oliveira é músico profissional desde 2004. Já se apresentou com a banda Titãs e integra o grupo que acompanha o cantor Dudu Nobre. Participou, com o Quinteto Anelo, do aniversário de cinco anos do programa “Como Será?”, da Rede Globo. Criou e dirigiu o pocket show musical The Lion King BR África, apresentado no Cinemark do Shopping Iguatemi Campinas, no lançamento do filme “O Rei Leão”, em 2019.

 

 

Esta ação de contrapartida de atividades refere-se ao inciso II da Lei Federal 14.017, de 29 de junho de 2020 Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

 

 

Instituto

 

 

Fundado em 2000, o Instituto Anelo é um projeto intergeracional que já atendeu, ao longo de 21 anos de atividades, mais de 5 mil alunos em seus projetos. Alguns deles tornaram-se músicos profissionais e professores, inclusive lecionando na própria instituição.

 

 

Atualmente, o Anelo trabalha com os seguintes projetos: Brincando com os Sons (de musicalização infantil), Instrumentos e Canto (ensino de instrumentos de cordas, teclas, sopros e percussão, além de canto coral), Prática de Banda (música em grupo) e Sanfônica (aulas de acordeon). Mais informações: www.anelo.org.br.

 

 

Serviço:

 

Apresentação do trio Luccas Soares, Leo Pelegrin e Romulo Oliveira em evento que homenageia o centenário de Paulo Freire

 

Data: 24 de setembro de 2021

 

Horário: 9 horas

Continue Lendo

Populares