Connect with us

Geral

Paço Municipal terá Mostra de Trabalhos de estudantes do Cefortepe

Publicado

em

Uma mostra comemorativa dos 10 anos do Centro de Formação, Tecnologia e Pequisa Milton Santos (Cefortepe) será exibida no Paço Municipal entre os dias 3, segunda-feira, e 7 de dezembro, sexta-feira. O órgão da Secretaria Municipal de Educação (SME) auxilia na formação dos profissionais da rede de ensino. A exibição terá imagens e vídeos de programas desenvolvidos nas escolas municipais com apoio da formação do Cefortepe. Uma parte das imagens foi feita por alunos.

 

Entre os estudantes que terão suas fotos exibidas na Mostra está Larissa Corrêa de 13 anos. Ela estuda na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Padre Leão Vallerie, no Parque Valença. Seu principal passatempo é a fotografia, inclusive dentro da escola, nos intervalos. É dela a foto de uma bela cena da natureza, uma borboleta que tentava pousar em uma flor rosa. A imagem foi feita no intervalo das aulas.

 

Larissa começou a se dedicar mais à fotografia no começo deste ano, com a câmera que ganhou de presente dos pais, mas ela já se interessava pelo tema há muito mais tempo, nem se lembra de quando começou a brincar com o flash das antigas câmeras analógicas que tinha em casa, aquelas que ainda dependiam de rolos de filme.

 

 

O hobbie chamou a atenção da equipe da Leão Vallerie. O professor de educação física, Moysés dos Santos Jr. já trabalhou com fotografia e filmagem e incentiva os alunos que gostam de registrar o mundo a continuarem praticando e aprendendo a técnica. Ele também costuma dar algumas dicas quando necessário.

 

 

Foi com empolgação que Santos convidou Larissa para ser a fotógrafa oficial da EMEF Padre Leão Vallerie nos Jogos Escolares Municipais (JEM), realizados em outubro. O professor acredita que experiências como essa ajudam os estudantes a ver o mundo de forma diferente, mais sensível, e os jovens acabam compartilhando esta sensibilidade com os adultos, “o aluno tem outro olhar, outra lente do JEM”, conta.

 

 

A fotógrafa registrou não só imagens de sua equipe, mas tudo o que achou bonito ou interessante na competição e que merecia ser visto pelos outros, e por isso foi convidada a compor a galeria de imagens da Mostra.

 

 

Larissa é tímida, ansiosa e não se considera uma grande fã de esportes, não fez parte de nenhuma competição dos Jogos Escolares, por exemplo. Mesmo assim estava ansiosa para o evento, isso porque já sabia que iria registrar a “olimpíada” da Rede. Ela acaba deixando a timidez um pouco de lado para falar da fotografia, conta que quando resolveu aprender mais da técnica foi amor à primeira vista, “me apaixonei na hora”.

 

 

A estudante está desenvolvendo seu olhar de fotógrafa, que inclui a sensibilidade de apreciar o que é belo, mas também uma visão técnica de como fazer registros fiéis aos sentimentos ou a beleza da cena, seja improvisando um tripé para fotografar a lua ou decidindo qual o melhor ângulo para registrar um time de futebol. Larissa tem outras palavras para descrever a visão de fotógrafo, é olhar para algo e pensar “isso aqui tá muito lindo, tenho que tirar uma foto”.

 

 

A estudante é um exemplo de como os projetos escolares podem servir para desenvolver talentos que vão além da sala de aula e até além do que se poderia imaginar na elaboração dos programas. “Eles (os projetos) possibilitam essas vivências e com elas os alunos descobrem afinidades”, disse Jane Gerodo, coordenadora setorial de formação do Cefortepe.

 

 

Serviço:

Mostra dos 10 anos do Cefortepe

Data: de 3/12 a 7/12

Horário: Saguão da Prefeitura – das 7h30 às 19h; Abertura às 14h30 da segunda-feira (3)

Local: Prefeitura Municipal, Av. Anchieta 200 – Centro

Geral

Emdec reforça sinalização de velocidade máxima na Av. Washington Luiz

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) reforçará nesta quarta-feira, 14 de abril, a sinalização da variação da velocidade máxima permitida na Avenida Washington Luiz, no trecho sentido Centro após o cruzamento com a Rua Agnaldo Macedo, no Parque Prado.

A velocidade máxima já é reduzida de 60 km/h para 50 km/h no local, contando com as devidas placas de regulamentação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A nova placa que será instalada amplia a comunicação com os motoristas, trazendo o texto “A partir deste ponto” ao lado da indicação de “50 km/h”.

A variação da velocidade é justificada pelo maior fluxo de pedestres e veículos no entorno do Shopping Prado Boulevard, da Estação de Transferência Parque Prado, Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade e próximo aos condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais. Também há a Ciclovia Washington Luiz no canteiro central da avenida.

A Washington Luiz recebeu, em 2020, uma média diária de até 31 mil veículos, considerando os dois sentidos de circulação.

A nova placa abre a segunda etapa do reforço da sinalização em vias que possuem variações de velocidade, por características técnicas específicas”, explica o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “A instalação deverá aumentar a segurança viária. O principal objetivo é evitar acidentes e preservar vidas. O projeto também promove maior transparência na fiscalização de trânsito”.

Vias já sinalizadas
A Washington Luiz é o oitavo eixo viário que tem a sinalização reforçada.
Outros trechos viários já foram contemplados no município:
– Avenida Lix da Cunha (24/02);
– Túnel Joá Penteado e Avenida Dr. Ruy de Almeida Barbosa (03/03);
– Avenida Cônego Antônio Roccato / Rua Sylvia da Silva Braga (10/03);
– Avenida Comendador Aladino Selmi (17/03);
– Rodovia Dr. Heitor Penteado / Avenida Dr. Antônio Carlos Couto de Barros (24/03);
– Avenida Antônio Carlos de Salles Júnior (31/03);
– Avenida Theodureto de Almeida Camargo (07/04).

Todos estes locais possuem equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade (radares) e grande fluxo de veículos.

A segunda fase do projeto alcançará, ainda, o eixo composto pela Avenida Prefeito Magalhães Teixeira e Rua Dr. Celso da Silveira Rezende.

Continue Lendo

Geral

Saúde divulga alerta de alta incidência de dengue em diversos bairros em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas emitiu, nesta terça-feira, dia 13 de abril, um alerta para alta incidência de casos de dengue nas regiões Sudoeste (especialmente nos bairros Jardim Profilurb e Parque Universitário de Viracopos), Noroeste (Jardim Florence II e Jardim Satélite Iris I), Norte (Bosque das Palmeiras ,Vila Boa Vista e Jardim Campineiro) e Leste (Vila Costa e Silva).

Quem mora nesses bairros citados acima deve intensificar o controle dos criadouros em suas residências para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes Aegypti, já que, segundo a Secretaria de Saúde, 80% dos focos estão nos quintais e dentro de casa.

Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupi-as; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.

As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito).

Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis. Quem precisa descartar este material, deve levar até um dos 16 ecopontos da cidade. Os endereços podem ser consultados na página http://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/ecopontos/index.php.

As equipes da Secretaria de Saúde realizam diariamente, de segunda a sábado, ações de nebulização para o controle do mosquito. No entanto, o combate à dengue depende também da colaboração da população.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura publica decreto de combate contra a corrupção na Administração

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares