Connect with us

Geral

Oficinas de fotografia que discutem a importância do “cuidar” chegam pela segunda vez ao Hospital das Clínicas de São Paulo

Publicado

em

O projeto Fotografia e Inclusão, mais um ciclo do Programa Saúde e Cultura, da ImageMagica – uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), sem fins lucrativos, que promove educação, cultura e saúde -, vem sendo realizado no Ambulatório de Neurologia do Hospital das Clínicas de São Paulo (HC), com o apoio da EMS, maior laboratório farmacêutico no Brasil. O objetivo é promover uma reflexão sobre o tema “Cuidar” entre os profissionais de saúde, pacientes e seus acompanhantes.

Por meio de oficinas de fotografia que estão sendo realizadas na instituição até o final de setembro e conduzidas pelos educadores da ImageMagica, os participantes são estimulados a perceber o ambiente hospitalar por uma ótica totalmente diferente, com o intuito de fortalecer vínculos, reforçando ainda mais as atividades de humanização já exercidas pelo hospital. Após cada atividade, são convidados a produzir uma fotografia acompanhada de uma legenda utilizando o aplicativo Camino, desenvolvido pela própria ImageMagica e que deixa as imagens prontas para serem impressas em minutos, em um formato que lembra o filme das câmeras instantâneas. As melhores fotografias produzidas ficam expostas para todo o hospital. Ao término do projeto, a ImageMagica apresenta uma palestra, tanto para o público em geral quanto para professores e estudantes da área da saúde, com os resultados obtidos, visando ampliar as reflexões e dividir as histórias desse período de trabalho.

Para a gerente de Marketing Institucional da EMS, Josemara Tsuruoka, a parceria com a ImageMagica confirma o compromisso do laboratório com a humanização na área da saúde. “Todo incentivo nesse sentido traz resultados gratificantes e significativos para os envolvidos. Pretendemos continuar colaborando com ações como esta, que se alinham à missão da EMS de cuidar das pessoas e ao nosso compromisso de promover bem-estar e qualidade de vida aos mais diferentes públicos”.

O Programa Saúde e Cultura existe desde 2006 e já percorreu todas as regiões do território nacional, passando por mais de 65 hospitais. A parceria entre a ImageMagica e o Hospital das Clínicas existe desde 2008.

EMS e ImageMagica

A EMS é patrocinadora da proposta da ImageMagica de humanização do tratamento dentro de hospitais no Brasil há praticamente dez anos. Dentro da parceria, já participaram instituições como o Hospital Universitário Pedro Ernesto (2008), no Rio de Janeiro (RJ); o Hospital Municipal Menino Jesus (2009 e 2013), em São Paulo (SP); o Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, o Hospital de Clínicas da Unicamp e o Centro Corsini (2012), em Campinas, no interior de São Paulo; o Hospital das Clínicas de São Paulo (2014 e 2017); o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – ICESP (2015); o IMREA (Centro de Reabilitação Lucy Montoro) e a APAE (2016), em São Paulo (SP).

Sobre a EMS:

Maior laboratório farmacêutico no Brasil, líder de mercado tanto em unidades comercializadas quanto em faturamento, pertencente ao Grupo NC. Com cinco mil colaboradores e mais de 50 anos de história, atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, fabricando produtos para praticamente todas as áreas da Medicina. Tem presença no mercado norte-americano por meio da Brace Pharma, empresa com foco em inovação radical. A EMS também investe consistentemente em inovação incremental e é uma das acionistas da Bionovis, de medicamentos biotecnológicos – considerados o futuro da indústria farmacêutica. A empresa possui unidades produtivas em São Bernardo do Campo, em Jaguariúna e em Hortolândia (SP), onde funciona o complexo industrial, incluindo o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, um dos maiores e mais modernos da América Latina, e a unidade totalmente robotizada de embalagem de medicamentos sólidos; conta com a Novamed, localizada em Manaus (AM), uma das maiores e mais modernas fábricas de medicamentos sólidos do mundo; e se instalou em 2017 em Brasília (DF). A EMS exporta para mais de 40 países – www.ems.com.br.

Sobre a ImageMagica

Criada em 1995, em São Paulo, pelo fotógrafo documentarista André François, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, que desenvolve ações das áreas educacional, cultural e de saúde, sempre usando a fotografia e a linguagem visual como ferramentas de trabalho. Por meio da fotografia, a ImageMagica aplica seus projetos em escolas e hospitais, possibilitando a reflexão sobre a realidade de cada um e a transformação social. Além disso, desde 2005, André François realiza documentários fotográficos sobre a saúde no Brasil e no mundo. Entre os principais prêmios e títulos de reconhecimento recebidos pela ImageMagica estão: ações premiadas pela International Union for Health Promotion and Health Education; organização representante da América Latina credenciada pelo DPI (Departamento de Informação Pública) da ONU, desde 2006; 1º lugar na categoria “Comunicação e Saúde”, prêmio concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde, além de André François ter sido finalista do prêmio Empreendedor Social 2006, da Schwab Foundation.

Geral

Secretaria de Saúde atualiza dados da pandemia de Covid-19 em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou os dados da pandemia de Covid-19 em Campinas nesta segunda-feira, dia 18 de janeiro. O município tem 55.995 casos confirmados da doença, 610 a mais que na sexta-feira, dia 15. Mais oito mortes foram registradas, totalizando 1.560 óbitos pela doença. Outras 10 mortes estão em investigação.

 

 

Há 609 casos sendo investigados (33 a mais) e 141.706 foram descartados (1.912 a mais). Dos casos confirmados, 53.758 pessoas já se recuperaram (985 a mais), 232 estão internadas com Covid-19 (seis a mais) e 118 estão em isolamento domiciliar (474 a menos).

 

 

Perfil das vítimas

 

Cinco das vítimas eram mulheres e três eram homens. Todas apresentavam comorbidades e tinham mais de 60 anos de idade, sendo que uma era maior de 90 anos, três tinham entre 80 e 89 anos e quatro entre 70 e 79 anos.

 

Sobre as vítimas

 

– Homem de 89 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 8 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

 

– Homem de 79 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 4 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

 

– Mulher de 78 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 13 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

 

– Mulher de 71 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 7 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do instituto adolfo lutz.

 

– Mulher de 77 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 14 de janeiro em hospital público. O exame foi no laboratório do instituto adolfo lutz.

 

– Homem de 85 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 11 de janeiro em hospital privado. O exame foi no laboratório do instituto adolfo lutz.

 

– Mulher de 84 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 12 de janeiro em hospital privado. O exame foi em hospital privado.

 

– Mulher de 92 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 17 de janeiro em hospital privado. O exame foi clínico e por tomografia.

 

 

Informações

 

Todas as informações sobre o novo coronavírus ou a Covid-19 podem ser acessadas no endereço covid-19.campinas.sp.gov.br. Na ferramenta, as pessoas encontram todas as medidas do Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus e também podem tirar dúvidas e ter acesso à atualização dos dados da doença em Campinas.

Continue Lendo

Geral

Governo lança site Vacina Já para pré-cadastro da imunização contra COVID-19

Publicado

em

Por

O Governo de São Paulo lançou neste domingo (17) o site www.vacinaja.sp.gov.br para agilizar a campanha de vacinação contra o COVID-19 no estado.

Nele, todas as pessoas aptas a receber a vacina do Butantan podem fazer um pré-cadastro. Nesta primeira etapa, o grupo prioritário é formado por profissionais de saúde e indígenas.

O pré-cadastro não é um agendamento, mas vai garantir um atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evitar a formação de aglomerações. O fornecimento das informações é opcional, mas a participação de cada um vai ajudar toda a sociedade.

Quem não conseguir fazer o pré-cadastro não precisa se preocupar, pois a vacinação também será feita sem ele. Apenas será necessário fazer o cadastro completo na unidade de vacinação. A maior parte dos profissionais de saúde vai receber a vacina nos seus locais de trabalho.

Continue Lendo

Geral

Vereador cobra informações sobre trechos defeituosos nos corredores do BRT

Publicado

em

Por

O vereador Rodrigo da Farmadic (DEM) protocolou requerimento à prefeitura pedindo explicações em relação a trechos do BRT (Bus Rapid Transit) que considera defeituosos. “Diante dos relatos que tenho recebido sobre buracos e problemas na pavimentação de alguns pontos da obra do BRT, requeiro informações sobre as providências que devem ser tomadas pela empresa responsável pelas obras. Sabemos que o BRT é uma obra que vai trazer um benefício inestimável à mobilidade urbana, mas não podemos deixar que efeitos colaterais prejudiquem a população”, diz.

Para o parlamentar, o Executivo deve providenciar imediatamente os consertos e ajustes necessários, antes mesmo da inauguração da totalidade da obra.  “Entendemos que os reparos devem ser feitos imediatamente após a constatação dos danos, priorizando a utilização das melhores práticas construtivas e minimizando o impacto aos motoristas que já vêm sofrendo com estes buracos e falhas”, afirma.

No requerimento, Farmadic solicita informações sobre o procedimento adotado no canteiro de obras em relação a anomalias (buracos, fissuras, depressões, desmanche) aferidas na pavimentação em decorrência das obras do BRT. Ele também questiona em que prazo a manutenção deve ocorrer.

“Também queremos saber qual é a disposição contratual específica aplicável em face da empresa responsável, quanto à manutenção das anomalias aferidas nas vias liberadas para trânsito. E, considerando a recorrência dos problemas reportados, se há controle efetivo de fiscalização sobre as práticas de engenharia e materiais utilizados pela empresa responsável”, afirma.

Por fim, conclui o vereador, caso a resposta a este último questionamento seja afirmativo, a prefeitura deve informar se o controle e as práticas estão de acordo com os parâmetros estabelecidos pela Municipalidade.

Continue Lendo









<





Populares