Connect with us

Geral

Obras de alargamento das pistas da John Boyd começam amanha (11)

Publicado

em

A implantação do BRT está iniciando uma importante nova etapa. Nesta semana, no dia 11 de julho, começam as obras de construção das novas pistas de rolamento na Avenida John Boyd Dunlop (JBD), no trecho sob o viaduto da linha férrea, no Jardim Florence. O local, onde existe um afunilamento no trânsito, irá receber quatro pistas, totalizando oito faixas de rolamento – quatro faixas por sentido: Centro – bairro; bairro – Centro.

Com a chegada do Corredor BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Campo Grande, serão construídas mais duas faixas de rolamento, uma por sentido para o corredor de transporte, totalizando, no término total da obra, dez faixas.

Atualmente, o ponto de afunilamento na JBD no Florence é considerado um dos principais gargalos no trânsito campineiro. No trecho, a avenida vem com duas pistas por sentido de direção, somando quatro faixas de rolamento. Na passagem de nível, ocorre um estrangulamento, ficando apenas uma faixa de rolamento para cada sentido.

“Ao final de todas as obras, e com a implantação total do BRT, teremos aumentado em cinco vezes a capacidade de escoamento de veículos no local. Um imenso ganho na fluidez viária, para a região”, enfatiza o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro.

A construção das novas pistas está orçada em R$ 1,2 milhão. O recurso é fruto de um Termo de Acordo e Compromisso (TAC) firmado entre a Administração municipal e o Parque das Bandeiras Shopping. O grupo empresarial também foi responsável pela construção do viaduto de acesso da Avenida JBD para o centro de compras.

A construção das novas pistas somente é possível por conta da conclusão do alargamento do viaduto da linha férrea, obra incluída na segunda fase e que finalizou o processo de ampliação do viaduto ferroviário. Os trabalhos foram de responsabilidade da concessionária da linha férrea, a Rumo, antiga América Latina Logística (ALL), com investimentos da ordem de R$ 3,5 milhões.

Além das novas pistas, o local irá receber novo passeio, itens de acessibilidade e nova sinalização viária. Os trabalhos começam com a readequação da rede de água, por conta da Sanasa. Também haverá alterações na rede de energia elétrica.

A conclusão dos trabalhos deve ocorrer em noventa dias. No primeiro momento, não estão programados bloqueios totais de trânsito no local. Agentes da Mobilidade Urbana da Emdec farão operações pontuais de trânsito.

BRT

O BRT campineiro, que será chamado de Rapidão, irá beneficiar cerca de 450 mil pessoas que residem nos distritos do Campo Grande e Ouro Verde. O sistema contempla estações de transferência e infraestrutura adequada; veículos articulados ou biarticulados; corredores exclusivos com espaços para ultrapassagens; embarque e desembarque pela esquerda (junto ao canteiro central das avenidas); embarque em nível; e pagamento desembarcado. O sistema será mais seguro, rápido, eficiente e confiável.

Com a obra e a futura implantação do corredor BRT Campo Grande, a Avenida John Boyd Dunlop vai passar por uma grande transformação e priorizará o transporte público coletivo. A avenida irá ganhar estações de transferência modernas e em alguns pontos serão construídos viadutos.

O BRT Campo Grande terá 17,9 km de extensão, saindo da região central, seguindo pelo leito desativado do antigo VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), John Boyd Dunlop e chegando ao Terminal Itajaí. Serão construídas 12 obras de arte (pontes e viadutos).

No Ouro Verde serão 14,6 km de extensão, partindo da região central, seguindo pela João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez, Camucim até o Terminal Vida Nova. Nesse trajeto serão construídas quatro obras de arte (pontes e viadutos).

Entre os dois corredores haverá um corredor perimetral com 4,1 km de extensão, ligando a Vila Aurocan até o Campos Elíseos, continuando pelo leito desativado do VLT.

Os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – terão custo total de R$ 451,5 milhões. Serão 36,6 km de corredores, com tempo total de obras de três anos.

JBD

A Avenida John Boyd Dunlop tem aproximadamente 30 quilômetros de extensão. São 15 quilômetros por sentido: Centro – bairro e bairro – Centro. É a maior avenida do município e a principal ligação para a região do Distrito do Campo Grande. Circulam pela avenida, por dia, uma média de 60 mil veículos.

No sistema de transporte público coletivo municipal, 11 linhas circulam pelo local: 123; 205; 210; 211; 212; 213; 214; 220; 221; 228; e 229, reunindo 103 ônibus vinculados à frota. Na totalidade, é transportada uma média de 63,5 mil passageiros/dia.

Geral

Empresa que construirá Ginásio Poliesportivo no Cear está definida

Publicado

em

Por

A empresa Spalla Engenharia Eireli foi a vencedora do processo de licitação para a execução de obras de construção do Ginásio Poliesportivo, no Centro Esportivo de Alto Rendimento (Cear), localizado no Km 89,5 da Rodovia Anhanguera, no Complexo Swiss Park. O valor global a edificação será de R$ 22.298.746,17. O ato administrativo saiu no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira, dia 25 de outubro.

 

Desse montante total, parte será de responsabilidade da Prefeitura de Campinas e o complemento vai ser repassado pelo Governo Federal. O Ginásio terá 8.931,69 m² de área construída em um terreno de 14.253 m² . A capacidade de público é para 1,7 mil pessoas. A obra deverá ser entregue em 24 meses, a partir da emissão de serviço, portanto, a conclusão deve ocorrer até o fim de 2023.

 

O Ginásio será multifuncional, com a possibilidade de adaptação para duas quadras oficiais de handebol e futsal que, por extensão, poderão também ser convertidas para quatro espaços oficiais de basquete e vôlei. Ao mesmo tempo, poderão abrigar jogo de caráter nacional e internacional, com revestimento de piso flutuante de madeira.

 

O projeto sofreu interrupções por anos por vários motivos, inclusive, a contrapartida da Prefeitura. Agora, finalmente, vai colocar Campinas como um centro de formação em diversas modalidades esportivas, como também abrigará equipes de alto rendimento.

 

O secretário de Esportes e Lazer, Fernando Vanin, ressaltou o empenho demonstrado pelo prefeito Dário Saadi para viabilizar o Ginásio Poliesportivo no Cear, que vai proporcionar um ganho significativo para o esporte de um modo geral.

 

“Foi um processo de aproximadamente 10 anos de espera, muitos problemas surgiram. Estamos felizes com o desenvolvimento do contexto. Campinas vai ganhar um ginásio para se trabalhar na formação e no alto rendimento. É um equipamento novo, que vai favorecer as modalidades de futsal, handebol, vôlei e basquete. Contempla também refeitório, sala de ginástica, sala de fisioterapia e estacionamento”, enfatizou o secretário Fernando Vanin.

 

O Cear agrega hoje a Orcampi, uma das equipes de Atletismo mais competitivas do País; em breve vai ser núcleo das estrelas nacionais do Skate; além do potencial para desenvolver e receber os grandes nomes da natação brasileira.

 

 

Continue Lendo

Geral

“Campinas Vacina Mais” imunizou 4.244 pessoas contra a covid-19 no sábado

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde aplicou 4.244 doses de vacina contra a covid-19 durante o “Campinas Vacina Mais”, que aconteceu no sábado, 23 de outubro. Do total de doses, 776 foram primeiras doses; 836, segundas doses; e 2.632, doses adicionais. 

 

A faixa etária que mais procurou a vacina foi a entre 70 e 74 anos, que recebeu 824 doses. Quinhentas e duas pessoas com idade de 18 a 24 anos procuraram os centros de saúde para receber a vacina. 

 

O “Campinas Vacina Mais” foi realizado em dez centros de saúde com o objetivo de oferecer vacinas sem agendamento para as pessoas anteciparem a segunda dose da Pfizer, além de aplicar a primeira dose para pessoas a partir de 18 anos e adolescentes entre 12 e 17, inclusive gestantes e puérperas das duas faixas etárias; dose adicional para idosos a partir de 60 anos que completaram a imunização há pelo menos seis meses; pessoas com alto grau de imunossupressão que receberam a segunda dose há 28 dias e trabalhadores da área de saúde, incluindo estudantes do ensino superior ou área técnica que fazem residência/estágio em hospitais ou Atenção Básica ou clínicas de saúde humana ou ainda em laboratórios de saúde humana. 

 

O agendamento da vacina para esses grupos continua aberto no https://vacina.campinas.sp.gov.br

 

 

Continue Lendo

Geral

Rede Mário Gatti inicia processo de contratação de técnicos de enfermagem

Publicado

em

Por

Os classificados no processo seletivo para contratação emergencial de 50 técnicos de enfermagem para as unidades da Rede Mário Gatti fizeram, na manhã desta segunda-feira, 25 de outubro, a escolha de vagas e os exames adicionais e deverão apresentar os documentos na Coordenadoria de Recursos Humanos, no 4º andar do prédio administrativo do Hospital Mário Gatti, no Setor de Recursos Humanos, na quinta e sexta-feira. A previsão é que comecem a trabalhar em 3 de novembro.

 

 

O processo seletivo recebeu 2.794 inscrições. A classificação dos candidatos se deu pela somatória de pontos (um ponto para cada seis meses no mesmo empregador na área de enfermagem, considerados os últimos dez anos). No caso de empate na pontuação, foram utilizados os seguintes critérios de desempate: maior número de filhos dependentes, maior idade entre aqueles com idade inferior a 60 anos, e por sorteio.

 

Os selecionados serão contratados para atuar nas unidades da Rede (Hospital Municipal Mário Gatti, Hospital Ouro Verde e as unidades de pronto atendimento). A carga horária será de 36 horas semanais. O salário é de R$ 3.725,73, mais pagamento de prêmio produtividade, adicional de insalubridade e verbas variáveis como adicional noturno e hora escala. A duração do contrato será de 12 meses.

Continue Lendo

Populares