Connect with us

Geral

Novo centro de pesquisas e inovações Embrapa Territorial é inaugurado

Publicado

em

Três unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foram unificadas e agora passam a responder pela Embrapa Territorial, inaugurada nesta segunda-feira, dia 11 de dezembro, em Campinas. Com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, do secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, e do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, entre outras autoridades, foi oficializada a integração do Grupo de Inteligência Territorial Estratégica, da Embrapa Gestão Territorial e da Embrapa Monitoramento por Satélite.
Na abertura da cerimônia, o chefe-geral da Embrapa Territorial, Evaristo Eduardo de Miranda, destacou que a inauguração marca “uma nova etapa” para a entidade, que vai se aproximar ainda mais das necessidades e desafios do setor do agronegócio e também dos gestores públicos. A dimensão territorial do Brasil, com enfoque de “inteligência territorial”, passa a ser tratada pela nova unidade, que trabalhará com a dinâmica temporal e espacial da agricultura, o uso e ocupação das terras pela agropecuária e as demandas para ampliar a competitividade e sustentabilidade do setor. “A Embrapa Territorial não cria gastos e sim reduz duplicidades. É inovação com propósito”, afirmou Miranda.
O prefeito Jonas Donizette elogiou a novidade. “Para Campinas, é um orgulho ter a sede da Embrapa Territorial. A cidade tem se esforçado para ser a cidade do conhecimento e da inovação”, destacou, lembrando a criação do Agropolo para garantir a interação dos dados. Ele apontou a parceria da Prefeitura com a Embrapa no mapeamento das áreas com presença de arboviroses, na demarcação das áreas rurais do município, na criação do Atlas Ambiental utilizado nas escolas da cidade e ainda as contribuições para o Plano Diretor, que já contou com o trabalho da Embrapa Territorial. “Muito obrigado por esse grande ativo no caminho da evolução, da inovação e do conhecimento”, agradeceu.
O secretário Arnaldo Jardim também lembrou a iniciativa de Campinas com a criação do Agropolo e elogiou o prefeito Jonas Donizette por ter “incorporado a iniciativa e fazer da cidade uma capital do conhecimento”.
Olhar para além das fazendas
O presidente da Embrapa, Maurício Lopes, defendeu a mudança como um fortalecimento para a empresa, que passa a fazer “gestão por processo”, um novo modelo de trabalho. A ideia, segundo ele, é “olhar para além dos limites das fazendas, para o território brasileiro, no contexto do território, com responsabilidade”. “Vamos entregar valor para a sociedade. Mudar a vida das pessoas para melhor”, prometeu.
No dia da inauguração, a Embrapa Territorial disponibilizou ao público o acesso, pela internet, de um sistema de gestão e monitoramento territorial das políticas de inclusão social e produtiva em todo o País. Chamado de GeoSocial, permitirá a organizações privadas e governamentais avaliar, em toda a base territorial, os resultados de políticas e investimentos em assistência social rural e urbana.
O ministro Blairo Maggi destacou em sua fala na cerimônia a necessidade de ir adiante de forma positiva. “A agricultura está avançando, apesar de todas as dificuldades. A unidade da Embrapa Territorial é um salto, uma evolução em um momento de crise, um momento de mudança, para ajudar o governo e a iniciativa privada a tomarem decisões no futuro”, analisou. “É um momento muito importante para a Embrapa, para o Ministério e para a agricultura brasileira”, destacou Maggi, lembrando que a empresa estatal foi um ponto de virada, uma revolução para o campo a partir da sua fundação, no início da década de 1970.

Geral

Prefeito acompanha situação das UTIs para casos de Covid em Campinas

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Segundo a Secretaria de Saúde de Monte Mor, foram realizados 66 novos exames

Publicado

em

Por

corona

A Secretaria de Saúde de Monte Mor informa que hoje (22) foram confirmados 5 novos casos de Covid-19 no município. Também foram realizados 66 novos exames.

A soma de exames realizados até o momento é de 7333 (sete mil trezentos e trinta e três), sendo 5183 (cinco mil cento e oitenta e três) casos negativos, e 2058 (dois mil e cinquenta e oito) casos positivos. São 72 (setenta e duas) pessoas esperando o resultado.

O número de pessoas curadas é de 1999 (mil novecentos e noventa e nove). Os casos de óbitos são de 50 (cinquenta) pessoas, outras 9 (nove) pessoas estão hospitalizadas, e 127 (cento e vinte e sete) estão em isolamento domiciliar.

A secretaria de saúde lembra a todos a importância do uso de máscara, a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel e o distanciamento social.

Continue Lendo

Geral

Campinas prevê vacinar mais de 2 mil nos 2 primeiros dias de imunização

Publicado

em

Por

Setecentos profissionais que trabalham na assistência direta a pacientes com Covid-19 foram vacinados contra a doença na quinta-feira, 21 de janeiro, no primeiro dia de imunização na Rede Municipal de Saúde de Campinas. Nesta sexta-feira, dia 22, a previsão é vacinar mais 1.440 pessoas nas unidades da Rede Mário Gatti, o que vai resultar em 2.140 vacinados em dois dias. A informação foi divulgada pelo prefeito Dário Saadi em transmissão ao vivo na internet na tarde desta sexta .

A vacinação ocorre até 22h para que os funcionários não precisem se deslocar fora do seu horário de trabalho para tomar a dose.

Em toda a rede serão 4.140 pessoas vacinadas no total. Estão incluídos nesse contingente os dois hospitais municipais – Mario Gatti e Ouro Verde, o Samu e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Campo Grande, Carlos Lourenço, São José e Anchieta Metropolitana.

“Como todo mundo sabe, nós recebemos 24,9 mil doses da vacina CoronaVac, do Butantan. Os critérios de distribuição foram os definidos pelos Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, priorizando os profissionais que atuam na linha de frente”, disse o prefeito.

Todas essas vacinas estão sendo aplicadas como primeira dose. A segunda já está provisionada pelo governo do Estado. A distribuição aos hospitais privados também está sendo realizada.
Até o presente momento estamos indo bem. Espero que Campinas continue fazendo essa vacinação com critério e com justiça. Isso é muito importante”, afirmou o prefeito.

Agendamento
Não há previsão da data em que será iniciado o agendamento para os outros grupos da primeira fase. A definição depende das vacinas que a cidade receberá. A prioridade é a imunização de quem atua no atendimento a pacientes com o novo coronavírus.
Quando a cidade receber novas doses, a prefeitura vai divulgar as ferramentas para facilitar o agendamento.

Centros de Imunização
As vacinas serão aplicadas em cinco centros de imunização (há possibilidade de ampliação), um por região:
– Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Itália (região sul)
– Naed Noroeste – Avenida Ibirapuera, s/nº, Jardim Londres (região noroeste);
– Centro de Vivência do Idoso – Lagoa do Taquaral – portão 5 (região leste);
– Círculo Militar – Avenida Getúlio Vargas, 200. Jardim Chapadão (região norte);
– Caic Sudoeste – Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União (região sudoeste

Continue Lendo









<





Populares