Connect with us

Geral

Ministério do Desenvolvimento Regional apresenta projetos na RMC

Publicado

em

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, participou, na manhã desta segunda-feira, 24 de junho, da apresentação das ações do Ministério do Desenvolvimento Regional, em Morungaba, pelo ministro Gustavo Canuto. A abertura da cerimônia foi feita pelo prefeito de Morungaba, Marco Antonio de Oliveira. 

 

“Todas as instâncias e esferas de governo são essenciais. Nossas ações de governo têm intuito de, junto aos governadores e prefeitos, apoiar projetos de desenvolvimento e de capacitação para gerar mais renda e autonomia”, disse o ministro Gustavo Canuto.

 

O vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira destacou a importância da apresentação, nas quais foram detalhados os programas do Ministério do Desenvolvimento Regional para ajudar e fortalecer os municípios por meio de diversas frentes, e da oportunidade de conversar com o ministro. “É uma forma de se aproximar dos municípios e expandir os projetos”, disse Henrique. 

 

Depois, foram entregues 200 unidades habitacionais no Núcleo Residencial Santa Luz, na cidade, por meio dos programas habitacionais do governo federal Minha Casa Minha Vida e do governo do Estado de São Paulo, da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). 

 

Participaram do evento prefeitos e vice-prefeitos da região, deputados, senadores, vereadores, entre outros. 

 

 

Geral

Emdec implanta semáforos na região da Vila Mimosa

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) ativará novos conjuntos semafóricos no cruzamento entre a Avenida Senador Antônio Lacerda Franco com a Avenida Adão Focesi e a Rua das Dálias, na região da Vila Mimosa. Os equipamentos entrarão em operação a partir das 10h da próxima quinta-feira, dia 4 de março. 

 

 

“Essa é mais uma ação embasada em nossos estudos técnicos. O nosso principal objetivo é de aumentar a segurança viária, ordenando o tráfego de veículos e favorecendo a travessia de pedestres. Com isso, pretendemos que a circulação na região seja mais segura e fluida”, enfatiza o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. 

 

 

O volume médio diário de tráfego no local é de 12 mil veículos. Além dos novos semáforos, o entorno recebeu revitalização da sinalização viária, com placas de regulamentação e advertência, pintura de faixas de pedestres, retenções e ilha para a instalação das colunas semafóricas. 

 

 

O novo ordenamento do trânsito é uma parceria com contrapartida de empreendimento habitacional de interesse social instalado no local. A região proporciona acessos para bairros populosos, como Jardim do Lago, Campos Elíseos e Novo Campos Elíseos. Também possibilita conexões com as avenidas das Amoreiras, Ana Beatriz Bierrembach e Presidente Juscelino; e para as rodovias Santos Dumont (SP075) e Anhanguera (SP330). Além de possuir diversos atrativos, como empreendimentos comerciais e industriais. 

 

 

No sistema de transporte público coletivo municipal, as linhas 122 (Terminal Vida Nova / Campinas Shopping) e 416 (Jardim do Lago / Corredor Central) também circulam pelo local. 

 

 

A Emdec investiu R$ 94,4 mil na implantação semafórica. Durante os primeiros dias de operação, técnicos da Emdec monitorarão a operação dos novos equipamentos, com o objetivo de verificar a necessidade de eventuais ajustes. 

Continue Lendo

Geral

Transposição da John Boyd pela Transamazônica é liberada nesta quarta

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) libera ao tráfego de veículos a transposição da Avenida John Boyd Dunlop (JBD) pelas vias Transamazônica e Padre João Batista de Carvalho, nesta quarta-feira, dia 3 de março. As travessias foram interditadas em dezembro para obras de implantação do Corredor BRT Campo Grande. Os trabalhos no local foram agilizados e a liberação, que estava prevista para o dia 15 de março, foi antecipada em benefício da fluidez viária na região. 

 

Com a liberação, os motoristas voltam a atravessar a JBD, pelas vias mencionadas, para acesso aos sentidos opostos da avenida. A medida também permite a transposição entre os bairros Jardim Garcia e Jardim Campos Elíseos. 

O trecho de cerca de 700 metros da Avenida JBD, entre as vias José dos Santos (Jardim Aurélia) e Transamazônica (Jardim Garcia), recebeu implantação de pavimento de concreto, ligando-se às faixas exclusivas entregues em 2020. Também houve requalificação das faixas dedicadas ao tráfego comum – já liberadas para circulação – e ampliação das pistas marginais sob a Rodovia Anhanguera (SP-330). 

 

A velocidade máxima permitida no trecho é de 50 km/h. Futuramente, a Avenida Transamazônica receberá a construção de uma passagem sobre a Avenida JBD, que eliminará um ponto de cruzamento em nível e ampliará a fluidez viária no trecho.  

 

 

Transporte público  

 

Duas linhas do sistema de transporte público coletivo, que vinham cumprindo desvio no Jardim Londres para acessar o sentido Centro da Avenida JBD, retomam o itinerário original pela Avenida Transamazônica. São elas: 240 (Jardim Garcia / Shopping Dom Pedro) e 249 (Jardim Flamboyant / Parque dos Eucaliptos). Juntas, elas atendem, atualmente, cerca de 8 mil usuários por dia.  

 

 

Cerca de 43 mil usuários de outras 14 linhas que circulam na região foram beneficiados com a reconfiguração viária do trecho. Circulam pelas marginais as linhas 116, 134, 210, 211, 214, 230, 231 e 241. Circulam pelo corredor exclusivo as linhas 212, 221, 222, 223, 224 e 229.  

 

Os pontos de ônibus localizados no trecho não serão alterados. A região conta com as estações BRT Aurélia e Jardim Garcia.  

 

 

Continue Lendo

Geral

Fase Vermelha: fecha o estado de São Paulo por 14 dias

Publicado

em

Por

Na tarde dessa quarta (03), o Governo do Estado de São Paulo, Dória, confirmou o retrocesso à fase vermelha do Plano SP de enfrentamento ao novo coronavírus em todos os municípios paulistas.

As medidas mais restritivas passam a valer a partir de sábado (6), quando apenas os serviços essenciais devem permanecer abertos, e vão durar até o próximo dia 19.

A única dúvida era em relação ao funcionamento das escolas, que permanecem abertas mesmo com todas as restrições. O toque de recolher, já em vigor, muda de horário: passa a valer a partir das 20h e dura até às 5h (antes tinha início às 23h).

O que pode funcionar?

Nesta fase, é permitido apenas o funcionamento de atividades consideradas essenciais: supermercados, farmácias, atendimentos de saúde, postos de combustíveis, oficinas mecânicas, padarias (sem consumo no local), bancos, pet shops e outros.

Na relação de atividades vetadas estão lojas, galerias, comércio, prestadores de serviços, salões de beleza, barbearias, academias de ginástica, espaços de eventos e convenções, museus, cinemas, teatros e espaços culturais. Restaurantes, lanchonetes, bares e outros espaços de gastronomia podem funcionar somente para entrega e venda, sem consumo no local.

Continue Lendo









<





Populares