Connect with us

Geral

Mãe abandona bebê em terreno baldio em Campinas

Publicado

em

Policiais Militares do 47º BPM/I localizaram nesta manhã de sexta-feira (20) um bebê abandonado num terreno baldio no bairro Jardim Santa Clara, em Campinas.

Um homem que estava no ponto de ônibus ligou 190 ao ver uma mulher abandonando algo parecendo um bebê no matagal. Quando os Policiais Militares chegaram ao local encontraram o bebê menino com pouca roupa e chorando. O bebê foi socorrido ao PS do Campo Grande e passa bem. Realizado patrulhamento nas imediações onde o bebê foi encontrado, os Policiais Militares localizaram a mulher com as características informadas pelo solicitante que havia abandonado a criança, que para a surpresa da equipe era a própria mãe da criança. A ocorrência foi apresentada na 2ª Seccional.

Geral

Prefeitura cria 40 cargos efetivos de vice-diretor para a Educação

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi sancionou, nesta terça-feira, 28 de junho, a Lei Complementar 359/2022, que cria 40 cargos efetivos de vice-diretor para a Secretaria de Educação. O texto pode ser consultado no Diário Oficial (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial) ou no site da Biblioteca Jurídica (https://bibliotecajuridica.campinas.sp.gov.br/).

 

 

“Uma das prioridades da Secretaria de Educação é o investimento em recursos humanos. No último ano, foram contratados, por concurso público, 340 professores. Oferecer educação de qualidade implica em proporcionar aos alunos escolas com o quadro de funcionários completo, unidades com infraestrutura apropriada, alimentação escolar adequada, entre outras questões”, disse o diretor do Departamento Pedagógico, Luiz Roberto Marighetti.

 

Publicidade

 

Os cargos serão ocupados por servidores aprovados em concursos públicos de prova e títulos.  

Continue Lendo

Geral

Taça das Favelas volta no fim de semana com 12 partidas de futebol

Publicado

em

Por

Fim de semana é dia de torcer para os times que estão disputando a Taça das Favelas. Serão seis partidas no sábado, 1º de julho, e domingo, 2 de julho, a partir das 8h, na Praça de Esportes Argemiro Roque, no São Bernardo. O evento é uma realização da Cufa (Central Única das Favelas) em parceria com a Prefeitura de Campinas e apoio da EPTV.

 

 

Os jogos começam com as equipes masculinas. Às 8h, jogam São Pedro/Formigueiro e São José; às 9h30 é a vez do Carlos Lourenço enfrentar o Florence. Os dois últimos jogos masculinos serão às 11h e às 15h30, com Satélite Íris x Buraco do Sapo e São Bernardo contra Nilópolis.

 

Publicidade

 

Ainda no sábado, duas equipes femininas se enfrentam. Às 12h30, as meninas do Padre Anchieta jogam contra o Flamboyant; e às 14h é a vez do Santo Antônio e do Campo Belo entrarem em campo.

 

 

Domingo

Publicidade

 

 

A competição volta no domingo, às 8h, com o feminino do São Marcos enfrentando o Vida Nova. O outro jogo será às 9h30, entre Shangai e Paranapanema.

 

 

Publicidade

Na sequência, os meninos entram em campo. Às 11h, jogam Brandina contra Santa Barbara; Costa e Silva e Campo Belo se enfrentam às 12h30. Ainda na programação, Puccamp e Rosália às 14h e Paranapanema e Vila Boa Vista às 15h30.

 

 

Taça das Favelas 2022

 

Publicidade

 

A 2ª edição da Taça das Favelas de Campinas tem 3.012 inscritos. São 2.137 inscrições para os times masculinos e 875 para os femininos.

 

 

Organizada pela Cufa e Prefeitura de Campinas, com apoio da EPTV, o torneio tem como objetivo promover a conscientização e a inclusão por meio do esporte; a integração das comunidades e a ressignificação do território e fortalecimento da autoestima da juventude das favelas e núcleos residenciais.

Publicidade

 

 

A Taça das Favelas faz parte do calendário oficial de eventos de Campinas, desde 2021, por meio da Lei Municipal 16.100.

 

 

Publicidade

Na primeira edição do campeonato, em 2019, a Vila Brandina foi campeã no masculino, enquanto São José ficou com o título no feminino.

Continue Lendo

Geral

Evento marca a recepção de 94 jovens aprendizes que vão atuar na PMC

Publicado

em

Por

Com nome de craque, Cristiano Ronaldo Rodrigues, de 16 anos, é um dos 94 jovens aprendizes recepcionados na Prefeitura, na manhã desta terça-feira, 28 de junho. Assim como os demais, os sentimentos eram uma mistura de medo e de alegria. “Estou com uma expectativa muito alta. Tenho certeza que vou trabalhar com pessoas ótimas, que vou crescer e adquirir muita experiência”. 

 

Os jovens vão fazer parte do Vibe (Vivências, Integração, Bem-Estar e Educação Profissional), um programa criado em 2021 pela Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas que visa promover ações que estimulem o desenvolvimento humano e contribuam na formação efetiva profissional e no acesso ao mercado de trabalho.

 

Eduardo Felipe, 16, também está cheio de expectativas com a nova experiência e já tem uma área favorita para atuar. “Tenho tido muita afinidade e gostado muito da área de administração. Sobre o futuro, espero me efetivar aqui, porque a Prefeitura é um bom lugar para trabalhar”, completou. 

Publicidade

 

Aprendizagem, troca de experiência, crescimento profissional e pessoal, trabalho em equipe e transformação foram algumas das palavras citadas durante o evento. 

 

A secretária de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira, contou um pouco da sua história e deu vários conselhos para os jovens que estão chegando. “É uma alegria imensa recebê-los aqui hoje. Iniciar a semana com carinhas novas, cheias de medo e também de muita coragem, é muito gratificante”, disse. “Esforcem-se bastante, aproveitem as oportunidades, não tenham medo de errar e, principalmente, tenha em nós amigos, companheiros de jornada”, completou. 

 

Publicidade

O presidente dos Patrulheiros ( Centro de Aprendizagem e Mobilização pela Cidadania “Patrulheiros de Campinas), Adailton Santos, relembrou como as vagas para o programa são disputadas e que, por terem sido selecionados, esses jovens já podem se considerar vencedores. “Que vocês possam contribuir, colaborar, aprender e ensinar neste período que estarão aqui na Prefeitura”, completou. 

 

Outro membro da mesa, Cleber Rodrigues, coordenador do programa, já foi um Jovem Aprendiz e isso o deixou à vontade para falar com uma plateia formada, em sua maioria, por jovens de 16 anos. “Eu tinha os mesmos pontos de interrogação que vocês têm hoje, a diferença é que agora existe um Vibe, um programa muito importante, onde vocês terão muitas oportunidades de aprender, se aprimorar, crescer e uma equipe para apoiá-los”, disse. 

 

Na sequência das falas de abertura, o psicólogo do Patrulheiros, Aslan Panicaci, conversou com os jovens sobre os desafios que vêm pela frente e principalmente a rede de apoio que eles terão. Oscar Fonsechi Neto, da equipe do Vibe, encerrou o evento com uma explicação detalhada sobre o programa e informações sobre as atribuições dos jovens durante a permanência na Prefeitura. 

Publicidade

 

Vibe

O programa Vibe está sendo desenvolvido em quatro pilares: – Direitos Humanos e Respeito às Diferenças; – Valorização da integração interpessoal no trabalho; – valorização das atribuições e tarefas que serão exercidas; e – Busca pelo aprendizado e qualificação.

 

Participam jovens aprendizes com idade a partir de 16 anos, que permanecem no programa por 1 ano e 5 meses. 

Publicidade

 

Para os jovens, o Vibe visa promover a valorização das aptidões e interesses; maior integração; capacitações, cursos e palestras; serviço de acolhimento e escuta qualificada; e o selo “Vibe Aprendizado”, certificando a passagem do jovem pelo programa.

 

O Vibe também tem ações voltadas para os orientadores e para as empresas, que receberão o selo “Vibe Parceiros” quando promoverem algum tipo de incentivo aos jovens – como concessão de bolsas de estudos – e também para as que os contratarem depois que saírem do programa.

 

Publicidade

 

Continue Lendo

Populares