Connect with us

Geral

Instituto Wilson Mello e Change Academia se unem para expansão do wellness em Campinas

Publicado

em

O Instituto Wilson Mello e a Change Academia acabam de anunciar uma parceria para a gestão do setor de treinamento físico do Instituto, localizado no Condomínio Praça Capital, em Campinas.  O objetivo das duas empresas com o lançamento do projeto – IWM Together We Can Change – é ampliar o atendimento a clientes que buscam saúde e qualidade de vida por meio da prática bem orientada da atividade física. A ideia é olhar com carinho para o maior agente de transformação do mundo: o corpo humano.

O Instituto Wilson Mello é um centro multidisciplinar que reúne Clínica de Ortopedia e Medicina Esportiva, Centro Avançado de Fisioterapia Ortopédica e Esportiva e Núcleo de Estudos. Já a Change Academia se destaca no setor por propor novos métodos de planejamento e acompanhamento de treino aliado a ambientes aconchegantes e acolhedores, diferentes de qualquer outra do ramo. A união das duas empresas se baseia em um valor em comum entre os proprietários: o conceito de wellness, no qual o objetivo não é um corpo necessariamente esculpido, mas saudável, supervisionado por médicos, fisioterapeutas, nutrólogos e educadores físicos.

Cuidar é a essência do profissional da saúde. Dr. Wilson Mello, líder da equipe do Instituto, formado pela Unicamp há 40 anos e um dos mais renomados cirurgiões de joelho do País, sempre encarou seu trabalho dessa forma. “Muitas vezes, o paciente chega ao consultório com uma dor no joelho, mas ao examinar e conhecer sua história clínica e de vida, descobrimos que ele precisa muito mais do que um tratamento para seu joelho, ele precisa de atenção”, afirma o médico.

Cuidando do todo

Essa atenção a que Dr. Mello se refere envolve, em muitos casos, uma mudança de estilo de vida que, junto ao tratamento clínico indicado, pode devolver ao paciente o prazer em realizar atividades que o fazem feliz, mas que tinha abandonado.  “Esse é o conceito de wellness, de bem-estar. Quando unimos profissionais de diferentes áreas podemos oferecer essa abordagem aos nossos clientes”, explica o idealizador do Instituto Wilson Mello, inaugurado em 2010 com base nesses valores.

Foi por também pensar dessa forma, e não encontrar um espaço que atendesse ao seu ideal de atividade física, que o administrador de empresas Luís Antônio Calicchio trocou a roupa social de executivo do mercado financeiro por tênis e regatas e começou, em 2008, um projeto para transformar a vida de muitas pessoas. “O exercício deve focar além da estética. Precisa ser transformador, levar saúde, eliminar dores e ser formado por atividades motivadoras, que façam sentido para quem pratica”, defende o empresário. Hoje, a Change Academia conta com mais de 1,2 mil alunos em suas duas unidades de Campinas, no Gramado e no Alphaville.

A experiência de Calicchio se une agora à filosofia do Instituto Wilson Mello de forma bem alinhada no propósito de cuidar do corpo enquanto agente de transformação. “Existe uma sinergia entre os objetivos que nós buscamos para nosso setor de atividade física com o que a Change Academia vislumbra para a saúde e bem-estar de seus clientes e isso fez com que buscássemos essa parceria. Esperamos, assim, atender a um universo de pessoas muito maior, porque unimos a expertise das duas empresas num processo de divulgação e atendimento mais amplo”, comemora Dr. Mello.

Tendência de mercado entre todas as gerações

O projeto IWM Together We Can Change implantado na terceira unidade da Change Academia foi estruturado com base em pesquisas de entidades internacionais (Euromonitor International e Global Wellness Institute) que demonstram a crescente tendência do modelo proposto pela dupla que, diferentemente do fitness, em que o foco é o corpo, se preocupa com o bem-estar geral. “O mercado global de wellness, que tem diversos segmentos, movimentou US$ 3,7 trilhões em 2015, sendo que apenas o fitness e mind-body representam sozinhos US$ 542 bilhões”, esclarece o empresário.

As pesquisas foram encomendadas para que Calicchio e Dr. Mello entendessem melhor esse movimento e desenvolvessem o negócio ideal para o setor. O estudo analisou o impacto do conceito em diferentes gerações e percebeu que a tecnologia tem sido utilizada a favor do bem-estar, começando já pelas crianças, na chamada geração alpha. Já no caso dos millennials, os nascidos entre 1980 e 2000, os especialistas observaram uma busca por essa sensação em atividades ao ar livre.

O ponto em que todas as gerações se encontram é na busca pela conectividade, pelo conhecimento do corpo e por uma experiência real. A combinação desses três fatores resulta no que se chama de “wellness” hoje em dia. “A conclusão foi que, na verdade, não existem fronteiras entre as gerações. Todas elas estão em busca de uma consciência corporal e uma busca constante por experiências que promovam esse bem-estar”, contam os pioneiros de Campinas, que comprovaram pela pesquisa que esporte e atividade física nunca estiveram tão conectados com a medicina como nesse momento e é por isso que sabem que estão no caminho certo.

Geral

Saúde capacita profissionais de segurança do trabalho sobre febre maculosa

Publicado

em

Por

 

“O objetivo é capacitar e sensibilizar os profissionais da área de segurança do trabalho destas empresas para que fiquem atentos ao trabalho dos funcionários que atuam na manutenção das áreas verdes”, afirmou a coordenadora da Unidade de Vigilância em Zoonose (UVZ), Elen Fagundes. 

 

A atividade intersetorial, que envolve as secretarias de Saúde e de Serviços Públicos, foi organizada pelo eixo de saúde única do Comitê Municipal de Arboviroses e teve o apoio da escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS). 

Continue Lendo

Geral

Programação do Bosque Interativo será retomada neste final de semana

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Revelação dos vencedores do concurso encerra Outubro Rosa no Mário Gatti

Publicado

em

Por

O Hospital Municipal Mário Gatti encerrou na manhã desta quinta-feira, 28 de outubro, a campanha Outubro Rosa, que reforça a importância da prevenção do câncer de mama.
O evento de conclusão da campanha, na área externa da recepção de visitas, teve apresentação do Grupo de Cordas Unasp e palestra da médica Mariana Marcondes Machado de Sousa Pereira, do setor de Oncologia do hospital, sobre formas de prevenção do câncer e fatores de risco.
Também foram revelados os ganhadores do concurso de poesia e prosa relacionado ao Outubro Rosa, que contou com a participação de funcionários, comunidade e usuários. Durante o mês, os trabalhos ficaram expostos em varais poéticos instalados nas unidades da Rede Mário Gatti.
O voluntário Neio Lúcio Pena ficou em primeiro lugar, com a poesia Outubro Rosa. Alda Santos, convidada do projeto Leitura no Leito, foi a segunda colocada, com o trabalho Por que Rosa, e na terceira colocação empataram Fernanda Martins, com Outubro Mulher, e Alexandre Requel, com Mundo Rosa, ambos funcionários do hospital.
Os vencedores foram escolhidos por funcionários e pela comunidade, que depositaram votos em urnas instaladas ao lado dos varais poéticos. Eles receberam livros e certificados com a classificação. Todos os participantes do concurso também receberão certificados.

Continue Lendo

Populares