Connect with us

Policial

Guarda Municipal interrompe festa clandestina e detém 60 pessoas em Campinas

Publicado

em

Entre os detidos, estavam 10 adolescentes; todos foram liberados após revista. Dono de chácara recebeu duas multas; corporação chegou ao local por sistema de inteligência.

A Guarda Municipal interrompeu uma festa clandestina em uma chácara no bairro Satélite Iris, em Campinas (SP), na noite de quinta-feira (20). A corporação chegou ao local por meio do sistema de inteligência, que identificou cartazes anunciando o evento em redes sociais. Pelo menos 60 pessoas, entre elas dez adolescentes, foram detidas.

As pessoas detidas ficaram no pátio da chácara até serem revistadas pela Guarda Municipal. Os adolescentes só foram liberados após a chegada dos pais. Parte dos frequentadores que estava na festa conseguiu fugir, entre elas o organizador.

De acordo com a corporação, um grupo que estava no local tinha passagem pela polícia por roubo, receptação e tráfico de drogas, mas, como ninguém era procurado, todos foram dispensados.

O proprietário do local recebeu duas multas: uma por descumprimento de medidas sanitárias, de R$ 1.446, e outra, de R$ 3.616, por não ter alvará de eventos. A aglomeração de pessoas não é recomendada pelas autoridades de saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

O dono da chácara afirmou , que não sabia da proibição e, além disso, o organizador da festa disse que seria um aniversário em família. “Eu confiei que era para fazer em família, mas parece que a família dele é enorme, né?”, disse Lourival Rodrigues de Souza.

A Guarda chegou ao local no horário exato que a festa iria começar. Segundo o comandante Márcio Frizarin, os organizadores deste tipo de evento costumam mudar o lugar em cima da hora para despistar a fiscalização

fonte: Alerta Noticia Campinas

Policial

Policia Ambiental liberta vários pássaros silvestres em Piracicaba

Publicado

em

Por

Quinta-feira (4), os policiais militares do 1º Batalhão de Polícia Ambiental, durante o patrulhamento pelo Município de Piracicaba, apreenderam 32 aves silvestres mantidas em cativeiro, sendo: 05 Coleirinho “Sporophila caerulescens”, 4 Trica Ferro “Saltator similis”, 3 Bigodinhos “Sporophila lineola”, 07 Canários da Terra “Sicalis flaveola” 4 Curió “Oryzoborus angolensis”, 1 Pássaro Preto “Gnorimopsar chopi”, 3 Azulão “Cyanocompsa brissonii”, 02 Pintassilgo “Carduelis carduelis”, 3 Pixoxó “Sporophila frontalis”, algumas dessas estão na lista ameaçadas de extinção.

Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental,  por violação do artigo 25 da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98.

Com relação às aves por apresentarem sinais de estado bravio foram soltas em seu hábitat natural e as gaiolas apreendidas couberam a destruição. O autuado foi cientificado sobre o comparecimento no Atendimento Ambiental.

Continue Lendo

Policial

PM apreende grande quantidade de drogas em Valinhos

Publicado

em

Por

Quinta-feira (4), policiais militares do 35º Batalhão de Polícia Militar do Interior realizavam o patrulhamento por Valinhos, onde visualizaram um indivíduo portando uma mochila, sendo que ao ver a viatura ele tentou entrar em um estabelecimento comercial, mas acabou sendo detido.

Com ele a equipe localizou algumas porções de maconha, e após uma vistoria pelo imóvel a equipe localizou 6 tijolos de maconha, cocaína, ecstasy, haxixe, além de uma pistola, munições,  dinheiro e balanças, caderno com anotações do tráfico. O criminoso ainda indicou mais um imóvel, onde mais drogas foram localizadas.

A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial de Valinhos, onde o criminoso permaneceu à disposição da Justiça. 

Continue Lendo

Policial

Mais de 650 pacotes de cigarro contrabandeado foram apreendidos em Campinas

Publicado

em

Por

A Polícia Militar (PM) apreendeu na manhã desta quinta-feira (4), ao menos 663 pacotes de cigarro contrabandeado, em uma banca de camelô, localizada na Rua Alvares Machado, perto do Terminal Central, em Campinas. O dono do local foi detido e levado para a sede da Polícia Federal (PF).

A localização do material se deu no final da manhã quando policiais militares patrulhavam a região para coibirem furtos e roubos, além de fiscalizarem o comércio a respeito do decreto da Fase Vermelho do Plano São Paulo para combate a covid-19. “Um transeunte nos parou e disse que sabia de um comércio que podia estar funcionando ilegalmente. Fomos até o local e vimos muitos cigarros”, contou o soldado da PM, Wesley Mori.

Maior parte do cigarro apreendido foi achado em um fundo falso, de aproximadamente um metro e meio de comprimento por um de largura, localizado atrás de um armário.

O comerciante alegou que não tinha notas do material e toda a mercadoria foi apreendida e levada para a PF. Parte da carga foi devolvida ao advogado do suspeito, uma vez que era de marca nacional.

fonte Alerta Campinas

Continue Lendo









<





Populares