Connect with us

Geral

GM testa bicicletas elétricas para patrulhamento na Lagoa do Taquaral

Publicado

em

A Guarda Municipal de Campinas recebeu, nesta segunda-feira de manhã, 29 de janeiro, bicicletas elétricas a serem usadas para patrulhamento dentro e no entorno da Lagoa do Taquaral. A entrega foi na base da GM do Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) no portão 3. Os guardas municipais testarão seis bicicletas elétricas pelos próximos três meses. 

 

 

 

“A vantagem é ter uma autonomia maior, conseguir ir mais longe em distâncias, com menos esforço. É um período de testes e iremos aguardar os resultados após esse período. Importante destacar que o trabalho é do homem, capacitado para realizar o serviço. Nesse caso, o trabalho está aliado com a tecnologia para auxiliar esse homem a executar a atividade”, disse o secretário municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio. 

Publicidade

 

 

 

 

A ação é uma parceria entre as Secretarias Municipais de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, de Esportes e Lazer e a marca de bicicletas elétricas Pedalla, da Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável (EBMS). 

Publicidade

 

 

 

 

O objetivo é tornar o patrulhamento mais eficiente, auxiliando os guardas a percorrerem uma área maior em um tempo menor. Além disso, há uma diminuição do cansaço físico em relação às bicicletas convencionais. 

Publicidade

 

 

 

 

O modelo recebido pela GM é o Rodda, com motor de 250 w e velocidade máxima de 25 km/h. A bateria tem autonomia de 40 a 60 km. O carregamento é via tomada simples, com tempo de recarga entre 3 e 5 horas.

Publicidade

 

 

 

As bicicletas elétricas recebem o nome de e-bikes. Durante o período de testes, os GMs receberão treinamento sobre o funcionamento. A empresa EBMS, parceira da ação, tem fábrica instalada em São Bernardo do Campo (SP). 

 

Publicidade

 

 

 

Participaram da entrega das bicicletas o comandante da GM, Márcio Frizarin; o diretor-geral da Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável (EBMS), José Eugênio Pinheiro; o delegado da 1ª Delegacia Seccional de Campinas, José Rolim Neto; entre outras autoridades e guardas municipais. 

Publicidade

Geral

Prefeitura cria 40 cargos efetivos de vice-diretor para a Educação

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi sancionou, nesta terça-feira, 28 de junho, a Lei Complementar 359/2022, que cria 40 cargos efetivos de vice-diretor para a Secretaria de Educação. O texto pode ser consultado no Diário Oficial (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial) ou no site da Biblioteca Jurídica (https://bibliotecajuridica.campinas.sp.gov.br/).

 

 

“Uma das prioridades da Secretaria de Educação é o investimento em recursos humanos. No último ano, foram contratados, por concurso público, 340 professores. Oferecer educação de qualidade implica em proporcionar aos alunos escolas com o quadro de funcionários completo, unidades com infraestrutura apropriada, alimentação escolar adequada, entre outras questões”, disse o diretor do Departamento Pedagógico, Luiz Roberto Marighetti.

 

Publicidade

 

Os cargos serão ocupados por servidores aprovados em concursos públicos de prova e títulos.  

Continue Lendo

Geral

Taça das Favelas volta no fim de semana com 12 partidas de futebol

Publicado

em

Por

Fim de semana é dia de torcer para os times que estão disputando a Taça das Favelas. Serão seis partidas no sábado, 1º de julho, e domingo, 2 de julho, a partir das 8h, na Praça de Esportes Argemiro Roque, no São Bernardo. O evento é uma realização da Cufa (Central Única das Favelas) em parceria com a Prefeitura de Campinas e apoio da EPTV.

 

 

Os jogos começam com as equipes masculinas. Às 8h, jogam São Pedro/Formigueiro e São José; às 9h30 é a vez do Carlos Lourenço enfrentar o Florence. Os dois últimos jogos masculinos serão às 11h e às 15h30, com Satélite Íris x Buraco do Sapo e São Bernardo contra Nilópolis.

 

Publicidade

 

Ainda no sábado, duas equipes femininas se enfrentam. Às 12h30, as meninas do Padre Anchieta jogam contra o Flamboyant; e às 14h é a vez do Santo Antônio e do Campo Belo entrarem em campo.

 

 

Domingo

Publicidade

 

 

A competição volta no domingo, às 8h, com o feminino do São Marcos enfrentando o Vida Nova. O outro jogo será às 9h30, entre Shangai e Paranapanema.

 

 

Publicidade

Na sequência, os meninos entram em campo. Às 11h, jogam Brandina contra Santa Barbara; Costa e Silva e Campo Belo se enfrentam às 12h30. Ainda na programação, Puccamp e Rosália às 14h e Paranapanema e Vila Boa Vista às 15h30.

 

 

Taça das Favelas 2022

 

Publicidade

 

A 2ª edição da Taça das Favelas de Campinas tem 3.012 inscritos. São 2.137 inscrições para os times masculinos e 875 para os femininos.

 

 

Organizada pela Cufa e Prefeitura de Campinas, com apoio da EPTV, o torneio tem como objetivo promover a conscientização e a inclusão por meio do esporte; a integração das comunidades e a ressignificação do território e fortalecimento da autoestima da juventude das favelas e núcleos residenciais.

Publicidade

 

 

A Taça das Favelas faz parte do calendário oficial de eventos de Campinas, desde 2021, por meio da Lei Municipal 16.100.

 

 

Publicidade

Na primeira edição do campeonato, em 2019, a Vila Brandina foi campeã no masculino, enquanto São José ficou com o título no feminino.

Continue Lendo

Geral

Evento marca a recepção de 94 jovens aprendizes que vão atuar na PMC

Publicado

em

Por

Com nome de craque, Cristiano Ronaldo Rodrigues, de 16 anos, é um dos 94 jovens aprendizes recepcionados na Prefeitura, na manhã desta terça-feira, 28 de junho. Assim como os demais, os sentimentos eram uma mistura de medo e de alegria. “Estou com uma expectativa muito alta. Tenho certeza que vou trabalhar com pessoas ótimas, que vou crescer e adquirir muita experiência”. 

 

Os jovens vão fazer parte do Vibe (Vivências, Integração, Bem-Estar e Educação Profissional), um programa criado em 2021 pela Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas que visa promover ações que estimulem o desenvolvimento humano e contribuam na formação efetiva profissional e no acesso ao mercado de trabalho.

 

Eduardo Felipe, 16, também está cheio de expectativas com a nova experiência e já tem uma área favorita para atuar. “Tenho tido muita afinidade e gostado muito da área de administração. Sobre o futuro, espero me efetivar aqui, porque a Prefeitura é um bom lugar para trabalhar”, completou. 

Publicidade

 

Aprendizagem, troca de experiência, crescimento profissional e pessoal, trabalho em equipe e transformação foram algumas das palavras citadas durante o evento. 

 

A secretária de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Eliane Jocelaine Pereira, contou um pouco da sua história e deu vários conselhos para os jovens que estão chegando. “É uma alegria imensa recebê-los aqui hoje. Iniciar a semana com carinhas novas, cheias de medo e também de muita coragem, é muito gratificante”, disse. “Esforcem-se bastante, aproveitem as oportunidades, não tenham medo de errar e, principalmente, tenha em nós amigos, companheiros de jornada”, completou. 

 

Publicidade

O presidente dos Patrulheiros ( Centro de Aprendizagem e Mobilização pela Cidadania “Patrulheiros de Campinas), Adailton Santos, relembrou como as vagas para o programa são disputadas e que, por terem sido selecionados, esses jovens já podem se considerar vencedores. “Que vocês possam contribuir, colaborar, aprender e ensinar neste período que estarão aqui na Prefeitura”, completou. 

 

Outro membro da mesa, Cleber Rodrigues, coordenador do programa, já foi um Jovem Aprendiz e isso o deixou à vontade para falar com uma plateia formada, em sua maioria, por jovens de 16 anos. “Eu tinha os mesmos pontos de interrogação que vocês têm hoje, a diferença é que agora existe um Vibe, um programa muito importante, onde vocês terão muitas oportunidades de aprender, se aprimorar, crescer e uma equipe para apoiá-los”, disse. 

 

Na sequência das falas de abertura, o psicólogo do Patrulheiros, Aslan Panicaci, conversou com os jovens sobre os desafios que vêm pela frente e principalmente a rede de apoio que eles terão. Oscar Fonsechi Neto, da equipe do Vibe, encerrou o evento com uma explicação detalhada sobre o programa e informações sobre as atribuições dos jovens durante a permanência na Prefeitura. 

Publicidade

 

Vibe

O programa Vibe está sendo desenvolvido em quatro pilares: – Direitos Humanos e Respeito às Diferenças; – Valorização da integração interpessoal no trabalho; – valorização das atribuições e tarefas que serão exercidas; e – Busca pelo aprendizado e qualificação.

 

Participam jovens aprendizes com idade a partir de 16 anos, que permanecem no programa por 1 ano e 5 meses. 

Publicidade

 

Para os jovens, o Vibe visa promover a valorização das aptidões e interesses; maior integração; capacitações, cursos e palestras; serviço de acolhimento e escuta qualificada; e o selo “Vibe Aprendizado”, certificando a passagem do jovem pelo programa.

 

O Vibe também tem ações voltadas para os orientadores e para as empresas, que receberão o selo “Vibe Parceiros” quando promoverem algum tipo de incentivo aos jovens – como concessão de bolsas de estudos – e também para as que os contratarem depois que saírem do programa.

 

Publicidade

 

Continue Lendo

Populares