Connect with us

Geral

Força-tarefa flagra comércios descumprindo decreto no Campo Grande

Publicado

em

Em nova ação integrada de fiscalização da Prefeitura de Campinas, na tarde desta quarta-feira, dia 10 de março, a força-tarefa contra a Covid-19 flagrou quatro estabelecimentos comerciais no Distrito do Campo Grande descumprindo medidas sanitárias de combate à pandemia. Três foram autuados e um local recebeu auto de ocorrência para adequação.

 

Com a coordenação da Vigilância Sanitária, do departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Secretaria Municipal de Saúde, a ação integrada teve a participação do Procon (Departamento de Proteção ao Consumidor), Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb), Setec (Serviços Técnicos Gerais), Defesa Civil e Guarda Municipal de Campinas.

 

As equipes partiram da Praça da Concórdia, no Campo Grande, e percorreram o comércio das ruas próximas, verificando o cumprimento das medidas previstas nos decretos vigentes da Fase Vermelha do Plano São Paulo.

 

Foram inspecionados 13 estabelecimentos, abrangendo mercados, loja de doces, lanchonete, marmitaria, bar, sorveteria, loja de tintas, casa lotérica e agropecuária.

 

A ação resultou em três autuações, duas dirigidas a um bar e uma marmitaria que permitiam consumo no local, o que é proibido nesta fase, durante a qual só podem funcionar com entrega e retirada.

 

A terceira autuação foi para um comércio de doces, onde foi constatada área de vendas de artigos para festas com cliente em atendimento. Os fiscais fizeram uma interdição parcial, porque a venda de alimentos é permitida, mas o outro tipo de comércio não é considerado essencial e só poderia atender por delivery/drive thru.

 

Também houve a lavratura de um auto de ocorrência após constatação de fila em frente a uma lotérica, sem respeito ao distanciamento seguro entre as pessoas. A direção do local, que internamente seguia as normas, foi orientada sobre a adequação necessária referente aos clientes na área externa.

 

Denúncias e punições

 

Uma parte dos fiscais avaliou o comércio em geral da região e outra realizou a averiguação de denúncias recebidas via sistema 156. Durante a ação, houve distribuição de máscaras à população, realizada pela Defesa Civil.

 

O trabalho de fiscalização continua sendo reforçado no Município.

 

Os estabelecimentos que não seguem as orientações contra o novo coronavírus recebem multa de R$ 1.515,44 e, em caso de reincidência, o valor dobra. Comércios considerados não essenciais flagrados funcionando, com atendimento ao público, podem sofrer interdição.

 

Quem observar situações irregulares, deve denunciar para os órgãos de fiscalização da Prefeitura pelo telefone 156. A Guarda Municipal de Campinas pode ser acionada pelo 153.

Geral

Orquestra Sinfônica homenageia Dia das Mães com vídeo de “Carinhoso”

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Prefeitura homologa empresa que irá construir Hospital da Mulher

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Campanha da Emdec de prevenção à Covid-19 é levada a agentes e escolas

Publicado

em

Por

A campanha “Em defesa da vida, faça a sua parte!” da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), voltada à prevenção da Covid-19 na mobilidade urbana, está na sua quarta semana de atividades. Neste início de maio, a campanha alcançou novos públicos estratégicos: a comunidade escolar e os agentes da mobilidade urbana da empresa.
 

 

Para as escolas, a Emdec elaborou dois materiais que abordam deslocamentos seguros na pandemia do coronavírus, disponibilizados no endereço eletrônico www.emdec.com.br/maioamarelo. O movimento Maio Amarelo visa a preservar a vida no trânsito, e, em Campinas, também estão sendo incorporados conteúdos de conscientização contra a doença.  

 
 

A Cartilha de Prevenção contra a Covid-19 na Mobilidade de Estudantes e Comunidade Escolar apresenta os cuidados necessários antes de sair de casa, o uso da máscara, a etiqueta respiratória, a higienização das mãos e orientações de prevenção para diferentes modos de deslocamento, seja a pé, de bicicleta, transporte escolar, transporte público, táxi ou viajando por aplicativos, por exemplo.  



Já a publicação Planos de Aula: Prevenção contra a Covid-19 na Mobilidade de Estudantes e Comunidade Escolar sugere, de forma detalhada, atividades a professores da Educação Infantil (para crianças de 4 a 5 anos), Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano), Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio, com ampla indicação de ferramentas e referências, tendo como tema a mobilidade urbana em tempos de coronavírus.  


 

Nas próximas semanas, ainda dentro do Maio Amarelo, as instituições de ensino também receberão materiais sobre circulação segura, cidadania, respeito e responsabilidade no trânsito.  



Agentes da mobilidade urbana  

 
A campanha “Em defesa da vida, faça a sua parte!” também está envolvendo os agentes da mobilidade urbana da Emdec. Na quarta, 5 de maio, agentes que exercem funções de liderança passaram por capacitação com pessoal da Secretaria Municipal de Saúde, em dois períodos.  


 

O curso virtual “Orientações para os agentes da mobilidade urbana sobre medidas de prevenção e controle da Covid-19” foi apresentado por Priscila de Paula Marques, enfermeira e técnica da Vigilância Sanitária de Serviços Relacionados à Saúde, e Alexandre Beltrami, engenheiro de segurança do trabalho, chefe de setor no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador. Funcionários de outros setores da Emdec e da Saúde também acompanharam as palestras.  


 

“As instruções promovem autoproteção, prevenção e orientação aos munícipes. Este conhecimento será multiplicado pelos líderes aos quase 400 agentes da mobilidade urbana da empresa, que, por sua vez, poderão orientar os cidadãos”, destaca o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “Também vamos entregar cartilhas impressas e disponibilizar o curso completo aos agentes em uma plataforma de Educação a Distância (EaD)”, explica Camargo.


 

“Estamos reforçando as orientações dos órgãos de saúde junto à população e aos nossos colaboradores, para pleno enfrentamento da Covid-19”, comenta o secretário municipal de Transportes, Vinícius Riverete. “Se as viagens são necessárias, devem ser realizadas com todos os cuidados pelos transportadores, operadores e passageiros”.  

 

Além de Camargo e Riverete, participam das palestras o diretor de Operações da Emdec, Wilson Folgozi de Brito; e a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea Paula Bruno von Zuben. Nas próximas quartas-feiras, dias 12 e 19 de maio, ainda estão previstas apresentações para transportadores escolares e os demais funcionários da Emdec.
 

 

Histórico da campanha

 

A campanha “Em defesa da vida, faça a sua parte!”, lançada em abril, desde o início foi direcionada aos usuários do transporte público coletivo. Este público recebeu mensagens nos letreiros de ônibus, na frota do transporte e também nos terminais urbanos, que foram demarcados com orientações de solo para o distanciamento social. As mensagens ainda foram veiculadas na Rádio Educativa.  

 
 

A Emdec também instalou faixas informativas nos terminais urbanos, com alertas sobre higienizar as mãos e objetos tocados; jamais espirrar, tossir ou falar sem máscara; não comer ou beber dentro dos ônibus; e respeitar o distanciamento social.  

 

 
Durante a semana passada, a campanha contou com ações virtuais nas redes sociais da Emdec (Facebook, Instagram e Twitter), além do compartilhamento de mensagens via WhatsApp, focando em públicos específicos.  




O endereço eletrônico www.emdec.com.br/covid-19 (Mobilidade em Campinas na pandemia da Covid-19) traz todas as notícias da empresa relacionadas ao coronavírus, bem como informações de atendimento ao público, links e telefones úteis.

Continue Lendo







Populares