Connect with us

Geral

Fábrica campineira investe em tecnologia e lança diversos produtos

Publicado

em

Na contramão da crise que insiste em atormentar o País, a Stamplas, fábrica campineira de banheiras, spas, acessórios em metal e inox e telhas em PVC, não para de crescer. A fábrica, que já tem no portfólio mais de 500 tipos de produtos e 25 modelos de banheiras, está tirando do forno, literalmente, a linha 2018 de banheiras com designer igual ao dos últimos lançamentos europeus, além de itens específicos para empreendimentos hoteleiros e para o segmento de acessibilidade, divisões que figuram como novas apostas da empresa. Com as novidades, a Stamplas projeta um crescimento de, pelo menos, 20% no faturamento para os próximos meses.

 

Outra demonstração de que está passando isenta pela recessão do Brasil é que a Stamplas continua investindo em aquisição de maquinário, tecnologia e robôs importados e mantendo 100% o emprego dos seus funcionários.

 

“Com a modernização que fizemos, a seção de banheiras está praticamente automatizado por inteiro. Tínhamos 30 pessoas na fabricação e hoje temos duas que checam se as máquinas estão em pleno funcionamento. Os outros 28 membros da equipe foram relocados para outros departamentos, principalmente o de peças em aço inox 304”, conta Alexandre Juliani, diretor-executivo da Stamplas, empresa familiar que está na segunda geração.

 

Relação custo-benefício

 

O empresário atribui a boa fase ao recente investimento no setor de arquitetura. A Stamplas inaugurou em outubro o primeiro showroom para atender profissionais de decoração com o objetivo de divulgar a possibilidade de viabilizar projetos de alto padrão com uma excelente relação custo benefício por meio da marca própria de banheiras, a Aquaplás.

 

“Depois de 20 anos de experiência no mercado da construção civil, ao aprimorar nossos produtos, constatamos que chegou a hora de voltar os olhos para os profissionais do segmento. O showroom ilustra cenários que contemplam diversos itens, o que permite ao arquiteto e decorador visualizar as melhores alternativas para o seu projeto diretamente na fábrica, onde ele terá variedade de modelos e cores”, ressalta Alexandre.

 

As boas perspectivas da empresa também decorrem do lançamento, para 2018, de outros modelos de ralos, cesto de lixo, produtos para hotéis e itens para o segmento de acessibilidade, que é crescente no País.

 

Tantas ideias e arrojo para o desenvolvimento da empresa derivam dos estudos que a diretoria faz constantemente, o que inclui viagens entre duas a três vezes no ano para a Europa, berço da tecnologia deste ramo de negócio.

 

Em janeiro de 2018, a Stamplas comemora 37 anos de atividade. A atuação com moldes para injeção de peças plásticas e desenvolvimento de projetos, além de ferramentaria e estamparia, abre um leque de possibilidades que só faz incrementar a produção e aumentar o desafio.

Geral

Segundo a Secretaria de Saúde de Monte Mor, foram realizados 66 novos exames

Publicado

em

Por

corona

A Secretaria de Saúde de Monte Mor informa que hoje (22) foram confirmados 5 novos casos de Covid-19 no município. Também foram realizados 66 novos exames.

A soma de exames realizados até o momento é de 7333 (sete mil trezentos e trinta e três), sendo 5183 (cinco mil cento e oitenta e três) casos negativos, e 2058 (dois mil e cinquenta e oito) casos positivos. São 72 (setenta e duas) pessoas esperando o resultado.

O número de pessoas curadas é de 1999 (mil novecentos e noventa e nove). Os casos de óbitos são de 50 (cinquenta) pessoas, outras 9 (nove) pessoas estão hospitalizadas, e 127 (cento e vinte e sete) estão em isolamento domiciliar.

A secretaria de saúde lembra a todos a importância do uso de máscara, a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel e o distanciamento social.

Continue Lendo

Geral

Campinas prevê vacinar mais de 2 mil nos 2 primeiros dias de imunização

Publicado

em

Por

Setecentos profissionais que trabalham na assistência direta a pacientes com Covid-19 foram vacinados contra a doença na quinta-feira, 21 de janeiro, no primeiro dia de imunização na Rede Municipal de Saúde de Campinas. Nesta sexta-feira, dia 22, a previsão é vacinar mais 1.440 pessoas nas unidades da Rede Mário Gatti, o que vai resultar em 2.140 vacinados em dois dias. A informação foi divulgada pelo prefeito Dário Saadi em transmissão ao vivo na internet na tarde desta sexta .

A vacinação ocorre até 22h para que os funcionários não precisem se deslocar fora do seu horário de trabalho para tomar a dose.

Em toda a rede serão 4.140 pessoas vacinadas no total. Estão incluídos nesse contingente os dois hospitais municipais – Mario Gatti e Ouro Verde, o Samu e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Campo Grande, Carlos Lourenço, São José e Anchieta Metropolitana.

“Como todo mundo sabe, nós recebemos 24,9 mil doses da vacina CoronaVac, do Butantan. Os critérios de distribuição foram os definidos pelos Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, priorizando os profissionais que atuam na linha de frente”, disse o prefeito.

Todas essas vacinas estão sendo aplicadas como primeira dose. A segunda já está provisionada pelo governo do Estado. A distribuição aos hospitais privados também está sendo realizada.
Até o presente momento estamos indo bem. Espero que Campinas continue fazendo essa vacinação com critério e com justiça. Isso é muito importante”, afirmou o prefeito.

Agendamento
Não há previsão da data em que será iniciado o agendamento para os outros grupos da primeira fase. A definição depende das vacinas que a cidade receberá. A prioridade é a imunização de quem atua no atendimento a pacientes com o novo coronavírus.
Quando a cidade receber novas doses, a prefeitura vai divulgar as ferramentas para facilitar o agendamento.

Centros de Imunização
As vacinas serão aplicadas em cinco centros de imunização (há possibilidade de ampliação), um por região:
– Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Itália (região sul)
– Naed Noroeste – Avenida Ibirapuera, s/nº, Jardim Londres (região noroeste);
– Centro de Vivência do Idoso – Lagoa do Taquaral – portão 5 (região leste);
– Círculo Militar – Avenida Getúlio Vargas, 200. Jardim Chapadão (região norte);
– Caic Sudoeste – Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União (região sudoeste

Continue Lendo

Geral

Documentário revela desafio de manter tradição e fé em Joaquim Egídio

Publicado

em

Por

Festa tradicional do Distrito de Joaquim Egídio – padroeiros S. Joaquim e S. Roque”, documentário que conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Campinas, foi selecionado pelo programa #JuntosPelaCultura, da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa de SP. O material está disponível no link https://youtu.be/rMPSsoyZX3E.

O filme narra a história da celebração e também aborda os desafios de manter a tradição em plena pandemia da Covid-19. O município de Campinas foi um dos escolhidos pelo projeto Tradição SP Online.

O documentário é uma imersão no ambiente bucólico de nosso distrito, com toda sua beleza natural e a força de uma tradição que ultrapassa décadas e que se mantém viva em todo seu encantamento”, afirma a secretária municipal de Cultura de Campinas, Sandra Ciocci.

A festa teve sua edição de 94 anos, em 2020, impactada pela pandemia. Reunindo imagens de arquivo de 2015 e depoimentos de moradores e organizadores nos meses de restrição social, a obra relata a devoção dos fiéis e a dedicação da comunidade em manter, nos padrões de segurança impostos pela pandemia, a devoção aos padroeiros. 

Avô de Jesus
São Joaquim é, na tradição religiosa, apontado como avô de Jesus no evangelho apócrifo (não reconhecido pelo cânone católico) de Tiago. Ele e Santa Ana são os pais da Virgem Maria. Seu dia é celebrado em 15 de agosto.
São Roque nasceu na França no século XIV. São atribuídas a ele curas milagrosas. Seu dia é celebrado em 16 de agosto.
Localizado na região Leste de Campinas, o distrito de Joaquim Egídio é uma área rural marcada por belezas naturais e tradições centenárias. O povoamento teve início em 1840. O distrito deve seu nome ao neto do Marquês de Três Rios.

Produção caprichada
Com duração de 21 minutos, o documentário tem realização da Iuna Produções, direção de Décio Cesarini Jr e trilha sonora de Levi Ramiro. A fotografia é assinada pelos cinegrafistas Décio Cesarini Jr., Kamá Ribeiro, Marcus Chamirad, Michel Belletatti, Tomas May e Vitor Ramos. A edição e a finalização foram feitas em 1080x1920p Full HD.

A captação de imagens do filme utilizou câmeras e lentes profissionais de alta definição 4k Cine, enquanto um estabilizador eletrônico garantiu a qualidade das imagens em movimento. A captação de áudio das entrevistas foi realizada em alta definição, com o uso de wave e gravador digital e microfones de lapela para os depoimentos.

Continue Lendo









<





Populares