Connect with us

Geral

DIC 5 ganha complexo de lazer Praça da Juventude Pastor Alessandro Monare

Publicado

em

Os moradores do bairro DIC 5, no Distrito do Ouro Verde, ganharam no sábado, dia 15 de dezembro, uma nova opção de lazer e esportes, a Praça da Juventude “Pastor Alessandro Monare”. O local, um amplo complexo de recreação, que faz parte do programa “Campinas Bem Verde”, e vai beneficiar moradores de vários bairros da região. A urbanização da área era aguardada há cerca de 20 anos pela população.

O prefeito Jonas Donizette entregou o espaço aos moradores e destacou o empenho da Administração ao assumir a obra com recursos próprios pela importância de recuperar uma área, que antes não era urbanizada, servindo de ponto para descarte irregular de entulho e lixo, e que agora dará nova vida à região. “Essa área é tão importante e fica numa região onde moram pelo menos 50 mil pessoas. É bom ter perto da casa da gente um lugar para poder fazer atividade física. Não é só praça, não é só lazer, é saúde. Quando a gente entrega um lugar como esse, um lugar para praticar esportes, fazer uma caminhada, estamos também colaborando com a saúde da população”, afirmou o prefeito, lembrando que as principais doenças que acometem a população hoje – hipertensão, diabetes e depressão – têm em seu tratamento a atividade física como um ponto fundamental.

O prefeito fez questão de frisar a importância de dar o nome à Praça da Juventude em homenagem ao pastor Alessandro Monare. “Foi um homem que conviveu com a comunidade, se preocupava com esta região”, lembrou. Monare era pastor da Igreja Batista Vista Alegre, no Jardim Vista Alegre, e atuava em vários projetos missionários e sociais. A família esteve presente à inauguração e o pai e a irmã do pastor ficaram emocionados com a lembrança.

O pastor Alessandro Monare morreu no último dia 7 de outubro, ao lado da esposa Belkis e do filho Samuel, em um acidente de carro quando voltavam de uma viagem a Goiás. O caso teve grande repercussão, pois a família ficou desaparecida e o segundo filho Benjamin foi resgatado com vida dois dias após o acidente, quando então o veículo da família foi localizado em um barranco. Nascido em Ponta Porã, no Mato Grosso, veio para Campinas ainda criança. O pastor e a família eram muito queridos pela comunidade.

O prefeito também agradeceu o empenho da equipe da Prefeitura envolvida na recuperação do local e citou o trabalho dos secretários Ernesto Paulella, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, e Dário Saadi, da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, presentes à inauguração. O vice-prefeito Henrique Magahães Teixeira também esteve no local, além de outros secretários e representantes do Legislativo.

 

Campinas Bem Verde

 

A obra da Praça da Juventude “Pastor Alessandro Monare” faz parte do programa “Campinas Bem Verde”, pelo qual já foram urbanizados, reurbanizados ou revitalizados mais de 230 locais como praças, bosques e parques em todas as regiões de Campinas, desde 2013, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

O investimento nesta obra recente foi de R$ 2,48 milhões, que privilegiou a recuperação da mata ciliar e de nascentes do local, um espaço de aproximadamente 41 mil metros quadrados. Foram plantadas 5 mil mudas de árvores das espécies Aldrago, Palmeira Imperial, Jerivá, Angico e Ipês roxo, amarelo e rosa, entre outras. Também houve o plantio de 5 mil unidades de espécies ornamentais e de 30 mil metros quadrados de grama.

A praça toda ganhou alambrado e conta com pistas de caminhada interna, com 700 metros de extensão, e externa, de 1.200 metros de extensão. A iluminação da área passou a ser feita por cerca de 30 postes de luz branca, de 250 watts.

O complexo de lazer possui uma área coberta de cerca de mil metros quadrados, que poderá ser utilizada para feiras e outros eventos, prédios com sede administrativa, local para reuniões e sanitários, inclusive adaptados para pessoas com deficiência. A população passa a ter três quiosques no parque, com mesas e bancos, para festas. Também há um parquinho infantil, academia ao ar livre, quadras de vôlei de areia e poliesportiva, campo de futebol de areia, campo de futebol gramado com arquibancada e um campo de bocha coberto.

O novo complexo de lazer estará aberto todos os dias, das 5h às 22h. Além do DIC 5, estão sendo beneficiados outros bairros do entorno, como Jardim Rosalina, Parque Eldorado dos Carajás, Jardim Aeroporto, DICs 1, 2, 3, 4 e 6, Jardim Melina, Jardim Vista Alegre, Jardim Ouro Verde, Jardim Aeronave de Viracopos e Guararapes.

Como parte do programa “Campinas Bem Verde”, o Distrito do Ouro Verde também ganhou o Parque Dom Bosco, no bairro Vida Nova, inaugurado em 2015, com uma área de 200 mil metros quadrados, e a revitalização da Praça de Esportes “Emil Rached”, no DIC 6.

Geral

Ação autua estabelecimentos por descumprirem medidas sanitárias

Publicado

em

Por

Dois estabelecimentos foram autuados pela Vigilância Sanitária na noite de ontem (sábado, 10 de abril) por descumprimento das medidas sanitárias, como falta de máscaras por funcionários e por não haver controle de fluxo de pessoas no interior.

A ação vistoriou 22 estabelecimentos comerciais nos bairros Vila Pompéia, Jardim Novo Campos Elíseos e Jardim Santa Lúcia, entre eles padarias, bares, restaurantes, lanchonetes, comércios de bebidas, lojas de variedades, lojas de conveniência, drogarias, lojas de departamento, supermercados, pizzarias e sorveterias.


A fiscalização é realizada com base em denúncias recebidas pela população por meio do 156 e baseada nas regiões da cidade com mais casos de Covid-19. Segundo mapeamento da Prefeitura, a região do Novo Campos Elíseos é a que apresenta maior taxa de letalidade por Covid-19 desde o início da pandemia. Em seguida, aparece a região do Jardim Eulina.
A multa prevista no decreto é de R$ 3.030,88 para o descumprimento dos protocolos sanitários.


A Vigilância pede a colaboração da população para denunciar irregularidades pelo 156 (telefone ou Portal do Cidadão no endereço https://cidadao.campinas.sp.gov.br) e também pelo número 0800-771-3541, do sistema Estadual.

Continue Lendo

Geral

Campinas Sem Fome: 12,8 mil quilos de alimentos apenas no 1º dia

Publicado

em

Por

O primeiro dia de mobilização no “Dia D” da Campanha Campinas sem Fome, ontem, sábado, 10 de abril, arrecadou 12,8 mil quilos de alimentos não perecíveis, o que corresponde a 656 cestas básicas e quase 1,2 mil quilos de alimentos avulsos. Além disso, foram doados pela população 700 quilos de produtos de higiene e limpeza. A ação continua hoje (domingo, 11 de abril) até às 17h. Entre 8h e 14h30 deste domingo foram 4.051 quilos de alimentos e 109,5 quilos de produtos de higiene e limpeza entregues pela população.

O Banco de Alimentos estima que desde o começo da campanha, em 22 de março, até a manhã deste domingo, mais de 250 toneladas de alimentos perecíveis já foram doados pelos campineiros.

A doação é no sistema de drive-thru no Paço Municipal, com acesso pela Rua Barreto Leme. Para evitar aglomeração, não é necessário descer do veículo para entregar os produtos. Basta parar num dos pontos de coleta, sendo o primeiro próximo à entrada do arruamento do Paço Municipal e o outro na entrada do estacionamento externo. Os voluntários retiram os produtos e direcionam para serem transportados em vans até o Banco de Alimentos.


Os donativos vão para o Banco de Alimentos, que repassa para 145 entidades cadastradas na rede assistencial da Prefeitura. As instituições distribuem para as famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional e que estão cadastradas no aplicativo Viva Vida.

A ação tem apoio das secretarias e autarquias municipais, da Guarda Municipal, Ceasa, Sanasa, Emdec e da Transurc. O Exército também apoia com duas equipes, uma no Paço e a outra na sede do Banco de Alimentos, onde será feita a triagem, pesagem e armazenamento adequado.

Continue Lendo

Geral

Ação da Vigilância Sanitária interdita um estabelecimento e autua quatro

Publicado

em

Por

A Coordenadoria da Vigilância Sanitária autuou quatro estabelecimentos e interditou um em ações de fiscalização ontem, sexta-feira, dia 9 de abril. A interdição se deu em um estabelecimento não essencial que estava funcionando e as autuações por serviços essenciais, que descumpriam os protocolos sanitários.


Com o objetivo de atender denúncias recebidas via 156, as equipes da Vigilância vistoriaram academias, salões de beleza, clínicas médicas, consultórios, supermercados, hortifrutis, padarias, açougues, sorveterias, lojas de suplementos, drogarias, comércios de vestuário, lanchonetes, bares, restaurantes e adegas. Os proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados sobre as medidas sanitárias obrigatórias previstas nos decretos municipais vigentes.


Durante a operação, houve colaboração da população, que abordou os fiscais para tirar dúvidas e fazer denúncias de estabelecimentos funcionando irregularmente.
Uma equipe de técnicos inspecionou uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), na Vila Industrial, para avaliação das medidas adotadas para a prevenção da Covid-19. Os fiscais constataram irregularidades sanitárias e abriram processo administrativo para apurar os fatos.


A Coordenadoria da Vigilância Sanitária reforça que a população pode denunciar situações em desacordo com os decretos municipais e demais medidas de controle para prevenção da Covid-19 pelo Portal do Cidadão – 156 (por telefone ou site) ou pelo Canal de Denúncias Estadual, tel: 0800-771 3541. O órgão também pede a colaboração dos cidadãos, com relação ao uso de máscara em locais públicos, higienização das mãos e para evitar aglomerações, principalmente festas clandestinas.

Continue Lendo







Populares