Connect with us

Geral

Desburocratização agiliza projetos para gerar investimentos e empregos

Publicado

em

O programa de desburocratização dos processos de aprovação de empreendimentos em Campinas foi apresentado nesta quinta-feira, dia 28 de janeiro, pelo prefeito Dário Saadi a representantes de entidades do setor imobiliário. A proposta, disse, é inovar e modernizar a gestão, começando pela área de urbanismo, para dar rapidez à aprovação dos projetos, alavancar investimentos e gerar empregos na cidade.
O programa utilizará ferramentas tecnológicas para reduzir tempos de aprovação. O prefeito pediu aos empresários avaliação das propostas e contribuições, para que o programa possa atender às necessidades do setor, cuja maior demanda é em relação ao tempo de análise e aprovação.
Uma das ferramentas será o Aprova Fácil, que simplifica procedimentos e integra setores da administração nas análises urbanísticas. Inspirado em programa implantado na prefeitura de São Paulo, no Aprova Fácil os processos digitais substituem os procedimentos físicos, gerando redução no tempo de tramitação e economia de recursos públicos, uma vez que eliminam a impressão, transporte e armazenamento de documentos.
O resultado, segundo a diretora de Planejamento, Carolina Baracat, facilitará a vida dos cidadãos, responsáveis técnicos e empreendedores. Secretários municipais de áreas envolvidas no processo e representantes da Câmara Municipal também participaram da apresentação.
Aprovação Responsável Imediata
O programa inclui também mudanças na chamada Aprovação Responsável Imediata (ARI), sistema de emissão de alvarás de execução, que passará a ser totalmente digital. Hoje, o empreendedor entra com a documentação no sistema on-line que calcula as taxas e envia, por e-mail, informação ao contribuinte para levar os documentos e as taxas pagas. É então aberto um processo físico para receber os documentos, anexar as taxas e emissão do alvará de execução on-line em prazo de três a cinco dias. O contribuinte recebe o alvará por e-mail e o processo fica aguardando até ser solicitado o habite-se. Com a mudança, todos esses procedimentos serão digitais.
É parte do processo de desburocratização alteração no decreto do Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) exigido na aprovação de construção, ampliação e instalação de empreendimentos que causam impactos na região onde serão implantados. Atualmente, os processos de análises do EIV são digitalizados para serem encaminhados para as secretarias envolvidas analisarem. Isso provoca demora no andamento dos processos e muitas vezes não há análise conclusiva das mitigações dos empreendimentos. Um grupo de análise foi criado para dar celeridade aos pareceres.
Outra ação será a utilização da plataforma BIM (Building Information Modeling), tecnologia para elaboração de projetos de arquitetura e engenharia, ferramenta que facilita a vida do empreendedor e favorece o ambiente de negócios na cidade. A Prefeitura vai implantar essa ferramente inicialmente para aprovação de habitação multifamiliar vertical – com os parâmetros legais inseridos no BIM, o sistema compara as informações no projeto enviado pelo profissional de arquitetura ou engenharia, que automaticamente faz o cruzamento com a base de dados inseridas no sistema, e identifica possíveis erros.

Geral

Unicamp e Santander criam hub para inovação e geração de tecnologias no Instituto de Computação

Publicado

em

Por

Uma parceria entre Unicamp e o Santander Universidades estabeleceu um hub de inovação no Instituto de Computação (IC) da Universidade, cujo espaço físico foi inaugurado nesta quarta-feira (24).

A parceria tem como objetivo o fomento da inovação e o desenvolvimento de tecnologias digitais e conta com R$2,5 milhões de investimento do Santander em bolsas de mestrado e doutorado. Serão estimuladas pesquisas em áreas como inteligência artificial, aprendizado de máquinas e internet das coisas.

O investimento inicial será utilizado para financiar nove bolsas de mestrado e oito de doutorado. O espaço do hub, conforme pontua o diretor do IC, Anderson de Rezende Rocha, funcionará como um laboratório onde pesquisadores possam desenvolver seus estudos. “Nosso objetivo é desenvolver pesquisa de ponta que leve à inovação e à geração de conhecimento e que ao mesmo tempo tratem problemas de interesse do parceiro”, afirma.

Para ele, a parceria tem um grande potencial, tende a ser duradoura e trará benefícios tanto para a Universidade como para o Santander. “Para o IC, a parceria permite trabalhar em problemas em sintonia com a indústria, que são de interesse no momento e que podem gerar impacto direto, social e econômico, para a população. Para o parceiro, eles terão um contato direto com a academia e com a Universidade, onde há pesquisadores de ponta trabalhando em problemas que podem se converter em soluções importantes para serem aplicadas no dia-a-dia”, avalia.

Outra frente de desenvolvimento do hub está voltada para a troca de conhecimento e de experiências entre ambas as partes. Serão oferecidos regularmente workshops entre profissionais do Santander, alunos e pesquisadores da Unicamp. Também estão previstos eventos de recrutamento, feiras e hackathons [maratonas de programação].

Continue Lendo

Geral

Temporais são esperados entre quarta e quinta-feira (24 e 25/02)

Publicado

em

Por

O Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), divulgou boletim, afirmando que, “devido ao calor, podem ocorrer temporais localizados”, na região, entre esta quarta e quinta-feira (24 e 25/02).

Para minimizar o efeito das chuvas e tempestades, nesta época do ano, o Governo do Estado de São Paulo, realiza a “Operação Verão” 2020/2021. A iniciativa prevê a formulação tanto de planos preventivos, realizados durante todo o ano, quanto de contingência, feitos em conjunto com outros órgãos municipais e contando com a participação da sociedade. 

A operação começou oficialmente em dezembro e vai até, pelo menos, o final de março de 2021, podendo ser prorrogada, se necessário, por razões climáticas. Uma orientação importante, vinda da Defesa Civil municipal, para evitar acidentes, é que a população limpe as canaletas de vielas e descarte corretamente os resíduos, orgânicos e recicláveis, nos equipamentos disponibilizados pela Prefeitura, seja por meio da coleta porta a porta de material orgânico, seja por meio da coleta seletiva via PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros Materiais Recicláveis) e LEVs (Locais de Entrega Voluntária de recicláveis). O descarte incorreto de garrafas pet, objetos plásticos e de material orgânico, em tempos de chuvas de verão, típica deste período, contribui para a obstrução de canaletas e bueiros, provocando alagamentos.

Confira abaixo as dicas da Defesa Civil de como se comportar durante os temporais, seja em casa, seja em espaços públicos.

Saiba o que fazer, quando:

1) há previsão de chuvas fortes:

– Verificar as condições de conservação das paredes e do madeiramento do telhado.

– Desligar os aparelhos eletrônicos e a chave geral de energia;

– Em locais de alagamento brusco, evitar caminhar, trafegar com bicicleta ou outro veículo, pois pode haver buracos, formação de enxurrada e outros riscos. Recomenda-se aguardar em local alto e seguro até a chuva passar.

2) Se está dentro do carro, durante chuva forte:

– Caso esteja em local seguro e ocorram chuvas fortes na cidade, não se aventure a enfrentar alagamentos, pois os riscos são muito grandes.

– Não feche cruzamentos e facilite a passagem de veículos de socorro.

– Quando possível, evite dirigir sob fortes chuvas. Pare em local seguro e espere a chuva passar. O mais importante é manter sempre a calma. Assim você consegue ajudar a si e a outras pessoas.

3) há ocorrência de raios:

Cuidados fora de casa:

– Abrigue-se em uma casa, edifício;

– Caso esteja em um veículo, não saia. Feche os vidros e não encoste nas parte metálicas;

– Evite lugares abertos, como estacionamentos, praias, campos de futebol, etc;

–  Se estiver no mar, rio, lago ou piscina, saia imediatamente;

– Mantenha distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’água, etc;

– Afaste-se de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas, cercas de arame, etc;

– Evitar jogar bola, nadar e fazer exercícios em locais abertos, onde há risco de ser atingido por raio; 

– Evite soltar pipas e não carregue objetos, como canos e varas de pesca;

– Evite andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo;

– Se não houver nenhum abrigo por perto, fique agachado com os pés juntos até a tempestade passar. Não deite no chão.

Cuidados em casa:

– Afaste-se de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como televisores, geladeiras e fogões;

– Afaste-se de janelas, tomadas, torneiras, canos elétricos e evite tomar banho.

Continue Lendo

Geral

Campinas tem 88,42% dos leitos de UTI-Covid ocupados nesta quarta, 24

Publicado

em

Por

Campinas conta nesta quarta-feira, 24/02, com 285 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 252 estão ocupados, o que corresponde a 88,42%. Há 33 leitos livres somando as redes pública e particular.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 118 leitos, dos quais 115 estão ocupados, o que equivale a 97,46%. Há 3 leitos livres.

SUS Estadual: 30 leitos, dos quais 22 estão ocupados, o que corresponde a 73,33%. Há 8 leitos livres.

Particular: 137 leitos, dos quais 115 estão ocupados, o que equivale a 83,94%. Há 22 leitos livres.

Continue Lendo









<





Populares