Connect with us

Geral

Defesa Civil faz balanço da Operação Estiagem e há alta em ocorrências

Avatar

Publicado

em

A Defesa Civil registrou 74 focos de incêndios e realizou 335 vistorias preventivas nos últimos dois meses – de 1º de maio a 28 de junho. O balanço preocupa porque mostra um aumento expressivo de queimadas, que agravam os casos de problemas respiratórios e pior, em um ano de pandemia. Em 2009, sem coronavírus, foram registrados 10 focos de incêndios e 87 vistorias preventivas no mesmo período.

 

 

Os números foram apresentados nesta terça-feira, dia 30 de junho, na reunião ordinária do Comitê Gestor da Operação Estiagem 2020. A operação começou no dia 1º de maio e pelos dados históricos, os casos de incêndios tendem a aumentar nos próximos meses que virão: julho, agosto e setembro. Em 2009, nesses três meses, a Defesa Civil atendeu 132 focos de incêndio: 11 em julho, 54 em agosto e 67 em setembro. No mesmo período foram realizadas 367 vistorias preventivas: 52 em julho, 191 em agosto e 124 em setembro.

 


 

Preocupados com esse cenário, representantes da Defesa Civil, das secretarias municipais do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Serviços Públicos, da Comunicação, além da Sanasa e da Mata de Santa Genebra, discutiram ações de enfrentamento de combate aos incêndios com mais rigor neste ano tendo em vista a crise da Covid-19.

 

 

“A estiagem e as queimadas estão sendo tratadas como um eixo estratégico no Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19) em virtude da complexidade. Em tempo de coronavírus, é necessário reduzir o número de pessoas que buscam atendimento no sistema público de Saúde com problemas respiratórios decorrentes do período do tempo seco”, disse o diretor da Defesa Civil, Sidnei Furtado.

 

 

Alerta

 

 

“A estiagem e as queimadas estão sendo tratadas como um eixo estratégico no Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19) em virtude da complexidade. Em tempo de coronavírus, é necessário reduzir o número de pessoas que buscam atendimento no sistema público de Saúde com problemas respiratórios decorrentes do período do tempo seco”, disse o diretor da Defesa Civil, Sidnei Furtado.

 

 

A previsão de um aumento de queimadas em julho, agosto e setembro acende o alerta para uma situação já existente de demanda e procura por leitos hospitalares por conta da Covid-19.

 

 

A Defesa Civil monitora as áreas de incêndios com o uso de drone e também das imagens de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Instituto fornece imagens capturadas por satélites que possam ajudar a Defesa Civil a identificar terrenos que apresentem algum potencial de risco no município.

 

 

A Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que integra a Operação Estiagem, aplica as medidas necessárias, preventivas e punitivas, para combater as queimadas. Provocar incêndio ambiental é crime. Poderão ser aplicadas penalidades de advertência e multa, variando de 80 a 80 mil Unidades Fiscais de Campinas (UFICs), valores que correspondem a R$ 290,00 a R$ 290 mil, sem prejuízo das medidas de reparação e de compensação dos danos causados. Quando ocorrerem em áreas especialmente protegidas, o valor das multas é dobrado, podendo chegar a R$ 580 mil.

 

 

Ao avistar um foco de queimada, o cidadão pode ligar para o 193 e informar a ocorrência ao Corpo de Bombeiros, que acionará os serviços municipais.

Geral

Sexta (10) terá madrugada mais gelada da semana

Avatar

Publicado

em

Por

Campinas e região terá uma sexta-feira (10) de sol, com poucas nuvens. A frente fria que chegou à Região Sudeste do País, vinda do Sul, trará à cidade uma sexta-feira de madrugada gelada.

A sexta-feira amanhece com temperatura mínima de 10ºC, e a máxima está prevista em 26ºC. O dia é de céu parcialmente nublado a claro, e os ventos têm intensidade moderada, soprando de sudeste.

A tendência para o sábado é de predomínio de sol e temperaturas mais elevadas, entre 15 e 27ºC.

Continue Lendo

Geral

Cohab Campinas inicia atualização de cadastro para moradia via WhatsApp

Avatar

Publicado

em

Por

Em uma ação inovadora e inédita a Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas) inicia a partir desta quinta-feira, dia 9 de julho, o atendimento para Atualização do Cadastro de Interessados em Moradia (Cim), via rede social WhatsApp. Basta entrar em contato pelo número (19) 99449-0030.

Segundo o gerente do Departamento Comercial e de Novos Negócios, Eduardo Nasser, a medida visa uma adaptação ao novo momento com o foco nas pessoas que necessitam manter o cadastro atualizado e, assim, participar do s programas e alternativas habitacionais oferecidos pelo município. De acordo com o gerente, a empresa segue buscando e encontrando alternativas que ofereçam um atendimento de qualidade à população.

“Após várias alterações em nosso atendimento, como educação financeira e habitacional, além das inúmeras parcerias com empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida Faixa s 1,5 e 2, pensamos em uma maneira mais ágil de atender os nossos cadastrados neste momento de pandemia. Todo o processo de atualização segue a mais pura rotina de transparência e segurança. Momentos como este que vivemos nos dá a possibilidade de buscar soluções e, com certeza, esta é mais uma inovação que chega para ficar”, declarou.

O Departamento Comercial orienta que o serviço por WhatsApp ainda é exclusivo para atualização cadastral e para sanar dúvidas referentes ao setor de comercialização.

O número do WhatsApp para atualização cadastral é o (19) 99449-0030 é já está ativo.

Continue Lendo

Geral

Campinas tem 86,63% dos leitos de UTI Covid ocupados nesta quinta, 9

Avatar

Publicado

em

Por

Campinas conta nesta quinta-feira, 9 de julho, com 389 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 337 estão ocupados, o que corresponde a 86,63%. Há 52 leitos livres somando as redes pública e particular. 

Os leitos estão divididos da seguinte forma: 

SUS Municipal: 145 leitos, dos quais 134 estão ocupados, o que equivale a 92%;

SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 86 leitos, dos quais 76 estão ocupados, o que corresponde a 88%;

Particular: 158 leitos, dos quais 127 estão ocupados, o que equivale a 80%.

Continue Lendo