Connect with us

Eventos

Convite – 3ª Mostra Sustentável em Campinas

Publicado

em

A Mostra Sustentável chega à sua terceira edição, desta vez transformando e beneficiando a Fundação Síndrome de Down (FSD), em Barão Geraldo, Campinas. Mais do que uma exposição de arquitetura e design de interiores com foco na sustentabilidade, o evento é um espaço para a transformação social.

Arquitetos, designers de interiores, artistas plásticos, paisagistas e engenheiros aceitaram o desafio de se unir para desenvolver projetos sustentáveis que revitalizem as edificações da ONG, demonstrando que é possível unir criatividade, elegância e praticidade com respeito à diversidade e ao meio ambiente, deixando, ainda, um legado que atenda às necessidades da instituição. A ambientação dos mais de 40 espaços está voltada para a temática da conscientização sobre a síndrome de Down.

Abertura para o público

A Mostra Sustentável 2019 estará aberta ao público entre os dias 4 de setembro e 13 de outubro, de quarta-feira a domingo. De quarta a sexta-feira, o horário de funcionamento é das 15h às 21h e, aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 19h.  A Fundação Síndrome de Down fica na Rua José Antônio Marinho, 430, Barão Geraldo, em Campinas.

Os ingressos custam R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia-entrada) e R$ 10,00 (revisita). Para os idosos do Lar dos Velhinhos de Campinas e pacientes do Serviço de Saúde Cândido Ferreira – onde aconteceram as edições anteriores – as visitas serão gratuitas, mediante agendamento. As vendas são realizadas apenas na bilheteria do evento, aberta até às 19h30. Informações pelo telefone (19) 99121-0262 ou pelo e-mail [email protected].

Toda a cadeia sustentável

Todos os projetos arquitetônicos desenvolvidos contam com uma base comum de sustentabilidade, começando pelo planejamento e pela escolha dos fornecedores geograficamente localizados próximos à obra, o que garantiu a redução na emissão de gases de efeito estufa e uma importante economia de combustível. Outro critério utilizado foi a opção por fornecedores comprometidos com a priorização do reuso de materiais – inclusive dos móveis – e o descarte correto dos resíduos em aterros autorizados e legalizados pelo município.

Durante a reforma, foi priorizado o reaproveitamento máximo da estrutura existente, gerando o mínimo de entulho possível ou, ainda, reaproveitando esses resíduos na própria obra, como nos pisos drenantes dos jardins, por exemplo.

A criatividade dos projetos se apresenta em diferentes formas de reuso de materiais ou da ressignificação de móveis e outros objetos, muitos deles advindos de “garimpagens” em antiquários ou de descartes de outras obras. As madeiras utilizadas, por exemplo, são todas de demolição, MDF ou provenientes de reflorestamento, e processadas criteriosamente nas vertentes ambientais e sociais, com utilização de fonte de energia renovável e respeito à política de revenda destes materiais. Destaque também para as flores e plantas ornamentais, presentes na maioria dos ambientes, trazendo beleza e mais vida para os ambientes.

Apresentação para a imprensa 
Dia: 3 de setembro
Horário: das 10h às 14h30
Local: Rua José Antônio Marinho, 430, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas.
Credenciamento: [email protected].  

Serviço: 
Mostra Sustentável 2019
Data: 
Entre 4 de setembro e 13 de outubro de 2019, de quarta-feira a domingo.
Horário: De quarta a sexta-feira: das 15h às 21h; sábados, domingos e feriados: das 11h às 19h.
Local: Fundação Síndrome de Down (Rua José Antônio Marinho, 430, Barão Geraldo, Campinas).
Ingressos: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia-entrada), R$ 10,00 (revisita). Para os idosos do Lar dos Velhinhos de Campinas e pacientes do Serviço de Saúde Cândido Ferreira, as visitas serão gratuitas, mediante agendamento.
Vendas: Somente na bilheteria do evento, aberta até às 19h30. 
Informações: [email protected] ou (19) 99121-0262.

Eventos

Show “Inmersión” com artistas internacionais renomados de flamenco em Campinas

Publicado

em

Por

Espetáculo, cursos e palestras ocorrem em várias cidades do Brasil entre 25/9 e 06/10 com grandes nomes espanhóis: Patricia Guerrero, María Moreno e Sergio “El Colorao”

Vencedores de prêmios como Giraldillo e MAX, bienais e concursos em todo o mundo, Patricia Guerrero, María Moreno e Sergio “El Colorao”, ministrarão cursos, palestras e tablado em Campinas e se apresentarão em 3 shows em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Um grandioso evento com público estimado em mais de 1600 pessoas.

A abertura nacional do Inmersión será em Campinas na quarta-feira, 25/9, em frente à Catedral Metropolitana. A Intervenção Cultural Flash Mob leva um mostra gratuita do flamenco à população campineira.

Na quinta, 26/9, a intervenção acontece no restaurante Vila Paraíso. O público poderá apreciar uma deliciosa Paella e a apresentação de bailaores de flamenco. A tradicional paella espanhola teve origem na região de Valência, passando depois a ser consumida no litoral, quando a receita foi incrementada com frutos do mar. A iguaria foi trazida a São Paulo na primeira metade do século 20 pelos imigrantes. Na Espanha, é preparada, principalmente, pelos homens no fogão à lenha durante os almoços de domingo com a família.

Serão duas semanas respirando Flamenco em diversas atividades: aulas, conversas, vivências, espetáculo, tablao. Nesta 2ª edição do Inmersión, além das apresentações nas 3 capitais brasileiras, os artistas ministram cursos para níveis básico, intermediário, avançado e formação em bata de cola em Campinas com duração de 3 dias. 

O Hotel Vila Rica em Campinas será palco de um dos mais típicos shows de tablado espanhol no Brasil, aguardado pelo público por trazer nomes expressivos da cena internacional do flamenco e bailaores atuantes no cenário nacional acompanhados dos já confirmados Allan Harbas, Fernando de Marília, Jony Gonçalves, Eugenio Romero e do cantaor Sergio “El Colorado”.

O espetáculo faz parte do projeto Inmersión, desenvolvido pela bailaora Mariana Abreu, diretora artística do Estúdio de Artes e Dança Soniquete, de Campinas, em parceria com a produtora de flamenco Leila Vecchio da Olé Flamenco, para disseminação da cultura espanhola na região.

Os ingressos do tablado custam R$ 95,00, do espetáculo custam R$ 158,00, meia entrada e antecipada a R$ 315,00, no dia do show, e podem ser adquiridos no Estúdio Soniquete (Rua Manoel Antunes Novo, 574, Barão Geraldo) ou no site: inmersion.com.br. Mais informações podem ser adquiridas por e-mail [email protected] ou pelo telefone (11) 98217-1074.

SOBRE O PROJETO INMERSIÓN

Com o objetivo de disseminar a cultura espanhola em Campinas, o Estudio Soniquete de Artes e Dança promove uma semana de imersão na cultura hispânica, com programação dedicada à troca de experiência e formação, de 29 de setembro a 7 de outubro.

A programação conta com palestras, aulas de dança, shows, conversa com os artistas internacionais e intervenções no centro da cidade que irão ocorrer na semana que antecede o evento. Para participar, os interessados devem conferir a agenda completa de eventos e os valores dos ingressos e pacotes no site inmersion.com.br.

SOBRE OS CONVIDADOS INTERNACIONAIS

Patricia Guerrero
Patricia Guerrero (Granada, 1990) desenha figuras geométricas com sua dança. Depois as transforma, as desfaz e as converte em elementos vitais como o fogo.
Recebe o prêmio Giraldillo de Melhor Espetáculo da XIX Bienal de Sevilha com Catedral (2016) e 2 indicações nos Prêmios Max 2017, incluindo melhor intérprete feminina de dança. Depois de Utopía, estreia Distopia na Bienal de Flamenco de Sevilla 2018. Com apenas 15 anos integra o Centro Flamenco (Dir. Mario Maya), fazendo parte de Diálogo do amargo. Participa dos festivais e teatros mais importantes da Espanha.
Em 2010, ingressa na Compania de Ruben Olmo apresentando Tranquilo Alboroto e um ano mais tarde torna-se primeira bailaora no Ballet Flamenco da Andalucía (direção do próprio Olmo), é dirigida por Carlos Saura como solista no espetáculo Flamenco hoy, que percorreu o mundo, incluindo City Center de Nova York. Saura voltaria a contar com ela nas filmagens de Flamenco Flamenco. Continua a colaborar com Arcangel em seus espetáculos Olor a Tierra e Las ida y las vueltas (com a Academia de Piaccere), uma fusão do flamenco e música barroca, onde é premiada com o Giraldillo de artista revelação da Bienal de Sevilha 2012. A parceria com Arcangel se mantém com o show Tablao, que estreou no Teatro Real de Madrid.
Em fevereiro de 2016, no XX Festival de Jerez, apresenta Pórtico, trabalho que abre as portas de sua mística e seu feminismo na XIX Bienal de Sevilha no Teatro Lope de Vega. No ano seguinte estreia, com a Compania Andrés Marín, o espetáculo D.Quixote no Teatro Nacional de Chillot (Paris, França).
E agora Distopia, o novo show da granadina. Um lugar imaginário, de natureza irreal, a solidão e a incompreensão. Patricia Guerrero e o flamenco contemporâneo. A arte que constrói sonhos e realidades, que quebra mitos. Contemporânea, ousada, criativa, livre, feminista, esposa, filha… bailaora.

María Moreno
María Moreno (Cádiz, 1986) é um dos expoentes da “nova era dourada do flamenco”, pela riqueza da linguagem, maestria técnica e garra.
Com apenas oito anos de idade entra no Conservatório Profissional de Dança de Cádiz. Como a sua dança, altamente estilizada e cheia de nuances e significados, revela a influência de seus professores Javier Latorre, Rafaela Carrasco, Antonio Canales e Eva Yerbabuena. Desenvolveu sua própria linguagem clara e consistente ao longo de sua carreira, desde que fez sua estreia em Locos por el Tiempo de Juan e Pilar Ogalla.
Em 2004 integra a companhia de Eva Yerbabuena, participando dos shows A cuatro voces, Eva, 5 mujeres 5 e El huso de la memoria, com os quais se apresenta por vários palcos do mundo. Também Federico según Lorca, que faz temporada nos Jardines del Generalife dentro do programa Lorca y Granada. Começa em 2006 sua carreira solo, participando da Bienal de Jóvenes Flamencos de Sevilla, Los Veranos del Corral (Granada), Festival Larachí flamenca (Sevilla), Fiesta de la Vendimia (Jerez de la frontera) e Festival de la Fortuna (Madrid). Participa do XXXV Congresso Internacional de Flamenco (Cádiz) e estreia Kalho Calo (direção de Rafael Estévez). Ao lado de Rafael Campallo estreia Puente de Triana e Triana, la outra orilla (Itália e Canadá). Colaborou com grandes nomes como Miguel Poveda, José Mercé, Marina Heredia e Arcangel.
Estreia na Lechera de Cadiz Alas de Recuerdo (2014), uma declaração de intenções que cala o público e que é depois apresentado em palcos como Jueves Flamencos de Cajasol, Suma Flamenca de Madrid, Festival Flamenco de Albuquerque (EUA) e Festival de Jerez, onde é consagrada com o Premio Artista Revelación.
Em 2018 estreia De la Concepción no Teatro Central de Sevilha durante a XXI Bienal de Flamenco. Uma montagem com a direção de palco de Eva Yerbabuena e direção musical de Andrés Marín. Espetáculo que ganha o Premio Giraldillo Artista Revelación.

Sergio “El Colorao”

Com 6 anos faz sua primeira apresentação e começa a cantar junto com seu pai em numerosas peñas flamencas e festivais andaluzes. Aos 10 anos já forma sua primeira banda: grupo Oyana, onde começa a formar seu próprio estilo de flamenco, se apresentando com Remedios AmayaRaimundo AmadorLa SusiRebecca ou Ecos del Rocío entre outros.

Sempre se sentiu atraído pela fusão e inovação, tendo seu trabalho destacado como componente da Small Band Flamenca, apadrinhada por músicos como Rubem Dantas e Jerry Gonzalez. Apresenta-se no programa El 5 a las 5, formado por músicos de jazz, clássico, pop, flamenco e tango argentino, em um musical sobre Lorca e sua história.

Em 2016 lança seu álbum solo Como mi Sangre, com participações de Antonio CanalesPepe HabichuelaManuel e Bernardo ParrillaDani de Morón, Jerónimo Maya e Antonio Serrano.

SOBRE O ESTÚDIO SONIQUETE

Desde 2009, o Soniquete Estúdio de Artes traz para o público um espaço ideal para quem busca saúde física, exercício da criatividade e expressão individual com o corpo em movimento de forma artística.

O estúdio oferece aulas e cursos regulares de Dança Flamenca, Dança de Rua e Sapateado Americano. Todas as modalidades contam com professores altamente qualificados e atentos às necessidades individuais de cada aluno.

Desde 2006, o Grupo Soniquete executa um trabalho consistente de disseminação da cultura hispânica através do Grupo Soniquete de Arte Flamenca. Contando com a direção artística e coreográfica da bailaora Marina Abreu, o grupo explora todas as formas do Flamenco (desde as mais tradicionais até as mais contemporâneas) fazendo com que todos os espetáculos sejam uma experiência única com alto nível técnico e de grande carga emotiva.

SERVIÇO  “INMERSIÓN” ESPETÁCULO INTERNACIONAL DE FLAMENCO

Campinas

Abertura Nacional do Inmersión
Flash Mob – Intervenção Cultural – Flamenco
Data: 25/9,  quarta-feira
Horário: 14h
Local:  Em Frente a Catedral Metropolitana de Campinas

Intervenção Cultural – Flamenco
Data: 26/9, quinta-feira
Horário: 19h
Local:  Restaurante Vila Paraíso – R. Dr. Heitor Penteado, 1716 – Colinas do Ermitage (Sousas), CampinasCuritiba
Recital Flamenco Curitiba
Data: 29/9
Horário: 19h30
Local: Teatro Enio Carvalho
Ingressos: sympla.com.br

Porto Alegre
Espetáculo
Data: 01/10
Horário: 21h
Local: Theatro São Pedro – Praça Marechal Deodoro, s/n°. Centro Histórico / Porto Alegre / RS / Fones: (51) 3227.5100 / 3227.5300.
Ingressos: link para venda online http://bit.ly/Inmersion_POA ou diretamente na bilheteria do teatro, aberta todos os dias das 10 às 18h.

São Paulo
Espetáculo
Data: 3/10
Horário: 20h
Local: Teatro Novo
Ingressos: ingressorapido.com.br

Campinas
Curso
Data: De 4 a 6/10
Horário: diversos – conferir site
Local: Academia Lina Penteado – Rua Barão de Paranapanema, 401 – Bosque, Campinas – SP
Ingressos: inmersion.com.br

Show Tablado
Data: 4 e 5/10
Horário: 21h
Local: Hotel Vila Rica – R. Donato Paschoal, 100 – Parque Italia, Campinas – SP

Continue Lendo

Eventos

Campinas ganha nova galeria de arte

Publicado

em

Por

Dezenas de ideias em forma de imagens que estavam armazenadas por (pelo menos) uma década dentro da cabeça do publicitário Beto Mallmann ganharam vida e as paredes da galeria Espaço 800, localizada no Jardim  Guanabara,  e serão expostas ao público a partir do próximo dia 20 de setembro, sexta-feira, às 19h.

Na ocasião, o artista plástico irá expor algumas séries que foram escolhidas a dedo para sua estreia na galeria que abrigará as obras de sua autoria. “A abertura da galeria para expor minhas obras é a realização de um sonho muito antigo. Eu desejava isso tão profundamente que me emocionava ao assistir documentários de arte. Seja qual for a linguagem. Seja qual for a superfície. Eu só queria me manifestar. Manifestar minha arte”, confessa Beto, que vem gestando a galeria desde o início do ano.

As criações são colagens de diversas imagens manipuladas no computador e depois impressas em fine art, uma técnica feita com impressoras específicas, de altíssima resolução, em condições de temperatura ideias e papéis especiais importados. Alguns trabalhos também são impressos e látex sobre canvas. Cada obra terá um número limitado de tiragem e um certificado de autenticidade assinado.

Mesmo antes de abrir oficialmente, Mallmann vem sendo elogiado por críticos que já visitaram a exposição, entre marchands e algumas galerias europeias que demonstraram interesse em suas obras. Dois quadros já foram vendidos.

Batizado de Espaço 800, o local estará aberto para visitações de segunda a sexta-feira, das 14h às 19h. “A ideia é que as pessoas possam vir e ficar um tempo curtindo o ambiente da galeria, que é bem aconchegante, para apreciar e conversar sobre arte”, afirma Beto.

Beto Mallmann

Um dos publicitários mais premiados de Campinas, Beto Mallmann sempre foi interessado pelo mundo das artes plásticas, iniciou um processo criativo de obras de arte há pelo menos uma década sob a influência de artistas como Andy Wahrol e René Magritte.

Imagens para divulgação no link: http://abre.ai/espaco800  crédito: Touché

Serviço

Inauguração Espaço 800

Dia 20 de setembro, 19h

Rua Frei Antônio de Pádua, 800, Jd. Guanabara

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 14h às 19h

Continue Lendo

Eventos

Casa de Vidro recebe réplica gigante de intestino humano nos dias 22 e 23 de setembro

Publicado

em

Por

Pela primeira vez em Campinas, o inflável de 20 metros – trazido pelo Grupo SOnHe – alerta a população sobre o câncer colorretal

Em ação inédita em Campinas, o Grupo SOnHe – Sasse Oncologia e Hematologia traz uma réplica de um intestino em tamanho gigante para alertar a população sobre o câncer de colorretal. A visitação gratuita acontece na Casa de Vidro, no Lago do Café, e será aberta ao público nos dias 22 e 23 de setembro, das 9 às 16 horas.

Uma estrutura inflável de 20 metros de comprimento em formato de túnel e com 2,5  de largura, o ‘intestino gigante’ permite que o visitante tenha uma experiência interativa, caminhando por seu interior que simula o intestino grosso. Será possível observar as enfermidades que acometem o órgão como hemorroidas, doença inflamatória, pólipos, divertículos e o câncer. A visitação será acompanhada por profissionais de saúde do Grupo SOnHe que darão informações e orientações sobre o diagnóstico, tratamento e formas de prevenção. Também haverá a exibição de um vídeo explicativo sobre a formação dos pólipos e evolução para o câncer.

“A ação acontece no mesmo local em que vamos reunir médicos do Brasil todo para o I Simpósio de Câncer Gastrointestinal de Campinas. Foi uma forma de unir conhecimento científico, que é a base do nosso Grupo, e também alertar, de forma didática, a população sobre o câncer colorretal, que é terceiro tipo de tumor de mais incidência no nosso país. O que precisa ficar claro é que, felizmente, é uma doença tratável e frequentemente curável se diagnosticada precocemente. Além disso, o câncer colorretal é o tipo mais prevenível de câncer. Hábitos saudáveis, atividades físicas e exames de colonoscopia – que são usados para localização e eventual retirada de lesões antes da formação de tumores – são as formas para evitar a doença”, explica André Deeke Sasse, CEO do Grupo SOnHe.

O ‘intestino gigante’ é uma exposição itinerante da Associação Brasileira de Prevenção de Câncer do Intestino (Abrapeci), que já visitou aproximadamente 60 municípios brasileiros, desde 2004, com finalidade educativa. 

Dados

O câncer colorretal abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamado cólon, no reto (final do intestino, imediatamente antes do ânus) e no ânus. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer é o terceiro tipo de tumor com maior incidência no Brasil. É o segundo mais frequente em mulheres e o terceiro entre os homens. Para cada ano do biênio 2018-19, estima-se 36.360 novos casos de câncer colorretal, sendo 52% em mulheres e 48% em homens.

Com relação ao número de mortes, em 2017, de acordo com Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), criado pelo DATASUS, foram 18.867 óbitos (9.660 mulheres e 9.207 homens).

Segundo dados de 2017 do Ministério da Saúde, considerando todos os tratamentos do SUS em pacientes com diagnóstico de câncer colorretal, foram realizados 138.213 procedimentos de quimioterapia, incluindo quimioterapias neoadjuvantes, profiláticas e paliativas. Também foram realizados 505.132 procedimentos de radioterapia e 9.582 cirurgias. Todos os três tipos de tratamentos analisados cresceram de forma acentuada no período entre 2008 e 2017, sendo que os procedimentos de quimioterapia aumentaram em 97%, os procedimentos de radioterapias aumentaram em 44% e as cirurgias aumentaram em 55%.

Principais fatores de risco

Idade igual ou acima de 50 anos, excesso de peso corporal, alimentação não saudável (ou seja, pobre em frutas, vegetais e outros alimentos que contenham fibras), consumo de carnes processadas), ingestão excessiva de carne vermelha (acima de 500 gramas de carne cozida por semana), história familiar de câncer de intestino, história pessoal de câncer de intestino, ovário, útero ou mama, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas, doenças inflamatórias do intestino, como retocolite ulcerativa crônica e doença de Crohn, também aumentam o risco de câncer do intestino.

Sintomas mais frequentemente associados

Sangue nas fezes, alteração do hábito intestinal (diarreia e prisão de ventre alternados), dor ou desconforto abdominal, fraqueza e anemia, perda de peso sem causa aparente, anemia, alteração na forma das fezes (fezes muito finas e compridas), massa (tumoração) abdominal.  Esses sinais e sintomas também estão presentes em problemas como hemorroidas, verminose, úlcera gástrica e outros, e devem ser investigados para seu diagnóstico correto e tratamento específico.

Detecção precoce

Por meio da investigação com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença (prevenção) e com o uso de exames em pessoas sem sinais ou sintomas (rastreamento), mas pertencentes aos grupos com maior chance de ter a doença. Os tumores colorretal podem ser detectados precocemente por meio de dois exames principais a partir de 50 anos: pesquisa de sangue oculto nas fezes e endoscopias (colonoscopia ou retossigmoidoscopias). 


Tratamento

O câncer de intestino é uma doença tratável e frequentemente curável. A cirurgia é o tratamento inicial, retirando a parte do intestino afetada e os gânglios linfáticos (pequenas estruturas que fazem parte do sistema de defesa do corpo) dentro do abdome. Outras etapas do tratamento incluem a radioterapia (uso de radiação), associada ou não à quimioterapia (uso de medicamentos), para diminuir a possibilidade de recidiva (retorno) do tumor. O tratamento depende principalmente do tamanho, localização e extensão do tumor. Quando a doença está espalhada, com metástases para o fígado, pulmão ou outros órgãos, as chances de cura ficam reduzidas.

Prevenção

Manutenção do peso corporal adequado, prática de atividade física, não fumar, alimentação saudável, principalmente, por alimentos in natura e minimamente processados, como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, grãos e sementes.  Esse padrão de alimentação é rico em fibras e, além de promover o bom funcionamento do intestino, também ajuda no controle do peso corporal.

* André Deeke Sasse, oncologista, professor de pós-graduação na FCM-Unicamp, membro titular da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e da Sociedade Europeia de Oncologia (ESMO). Fundador do Grupo SOnHe – Sasse Oncologia e Hematologia e atua na coordenação da oncologia do Hospital Vera Cruz, do Instituto do Radium e do Hospital Santa Tereza. André é coordenador da Oncologia Clínica do Hospital PUC-Campinas e faz a preceptoria dos residentes do hospital.

Sobre o Grupo SOnHe

O Grupo SOnHe – Sasse Oncologia e Hematologia, é formado por oncologistas e hematologista que fazem o atendimento oncológico humanizado e multidisciplinar no Hospital Vera Cruz, Hospital Santa Tereza e Instituto do Radium, três importantes centros de tratamento de câncer em Campinas. A equipe oferece excelência no cuidado oncológico e na produção de conhecimento de forma ética, científica e humanitária, por meio de uma equipe inovadora e sempre comprometida com o ser humano. O SOnHe é formado pelos oncologistas: André Deeke Sasse, David Pinheiro Cunha, Vinicius Correa da Conceição, Vivian Castro Antunes de Vasconcelos, Adolfo Scherr, Rafael Luís,  Fernanda Proa Ferreira,  Susana Ramalho e Ana Paula Stramosk.

Serviço

Intestino Gigante

Data: 22 e 23 de setembro

Horário: das 9 às 16 horas

Local: Casa de Vidro, no Lago do Café

Endereço: Av. Dr. Heitor Penteado, 2.145, Taquaral, Campinas/SP

Entrada gratuita

Continue Lendo




error: Content is protected !!