Connect with us

Geral

Comerciantes aprovam projeto da Escola de Cozinha da Ceasa

Publicado

em

Os comerciantes do Mercado de Hortifrutigranjeiros da Ceasa Campinas que participaram da aula-show inaugural do projeto Cozinha Ceasa/USF, na manhã desta terça-feira (22 de maio), aprovaram a iniciativa e a demonstração gastronômica, feita pelos chefs Alexandre Meneguetti e Henrique Mecciano. A aula-show foi destinada a um grupo de 15 comerciantes (permissionários) do entreposto com o objetivo de apresentar o projeto, uma parceria entre a Ceasa, a Universidade São Francisco (USF) e o Instituto de Solidariedade para Programas de Alimentação (ISA). 

 

A aula foi realizada na Escola de Cozinha da central de abastecimento, inaugurada no mês passado, em cerimônia de lançamento do projeto, que visa a criação de um curso de formação de cozinheiro e alimentação sustentável, com uso integral dos alimentos, voltado às famílias carentes atendidas pelo ISA – entidade criada pelos comerciantes que arrecada o excedente de hortifrútis na Ceasa e distribui os alimentos a famílias e entidades cadastradas. O curso começará em agosto.

 

“A aula foi muito boa. Acho que esse projeto vai ser um marco na Ceasa Campinas para iniciarmos outros projetos. Tenho certeza que a união entre a Ceasa, a USF e o ISA vai ser muito produtiva”, disse o empresário e permissionário da Ceasa João Benassi, que também é presidente do ISA.

 

“Achei interessante o projeto, principalmente por visar as famílias necessitadas atendidas pelo ISA”, avaliou Caio Augusto Tedrus, da ACM Cogumelo, outro comerciante da Ceasa.

 

Paulo Sérgio Palma, que representou o permissionário De Marchi, ficou surpreso com a proposta. “Achei muito legal, nem imaginava que existia esse projeto. A Ceasa, o ISA e todo o pessoal envolvido estão de parabéns. Gostei muito e espero que seja um projeto duradouro”, disse. “O pessoal da USF explica muito bem. Até eu aprendi a cozinhar hoje”, brincou. 

 

“O objetivo dessa aula de demonstração foi apresentar o projeto aos nossos comerciantes, para que eles conheçam de perto a nossa proposta e também nos apoiem nessa iniciativa”, explicou o diretor-presidente da Ceasa, Wander Villalba. 

 

 

 

Cardápio

 

Os professores de Gastronomia da USF prepararam entrada, prato principal e sobremesa para a plateia de comerciantes, que foram convidados pela Associação dos Permissionários da Ceasa Campinas (Assoceasa) e pelo ISA. No cardápio, estavam espaguete de pupunha com tomate seco e vinagrete, filé-mignon com legumes e creme brûlée. Os participantes degustaram todos os pratos.

 

“Foi além das nossas expectativas. Acho que as técnicas que nós apresentamos, de um curso altamente profissional de gastronomia, surpreenderam e deram a eles a ideia de que é um projeto muito diferente e único na cidade”, disse a coordenadora do Curso de Gastronomia da USF, professora Andreia Pimentel. 

 

Uma segunda aula será realizada no dia 26 de junho e deverá reunir os 25 futuros alunos do curso da Escola de Cozinha, que serão selecionados dentre os beneficiários das entidades Instituto Padre Haroldo e Grupo Primavera, de Campinas – ambas recebem alimentos doados pelo ISA.

 

 

 

Projeto e parceria

 

O projeto Cozinha Ceasa/USF – Alimentação Sustentável ISA foi lançado oficialmente no último dia 24 de abril, na Escola de Cozinha da Ceasa, em cerimônia que contou com a presença do prefeito Jonas Donizette. A iniciativa pioneira visa estimular a alimentação sustentável e o combate ao desperdício de alimentos, bem como capacitar jovens e adultos em técnicas básicas de gastronomia e higiene na cozinha. 

 

O curso de capacitação profissional começará em agosto e terá a duração de um semestre. Ao final, os participantes receberão um certificado reconhecido pela USF e pelo Ministério da Educação, que qualificará o aluno a atuar no mercado de trabalho como cozinheiro. As aulas serão gravadas e, numa segunda etapa, os vídeos serão reproduzidos nos bairros atendidos pelo ISA, em um ônibus adaptado exclusivamente para atender o projeto, ampliando o alcance da iniciativa e multiplicando o número de pessoas que receberão as orientações. 

 

O projeto Cozinha Ceasa/USF se vale de conceitos do Movimento da Gastronomia Social, que enxerga a gastronomia como agente de transformação social e acontece no Brasil – com o projeto Gastromotiva, entre outros -, e em vários outros países, sob a liderança de instituições e grandes chefs.

Geral

Prefeito acompanha situação das UTIs para casos de Covid em Campinas

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi visitou o hospital Ouro Verde na manhã deste sábado, dia 23 de janeiro, para acompanhar a situação dos leitos de UTI do SUS Municipal. Durante a madrugada, a ocupação chegou a 100% dos leitos na rede municipal. No final da manhã, por conta de alta, três leitos já tinham sido liberados. Entre os leitos de enfermaria, estavam disponíveis oito vagas, mas com pessoas aguardando. “Estamos acompanhando 24 horas o percentual de ocupação dos leitos”, salientou o prefeito. “Isso é um processo muito dinâmico, as altas vão acontecendo e novos pacientes vão chegando”, disse Dário.


O prefeito disse também que a Administração está providenciando a abertura de mais 15 leitos na rede municipal e solicitando ao Estado que a Unicamp também libere mais leitos para tratamento de pacientes Covid. Semana passada, a Prefeitura recebeu do Estado um aporte de R$ 12 milhões para investir nas UTIs Covid e um comprometimento de ampliação de vagas no hospital da Unicamp. “Temos condições de abrir novos leitos. A Unicamp deve ampliar em mais 13 leitos e o SUS Municipal mais 15, com isso chegaremos a 128 vagas de UTI disponíveis”, informou Dário.

Na manhã deste sábado (23/01), Campinas conta com um total de 90 leitos de UTI no SUS Municipal e 132 na rede particular, que está com cerca de 80% de ocupação. O hospital Ouro Verde é o maior depois de São Paulo em disponibilidade de leitos UTI e enfermaria Covid no Estado, com 40 vagas na terapia intensiva e 46 na enfermaria.


Apelo

Com a situação crítica dos leitos, o prefeito pediu a colaboração e a compreensão da população neste momento, evitando aglomerações, mantendo o distanciamento social e a higienização das mãos e uso de máscaras. Ele também enfatizou que a responsabilidade deve ser principalmente dos jovens, que, apesar de apresentarem um percentual baixo de gravidade, acabam levando o vírus para casa e transmitindo aos mais velhos. “Também entendemos a situação do setor produtivo da cidade, bares, restaurantes, mas devemos priorizar a vida”, completou.
 

Vacinação


Até a manhã deste sábado, 3.362 doses da vacina contra a Covid já tinham sido aplicadas nos profissionais que trabalham diretamente na assistência dos casos de Covid-19 em hospitais públicos, privados, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Samu.

Continue Lendo

Geral

Segundo a Secretaria de Saúde de Monte Mor, foram realizados 66 novos exames

Publicado

em

Por

corona

A Secretaria de Saúde de Monte Mor informa que hoje (22) foram confirmados 5 novos casos de Covid-19 no município. Também foram realizados 66 novos exames.

A soma de exames realizados até o momento é de 7333 (sete mil trezentos e trinta e três), sendo 5183 (cinco mil cento e oitenta e três) casos negativos, e 2058 (dois mil e cinquenta e oito) casos positivos. São 72 (setenta e duas) pessoas esperando o resultado.

O número de pessoas curadas é de 1999 (mil novecentos e noventa e nove). Os casos de óbitos são de 50 (cinquenta) pessoas, outras 9 (nove) pessoas estão hospitalizadas, e 127 (cento e vinte e sete) estão em isolamento domiciliar.

A secretaria de saúde lembra a todos a importância do uso de máscara, a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel e o distanciamento social.

Continue Lendo

Geral

Campinas prevê vacinar mais de 2 mil nos 2 primeiros dias de imunização

Publicado

em

Por

Setecentos profissionais que trabalham na assistência direta a pacientes com Covid-19 foram vacinados contra a doença na quinta-feira, 21 de janeiro, no primeiro dia de imunização na Rede Municipal de Saúde de Campinas. Nesta sexta-feira, dia 22, a previsão é vacinar mais 1.440 pessoas nas unidades da Rede Mário Gatti, o que vai resultar em 2.140 vacinados em dois dias. A informação foi divulgada pelo prefeito Dário Saadi em transmissão ao vivo na internet na tarde desta sexta .

A vacinação ocorre até 22h para que os funcionários não precisem se deslocar fora do seu horário de trabalho para tomar a dose.

Em toda a rede serão 4.140 pessoas vacinadas no total. Estão incluídos nesse contingente os dois hospitais municipais – Mario Gatti e Ouro Verde, o Samu e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Campo Grande, Carlos Lourenço, São José e Anchieta Metropolitana.

“Como todo mundo sabe, nós recebemos 24,9 mil doses da vacina CoronaVac, do Butantan. Os critérios de distribuição foram os definidos pelos Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde, priorizando os profissionais que atuam na linha de frente”, disse o prefeito.

Todas essas vacinas estão sendo aplicadas como primeira dose. A segunda já está provisionada pelo governo do Estado. A distribuição aos hospitais privados também está sendo realizada.
Até o presente momento estamos indo bem. Espero que Campinas continue fazendo essa vacinação com critério e com justiça. Isso é muito importante”, afirmou o prefeito.

Agendamento
Não há previsão da data em que será iniciado o agendamento para os outros grupos da primeira fase. A definição depende das vacinas que a cidade receberá. A prioridade é a imunização de quem atua no atendimento a pacientes com o novo coronavírus.
Quando a cidade receber novas doses, a prefeitura vai divulgar as ferramentas para facilitar o agendamento.

Centros de Imunização
As vacinas serão aplicadas em cinco centros de imunização (há possibilidade de ampliação), um por região:
– Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Itália (região sul)
– Naed Noroeste – Avenida Ibirapuera, s/nº, Jardim Londres (região noroeste);
– Centro de Vivência do Idoso – Lagoa do Taquaral – portão 5 (região leste);
– Círculo Militar – Avenida Getúlio Vargas, 200. Jardim Chapadão (região norte);
– Caic Sudoeste – Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União (região sudoeste

Continue Lendo









<





Populares